Banca de QUALIFICAÇÃO: FERNANDO ERALDO MEDEIROS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FERNANDO ERALDO MEDEIROS
DATA : 27/02/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Sala Arraial d'Ajuda 02/CSC/UFSB
TÍTULO:

PARQUE NACIONAL HISTÓRICO DO MONTE PASCOAL: Uma análise
sistêmica da paisagem e significância cultural.


PALAVRAS-CHAVES:

paisagem cultural, significância cultural, mata atlântica, gestão territorial


PÁGINAS: 62
RESUMO:

A intensa pressão urbana, que vem se acentuando mais nas últimas décadas no Município de Porto Seguro, tem acarretado diretamente em impactos ao
meio ambiente. As ações antrópicas, em pequena ou larga escala, em geral para implantação de empreendimentos hoteleiros, ocupação territorial ilegal e
desordenada e expansão das fronteiras agropecuárias, em especial para silvicultura do eucalipto, implicam na supressão da vegetação que compõem os
ecossistemas naturais acarretando em impactos a biodiversidade da Mata Atlântica e dos ecossistemas costeiros do Extremo Sul da Bahia. É nesta região
e nos municípios do entorno que estão delimitados os Parques Nacionais do Descobrimento, do Monte Pascoal e do Pau Brasil, compondo um corredor
ecológico das Reservas de Mata Atlântica da Costa do Descobrimento, inscrita como Patrimônio Mundial pela UNESCO. Na região do extremo sul da
Bahia encontramos uma grande diversidade de ecossistemas, com destaque para a Mata Atlântica em seus diferentes estados sucessionais e ecossistemas
associados à influência marinha, como manguezais e restinga. A ordenação sistêmica da paisagem, processo estratégico de direcionamento das ações para
construção da paisagem desejada, implica em última instancia em traçar um projeto coletivo da paisagem que se deseja, correspondendo a uma visão mais
coerente das intervenções urbanas em substituição a ações pontuais sem vistas a impactos mais gerais, inter-relacionando políticas culturais e ambientais e
legitimados pela coletividade, seja através de um melhor entendimento da imagem que a comunidade tem sobre o território ou da participação direta na
tomada de decisões e construção de modelos de gestão. Pretende-se com este trabalho responder algumas questões, dentre elas se existem alterações
relevantes na paisagem do Parque Histórico Nacional do Monte Pascoal, se podemos considerar o parque como um sistema de paisagens e
consequentemente como paisagem cultural na abordagem das suas estratégias de gestão e se as ações antrópicas que implicam em alterações no meio
ambiente interferem nos valores atribuídos ao lugar e na sua significação cultural. A leitura da imagem ambiental do território delimitado do Parque
Histórico Nacional do Monte Pascoal pode indicar que os valores naturais e culturais, atribuídos outrora, sofreram alterações que acarretaram na
mudança da paisagem e na sua ressignificação e que podem levar a novas estratégias para uma gestão territorial. Para tanto, serão realizados estudos de
caso, avaliando ações nas quais o poder público reconhecidamente entendeu que houve alterações ao meio ambiente, em especial aquelas que acarretaram
prejuízo aos ecossistemas naturais com impactos negativos à biodiversidade da Mata Atlântica e nos ecossistemas costeiros da área estudada; serão
conduzidas entrevistas, com o propósito de sintetizar a imagem ambiental atualizada a partir de mapas mentais e questionários estruturados; as pesquisas
em arquivos públicos, coletando informações a respeito de como se dá a gestão ambiental e patrimonial pelas diversas instituições atuantes no território
em estudo e levantamento bibliográfico serão realizadas, aprofundando a discussão a partir da literatura que se fizer necessária dentro da área da pesquisa.
As informações obtidas poderão dar subsídios substanciais para a sociedade civil, o poder público e os gestores nas tomadas de decisão e na definição de
planejamentos estratégicos que integrem a esfera ambiental e cultural, tornando a gestão do parque mais coerente com a realidade observada e as ações
planejadas mais eficientes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1782304 - JAILSON SANTOS DE NOVAIS
Externo à Instituição - Leonardo Thompson da Silva - IFBA
Externo ao Programa - 1835001 - PEDRO FONSECA LEAL
Notícia cadastrada em: 21/02/2019 08:38
SIGAA | Pró-Reitoria de Tecnologia de Informação e Comunicação -   | Copyright © 2006-2020 - UFSB - e33c4dc5c916.inst1