Banca de DEFESA: LOUISE GOMES PASSOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LOUISE GOMES PASSOS
DATA : 31/10/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Campus Sosígenes Costa - Sala Taperapuã 2 - Link: https://mconf.rnp.br/webconf/csc-1
TÍTULO:

Conhecimento Etnobotânico da Comunidade Divino Espírito Santo no distrito de Vale Verde, Bahia, Nordeste do Brasil


PALAVRAS-CHAVES:

 Mata Atlântica. Etnobotânica. Comunidade Tradicional.


PÁGINAS: 80
RESUMO:

O conhecimento acumulado pelas comunidades tradicionais é de fundamental importância para a manutenção da diversidade biológica, assegurando a utilização e manejo racional dos recursos naturais. Assim, o presente trabalho teve como objetivo, fazer um levantamento por meio do conhecimento tradicional, através de uma perspectiva etnobotânica descritiva das espécies vegetais do território original da Mata Atlântica utilizadas em categorias distintas em uma comunidade tradicional do distrito do Vale Verde (BA). A primeira etapa do trabalho tratou do acesso ao conhecimento etnobotânico da população local. Para tanto, foram realizadas 13 visitas de campo incluindo 07 entrevistas realizadas com a comunidade no período entre abril/2018 e julho/2019. Foram utilizados métodos de pesquisa, como: observação participante, conversas informais, entrevistas semiestruturadas, bola de neve, listagem livre e turnê guiada. Gerou-se um banco de dados com informações obtidas nas entrevistas. A análise foi subsidiada através do programa Microsoft Office Excel® 2007, sendo realizada a estatística descritiva a partir da tabulação simples, distribuição de porcentagens, tabelas e figuras, o índice de valor de uso. As pessoas identificam e/ou usam mais de 80 espécies de plantas distribuídas em 09 categorias de uso: medicinal, ornamental, alimentício, construção/madeireiro, uso doméstico, repelente de inseto/inseticida, comercial, uso místico e cosmético. Foram identificadas 24 famílias botânicas, sendo a Lamiaceae a mais citada. A parte do vegetal que teve maior significância quanto à categoria de uso foi a folha, sendo utilizada na sua maioria, na medicina caseira. Em sua pluralidade, o local de aquisição de plantas para uso da população é através de quintais, totalizando 97,56%, seguido da Mata (4,87%). Discute-se como que os recursos naturais são utilizados e a implicação disso na conservação da Mata Atlântica. O projeto mostra a relevância sobre os conhecimentos da etnobotânica pois é percebido que a compreensão sobre as relações existentes entre a botânica e o ser humano servem como forma de conscientização e contribuição para a manutenção, preservação ambiental e uso sustentável da Mata Atlântica a partir dos conhecimentos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1694002 - ANGELA MARIA GARCIA
Interno - 034.751.739-05 - CAROLINA WEBER KFFURI - UFSB
Interno - 1782304 - JAILSON SANTOS DE NOVAIS
Presidente - 1553832 - JORGE ANTONIO SILVA COSTA
Notícia cadastrada em: 24/10/2019 12:12
SIGAA | Pró-Reitoria de Tecnologia de Informação e Comunicação -   | Copyright © 2006-2020 - UFSB - e33c4dc5c916.inst1