Dissertações/Teses

2021
Dissertações
1
  • ILRISMAR OLIVEIRA DOS SANTOS
  • NARRATIVAS E MEMÓRIAS DE ESTUDANTES GAYS E LÉSBICAS NA EDUCAÇÃO DO CAMPO

  • Orientador : PAULO DE TASSIO BORGES DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PAULO DE TASSIO BORGES DA SILVA
  • REBECA VALADAO BUSSINGER
  • THALLES DO AMARAL DE SOUZA CRUZ
  • Data: 26/02/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa versa acerca das memórias e narrativas dos jovens LGBTs do campo, especificamente do/no município de Prado/BA, bem como em cenas de memórias autobiográficas do pesquisador. A proposta se insere nas atividades do Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais – PPGER, no Instituto de Humanidades, Artes e Ciências – IHAC da Universidade Federal do Sul da Bahia – UFSB. A mesma tem como objetivo geral: Analisar as memórias e narrativas de jovens gays e lésbicas em áreas campesinas acerca dos seus processos educativos na Educação do Campo; e como objetivos específicos: a) Problematizar as questões de sexualidades em áreas campesinas; b) Refletir sobre as políticas curriculares para a Educação do Campo no Brasil e na Bahia, e suas ausências para com as questões de Sexualidades; c) Identificar os dispositivos biopolíticos direcionados aos corpos dissidentes na Educação do Campo. A pesquisa faz uso das reminiscências dos (as) estudantes gays e lésbicas da educação do campo, sendo utilizadas entrevistas semiestruturadas e cenas autobiográficas do pesquisador. A pesquisa se justifica como necessária no rompimento do silenciamento das questões de gêneros e sexualidades na educação do campo, onde ainda permanecem legitimadas categorias com viés de classe, sendo necessária uma análise interseccional que dialogue com questões de gêneros, sexualidades e relações étnico-raciais.


  • Mostrar Abstract
  • This research deals with the memories and narratives of young LGBT people in the countryside, specifically from / in the municipality of Prado / BA, as well as scenes of autobiographical memories of the researcher. The proposal is part of the activities of the Graduate Program in Teaching and Ethnic-Racial Relations - PPGER, at the Institute of Humanities, Arts and Sciences - IHAC at the Universidade Federal do Sul da Bahia- UFSB. It has the general objective of:Analyzing the memoirs and narratives of young gays and lesbians in rural areas about their educational processes in Rural Education; and as specific objectives: a) To problematize sexuality issues in rural areas; b) Reflect on the curricular policies for Rural Education in Brazil and Bahia, and their absences regarding sexuality issues; c) Identify the biopolitical devices directed at dissident bodies in Rural Education. The research draws on the reminiscences of gay and lesbian students from rural education, using semi-structured interviews and autobiographical scenes of the researcher. The research is justified as necessary to break the silencing of gender and sexuality issues in rural education, where categories with class bias still remain legitimate, requiring an intersectional analysis that dialogues with issues of gender, sexuality and ethnic-racial relations

2
  • KAMILA GOMES BORGES
  • Roda de Saberes-chamada de Angola. Caminhos para a construção de uma educação antirracista

  • Orientador : FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FERNANDO DOS SANTOS BALDRAIA SOUSA
  • FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA LOPES
  • Data: 05/03/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O conteúdo discursivo desse trabalho, enquanto pesquisa- intervenção, volta-se para uma visão afrocêntrica sobre a prática pedagógica. Seu significado é a crítica à perspectiva eurocêntrica, que em seus desdobramentos, não apenas invisibiliza, mas também inviabiliza a afirmação das consciências individuais e coletivas que foram definidas como alteridade pela narrativa ocidental, projetando, por conseguinte, sobre culturas, povos ou nações uma flagrante tentativa de subalternização e dominação de cunho racista e sexista. Tratando-se, portanto, de um olhar sobre a possibilidade de uma prática pedagógica antirracista por meio de uma episteme particular da capoeira angola, herdeira das tradições africanas, as quais necessitam ser devidamente implementadas de acordo com os dispositivos legais, da lei 10.639/03 e da lei 11645/08, fruto das reivindicações e ativismo do movimento negro no Brasil.


  • Mostrar Abstract
  • The discursive content of this work, while researching intervention, turns to an Afrocentric view on pedagogical practice. Its meaning is the criticism of the Eurocentric perspective, which in its unfolding, not only makes it invisible, but also prevents the affirmation of individual and collective consciences that were defined as alterity by the Western narrative, projecting, therefore, a flagrant culture, peoples or nations attempted subordination and domination of a racist and sexist nature. It is, therefore, a look at the possibility of an anti-racist pedagogical practice through a particular episteme of capoeira angola, heir to African traditions, which need to be properly implemented in accordance with the legal provisions of law 10.639 / 03 and Law 11645/08, the result of the demands and activism of the black movement in Brazil.

3
  • YURI MIGUEL MACEDO
  • Educação antirracista no município de Porto Seguro - BA: narrativas, discursos e práticas

  • Orientador : FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • KIUSAM REGINA DE OLIVEIRA
  • LIDYANE MARIA FERREIRA DE SOUZA
  • MARIANA FERNANDES DOS SANTOS
  • NILMA LINO GOMES
  • Data: 12/04/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • As Leis nº 10.639/2003 e 11.645/2008 são dispositivos legais que alteraram a Lei nº 9.394/1996 (LDB) que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional para incluir no currículo oficial das redes de ensino a obrigatoriedade da temática de História e Cultura Africana, Afro-brasileira e Indígena. Sabe-se que, a não integração da população negra e indígenas em múltiplos campos da sociedade ainda é (in)visível (a não integração é visível) partindo do princípio de que os negros compõem mais da metade da população brasileira, mas ainda são minoria nos campos político, econômico, midiático, artístico, esportivo, educacional, dentre outros. A presente escrita busca compreender, a partir da prática desenvolvida na disciplina Diversidade Afrodescendente e Diversidade Indígena (DADI), integrante do currículo escolar nos 6º e 7º anos do ensino fundamental do município de Porto Seguro, como os professores/as interpretam e materializam as leis que inspiraram a criação desta disciplina. Para tanto, o presente estudo se realizou por meio de entrevistas e apresentação dos resultados em um curso de formação continuada aos professores da rede municipal de Porto Seguro, que se concluiu a partir da reflexão de que a disciplina DADI cumpre um papel importantíssimo para cumprir a legislação que está em vigor em relação as Leis nº 10.639/2003 e 11.645/2008. No entanto, é preciso ultrapassar essa disciplina e tratar as questões raciais de forma interdisciplinar, multidisciplinar e institucionalizadas.


  • Mostrar Abstract
  • The laws 10.639 / 2003 and 11.645 / 2008 are legal provisions that changed Law 9.394 / 1996 (LDB) which establishes the guidelines and bases of national education to include in the official curriculum of the education networks the mandatory theme of History and Culture African, Afro-Brazilian and Indigenous. It is known that the non-integration of the black and indigenous population in multiple fields of society is still (un) visible (non-integration is visible) based on the principle that blacks make up more than half of the Brazilian population, but are still a minority in the political, economic, media, artistic, sports, educational fields, among others. This writing seeks to understand, based on the practice developed in the discipline Afro-descendant Diversity and Indigenous Diversity (DADI), part of the school curriculum in the 6th and 7th years of elementary school in the city of Porto Seguro, how teachers interpret and materialize the laws that inspired the creation of this discipline. To this end, the present study was carried out through interviews and presentation of the results in a continuous training course for teachers from the Porto Seguro municipal network, which was concluded from the reflection that the DADI discipline plays an extremely important role to fulfill the legislation that is in effect in relation to Laws 10.639 / 2003 and 11.645 / 2008. However, it is necessary to overcome this discipline and address racial issues in an interdisciplinary, multidisciplinary and institutionalized way.

4
  • NIKATIA BELAU DA SILVA
  • O ABIÃ E O TERREIRO: NARRATIVAS SOBRE O PROCESSO EDUCATIVO E IDENTITÁRIOS NO TERREIRO ARAMEFÁ ODÉ ILÊ

  • Orientador : GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CELIA DA SILVA
  • FABIANA CARNEIRO DA SILVA
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • Data: 27/04/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O candomblé se manifesta como resultado da (re)construção de uma África em diáspora, uma maneira de ressignificar as tradições, valores culturais e religiosos. A cosmogonia do ser ritual candomblecista se consagra como uma temática bastante discutida no meio acadêmico. Dentre tantas abordagens, há especial enfoque no que tange à hierarquia existente nos terreiros e os estágios alcançados pelos adeptos através dos rituais de passagem, dos quais encontram-se três figuras: o abiã, o iaô e o ebôme. Todavia, dentre elas, o abiã tem sido alvo de poucos estudos. Como primeira categoria da cadeia hierárquica candomblecista, o abiã é aquele que chega na casa para conhecer a liturgia, para aprender as práticas sagradas e, principalmente, para exercitar a educação da escuta atenciosa. Nos terreiros de candomblé, a fala é tradição e a escuta obrigação. Não se pode olvidar que abiã é início, aquele que aprende dentro do terreiro para nascer no axé, por isso é sempre acompanhado por aqueles que ensinam, os mais velhos no Ilê. Sendo assim, concebendo o processo educativo como uma tradição viva cuja manifestação se dá de variadas maneiras, esse trabalho tem como objetivo compreender como o abiã do Terreiro Aramefá Odé Ilê, terreiro de candomblé da nação Ketu situado na cidade de Teixeira de Freitas/BA, percebe o processo educativo pelo qual é envolvido durante a prática religiosa e como tais elementos circundam a formação de uma identidade de membro do candomblé. Especificamente, observar o processo de aprendizagem dos abiãs no terreiro Aramefá Odé Ilê; identificar práticas e saberes transmitidos no processo educativo do abiã no terreiro Aramefá Odé Ilê; descrever as percepções dos abiãs acerca processo educativo na sua comunidade religiosa; refletir acerca do ensinar-aprender do Amefá Odé Ilê e investigar o significado do candomblé para os abiãs na construção das identidades, cosmovisões de mundo e sociedade. Entende-se que o processo de construção da identidade da pessoa de terreiro está intimamente ligado ao percurso educativo dentro da religião, edificado sobre os saberes dos mais antigos responsáveis pela transmissão do conhecimento religioso. Tal conhecimento contudo fomenta relações, por vezes conflituosas, entre os membros do axé.  Como aporte teórico, destacam-se autores como Bastide (1961), Carneiro (2008), Luz (2013), Prandi (1991), Castillo (2015), Ziegler (1972), Hall (2006), Freire (1978), Machado (2013), Hampâté-Bâ (2010), Braga (2019). No que concerne ao procedimento metodológico, far-se-á uso, com base em Meihy (2005), da história oral mediante coleta das narrativas dos abiãs, com a pretensão de compreender as peculiaridades do processo de aprendizagem no abianato do Aramefá Odé Ilê. Para operacionalização dos meios de coleta, serão reservadas narrativas orais de uma amostra total de seis colaboradores e, para a maior diversidade de percepção, não foram feitos recortes etários, de gênero, classe, escolaridade ou qualquer outra variante. O produto didático a ser desenvolvido a partir desse projeto de pesquisa será um vídeo-documentário, com o título: “O Abiã e o Terreiro: narrativas sobre o processo educativo e identitário no terreiro Aramefá Odé Ilê”.



  • Mostrar Abstract
  • The candomblé manifests itself as result of the (re) construction of an Africa in diaspora, a way of reframing the traditions, cultural values and religious values. The cosmogony of the candoblecist ritual being consecrates itself as a well discussed theme in the academic environment. Among so many approaches, there’s a special focus on what concerns the hierarchy existing in the terreiros and the stages reached by the adepts through the passage rituals, from which three figures are found: the abiã, the iaô and the ebôme. However, among them, the abiã has been target of few studies. As first category of the candomblecist hierarchic chain, the abiã is the one who goes to the house to understand the liturgy, to learn the sacred practices and, mainly, to exercise the education of attentive listening. In the terreiro of candomblé, speaking is tradition and listening obligation. It shouldn’t be forgotten that abiã is beginning, the one who learns inside the terreiro to be born in axé, for that reason, they are always accompanied by those who teach, the oldest in Ilê. Thus, conceiving the educational process as an alive tradition, whose manifestation comes in various ways, this work aims to comprehend how the abiã of the Terreiro Amefá Odé Ilê, terreiro of candomblé of the nation Ketu, situated in the city of Teixeira de Freitas/BA, perceives the educational process in which they are enveloped during the religious practices and how these elements surround the formation of an candomblé member’s identity. Specifically, observing the learning process of the abiãs in the terreiro Aramefá Odé Ilê; identifying practices and knowledges transmitted in the educational process of the abiã in the terreiro Aramefá Odé Ilê; describing the perception of the abiãs about the educational process in their religious community; reflecting on the teaching-learning of the Amefá Odé Ilê and investigating the meaning of candomblé to the abiãs on the construction of the identities, cosmovisions of world and society. It is understood that the process of identity construction of the person in the terreiro is intimately linked to the educational course inside the religion, edified on the knowledges of the oldest, responsible for the transmission of religious knowledge. As theoretical contribution, the following authors are highlighted: Bastide (1961), Carneiro (2008), Luz (2013), Prandi (1991), Castillo (2015), Ziegler (1972), Hall (2006), Freire (1978), Machado (2013), Hampâté- Bâ (2010), Braga (2019). In what concerns the methodological procedure, based on Meihy (2005), the oral history will be used upon the gathering of narratives of the abiãs, with the pretension of comprehending the perks of the learning process in the abianato of Aramefá Odé Ilê. For the operationalization of the collection means, oral narratives samples of a total of six abiãs will be reserved, and, for a larger diversity of perception, groupings of age, gender, class, education levels or any other variants were not made. The didactical product to be developed through this research project will be a video-documentary, with the title: “O Abiã e Terreiro: narratives about the educational and identity process in the Aramefá Odé Ilê terreiro”.

5
  • LUAN MENEZES DOS SANTOS
  • "NÃO PODIA FAZER MAGISTÉRIO, ERA COISA DE FLORZINHA”: MASCULINIDADES DOCENTES NOS ANOS INICIAIS

  • Orientador : RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • CLEBER RODRIGO BRAGA DE OLIVEIRA
  • KAUAN SANTOS ALMEIDA
  • CELIO SILVA MEIRA
  • Data: 30/04/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho objetiva discutir as masculinidades plurais na docência a partir da história de
    professores, que se identificam com o gênero masculino, que atuam nos primeiros segmentos
    da Educação Básica, Educação Infantil e nos Anos Iniciais da Rede Municipal de Ensino de
    Itabuna-Ba. A partir de uma pesquisa-intervenção, construímos conhecimentos de trocas e
    vivência com esses professores, utilizamos a entrevista semi-estruturada como técnica de
    pesquisa, a partir desse diálogo de trocas entre o pessoal e o profissional, que surgiu o projeto
    de intervenção Masculinidades, Gênero e Sexualidades na Educação Infantil e Anos Iniciais,
    fundamentado com saberes decoloniais e da diferença, de forma que fosse possível orientar os
    gestores e demais membros da equipe escolar, que os mesmo fossem capazes de entender a
    diversidade humana dentro e fora do contexto escolar. Dessa forma, identificamos como a
    escola e a sociedade criam barreiras dentro da docência, o que leva a uma criação
    estereotipada de gênero e sexualidade desses homens que adentram a carreira docente. Assim
    refletimos como a masculinidade hegemônica, representada pelos homens brancos, cis, hétero
    tentam anular as masculinidades subalternas onde eles colocam os homossexuais, negros
    bissexuais e transexuais, por serem uma forte potência de representação do que é ser homem.


  • Mostrar Abstract
  • This work aims to reflect on the academic and professional trajectory of teachers, who identify with
    the male gender, who work in the first segments of Basic Education, Early Childhood Education, and

    in the Initial Years of the Itabuna-Ba Municipal Education Network. From intervention research, we
    build knowledge of exchanges and experience with these teachers, we use the semi-structured
    interview as a research technique, based on this exchange dialogue between the personal and the
    professional, which gave rise to the project of intervention Masculinities, Gender, and Sexualities in
    Early Childhood Education and Early Years, based on colonial knowledge and difference, so that it
    was possible to guide managers and other members of the school team so that they were able to
    understand human diversity inside and outside the school context. In this way, we identify how school
    and society create barriers within teaching, which leads to a stereotyped creation of gender and
    sexuality of these men who enter the teaching career. Thus, we reflect on how hegemonic masculinity,
    represented by white, cis, and straight men tries to nullify the subordinate masculinities where they
    place homosexuals, black bisexuals, and transsexuals, as they are a strong potential to represent what
    it is to be a man

6
  • ÍCARO BERBERT MACÊDO
  • BARROS, MUROS E FISSURAS: PAISAGENSDIFERENÇAS DE GÊNERO, SEXUALIDADES E RAÇA COMO POTÊNCIAS NO ENFRENTAMENTO AO BULLYING ESCOLAR

  • Orientador : RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LEONARDO LEMOS DE SOUZA
  • CLEBER RODRIGO BRAGA DE OLIVEIRA
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • Data: 07/05/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O bullying escolar é uma realidade que urge ser vista, revista e desdobrada em seus
    modos de acontecer. Logo, com este trabalho, objetivamos fomentar a implementação de
    processos didático-pedagógicos e relacionais que valorizem as paisagens-diferenças de
    gênero, sexualidades e raça como potências, indispensáveis ao enfrentamento de
    dinâmicas de preconceito e discriminação no espaço escolar. À luz de uma metodologia
    ressignificada, referimo-nos a uma pesquisa-intervenção, com entrevistas
    semiestruturadas realizadas com professoras e professores do Ensino Fundamental –
    Anos Finais, atuantes no município de Floresta Azul, localizado na região Sul da Bahia.
    Na direção de cumprir o objetivo, sustentamos a relevância da promoção de espaços de
    formação e diálogo acerca do
    bullying e outras expressões de violência na escola e sua
    relação com as diferenças que constituem a trajetória de vida e estudantil das pessoas. Os
    resultados obtidos a partir das narrativas colaborou para a compreensão da noção de
    diferença como eixo presente nas concepções das/os professoras/es, dando brecha para
    pensá-la considerando a lógica da homogeneização. Assim, esboçamos a diferença como
    elemento favorável a problematizações, dentre as quais a principal é concebê-la, para
    além de provocadora das práticas de
    bullying, como potência, que habita o território
    escolar, tensionando as relações e as pedagogias que ali se materializam. Entre diferenças
    e semelhanças, também apresentamos noções importantes sobre o entrecruzamento de
    experiências testemunhadas, protagonizadas pelas/os participantes, criando uma
    perspectiva de entendimento de que processos de discriminação e preconceito são

    estruturais – convocando a todas/os a engajar-se na invenção de outros possíveis no
    contexto escolar, este que é espaço de habitantes da diferença, sujeitas/os híbridas/os. Por
    fim, com todo o conjunto de formulações teóricas desenvolvidas, contribuímos com um
    Dispositivo, fundamental para cumprimento do propósito assumido.


  • Mostrar Abstract
  • School bullying is a reality that needs to be seen, reviewed and unfolded in its
    ways of happening. Ergo, with this work, we aim to promote the implementation of
    didactic-pedagogical and relational processes that value the landscapes-differences
    of gender, sexuality and race as potencies, indispensable to facing the dynamics of
    prejudice and discrimination in the school environment. In light of a reframed
    methodology, we refer to an intervention research based on semi-structured
    interviews with teachers from the final years of elementary school, working in the
    municipality of Floresta Azul, located in the southern region of Bahia. In order to
    fulfill the objective, we supported the relevance of promoting educational spaces
    and dialogue about bullying and other expressions of violence at school, and its
    relation with the differences that build people's life and student trajectory. The
    results obtained from the narratives, collaborated to understand the notion of
    difference as an axis present in the conceptions of the teachers, providing a gap to
    think about it considering the logic of homogenization. Therefore, we outlined the
    difference as an element favorable to problematizations, which the main one is, to
    perceive it beyond the provoking element of bullying practices, but as potencies
    that inhabit the school territory, tensioning relationships and pedagogies that
    materialize there. Between differences and similarities, we also presented
    important notions about the intersection of witnessed experiences, protagonized by
    the participants, creating a perspective of understanding that processes of
    discrimination and prejudice are structural, calling on all to engage in the invention
    of other possibilities in the school context, which is a space of inhabitants of
    difference, hybrid subjects. Finally, with the whole set of theoretical formulations
    developed, we also contributed with a fundamental Device to fulfill the assumed
    purpose.

7
  • REGIANE SOARES SANTOS
  • A recepção estética das mulheres no funk e hip hop: o ouvir de uma espectadora

  • Orientador : DODI TAVARES BORGES LEAL
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALINE NUNES DE OLIVEIRA
  • DODI TAVARES BORGES LEAL
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • Data: 08/06/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esse texto inscreve-se no interior das práxis sociais, tecendo o indispensável diálogo acerca da presença de mulheres negras e trans no espaço discursivo da música, especificamente o gênero hip hop e funk. É na escuta enquanto espectadora do universo musical que essa pesquisa visa estar sensível à recepção de lugares de fala das personagens, retratando a história de vida em cada letra, bem como elucidar quem são esses corpos, que por muito tempo têm sido silenciados, marginalizados pela sociedade. Assim, esse estudo conta com o trabalho das cantoras Karol Conka e Linn da quebrada, objetivando problematizar a cultura do patriarcado, que tem subjugado a condição de mulher no mundo por meio dos valores sociais incutidos pelo sistema hegemônico. A música passa a ser entendida aqui, como um artefato ideológico e pode contribuir para o processo pedagógico na formação de espectadores/as em racialidades e transgeneridades, cujos jogos de poder se materializam por me io das letras, podendo ratificar e desestabilizar preconceitos, discriminação, racismo, entre outros. Para embasamento teórico tem-se a presença dos autores/as: Preciado (2014), Moira (2016), Fischer (2017) Hooks (2019), Ribeiro (2019), Lugones (2019), Davis (2016), Leal (2018), Santos (2016), Mombaça (2016), Adorno (1986), Frederico (2008), Costa (2016), entre outros/as. O corpus desta pesquisa constitui por meio de letras musicais A abordagem é de cunho qualitativa, contando com o tipo de análise crítica, com finalidade de debruçar acerca das técnicas de hermenêutica sobre o imaginário das mulheridades na recepção musical, levando em consideração os processos de mudança de paradigma, os desafios e até mesmo reconhecer que o caminho investigativo precisa estar aberto a novas vertentes.


  • Mostrar Abstract
  • This text is inscribed within the sociales praxis, weaving the indispensable dialogue about the presence of black and trans women in the discursive space of music, specifically the hip hop and funk genre. It is in listening as a spectator of the musical universe that t his research aims to be sensitive to the reception of places of speech of the characters, portraying the life story in each letter, as well as elucidating who these bodies are, which for a long time have been silenced, marginalized by society. Thus, this study relies on the work of singers Karol Conká and Linn da Quebrada, aiming to problematize the culture of patriarchy, which has subjugated the condition of women in the world through the social values instilled by the hegemonic system. Music starts to be understood here, as an ideological artifact and can contribute to the pedagogical process in the formation of spectators in racialities and transgenerations, whose power games materialize through the lyrics, being able to ratify and destabilize prejudices, discrimination, racism , among others. Theoretical authors are present for theoretical support: Preciado (2014), Moira (2016), Fischer (2017) Hooks (2019), Ribeiro (2019), Lugones (2019), Davis (2016), Leal (2018) ), Santos (2016), Mombasa (2016), Adorno (1986), Frederico (2008), Costa (2016), among others. The corpus of this research consists of musical lyrics The approach is of a qualitative nature, relying on the type of critical analysis, with the purpose of examining the techniques of hermeneutics on the imaginary of women in the musical reception, taking into account the processes of change paradigm, challenges and even recognize that the investigative path needs to be open to new aspects.

8
  • JAMAIRA CONCEIÇÃO DA SILVA
  • Entre livros e laços: o lugar da literatura negra no pertencimento étnico-racial de Sem Terrinhas do acampamento Bela Manhã, em Teixeira de Freitas – Bahia

  • Orientador : FABIANA CARNEIRO DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FABIANA CARNEIRO DA SILVA
  • KARINA LIMA SALES
  • LAURA CASTRO DE ARAUJO
  • Data: 06/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • O presente projeto de investigação-ação participativa tem como objetivo apreender as marcas de pertencimento étnico-racial no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, partindo do trabalho de mediação literária do livro Vermelho (2009), escrito por Maria Tereza. Este, por sua vez, fomenta uma investigação sobre o modo com que a literatura negra contribui com a formação da identidade Sem Terrinha integrantes do acampamento Bela Manhã, localizado em Teixeira de Freitas, Bahia. Tal proposta ancora-se, fundamentalmente, na compreensão de que a formação da identidade da criança se dá pela correlação entre processos simbólicos e as interações sociais, sobretudo na família, nas instituições de educação infantil e, nesse caso, nos espaços de ações políticas dos sujeitos Sem Terra. No acampamento Bela Manhã, as pautas de reivindicação da comunidade se fazem sensíveis às crianças por meio da brigada Nelson Mandela, das cirandas itinerantes e de atividades de formação escolar desenvolvidas na Escola Municipal Alfredo Felix Correia. O referencial teórico do projeto pauta-se nos estudos de Márcia Mara Ramos e Monyse Ravenna de Sousa Barros sobre as infâncias Sem Terra; Teresa Colomer e Rildo Cosson, enquanto aporte para a mobilização da literatura infantil; Sandra Petit, conceituando a literatura oral, pretagogia e pertencimento negro; Raumi de Souza, com aprofundamento teórico sobre as questões étnico-raciais dentro do MST e Orlando Fals Borda, com as balizas da investigação-ação participante. Diante do contexto de isolamento social, o processo de intervenção pedagógica foi desenvolvido respeitando os protocolos de segurança e em diálogo com uma única criança do acampamento, a saber, Kailane Donato Santos. Ao longo de cinco encontros, realizou-se a mediação literária, tendo em vista o diálogo sobre pertencimento étnico-racial e a composição do livro de literatura infantil Temperos da Vó Jove, produzido em coautoria.


  • Mostrar Abstract
  • This participatory action-investigation project aims to apprehend as marks of ethnic-racial belonging in the Landless Rural Workers Movement, starting from the literary mediation work of the book Vermelho (2009), written by Maria Tereza. This, in turn, fosters an investigation into the way in which black literature contributes to the formation of the Sem Terrinha identity, part of the Bela Manhã camp, located in Teixeira de Freitas, Bahia. This proposal is fundamentally based on the understanding that the formation of the child's identity occurs through the correlation between symbolic processes and social interactions, especially in the family, in early childhood education institutions and, in this case, in the spaces of political actions of the subjects Landless. At the Bela Manhã camp, community education guidelines are made sensitive to children through the Nelson Mandela brigade, traveling cirandas and school education activities developed at the Alfredo Felix Correia Municipal School. The theoretical framework of the project is based on the studies of Márcia Mara Ramos and Monyse Ravenna de Sousa Barros on the Sem Terra childhood; Teresa Colomer, Rildo Cosson as a contribution to the mobilization of children's literature; Sandra Petit, conceptualizing oral literature, pretogogy and black belonging; Raumi de Souza, with theoretical deepening on ethnic-racial issues within the MST and Orlando Fals Borda, with the beacons of participating action. In the context of social isolation, the pedagogical intervention process was developed respecting the safety protocols and in dialogue with a single child from the camp, namely Kailane Donato Santos. Over five meetings, literary mediation was carried out, with a view to the dialogue on ethnic-racial belonging and the composition of the children's literature book Temperos da Vó Jove, produced in co-authorship.

9
  • MARCIO ROBERTO SANTANA
  • “Dormimos Vila Juazeiro e Acordamos Comunidade Quilombola Vila Juazeiro”: Existência e Resistência Emancipadora.

     

  • Orientador : GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • ALINE SANTOS DE BRITO NASCIMENTO
  • Data: 07/07/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Neste projeto de pesquisa, objetiva-se identificar, descrever e analisar a construtividade e a referencialidade em ser quilombo/quilombola no processo de reconhecimento de Vila Juazeiro (localizada no município de Ibirapuã, Extremo Sul da Bahia, a 36 quilômetros da sede municipal e 9 quilômetros da BR 101), no que trazem de expressões que lidam com a representação afro-brasileira, suas identidades diaspóricas e suas ressignificações, e no que se configuram exemplares de alteridade nos encontros culturais e de enfrentamento ao modelo de agronegócio que compõem o Extremo Sul da Bahia. Busca-se investigar também, de que forma a certificação de comunidade quilombola ajudou/ajuda a comunidade identificada anteriormente como negros rurais a despertarem uma consciência emancipadora resistente, no que diz respeito aos impactos do modelo de desenvolvimento do agronegócio regional no Extremo Sul da Bahia (monocultura do eucalipto), sobre as comunidades tradicionais e quilombolas. Um estudo sistemático acerca da formação dessa comunidade sobre o processo de reconhecimento enquanto comunidade quilombola a partir de uma singularidade constituída no tempo e que delineia de forma diferente o ser e o agir, por meio de manifestações socioculturais e políticas, parece apontar para uma resistência e manutenção de uma identidade construída ao longo dos enfrentamentos identitários ou dos jogos de poder ocasionados por questões situacionais e agenciamentos históricos (SANTANA, 2014). Como aporte teórico serão utilizadas reflexões de Arruti (2005) em seu livro Mocambo, onde este descreve seu processo quadripartido de: nominação, reconhecimento, identificação e territorialização; trabalharemos também os conceitos de tradição viva, oralidade e identidade de Hampaté-Ba (2010) e, também, Thompson (1998) e Portelli (1997) que consideram que a história oral ao trazer evidências sobre o passado, convertem as falas dos narradores em instrumentos, com os quais podemos interpretar e escrever a história que será feita por meio de entrevistas e observações nos eventos da comunidade; Para compreensão do conceito de identidade, recorreremos as reflexões de Stuart Hall, Edward Said, Roberto Cardoso de Oliveira, Boaventura de Souza Santos, Zigmunt Bauman; Já para a análise da pesquisa, a partir da crítica pós-colonial, teremos de confrontar as narrativas em vista das formulações e “revisões críticas” em torno de questões de diferença cultural, autoridade social e discriminação política, a fim de revelar os momentos antagônicos e ambivalentes no interior das “racionalizações” da modernidade conforme Bhabha (1998); Ainda, no que diz respeito às entrevistas para a coleta das narrativas da comunidade (que serão 01 membros fundadores da Associação Quilombola de Vila Juazeiro – AQVJ e 01 moradores antigos da Vila que sejam proprietários de terras agrícolas e 01 membro ligado a atividades socio culturais da referida comunidade), faremos a escuta de relatos (audio-visuais) sob o ponto de vista da cordialidade, conduzido com base na colaboração natural (MEIHY, 2005); E para o produto final (“e-book intitulado: Memorial Cultural da Comunidade Quilombola Vila Juazeiro – que será entregue à comunidade em voga). Este estudo/pesquisa qualitativa, se atém à memória como categoria fundamental de análise (portanto, se utilizando de fontes orais), buscando compreender a sua devida importância no processo de ressignificação do pertencimento a categoria quilombola, através das narrativas da comunidade de Vila Juazeiro.

     


  • Mostrar Abstract
  • This research project aims to identify, describe and analyze the constructiveness and referentiality of being quilombo / quilombola in the recognition process of Vila Juazeiro (located in the municipality of Ibirapuã, Extreme South of Bahia, 36 kilometers from the municipal headquarters and 9 kilometers from BR 101), in terms of expressions dealing with Afro-Brazilian representation, their diasporic identities and their resignifications, and in what are examples of alterity in cultural encounters and confronting the agribusiness model that make up the Far South from Bahia. It also seeks to investigate how the quilombola community certification helped / helps the community previously identified as rural blacks to awaken a resistant emancipatory conscience, with regard to the impacts of the regional agribusiness development model in the extreme south of Bahia (monoculture of eucalyptus), on traditional and quilombola communities. A systematic study about the formation of this community on the process of recognition as a quilombola community based on a singularity constituted in time and which outlines being and acting differently, through socio-cultural and political manifestations, seems to point to resistance and maintenance of an identity built along the identity clashes or power games caused by situational issues and historical agency (SANTANA,2014). As a theoretical contribution, reflections by Arruti (2005) will be used in his book Mocambo, where he describes his four-part process of: nomination, recognition, identification and territorialization; we will also work on the concepts of living tradition, orality and identity of Hampaté-Ba (2010) and, also, Thompson (1998) and Portelli (1997) who consider that oral history, when bringing evidence about the past, converts the narrators' speeches into instruments, with which we can interpret and write the story that will be done through interviews and observations at community events; To understand the concept of identity, we will use the reflections of Stuart Hall, Edward Said, Roberto Cardoso de Oliveira, Boaventura de Souza Santos, Zigmunt Bauman; For the analysis of the research, from the post-colonial critique, we will have to confront the narratives in view of the formulations and “critical reviews around issues of cultural difference, social authority and political discrimination, in order to reveal the antagonistic and ambivalent within the “rationalizations” of modernity according to Bhabha (1998); Still, with regard to information for the collection of community narratives (which will be 01 founding members of the Quilombola Association of Vila Juazeiro - AQVJ and 01 former residents of the Village who are owners of agricultural land and 01 member linked to socio-cultural activities of the community), we will listen to reports (audiovisual) from the point of view of cordiality, conducted based on natural collaboration (MEIHY, 2005); And for the final product (“e-book entitled: Memorial Collection of the Quilombola Vila Juazeiro Community - which will be delivered to the current community). This qualitative study / research sticks to memory as a fundamental category of analysis (therefore, using oral sources), seeking to understand its due importance in the process of redefining belonging to the quilombola category, through the narratives of the community of Vila Juazeiro.

     

     

10
  • ALESSANDRA SOUSA TEIXEIRA
  • “QUANDO É QUE AS CRIANÇAS FALAM ESSAS COISAS E A GENTE NÃO VÊ [OUVE]?” UMA ETNOGRAFIA INTERSECIONAL COM/ENTRE CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL DE TEIXEIRA DE FREITAS-BA.

  • Orientador : PAULO DE TASSIO BORGES DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LILIAN LIMA GONÇALVES DOS PRAZERES
  • Luzineide Miranda Borges
  • PAULO DE TASSIO BORGES DA SILVA
  • Data: 30/07/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa se insere no Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais (PPGER), Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), bem como nos diálogos desenvolvidos no grupo de estudos “Currículo, Diferença e Formação de Professores”. A proposta tem como objetivo geral: Compreender os impactos causados nos processos de subjetivação das crianças a partir das relações étnico-raciais e suas interseccionalidades com as questões de gêneros e sexualidades nas instituições de Educação Infantil da rede municipal de Teixeira de Freitas. E como objetivos específicos: a) Refletir sobre as políticas curriculares para a Educação do Infantil no Brasil e em Teixeira de Freitas e suas ausências para com as questões de raça, etnia e suas intersecções com gêneros e sexualidades; b) Levantar informações acerca dos limites e possibilidades das instituições e suas professoras em lidar com as questões de raça, gêneros e sexualidades na educação infantil; e c) Identificar o movimento feito pelas crianças no sentido de resistir às normatizações pré-estabelecidas e endereçadas à raça, à etnia, aos gêneros e às sexualidades na sociedade e que se reproduzem nas instituições de educação infantil. O caminho metodológico está dentro do campo da pesquisa qualitativa, com inspiração pós-crítica. A pesquisa qualitativa trabalha com uma realidade não quantificável, mas com “o universo de significados, motivos, aspirações, crenças, valores e atitudes que correspondam a um espaço mais profundo das relações dos processos e dos fenômenos que não podem ser reduzidos a operacionalização de variáveis” (MINAYO,1994, p. 21).   Assim, o trabalho está direcionado numa perspectiva etnográfica de aproximação e relação com as crianças, fazendo uso da etnografia virtual, etnoprintgrafia (BORGES, 2019) e da análise documental. Para Silva (2017), o conceito de interseccionalidade “é necessário para a construção de novas práticas pedagógicas, que relacionam as opressões de forma a compreender as relações sociais e históricas que inscrevem os sujeitos em categorias desviantes da expectativa social” (SILVA, 2017, p. 167). A pesquisa aponta reflexões e caminhos nos diálogos com as crianças e infâncias numa perspectiva interseccional de raça, etnia, gêneros e sexualidades, problematizando políticas curriculares e perspectivando caminhos antirracistas de não sexistas na Educação Infantil.


  • Mostrar Abstract
  • This research is part of the Graduate Program in Education and Ethnic-Racial Relations (PPGER), Federal University of Southern Bahia (UFSB), as well as in the dialogues developed in the study group "Curriculum, Difference and Teacher Training" . The proposal has as general objective: To understand the impacts caused in the processes of subjectivation of children from ethnic-racial relations and their intersectionalities with the issues of gender and sexualities in the institutions of Early Childhood Education in the municipal network of Teixeira de Freitas. And as specific objectives: a) Reflect on the curriculum policies for Early Childhood Education in Brazil and in Teixeira de Freitas and their absence in relation to issues of race, ethnicity and their intersections with genders and sexualities; b) Gather information about the limits and possibilities of institutions and their teachers in dealing with issues of race, gender and sexuality in early childhood education; and c) Identify the movement made by children in order to resist pre-established norms addressed to race, ethnicity, genders and sexualities in society and which are reproduced in early childhood education institutions. The methodological path is within the field of qualitative research, with post-critical inspiration. Qualitative research works with a non-quantifiable reality, but with "the universe of meanings, motives, aspirations, beliefs, values and attitudes that correspond to a deeper space of the relations of processes and phenomena that cannot be reduced to the operationalization of variables ” (MINAYO, 1994, p. 21). Thus, the work is directed towards an ethnographic perspective of approximation and relationship with children, making use of virtual ethnography, ethnoprintgraphy (BORGES, 2019) and documental analysis. For Silva (2017), the concept of intersectionality "is necessary for the construction of new pedagogical practices, which relate oppressions in order to understand the social and historical relationships that inscribe subjects in categories that deviate from social expectation" (SILVA, 2017, p. 167). The research points out reflections and paths in the dialogues with children and childhoods in an intersectional perspective of race, ethnicity, genders and sexualities, problematizing curricular policies and considering anti-racist ways of non-sexist in Early Childhood Education.

11
  • MARCELO NASCIMENTO DIAS
  • Linguagem e racismo: descolonização do ensino de língua vernácula

  • Orientador : HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • LETÍCIA MARIA DE SOUSA PEREIRA
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • Data: 06/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Essa dissertação de mestrado consiste numa análise das relações entre linguagem e racismo no contexto do “ensino” de língua vernácula. Uma pesquisa pressupõe uma certa inquietação interna. Nessa, o interesse pessoal direciona-se ao estudo da linguagem, em particular a língua vernácula e as relações entre linguagem, língua e racismo no âmbito da educação básica. Busca-se fazer uma abordagem interdisciplinar, com ênfase no pensamento de intelectuais negras e negros, a fim de situar as encruzilhadas da linguagem e da língua como construções estruturadas pelo racismo. Discute-se como a língua estrutura o racismo, trança-se um breve panorama de como a língua portuguesa se constituiu e se formou em Portugal e no Brasil, com destaque para a africanização do português brasileiro. Reconhece-se a língua e a linguagem como invenções ao problematizar o racismo linguístico e o epistemicídio no contexto da educação formal, como dispositivo de racialização que silencia e exclui as juventudes não brancas na/da escola. Nesse trabalho, os dados da pesquisa estão sedimentados na experiência formativa e profissional do seu autor (memória) e no testemunho das professoras parceiras da educação básica (ensino fundamental e médio) da escola pública de Eunápolis. Depois da análise dos depoimentos, sugere-se, por fim, a ruptura com uma ideia de linguagem ancorada numa abordagem tradicional e propõe-se uma rebeldia contra as imposições da língua padrão e contra os conhecimentos eurocêntricos prioritariamente ensinados na escola formal. O (ensino?) da língua, que se propõe, nesse sentido, se constituiria um ato de transgressão.


  • Mostrar Abstract
  • This master's thesis consists of an analysis of the relationship between language and racism in the context of vernacular language teaching. A search presupposes a certain internal restlessness. In this, personal interest is directed to the study of language, in particular the vernacular language and the relationships between language, language and racism in the context of basic education. The aim is to take an interdisciplinary approach, with an emphasis on the thinking of black people and black intellectuals, in order to situate the crossroads of dialect and language as constructions structured by racism. It discusses how the language structures racism, a brief overview of how the Portuguese language was constituted and formed in Portugal and Brazil is drawn, with emphasis on the Africanization of Brazilian Portuguese. Language and language are recognized as inventions when problematizing linguistic racism and epistemicide in the context of formal education, as a racialization device that silences and excludes non-white youth in/from school. In this work, the research data are grounded in the formative and professional experience of its author (memory) and in the testimony of partner teachers of basic education (primary and high school) at the public school in the city of Eunápolis. After analyzing the testimonies, we finally suggest a break with an idea of language anchored in a traditional approach and propose a rebellion against the impositions of the standard language and against the Eurocentric knowledge primarily taught in formal schools. The (teaching?) of language, which is proposed, in this sense, would constitute an act of transgression.

12
  • MAICON RODRIGUES DOS SANTOS
  • AUTOETNOGRAFIA DE UM DIRETOR ESCOLAR INDÍGENA: A EXPERIÊNCIA DOS INTERCÂMBIOS ESTUDANTIS INTERCULTURAIS

  • Orientador : ANDRE DE ALMEIDA REGO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE DE ALMEIDA REGO
  • HELANIA THOMAZINE PORTO VERONEZ
  • PAULO DE TASSIO BORGES DA SILVA
  • Data: 20/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa visa à análise de uma série de intercâmbios culturais realizados entre o Colégio Estadual Indígena de Corumbauzinho (município de Prado-BA) e diversas instituições de educação não indígena. Os métodos utilizados nesta pesquisa foram a pesquisa qualitativa, a pesquisa-ação, a etnografia memorialista e a autoetnografia. Dentre os procedimentos metodológicos usados para a coleta de materiais estão a observação, as entrevistas, os questionários, as fotografias e as gravações. O texto utilizado nesta dissertação foi o texto autobiográfico, onde o autor narra de forma pessoal. Como produto final, teremos o site Ãgaypĩhĩ ũg Kuã (Trocar e Conhecer): Intercâmbio Estudantil Intercultural, onde serão divulgados todos os intercâmbios ocorridos durante a pesquisa e após a pesquisa. Nesse site também serão divulgados as entrevistas, as fotos e os materiais didáticos produzidos nesses eventos, além de referências de livros e link de vídeos tratando sobre a temática indígena, de forma que amplie o conhecimento dos(as) professores(as) da Educação Básica e Superior e contribua para a execução da Lei 11.645/2008. Esse site também será analisado neste trabalho. Conclui-se que os intercâmbios, de fato, colaboram para dirimir dúvidas e amenizam o preconceito sobre os povos indígenas, constatando-se esse fato através das entrevistas e pesquisas bibliográficas.


  • Mostrar Abstract
  • This research aims to analyze a series of cultural exchanges carried out between the Colégio Estadual Indígena de Corumbauzinho ((Municipality of Prado-BA) and several non-indigenous educational institutions. The methods used in this research were qualitative research, action research, memorial ethnography and autoethnography. Among the methodological procedures used to collect materials are observation, interviews, questionnaires, photographs and recordings. The text used in this dissertation was the autobiographical text, where the author narrates in a personal way. As a final product, we will have the site Ãgaypĩhĩ ũg Kuã (Exchange and Know): Intercultural Student Exchange, where all exchanges that take place during and after the research will be announced. The interviews, photos and teaching materials produced at these events will also be published on this site, as well as references to books and links to videos dealing with the indigenous theme, in order to expand the knowledge of teachers of Education Basic and Superior and contribute to the execution of Law 11,645/2008. This site will also be analyzed in this work. It is concluded that the exchanges, in fact, collaborate to resolve doubts and alleviate prejudice about indigenous populations, confirming this fact through interviews and bibliographic research.

13
  • LARAYNE GALLO FARIAS OLIVEIRA
  • RELAÇÕES ENTRE RACISMO INSTITUCIONAL E SAÚDE INTEGRAL DA POPULAÇÃO NEGRA: UM ESTUDO COM A EQUIPE DE ESTRATÉGIA EM SAÚDE DA FAMÍLIA EM COARACI-BA

  • Orientador : MILENA CLAUDIA MAGALHAES SANTOS GUIDIO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • João Luis Almeida da Silva
  • MYRIA RIBEIRO DA SILVA
  • FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • MILENA CLAUDIA MAGALHAES SANTOS GUIDIO
  • SANDRO AUGUSTO SILVA FERREIRA
  • Data: 26/08/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Trata-se de um estudo exploratório, de natureza quali-quantitativa, realizado em Coaraci-Bahia, com 53 profissionais de saúde das Estratégias de Saúde da Família (ESF). Propôs avaliar o conhecimento dos profissionais de saúde sobre Saúde Integral da População Negra e Racismo Institucional nas unidades de saúde deste município. A análise dos dados foi realizada com avaliação das frequências, porcentagens e correlações analisados pelo Programa Estatístico SPSS®. Os dados qualitativos foram analisados por meio da utilização do software Iramuteq®, associado à Análise de Conteúdo de Bardin. O desfecho avaliado relaciona-se ao conhecimento, crença e comportamento dos profissionais que atuam na ESF acerca dos elementos que definem o racismo institucional e o seu conhecimento sobre a Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN). O estudo avalia que ainda há, entre os entrevistados, um desconhecimento referente ao racismo institucional. A partir dos discursos, percebese que não implementação efetiva de programas para concretizar a PNSIPN compromete o acesso da população negra aos serviços de saúde e diminui as possibilidades de diálogo. As reflexões do presente texto desdobram-se na elaboração de uma cartilha direcionada aos profissionais da saúde no sentido de refletirem a sua práxis em relação ao racismo institucional.


  • Mostrar Abstract
  • This is an exploratory study, of a quali-quantitative nature, carried out in Coaraci-Bahia, with 53 health professionals from the Family Health Strategies (ESF). It proposed to assess the knowledge of health professionals about Comprehensive Health of the Black Population and Institutional Racism in the health units of this municipality. Data analysis was performed with evaluation of frequencies, percentages and correlations analyzed by the Statistical Program SPSS®. Qualitative data were analyzed using the Iramuteq® software, associated with Bardin's Content Analysis. The evaluated outcome is related to the knowledge, belief and behavior of professionals working in the ESF about the elements that define institutional racism and their knowledge about the National Policy for Comprehensive Health of the Black Population (PNSIPN). The study assesses that there is still, among the interviewees, a lack of knowledge regarding institutional racism. From the speeches, it is clear that the failure to effectively implement programs to implement the PNSIPN compromises the access of the black population to health services and reduces the possibilities for dialogue. The reflections of this text unfold in the elaboration of a booklet aimed at health professionals in order to reflect their praxis in relation to institutional racism.

14
  • LIZIANE SILVA RODRIGUES
  • Maternidade e Raça: um diálogo necessário para o ensino e a aprendizagem da Geografia na rede pública de ensino

  • Orientador : MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • LIDYANE MARIA FERREIRA DE SOUZA
  • IONE DOS SANTOS ROCHA CABRAL
  • Data: 31/08/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente projeto de investigação-ação, tem como objetivo investigar, o papel do ensino de Geografia frente às adolescentes grávidas na rede pública de educação, a fim de aprimorar as práticas educativas na área de Geografia e contribuir para a inclusão das discentes e permanência das mesmas em um ambiente com aulas mais inclusivas, acolhedoras e críticas. Tal proposta ancora-se, na compreensão de que a situação e as dificuldades vivenciada pelas discentes gestantes, que na sua maioria são pretas ou pardas, devem ser discutidas e relacionadas com alguns conteúdos da geografia no intuito de contribuir com um ensino mais transformador, a fim de possibilitar a inserção e transformação da realidade do espaço local, compreendendo as realidades vivenciadas dentro e fora da sala de aula, numa perspectiva que contemple além da dimensão econômica, as dimensões afetivas e culturais, que trazem implicações às relações, ao significado e à identidade de cada menina e do espaço geográfico a partir das práticas sociais. Com a finalidade de compreender a importância de se construir conhecimento pautado na realidade vivenciada pelos sujeitos no processo de ensino aprendizagem, o referencial teórico foi pautado nas ideias e conceitos de autores como CARNEIRO (2005); CAVALCANTI (2010, 2012); CRENSHAW (2002); FREIRE (1983); FONSECA (2003, 2010); GALLO (2003); GOMES (2017); GONZALEZ (1984); MUNANGA (2017); SANTOS (1959, 1997), dentre outros. A pesquisa-ação consistiu na realização de duas oficinas, a primeira realizada com discentes das turmas de 8º e 9º anos do Educandário Pero Vaz de Caminha, escola municipal localizada no Bairro Paraguai, na cidade de Porto Seguro, com o propósito de perceber a visão das/dos mesmos sobre as questões que envolvem a gravidez na adolescência e como essa temática poderia ser trabalhada na sala de aula; a segunda oficina foi realizada com os 04 docentes de Geografia da referida escola, teve como intuito, verificar se e como as questões que envolvem a gravidez na adolescência poderiam ser trabalhadas nas aulas de Geografia, contextualizada com os conteúdos da referida disciplina. As atividades de intervenção teve como objetivo a sistematização de um produto educacional final, que é a proposta de um guia com sequências didáticas, para as turmas de 8º e 9º anos do Ensino Fundamental II intitulado, “O Ensino de Geografia em sua função social: Potencializando a autonomia e inclusão das meninas negras gestantes no espaço escolar”. Com algumas temáticas sociais, econômicas, culturais e raciais, que alinhados aos conteúdos da Geografia, podem potencializar processos de ensino aprendizagem críticos e condizentes com a realidade vivenciada pelas alunas gestantes. O mesmo foi elaborado a partir da escuta, observações e diálogos com os sujeitos envolvidos no processo de pesquisa.


  • Mostrar Abstract
  • This research-action project aims to investigate the role of teaching Geography from the view of pregnant teenagers in public education system, in order to improve educational practices in Geography fields and contribute to their inclusion and permanence of an environment with more inclusive, welcoming and critical classes. This proposal is based on the understanding that the situation and difficulties experienced by pregnant students, who are mostly black or “pardas” (brownskinned), should be discussed and related to some geography contents, in order to contribute to a more transformative teaching, with the aim of enabling the insertion and transformation of their reality in the local space, understanding their realities experienced inside and outside the classroom, in a perspective that contemplates, beyond the economic dimension, the affective and cultural dimensions, which bring implications to relationships, meaning and identity of each girl and geographic space from social practices. With the purpose of understand the importance of building knowledge based on the reality experienced by the subjects in the teaching-learning process, the theoretical framework was based on the ideas and concepts of authors such as CARNEIRO (2005); CAVALCANTI (2010, 2012); CRENSHAW (2002); FREIRE (1983); FONSECA (2003, 2010); GALLO (2003); GOMES (2017); GONZALEZ (1984); MUNANGA (2017); SANTOS (1959, 1997), among others. This research-action project developed two workshops: the first one with students from the 8th and 9th grades from Educandário Pero Vaz de Caminha, a public school located in district Paraguai, in Porto Seguro, Bahia Brazil, with the objective of realizing their vision of pregnancy involving teenagers and how this issues could be worked in the classroom; the second workshop was held with 04 geography teachers of the school motioned before, with the purpose of verifying if and how issues involving teenage pregnancy could be worked on geography classes, contextualized with the contents of that subject. The intervention activities aimed to systematize a final educational product, which was created a didacticsequence guide, for the 8th and 9th grades of Middle School entitled: "The Geography-teaching in its social function: Boosting the autonomy and inclusion of pregnant black girls in the school space”. With some social, economic, cultural and racial themes, which are aligned with the Geography’s contents, they can enhance critical teaching and learning processes that are consistent with the reality experienced by pregnant students. The same was detailed from a listening poll, observations and dialogues with the subjects involved in the research process.

15
  • GILSÁRIA DE JESUS TEIXEIRA
  • EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA: UM ESTUDO COMPARATIVO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DE ITABUNA

  • Orientador : ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • GUILHERME FOSCOLO DE MOURA GOMES
  • GABRIEL NASCIMENTO DOS SANTOS
  • Data: 03/09/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O Brasil é um país que, supostamente, vivencia uma democracia racial. À luz dessa concepção brancos e negros convivem pacificamente, sem discriminação e tendo as mesmas oportunidades. Esse mito é um dos fatores que dificulta o combate ao racismo, que se mostra velado, ardil e doloroso e costuma ocorrer nas mais diversas esferas de convívio social. Em face disso, esta pesquisa teve como objetivo geral investigar se existe racismo numa instituicao privada de ensino superior da cidade de Itabuna.A hipotese que alicercou essa pesquisa é a de que o racismo na referida insituição de ensino parece ser escamoteado. Trata-se de uma pesquisa de natureza descritiva, do tipo qualiquantitativa que teve como sujeitos de pesquisa docentes e discentes dos cursos de Direito e Enfermagem de uma IES privada do municipio de Itabuna, no sul da Bahia. Fundamentam esta pesquisa os constructos teoricos de Almeida e Ribeiro (2019), Ribeiro (2019), Munanga (1999, 2005, 2007), Gomes(2001, 2002, 2012), entre outros. Os resultados revelaram que os sujeitos da pesquisa reconhecem que o Brasil nao é uma democracia racial e que a discussão, o debate, além da inclusão de disciplinas especificas para tratar do racismo são as estratégias pedagogicas antirracistas apontadas por professores e alunos como as mais adequadas para serem implementadas na IES pesquisada.


  • Mostrar Abstract
  • Brasil es un país lo cual supuestamente vivencia una democracia racial. A la luz de esta concepción blancos y negros conviven pacíficamente sin discriminación y teniendo las mismas oportunidades. Ese mito es uno de los factores que dificultan el combate al racismo que se muestra velado, ardil y doloroso y suele ocurrir en los más diversos sitios de convivio social. Delante de eso, esta investigación tuvo como objetivo general investigar si existe racismo en una institución de enseñanza superior privada en la ciudad de Itabuna. Bahia. La hipótesis en que se basa esta pesquisa es la de que el racismo en la referida institución parecer ser encubierto. Se trata de una pesquisa de naturaleza descriptiva, del tipo cualicuantitativa la cual tuvo como sujetos participantes los profesores y los estudiantes de los cursos de Derecho y Enfermería de una IES privada de la ciudad de Itabuna, en Sur de Bahia. La pesquisa está basada en las ideas de Almeida y Ribeiro (2019), Ribeiro (2019), Munanga (1999, 2005, 2007), Gomes (2001, 2002, 2012), entre otros. Los resultados muestran que en Brasil no hay democracia racial y que la discusión, el debate, además de la inclusión de asignaturas específicas para tratar del racismo, son las estrategias pedagógicas antirracistas apuntadas por profesores y estudiantes como las más adecuadas para que sean implementadas en la IES estudiada.

16
  • SARA ALVES DA LUZ LEMOS
  • A Formação Continuada dos Educadores nas Comunidades Quilombolas Baianas: Um desafio, uma esperança.

  • Orientador : ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RUTE ANDRADE CASTRO
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • Data: 10/09/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa apresenta como principal objetivo investigar a formação continuada
    dos educadores dos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental na comunidade
    quilombola da Sede do município de Maraú – Bahia, contemplando especificamente duas
    escolas municipais sendo: Escola Municipal Altanira Mauro Ribeiro e o Colégio Municipal
    Doutor Antenor Lemos. O objeto de estudo será a formação continuada de educadores
    sobre a temática: Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Escolar Quilombola
    na Educação Básica, na forma da Resolução nº 8, de 20 de novembro de 2012, tal qual
    acontece nas escolas, dirigida para as seguintes questões: Como se tem efetivado a
    formação continuada dos educadores pertencentes aos anos iniciais e finais do Ensino
    Fundamental da Comunidade Quilombola da Sede do Município de Maraú? O que propor
    como intervenção pedagógica sobre a Educação Escolar Quilombola para esta
    comunidade? Esta investigação adotou a metodologia bibliográfica, descritiva e reflexiva
    enfatizando a pesquisa qualitativa, com os seguintes procedimentos: Consulta aprofundada
    da literatura acadêmica; investigações quanto aos documentos da Secretaria Municipal de

    Educação e das Unidades Escolares analisando suas contribuições; descrição das
    características educacionais das duas escolas investigadas (através dos seus Projetos
    Político-Pedagógicos) e quanto à Secretaria Municipal de Educação (através da Proposta
    Pedagógica do Município); realização de uma reflexão quanto aos posicionamentos em
    comparação com a literatura acadêmica. A forma de abordagem sobre essa metodologia é
    discutir as informações que serão devolvidas como contribuição para aquele ambiente,
    procurando inserir historicamente, em termos ideológicos e estéticos, os fatores
    responsáveis pelo surgimento da afirmação da identidade negra, bem como a educação
    quilombola e a formação continuada dos educadores. A partir da discussão dos dados
    empíricos apontou-se para o seguinte resultado: apesar das iniciativas da Secretaria
    Municipal de Educação em ofertar a formação continuada em parceria com o governo
    federal e estadual, ainda não é uma política pública implementada no município. Quando a
    questão se volta à Educação Quilombola, ainda fica mais evidente a ausência da oferta
    dessa formação às comunidades remanescentes de quilombo; não acontecendo de forma
    sistemática e intencional por ficarem à revelia das situações cotidianas das escolas. Quanto
    aos Projetos Político-Pedagógicos das escolas, estes demostraram que não havia ênfase
    ao tratar da temática Educação Escolar Quilombola nos referidos documentos


  • Mostrar Abstract
  • The main objective of this research is toinvestigate the continuing education of educators in the early and late years of elementary school in the quilombola community of the cityof Maraú – Bahia, specifically contemplating two municipal schools: Altanira Mauro Ribeiro Municipal School and Doutor Municipal School Antenor Lemos. The object of study will be the continuing education of educatorson the topic: National Curriculum Guidelines for Quilombola School Education in Basic Education, in the formof Resolution No. 8, of November 20, 2012, as happens in schools, directed to the following questions: How has the continuing education of educators belonging to the initial and final years of elementary school of the Quilombola Community of the Municipality of Maraú been carried out? What to propose as a pedagogical interventionon Quilombola School Education for this community? This investigation adopted the bibliographic, descriptive and reflexive methodology, emphasizing qualitative research, with the following procedures: In-depth consultation of academic literature; investigations into the documents of the Municipal Department of Education and School Units analyzing their contributions; description of the educational characteristics of the two schools investigated (through their Political-Pedagogical Projects) and regarding the Municipal Department of Education (through the Municipal Pedagogical Proposal); carrying out a reflection on the positions in comparison with the academic literature. The way to approach this methodology is to discuss the information that will be returned as a contribution to that environment, seeking to insert historically, in ideological and aesthetic terms, the factors responsible for the emergence of the assertion of black identity, as well as quilombola education and the continuing education of educators. From the discussion of empirical data, the following result was pointed out: despite the initiatives of the Municipal Department of Education to offer continuing education in partnership with the federal and state government, it is still not a publicpolicy implemented in the municipality. When the question turns to Quilombola Education, the absence of offering this training to the remaining quilombo communities becomes even more evident; not happening in a systematic and intentional way because they are absent from everyday situations in schools. As for the Political-Pedagogical Projectsof the schools, these showed that there was no emphasis when dealing with the Quilombola School Education theme in the referred documents.


17
  • PAULO CESAR PEREIRA DE JESUS
  • Ofício, rela, batuque e samba de caixa e pandeiro: sonoridade, signo e expressões da cultura afro-brasileira na comunidade tradicional de Arara

  • Orientador : ANDRE DOMINGUES DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA CRISTINA CORTEZ WISSENBACH
  • ANDRE DOMINGUES DOS SANTOS
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • Data: 04/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • O projeto de pesquisa Ofício, rela, batuque e samba de caixa e pandeiro: sonoridade, signo e expressões da cultura afro-brasileira na comunidade tradicional de Arara tem como finalidade fazer uma abordagem histórico-cultural sobre essa comunidade a partir de uma proposta fundada na História Oral, estabelecendo, assim, a relação de práticas afroculturais e a presença de afrodescendentes remanescentes da colônia Leopoldina e de outras fazendas escravagistas no Extremo Sul da Bahia.


  • Mostrar Abstract
  • The research project Craft, rela, batuque and samba of boxe and tambourine: sonority, sign and expressions of Afro-Brazilian culture in the traditional community of Arara aims to make a historical-cultural approach about this community based on a proposal founded on Oral History, thus establishing the relationship between Afro-cultural practices and the presence of Afro-descendants remaining from the Leopoldina Colony and other slave farms in the Extreme South of Bahia.

18
  • SILAS LACERDA DOS SANTOS
  • Quilombo e(m) cena: o Auto de São Benedito e as relações étnico-raciais em Helvécia-BA

  • Orientador : GESSE ALMEIDA ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GESSE ALMEIDA ARAUJO
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • HELANIA THOMAZINE PORTO VERONEZ
  • Data: 15/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • O presente texto dissertativo busca investigar as leituras manifestadas na encenação do Auto de São Benedito, realizada pelos quilombolas da comunidade de Helvécia-BA, para o entendimento da (re)constituição da memória, da história, das identidades étnico-raciais e das práticas educativas em contexto baiano. A metodologia sustenta-se em três vertentes, sendo elas: 1) quanto ao objeto: constituímos uma abordagem analítica qualitativa. 2) quanto aos procedimentos de pesquisa: adotamos a pesquisa documental, por compreender a importância dos materiais analíticos (re)elaborados em consideração à riqueza de informação, desvelamento de proximidades entre contexto histórico e sociocultural. Transitamos por uma etnografia, justificada pelas singularidades e relevâncias dos sujeitos dentro da pesquisa. Caminhamos pela pesquisa iconográfica, onde analisamos imagens e captação de mensagens que se apresentam para além de um contexto imediato, uma vez que em todo processo de signos há marcas deixadas pela história, nível de desenvolvimento de forças produtivas, técnicas e sujeitos que as produzem: 3) quanto às fontes de informação: contemplamos a pesquisa bibliográfica e de campo; como instrumento norteador, utilizamos questionários de entrevistas semi estruturadas (considerando o lugar de fala de cada sujeito), sendo que, primeiramente, fizemos os registros dos discursos e narrativas socializadas (sendo elas gravadas, transcritas e analisadas). Com a composição da referida encenação, compreendemos que entreoutros objetivos, os quilombolas pensaram a cultura como instrumento político, de certificação e de educação, voltada para a transformação social intrinsecamente relacionada ao modo de vida material e espiritual local, através de uma intersecção com outras dinâmicas, com enfoque,sobretudo, nas questões étnico-raciais. O Auto surge de forma emergente na comunidade, os quilombolas encenam um contínuo movimento de ideias e práticas que se transformam por meio do embate contra as sequelas da escravidão e da omissão/rejeição de um legado africano repleto de intenção estética e de saberes,ocorrerido entre o escrito e o vivido. Diante dos estudos, estabelecemos dialéticas com estudiosos da cultura, da literatura popular, da antropologia, das artes cênicas e da história.


  • Mostrar Abstract
  • The quilombola community intervention-action research project of HelvéciaBahia and (m) Scene: narrative of the Auto de São Benedito and Ethnic-Racial Relations investigating the narratives and readings manifested in the staging of the Auto de São Benedito by the quilombolas of the community Helvécia-Bahia for the educational understanding adopted in the (re) constitution of memory, history, ethnic-cultural identities and politics in the Bahian context. For the script of that work, I use as a theoretical apparatus, among other authors, Abramowicz (2010); Albuquerque (2006); Boal (1991); Bonin (2011); Brandão (2004); Coelho (2001); Eco (2010); Elbein (2004); Eliade (2010); Fairclough (2001); Foucault (1992); Freire (1981); Gomes (2009); Gerhardinger (2010); Koopmasn (2005); Le goff (2003); Ministry of Education (2006); Patrice (2008); Peirano (1995); Pollak (1992); Ribeiro (1984); Romão (2005); Tinhorão (2012), they have contributed to the foundation of the thematic axes: language, memory, historicity, cultures, Education for ethnic-racial relations. The methodology of studies has been constituted in a qualitative analytical approach, from the ethnographic method and an exploratory (empirical) research, contributing to base cultural and identity habits of the community, allowing the registration and description of songs, mythical texts, life stories, legends, cantatas, recitals, parables and performances; languages that explain forms of communication, thoughts and teachings that constitute the Self. In addition to these methods, I perform: experience with a focus group, semi-structured interviews, records of speeches and socialized narratives. Given these paths, I establish dialectics with scholars of culture, popular literature, anthropology, performing arts and history. In this sense, theoretical research has been deepened based on the aforementioned thematic axes, evidencing to answer objectives and questions.

19
  • SUZANA SANTANA DE SOUZA DUARTE
  • VOZES DA MEMÓRIA: NARRATIVAS ORAIS DAS LAVADEIRAS DO MUNICÍPIO DE ITAMARAJU-BA


  • Orientador : LILIAN LIMA GONÇALVES DOS PRAZERES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALINE SANTOS DE BRITO NASCIMENTO
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • LILIAN LIMA GONÇALVES DOS PRAZERES
  • Data: 15/10/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A proposta central desta pesquisa está voltada ao estudo acerca de histórias de vida de mulheres lavadeiras do município de ItamarajuBa, considerando suas memórias que por vezes são silenciadas e alijadas dos espaços formais de saber. Nessa perspectiva, busca-se a partir das narrativas dessas mulheres, identificar quais foram suas experiências, possibilitando explorar subjetividades que até então não foram valorizadas no presente município. A presente pesquisa apresenta uma abordagem metodológica (auto)biográfica, uma vez que busca interpretações acerca das experiências e vivências construídas ao longo da vida das lavadeiras do município de Itamaraju. Consoante Delory-Momberger (2012), a pesquisa biográfica vale-se do estudo dos modos de existências, de constituição de sujeitos enquanto ser social, dotado de singularidades. A composição dos relatos, produzida pela narrativa, será configurada sob a perspectiva da teoria do relato de Paul Ricoeur (1976), também chamado de enredamento, o qual tem como objetivo organizar a diversidade de acontecimentos presentificados na narrativa, sintetizar a heterogeneidade, e dar sentido aos fatos narrados.


  • Mostrar Abstract
  • The main purpose of this research is to study the life stories of women washerwomen in the city of Itamaraju-Ba, considering their memories that are sometimes silenced and removed from formal spaces of knowledge. In this perspective, it is sought from the narratives of these women, to identify what their experiences were, making it possible to explore subjectivities that until then were not valued in the present municipality. This research presents a methodological (auto) biographical approach, since it seeks interpretations about the experiences built over the life of the washerwomen in the municipality of Itamaraju. According to Delory-Momberger (2012), biographical research uses the study of modes of existence, of constituting subjects as a social being, endowed with singularities. The composition of the reports, produced by the narrative, will be configured from the perspective of Paul Ricoeur's theory of reporting (1976), also called entanglement, which aims to organize the diversity of events presented in the narrative, synthesize heterogeneity, and give meaning to the narrated facts.

20
  • MAIRA AURELINO GOMES
  • DE MARAMBÉ A COMUNIDADE SÃO BENEDITO: histórias e práticas culturais de uma comunidade negra rural no Extremo Sul/BA.

  • Orientador : FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA LOPES
  • PEDRO RODOLPHO JUNGERS ABIB
  • Data: 18/10/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O estudo analisa os fatores históricos que possibilitaram a formação da comunidade negra rural Marambé e os motivos que influenciaram a alteração de seu nome para comunidade São Benedito. Em larga medida, a mudança do registro de batismo se relaciona com a introdução do culto ao Santo naquela localidade entre os anos 1945 e 1947 como observado em escassas fontes documentais relacionadas à história da cidade, como também, através das narrativas dos/das depoentes que se configuraram como importantes e cruciais interlocutores na realização da pesquisa de campo. A comunidade de São Benedito situa-se nas adjacências da comunidade remanescente de quilombo Helvécia, entre os Municípios de Teixeira de Freitas e de Caravelas, na Região Extremo Sul da Bahia. Neste sentido, este estudo rastreia e apresenta a conjuntura histórica que deu lugar a configuração da comunidade São Benedito, bem como, passagens de sua história e alguns elementos de suas práticas culturais, como o samba de roda. A introdução do culto ao Santo na comunidade e, no contexto das celebrações e homenagens a Ele, oportunizou, como desdobramento, a configuração de outras maneiras de homenageá-lo, como o samba de São Benedito. A dissertação apresenta aspectos da história, da estrutura social e do cotidiano da comunidade, relacionando-os, às questões multidimensionais referentes aos hibridismos, subjetividades e territorialidades, tomando como referências as origens remotas, as narrativas e as memórias sobre São Benedito naquela localidade, a partir de diversos fatores sociais, políticos, ideológicos, econômico e, sobretudo, de resistência, presentes nas narrativas populares que nos possibilitam melhor conhecer aspectos da história e da cultura das comunidades negras rurais baianas.


  • Mostrar Abstract
  • The study analyzes the historical factors that enabled the formation of the rural black community Marambé and the reasons that influenced the change of its name to São Benedito community. To a large extent, the change in the baptism record is related to the introduction of the cult of the Saint in that locality between the years 1945 and 1947, as observed in the few documentary sources related to the city's history, as well as through the narratives of the deponents who configured themselves as important and crucial interlocutors in conducting field research. The community of São Benedito is located adjacent to the remnant community of quilombo Helvécia, between the municipalities of Teixeira de Freitas and Caravelas, in the extreme south of Bahia. In this sense, this study tracks and presents the historical context that gave rise to the configuration of the São Benedito community, as well as passages from its history and some elements of its cultural practices, such as samba de roda. The introduction of the cult of the Saint in the community and, in the context of celebrations and homage to Him, provided, as a result, the configuration of other ways to honor him, such as the samba de São Benedito. The dissertation presents aspects of the history, social structure and daily life of the community, relating them to multidimensional issues related to hybridisms, subjectivities and territorialities, taking as references the remote origins, narratives and memories of Saint Benedict in that location, the from various social, political, ideological, economic and, above all, resistance factors present in popular narratives that enable us to better understand aspects of the history and culture of rural black communities in Bahia.

21
  • Rene Will Gonçalves Bernardes
  •  

     “Quem são eles para definir quem somos?”: um enfrentamento decolonial à cisnormatividade branca por meio da performance arte no ensino médio no IFSP

  • Orientador : CLEBER RODRIGO BRAGA DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MEGG RAYARA GOMES DE OLIVEIRA
  • CLEBER RODRIGO BRAGA DE OLIVEIRA
  • DODI TAVARES BORGES LEAL
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • Data: 19/10/2021

  • Mostrar Resumo
  •  

     Esta pesquisa narra uma criação de novos possíveis na educação através de diálogos e práticas de performance arte em uma intervenção pedagógica virtual em contexto pandêmico nas aulas de artes no ensino médio e em ações de extensão no Instituto Federal de São Paulo (IFSP) câmpus Registro. Promoveram-se discussões sobre colonialidade, cisnormatividade e racismo, disparando processos criativos de vídeo-performances dos estudantes sobre os atravessamentos destes em suas vidas, utilizando uma Cartilha do Estudante produzida como apoio reflexivo-criativo. Questiona como podem a arte e a educação subverter [C]istemas de colonização dos corpos e contribuir para criar alternativas à cisnormatividade racista. Recusa a suposta neutralidade cartesiana, escrevivendo em primeira pessoa e cartografando encontros na caminhada. Apoia-se na pedagogia decolonial, na educação para a diferença e nas pedagogias da sexualidade, buscando realizar enfrentamentos à cisnormatividade branca. Aproxima a performance arte e a performatividade de gênero a partir da autorrepresentação do eu no cotidiano. São narradas experiências que compõem a pesquisa: experiências precedentes no IFSP, a Residência Pós-PornoPyrata, experimentações em performance arte e de gênero e atravessamentos pandêmicos. O produto desta pesquisa consiste nesta metodologia pedagógica, registrada em um site com esta dissertação, a Cartilha, as vídeo-performances, os vídeos de referência aos estudantes e o roteiro da sequência didática.


  • Mostrar Abstract
  • This research narrates a creation of new possibilities in education through dialogues and performance art practices in a virtual pedagogical intervention in pandemic context in high school art classes and extension actions at Instituto Federal de São Paulo (IFSP) câmpus Registro. Discussions about coloniality, cisnormativity and racism were promoted, triggering creative processes of video-performances of the students about the crossings of these in their lives, using a Student Booklet produced as reflexive-creative support. It questions how art and education can subvert [C]isterns of colonization of bodies and contribute to creating alternatives to racist cisnormativity. It refuses the supposed cartesian neutrality, writing in first person and mapping encounters on the journey. It draws on decolonial pedagogy, education for difference, and the pedagogies of sexuality, seeking to confront white cisnormativity. It approaches performance art and gender performativity from the self-representation of the self in everyday life. Experiences that make up the research are narrated: previous experiences in IFSP, the Post-PornoPyrata Residency, experimentations in performance art and gender and pandemic crossings. The product of this research consiosts of this pedagogical methodology, registered in a website with this dissertation, the Booklet, the video-performances, the student reference videos and the script of the didactic sequence.

22
  • WENDEUSLELEI ALVES DE SOUZA
  • AUTOCONSTRUÇÃO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PATAXÓ HÃHÃHÃE E DE SUA FORMA DE ENSINAR: Território, Indianidade, Etno-Matemática e (Re)Existência




  • Orientador : CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • ANA LÚCIA LIBERATO TETTAMANZY
  • Data: 25/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho parte do princípio de que já existe uma educação escolar indígena Pataxó Hãhãhãe com formas próprias de ensinar. Assinala também que este processo foi/é uma autoconstrução que possui como bases a resistência, (re)existência e luta pelo território deste povo do qual sou parte. Nossa comunidade vivenciou/vivencia uma contínua história de formação e reformulação educacional escolar originária de maneira autônoma, comunitária, diferenciada, intercultural e decolonial, criando seus próprios acervos educacionais. A minha trajetória (individual, familiar e coletiva) aqui apresentada, bem como das pessoas indígenas que constituem aquela comunidade, confunde-se com esta cotidiana história também marcada pela violência dos que são contra os nossos direitos. Por isto considero esta dissertação um Fruto (Produto) Educacional resultante das minhas vivências indígenas coletivas como Pataxó Hãhãhãe.
    A ideia aqui é valorizar os modos como meu povo vem protagonizando suas vidas e a educação escolar indígena, contribuindo com caminhos para estruturação de suportes pedagógicos e didáticos que valorizem nossa identidade, ancestralidade, cultura, luta e maneira de ensinar. Vale lembrar que o presente trabalho foi realizado durante a pandemia de covid-19. Sua escrita terá continuidade nas minhas vivências cotidianas como Pataxó Hãhãhãe junto a comunidade onde vivencio a luta por direitos, entre eles: ao de autoconstruirmos uma educação escolar indigenamente decolonial, comunitária, autônoma, intercultural e diferenciada.


  • Mostrar Abstract
  • The present work is based on the principle that there is already a Pataxó
    Hãhãhãe indigenous school education with its own ways of teaching. It also points out that
    this process was/is a self-construction based on resistance, (re)existence and struggle for
    the territory of this people of which I am part. Our community has lived/experiences a
    continuous history of educational formation and reformulation in schools, originating in an
    autonomous, community, differentiated, intercultural and decolonial way, creating their own
    educational collections. My trajectory (individual, family and collective) presented here, as
    well as that of the indigenous people who constitute that community, is confused with this
    daily history also marked by the violence of those who are against our rights. For this
    reason, I consider this dissertation an Educational Fruit (Product) resulting from my
    collective indigenous experiences as Pataxó Hãhãhãe. The idea here is to value the ways
    in which my people have been leading their lives and indigenous school education,
    contributing with ways to structure pedagogical and didactic supports that value our
    identity, ancestry, culture, struggle and way of teaching. It is worth remembering that the
    present work was carried out during the covid-19 pandemic. His writing will continue in my
    daily experiences as Pataxó Hãhãhã and in the community where I live the struggle for
    rights, including: self-building an indigenously decolonial, community, autonomous,
    intercultural and differentiated school education.

23
  • IRAILDES BIANO SANTOS
  • “SEXUALIDADE DA CRIANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: (re)pensando as práticas educacionais no ambiente escolar”

  • Orientador : MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CAROLINA BESSA FERREIRA DE OLIVEIRA
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • RITA SILVANA SANTANA DOS SANTOS
  • Data: 27/10/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação, intitulada “Sexualidade da criança na Educação Infantil: (re)pensando as práticas educacionais no ambiente escolar”,  tem como problemática  os desconhecidos caminhos a se percorrer para alcançar uma atuação docente que promova espaços de diálogos e ações assertivas sobre sexualidade infantil na escola, dentro de uma ótica decolonizadora, impulsionadora da (re)construção dos conhecimentos necessários a demanda em questão. Assentada nos estudos de Bauman, Foucault, Freud, Furlani, hooks e Louro, estabeleço caminhos teóricos para pensar a sexualidade na Educação Infantil. O objetivo primordial deste estudo é contribuir para a formação das(os) professoras(es) da Educação Infantil (Pré-Escola) sobre sexualidade na infância, através de uma perspectiva decolonizadora, norteadora às ações destas(es) profissionais sobre os aspectos que envolvem manifestações sexuais das crianças na instituição escolar. A proposta metodológica adotada para esta pesquisa está ancorada na abordagem qualitativa, de natureza aplicada e caráter exploratório. Este esboço consta de levantamento bibliográfico e revisão teórica no campo da educação e das relações étnico-raciais, com ênfase na sexualidade infantil. Baseado no dispositivo de conversação, realizou-se quatro encontros de estudo e pesquisa com o grupo focal, composto por professoras em exercício na Educação Infantil da unidade escolar pesquisada. Como produto final deste estudo, temos a elaboração e socialização do livro “SEXUALIDADE DA CRIANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: vamos falar sobre isso!”, resultado das investigações teóricas e práticas, composto por considerações norteadoras ao corpo pedagógico e propostas pedagógicas, a ser utilizado como instrumento de formação para as/os educadoras(es) da modalidade de ensino denominada Educação Infantil, acerca das problemáticas que permeiam a sexualidade das crianças, a fim de auxiliar essas(es) educadoras(es) em sua atuação efetiva em sala de aula.


  • Mostrar Abstract
  • The present dissertation, entitled "Child Sexuality in Early Childhood Education: (re)thinking the educational practices in the school environment", has as its problematic the unknown paths to be taken to achieve a teaching performance that promotes spaces for dialogues and assertive actions about child sexuality in school, within a decolonizing optic, driving the (re)construction of knowledge necessary to the demand in question. Based on the studies of Bauman, Foucault, Freud, Furlani, Hooks, and Louro, I establish theoretical paths to think about sexuality in Children's Education. The main objective of this study is to contribute to the training of pre-school teachers about sexuality in childhood, through a decolonizing perspective, that guides the actions of these professionals about the aspects that involve the sexual manifestations of children in the school institution. The methodological proposal adopted for this research is anchored on the qualitative approach, of applied nature and exploratory character. This outline consists of a bibliographic survey and theoretical review in the field of education and ethno-racial relations, with emphasis on child sexuality. Based on the conversation device, four study and research meetings were held with the focus group, composed of teachers working in Early Childhood Education at the school unit researched. As a final product of this study, we have the elaboration and socialization of the book "SEXUALITY OF CHILDREN IN THE CHILDREN'S EDUCATION: let's talk about it!", the result of theoretical and practical investigations, composed of guiding considerations to the pedagogical body and pedagogical proposals, to be used as a training tool for educators of the teaching modality called Children's Education, about the issues that permeate the sexuality of children, in order to help these educators in their effective performance in the classroom.

24
  • ANA CAROLINE DA SILVA SANTOS
  • Mirongando saberes: uma proposta para ancestralizar o ensino de língua espanhola

  • Orientador : LIDYANE MARIA FERREIRA DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LIDYANE MARIA FERREIRA DE SOUZA
  • ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • GABRIEL NASCIMENTO DOS SANTOS
  • Data: 29/10/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Os textos elencados mostram as construções e (re)construções de um percurso acadêmico prenhe de conceitos e reflexões assentadas nas vivências enquanto umbandista, professora de Língua Espanhola e mestranda do Programa de Pós Graduação em Ensino e Relações Étnico-raciais (PPGER). Nessa jornada de aprendizagens, observei a colonialidade presente no ensino de línguas e procurei aprender com as pretas e pretos velhos a fazer uma mironga, a saber, uma mironga epistemológica repleta de significados, saberes ancestrais amefricanos e indígenas para que haja a decolonização do Ensino de Língua Espanhola. Através de uma perspectiva decolonial o ensino de Língua Espanhola, antes eurocentrado, inicia uma evocação de conhecimentos dos territórios latino-americano hispanohablantes que antes ficavam às margens dos currículos escolares e acadêmicos. Para apresentar essa (re)construção de ideias, lego à Banca de Qualificação de Mestrado Profissional em Ensino e Relações Étnico-raciais (PPGER) quatro textos, a saber: “Ausências e Insurgências no Ensino de Língua Espanhola: O Estado da Arte”; “Pretos Velhos e Gramilleros, Mamas Viejas e Pretas Velhas: Ressignificando o Ensino de Língua Estrangeira – Espanhol”; “Colonialidade no Ensino de Língua Espanhola: Há caminhos para um ensino de Língua Espanhola decolonial”?; “Decolonizar o Ensino de Língua Espanhola: Preparação de discentes para proficiência em Língua Espanhola. 



  • Mostrar Abstract
  • The dissertation assumes that the present work is a decolonial gira constituted of epistemic crosses causing vertigo in coloniality and linguistic racism present in the teaching of the Spanish Foreign Language in Brazil extending to the proficiency exams in graduate studies, because such certifications are configured as an impediment to access of part of the population black and indigenous to teaching in graduate school. The decolonial gira is based on the discussion about the performance of the coloniality of power, knowledge and being in society, the eurocentrism of knowledge in formal spaces of teaching and how these factors allied to the coloniality of language generate linguistic racism and linguistic prejudice. To break this colonial demand, the dissertation carries out a mironga of ancestral amefricanos and indigenous knowledge with the objective of presenting the final product: the elaboration of an extensionlearning course project with a view to the preparation of students and the community of portosegurense for a proficiency exam in Spanish language.

25
  • HELLENI PRISCILLE DE SOUZA FERREIRA OLIVEIRA
  • A ESCOLARIZAÇÃO DOS ALUNOS SURDOS E SURDAS-NEGRAS NO SUL DA BAHIA

  • Orientador : ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • Maria Clara Maciel de Araujo Ribeiro
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • Data: 03/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • O escopo deste trabalho apresenta o resultado da pesquisa que trata da investigação acerca da escolarização dos alunos surdos e surdas-negras, matriculados em escolas públicas no Sul do Estado da Bahia, especificamente, no Instituto Municipal de Ensino Eusigne Lavigne-IME, na cidade de Ilhéus e no Centro Psicopedagógico da Educação Inclusiva- CEPEI, na cidade de Itabuna. Assim, esse estudo objetiva evidenciar os enfrentamentos históricos do processo decolonial de inclusão sistêmica que os estudantes surdos-negros são invisibilizados hegemonicamente devido sua condição linguística e étnica no acesso, permanência e conclusão dos estudos nos espaços educacionais, os quais, majoritariamente, são constituídos historicamente de políticas linguísticas ouvintista. Por isso, constituímos uma abordagem de análise bibliográfica e qualitativa, assim, realizamos as investigações por meio dos registros cedidos pelas escolas públicas investigadas. Utilizamos como instrumento norteador, análises dos respectivos documentos: histórico escolar, cadernetas, informações dos conselhos de classe e as observações documentadas dos profissionais das instituições, no período delimitado de conclusão do ensino fundamental I pelos estudantes selecionados, do ano de 2015 a 2019. As justificativas que motivaram esses objetos de pesquisa-ação são diversas: primeiramente a devolutiva de que nas cidades de Ilhéus e Itabuna encontra-se um número expressivo de estudantes surdas e surdos - negros inclusos na rede regular de ensino e, dessa maneira, foi possível diagnosticar por meio dos resultados das análises dos dados, as prováveis situações características de exclusão que esses estudantes se encontraram. É imprescindível mencionar que, devido às barreiras presentes de comunicação com a ausência da usualidade da Língua (Língua Brasileira de Sinais) no processo de escolarização; os preconceitos linguísticos; o déficit de profissionais intérpretes de Libras na intermediação do ensino; a pouca ciência da comunidade escolar acerca das especificidades ancestrais surdas -negras, é possível por consequência, identificarmos situações de depreciação da identidade do indivíduo, um baixo rendimento escolar, e situações que possam contribuir para gerar bullying, chacotas e rejeição do outro em detrimento da cultura dominante. Diante disso, esse estudo mostrou-se relevante socialmente, pois visa promover diagnóstico, reflexão e transformação étnica-linguística nas escolas do Sul do Estado da Bahia, contribuindo para a construção de um ensino que perpassa pela decolonialidade e pelo bilinguismo. A partir dos resultados, elaboramos um livro paradidático publicado e disponibilizado a todas as escolas que tenham interesse em adquiri-lo, intitulado Laila - a menina que descobriu o mundo. Um material concreto que norteia as reflexões sobre a acessibilidade e o bilinguismo abordados, além do respeito às diferenças e o fortalecimento da disseminação da Língua de Sinais, da valorização étnica, da identidade e da cultura do povo surdo nos espaços formais e não formais de educação.


  • Mostrar Abstract
  • El alcance de este trabajo presenta el resultado de la investigación que aborda la investigación sobre la escolarización de estudiantes sordos y sordos, autodeclarados negros y negros, matriculados en escuelas públicas del sur de Bahía, en las ciudades de Ilhéus e Itabuna, en concreto, en el Instituto Municipal de Educación Eusigne Lavigne y en el Centro Psicopedagógico de Educación Inclusiva. Como objetivo general, se buscó resaltar los enfrentamientos históricos en torno al proceso decolonial de inclusión sistémica que encuentran los estudiantes con sordera en el acceso a la enseñanza y el aprendizaje en estos espacios, en los que, en su mayor parte, predominan las políticas del lenguaje del oyente. Esta investigación adoptó el método que consiste en el análisis bibliográfico y cualitativo y se basó en los análisis realizados a través de los registros disponibles, tales como expedientes escolares, cartillas, consejo de clase y las observaciones de profesionales de la educación proporcionadas por la escuela, en el período de primaria completa. escuela I, de 2015 a 2018; las razones que motivaron esta investigación son diversas: el hecho de que las ciudades de Ilhéus e Itabuna cuentan con un número significativo de estudiantes sordos incluidos en la red de educación pública regular. Así, fue posible verificar, a través del análisis de datos, las probables experiencias de exclusión de estudiantes sordos, debido a las actuales barreras de comunicación en ausencia del lenguaje habitual (Lengua de Signos Brasileña) en el proceso escolar; sus condiciones étnicas; el escaso número de profesionales que interpretan Libras en el proceso de enseñanza-aprendizaje; el desconocimiento del cuerpo escolar sobre las especificidades de la cultura negra sorda que, como consecuencia, generan la desvalorización de la identidad, el bajo rendimiento académico, la ausencia de la familia en la escuela, y posibles situaciones de acoso y burla por parte de los compañeros oyentes. Este estudio resultó ser socialmente relevante, ya que tiene como objetivo promover el diagnóstico, la reflexión y la transformación en el entorno educativo del sur del estado de Bahía, contribuyendo a la construcción de una enseñanza que impregne la decolonialidad y el bilingüismo. Basándonos en los resultados, creamos un libro de texto publicado y puesto a disposición de todas las escuelas interesadas en adquirirlo, titulado Laila, la niña que descubrió el mundo. Un material concreto que orienta las reflexiones sobre accesibilidad y bilingüismo abordadas, así como el respeto a las diferencias y el fortalecimiento de la Lengua de Signos, la etnia, la identidad y la cultura de las personas sordas en los espacios educativos formales y no formales.

26
  • SERINALDO OLIVEIRA ARAUJO
  • (RE)APRENDENDO A HISTÓRIA DA ÁFRICA: ANÁLISE DO PROCESSO DE IMPERIALISMO E DESCOLONIZAÇÃO AFRICANA NO LIVRO DIDÁTICO DE HISTÓRIA

  • Orientador : MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • IDALINA FREITAS
  • LETÍCIA MARIA DE SOUSA PEREIRA
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • Data: 04/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa de caráter qualitativo, natureza exploratória, combinando os procedimentos de revisão bibliográfica, análise de livro didático e entrevista semiestruturada, investiga como o processo de imperialismo e descolonização portuguesa em África é apresentado no livro didático de História, do último ano do ensino fundamental, adotado pela Escola Municipal Governador Paulo Souto, do município de Porto Seguro, para o triênio de 2017- 2019, objetivando analisar se a forma como essa temática é abordada atende aos objetivos da Lei 10.639/2003. Para isso, serão mobilizados como marco teórico, es estudos concernentes ao mundo africano, que encontram no Brasil um ponto convergente. A revisão bibliográfica, visa permitir o mapeamento das produções acadêmicas que abordam a temática História da África e africanos no Livro Didático (LD), e responder quais ausências, avanços, contextos e em quais condições essas pesquisas têm sido elaboradas. A análise do livro didático pretende identificar qual a perspectiva predominante (eurocêntrica ou afro-brasileira). A entrevista semiestruturada realizada com o professor de história dos anos finais do ensino fundamental, com o auxílio de um roteiro de interação, porém não aplicado rigidamente, tratou da escolha, desafios e possibilidades do uso do LD no ensino de História África. Este estudo se desdobra ainda, na elaboração de um material pedagógico complementar ao livro didático, que contribua com a prática docente, ao aprofundar e contextualizar conteúdos que o livro didático não mobiliza ou proporciona. Este material apresenta aspectos do processo de imperialismo e descolonização em Guiné-Bissau, um dos mais importantes movimentos de luta e independência a colonização portuguesa em África, priorizando uma bibliografia de intelectuais que pesquisam o continente. Com esta investigação pretendemos contribuir para o ensino das relações étnico-raciais no ensino fundamental, localizando o continente africano como um sujeito histórico que possui um legado cultural, epistemológico e de resistência a ser valorizado e difundido nas escolas.


  • Mostrar Abstract
  • Esta pesquisa – de caráter qualitativo, natureza exploratória, combinando os procedimentos de revisão bibliográfica, análise de livro didático e entrevista semiestruturada –, investiga como o processo de imperialismo e descolonização portuguesa em África é apresentado no livro didático de História, do último ano do ensino fundamental, adotado pela Escola Municipal Governador Paulo Souto, do município de Porto Seguro, para o triênio de 2017- 2019, objetivando analisar se a forma como essa temática é abordada atende aos objetivos da Lei 10.639/2003. Para isso, serão mobilizados como marco teórico, os Estudos Afro-Brasileiros e o pensamento Decolonial, a primeira concernente aos estudos do mundo africano e afrodiaspórico e a última ao pensamento Latino Americano, que encontram no Brasil um ponto convergente. A revisão bibliográfica, visa permitir o mapeamento das produções acadêmicas que abordam a temática História da África e africanos no Livro Didático (LD), e responder quais ausências, avanços, contextos e em que condições essas pesquisas têm sido elaboradas. A análise do livro didático pretende identificar em qual perspectiva (eurocêntrica ou afro- brasileira) ele está inserido. A entrevista semiestruturada será realizada com o professor de história dos anos finais do ensino fundamental, com um roteiro de interação, porém não aplicado rigidamente, permitindo o fluxo natural das experiências acerca da escolha, desafios e possibilidades do uso do LD no ensino de História África. A pesquisa se desdobrará na elaboração de um caderno pedagógico, material complementar ao livro didático, que contribua com a prática docente, ao aprofundar e contextualizar conteúdos que o livro didático não mobilize ou proporcione. Este material deverá apresentar aspectos do processo de imperialismo e descolonização em Guiné-Bissau, um dos mais importantes movimentos de luta e independência a invasão estrangeira em África, priorizando uma bibliografia de intelectuais que pesquisam o país. Com esta investigação pretendemos contribuir para o ensino das relações étnicos-raciais no ensino fundamental, localizando o continente africano como um sujeito histórico que possui um legado cultural, epistemológico e de resistência a ser valorizado e difundido nas escolas.

27
  • JEREMIAS SANTOS MACEDO
  • Pedagogia Insurgente: um olhar para a educação antirracista nas séries iníciais

  • Orientador : HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALAMO PIMENTEL GONCALVES DA SILVA
  • HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • Data: 05/11/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Diante do atual cenário político brasileiro tem surgido inúmeras interrogações quanto ao futuro da educação e promoção da igualdade racial. Portanto, o presente trabalho é uma discussão crítica e epistemológica sobre o ensino das relações étnico-raciais e sua contribuição para o desenvolvimento de um processo escolar que respeite as diferenças e valorize a diversidade cultural. Sendo assim, o objetivo é compreender como o Projeto Político Pedagógico pode contribuir com uma prática educacional decolonial e antirracista no ensino das séries iniciais tendo como espelho o Colégio Municipal Professor Álvaro Henrique Santos. A proposta metodológica desenvolvida nessa investigação foi uma pesquisa exploratória de abordagem qualitativa, com o objetivo descritivo a ser desenvolvida por meios de dois segmentos procedimentais tanto para a aquisição das informações quanto para a coleta de dados, a pesquisa Bibliográfica e a Análise documental. Para melhor entendimento o trabalho foi subdividido em três capítulos. O primeiro buscou contemplar a educação étnico-racial, como um desafio educacional brasileiro, articulando o projeto pedagógico como um importante e necessário instrumento político – educacional. O segundo procurou demonstrar as diretrizes educacionais e as ações afirmativas de promoção da igualdade racial como uma forma de antirracismo e decolonialidade no campo educacional. O terceiro e ultimo apresentou a importância do projeto pedagógico para a elaboração da proposta didática escolar, como também para orientação dos planos de trabalho nas séries iniciais. Como resultado esse trabalho, propõe-se a elaboração de uma sequência didática voltada para o trato com as questões étnica-raciais, sendo importante para a orientação dos professores e professoras de séries iniciais que trabalham com os 4º e 5º anos do ensino fundamental. Espera-se que essa investigação possa trazer para a escola pesquisada novas contribuições pedagógicas, subsidiando o fazer docente em sala de aula, como também desenvolver alternativas para debate decolonial com os docentes e discentes em prol de uma educação antirracista.


  • Mostrar Abstract
  • In view of the current Brazilian political scenario, numerous questions have arisen regarding the future of education and the promotion of racial equality. Therefore, the present work is a critical and epistemological discussion about the teaching of ethnic-racial relations and its contribution to the development of a school process that respects differences and values cultural diversity. Therefore, the objective is to understand how the Pedagogical Political Project can contribute to a decolonial and anti-racist educational practice in the teaching of the initial grades, using the Municipal College Professor Álvaro Henrique Santos as a mirror. The methodological proposal developed in this investigation was an exploratory research with a qualitative approach, with the descriptive objective to be developed by means of two procedural segments both for the acquisition of information and for the collection of data, Bibliographic research and Document analysis. For a better understanding, the work was subdivided into three chapters. The first sought to contemplate ethnic-racial education, as a Brazilian educational challenge, articulating the pedagogical project as an important and necessary political - educational instrument. The second sought to demonstrate educational guidelines and affirmative actions to promote racial equality as a form of anti-racism and decoloniality in the educational field. The third and last one presented the importance of the pedagogical project for the elaboration of the school didactic proposal, as well as for the orientation of the work plans in the initial grades. As a result of this work, we propose the elaboration of a didactic sequence focused on dealing with ethnic-racial issues, being important for the guidance of teachers and teachers of initial grades who work with the 4th and 5th years of elementary school. It is hoped that this investigation can bring to the researched school new pedagogical contributions, subsidizing teaching in the classroom, as well as developing alternatives for decolonial debate with teachers and students in favor of anti-racist education.

     

28
  • MARIA VIRGINIA FREIRE DOS SANTOS CARMO
  • POLÍTICAS CURRICULARES: a produção de sentidos na Escola da Vila

  • Orientador : ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CAROLINA BESSA FERREIRA DE OLIVEIRA
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • JEFFERSON MAINARDES
  • Data: 05/11/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa analisa o que denominamos de política curricular para o período de pandemia da rede municipal de educação de Porto Seguro, na Bahia, tomando como empiricidade a Escola da Vila. Neste trabalho o currículo é abordado como prática de significação, como espaço/tempo de fronteira, campo marcado por processos híbridos. Tendo por base a abordagem do ciclo de políticas de Stephen Ball e colaboradores, as políticas curriculares são problematizadas como produções discursivas, fabricadas em contextos articulados e atravessados por relações de poder e lutas pelo controle do processo de significação. O objetivo dessa pesquisa então é compreender como as professoras da Escola da Vila, no município de Porto Seguro, ressignificam a política curricular para o período de pandemia, identificando quais sentidos são mobilizados no contexto da prática. Para tanto realizamos uma pesquisa qualitativa e adotamos como técnicas de pesquisa, a observação participante, a análise documental e entrevistas semiestruturadas. As pessoas parceiras desta pesquisa são seis professoras que atuam nas séries iniciais do ensino fundamental, mais especificamente nos 1º anos, 2º anos e 3º anos do ensino fundamental. O referencial teórico-metodológico adotado tem como base a abordagem do ciclo de políticas proposto por Stephen Ball e colaboradores, na leitura de Mainardes (2006) além de outros estudiosos do campo do currículo. A pesquisa trouxe à tona os diferentes sentidos mobilizados nos contextos que envolvem a produção da política, fazendo emergir processos que são marcados por hibridismos, e que revelam o campo conflituoso e movediço onde o currículo se constitui.


  • Mostrar Abstract
  • Esta pesquisa apoia-se na necessidade de analisar a trajetória da política curricular para educação das relações étnico-raciais para que, partindo desses movimentos, possa contribuir para o alargamento da compreensão acerca de sua produtividade nos cotidianos escolares. Partindo desta proposição, a pesquisa toma como lugar de análise uma escola pública municipal situada na Vila Parracho, comunidade periférica do município de Porto Seguro (Bahia), que atende aos anos iniciais do ensino fundamental – 1º, 2º e 3º anos –  cujo público é majoritariamente negro, onde dos 357 alunos/as matriculados/as, 238 são declarados pelos responsáveis como pretos ou pardos. O estudo questiona qual o impacto do conjunto normativo voltado para a educação das relações étnico-raciais nesta realidade e utiliza a Abordagem do Ciclo de Políticas (BALL et al., 1992) como principal ferramenta teórico-metodológica para responder questões como:   quais as limitações que uma escola que atende os anos iniciais do ensino fundamental encontra ao desenvolver um trabalho de combate ao racismo? Qual a contribuição da política curricular para a educação das relações étnico-raciais para mudanças na prática cotidiana da escola assim como para desconstrução de narrativas equivocadas, para além do prescritivo? Como a política curricular voltada para a educação das relações étnico-raciais está sendo interpretada e traduzida no contexto escolar?

     

29
  • MARCOS GOMES DE OLIVEIRA
  • Rap é dedo na ferida: a voz e a poesia das periferias de Teixeira de Freitas

  • Orientador : ANDRE DOMINGUES DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE DOMINGUES DOS SANTOS
  • GESSE ALMEIDA ARAUJO
  • KARINA LIMA SALES
  • Data: 12/11/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O rap e as manifestações hip hop produzidas na cidade de Teixeira de Freitas se destacam por demonstrarem uma produção relevante com características próprias do movimento hip hop, e revelam potencialidades para o desenvolver do empoderamento e resistência, a partir das atuações de seus artistas e dos envolvidos nas produções, em seus locais de referência, sua cidade, seu bairro, sua “quebrada”. Esses movimentos coletivos periféricos demostram, há um bom tempo, seus anseios e suas visões dos espaços que ocupam, revelando-se um aliados importantes na divulgação dos aspectos culturais e sociais dos bairros da cidade, já que amplificam a voz de uma população marginalizada, com sua incrível complexidade étnico-racial e sóciocultural. Diante disso, este projeto propõe uma escuta/sentimento dos aspectos culturais, que se apresentam nas produções artísticas dos coletivos de hip hop, especificamente nas letras de raps produzidos na cidade. Para tanto, buscar-se-á entender como são produzidas essas obras, quais temáticas são abordadas e como esses autores desenvolvem, consciente ou inconscientemente, estratégias educacionais para a perduração da sua estética e dos seus valores. Dessa forma, a pesquisa pretenderá fazer uma descrição e compreensão estética da produção dos coletivos e investigar, através de análise documental e pesquisa de campo, os aspectos pedagógicos e comunicacionais que se fizerem presentes, buscará também, compreender como as comunidades de criação e propagação da cultura hip hop fazem para se desenvolver e se estruturar. O resultado da pesquisa proporcionará a confecção do produto final, que será a elaboração e a produção de uma coletânea comentada de raps da cidade. Sendo assim, elaboraremos um “livreto crítico”, no formato de ebook.


  • Mostrar Abstract
  • Rap and hip-hop manifestations produced in the city of Teixeira de Freitas stand out for demonstrating a relevant production with characteristics typical of the hip hop movement and reveal potentialities for the development of empowerment and resistance, based on the performances of its artists and those involved in the productions, in its places of reference, its city, its neighborhood, its “Quebrada”/corner. These peripheral collective movements have demonstrated, for a long time, their desires and their views of the spaces they occupy, proving 3/3 to be an important ally in the dissemination of the cultural and social aspects of the city's neighborhoods, since they amplify the voice of a marginalized population, with its incredible ethnic-racial and socio-cultural complexity. In view of this, this project proposes a listening and feeling of cultural aspects, which are presented in the artistic productions of hip hop collectives, specifically in the lyrics of raps produced in the city. To this end, we will seek to understand how these works are produced, which themes are addressed and how these authors develop, consciously or unconsciously, educational strategies for the enduring of their aesthetics and values. In this way, the research intends to make a description and aesthetic understanding of the production of the collectives and to investigate, through documental analysis and field research, the pedagogical and communicational aspects that are present, it will also seek to understand how the communities of creation and propagation of hip hop culture do to develop and structure themselves. The result of the research will provide the production of the final product, which will be the elaboration and production of a commented collection of raps from the city. Therefore, we will prepare a “critical booklet”, in eBook format.

30
  • LETICIA FERREIRA DA SILVA
  • "NINGUÉM NUNCA ME PERGUNTOU": SAÚDE SEXUAL DE MULHERES NEGRAS QUE FAZEM SEXO COM OUTRAS MULHERES 


  • Orientador : REBECA VALADAO BUSSINGER
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ÉDILA DALMASO COSWOSK
  • EMANUELLE FREITAS GOES
  • LILIAN LIMA GONÇALVES DOS PRAZERES
  • REBECA VALADAO BUSSINGER
  • Data: 19/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação objetivou a investigação das experiências de mulheres negras que possuem práticas sexuais homoeróticas. Tendo como aporte teórico os estudos decoloniais, enfatizado por meio do “sistema de gênero moderno/colonial”, a análise central deste estudo está voltada às mulheres que são recorrentemente submetidas aos apagamentos discursivos, históricos e políticos da sociedade patriarcal, racista e heteronormativa. A autora investigou, através de minicursos e entrevistas, os tipos de cuidados e autocuidados em saúde sexual adotados por mulheres cujas práticas sexuais fogem da heteronormatividade imposta, tendo como campo de atuação o município de Teixeira de Freitas, Bahia. A argumentação conclusiva é de que os atendimentos às mulheres estão pautados nas práticas sexuais, porém, sob uma perspectiva heterossexual, o que reforça a ideia de que as práticas homoeróticas entre mulheres não são compreendidas como relações legítimas, invisibilizando a necessidade de cuidados em saúde sexual deste público. Dessa forma, os atendimentos dessas mulheres devem se voltar a lógica que para, além de não pressupor a sexualidade, se volte à promoção da saúde e prevenção dos agravos relacionados às práticas sexuais. Para tanto, foi desenvolvido um material educativo sobre os cuidados em saúde sexual de mulheres com práticas sexuais homoeróticas e, na mesma medida, orienta profissionais e usuárias deste serviço. 



  • Mostrar Abstract
  • This dissertation goal is the investigation of experiences hold by black women who have homoerotic sexual practices. Using decolonial studies as theoretical approach emphasized by the “modern colonial gender system”, the central analysis of this study is drawn to women who are recurrently submitted to discursive, historical and political erasure from a patriarchal,heteronormative and racist society. Trough mini courses and interviews the author analyzed the types of sexual health self care adopted by women whose sexual practices diverge from the imperative heteronormativity. The acting camp of the analysis was Teixeira de Freitas city on Bahia state, in Brazil. The conclusive argument is that Brazilian Healthcare centers are conscious about sexual practices, although, over a heterosexual perspective, which reinforces the ideia that homoerotic practices between women aren’t understood as legitimate relations, making the need for sexual health care of these public invisible. The Brazilian healthcare centers should be focused on the promotion of health care and prevention behaviors related to sexual practices and the not assumption of sexuality. For which cenário was developed a educational material about sexual health self care for homoerotic women. 


31
  • GHEISA SANTOS LISBOA
  • O Apresentado e o Referenciado: uma cartografia afetiva do Patrimônio Cultural da Cidade Histórica de Porto Seguro-BA.

  • Orientador : ANA CRISTINA DE SOUSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA DE SOUSA
  • EDSON KAYAPÓ
  • LEONARDO THOMPSON DA SILVA
  • Data: 22/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo analisa a cartografia afetiva do Patrimônio Cultural da Cidade Histórica de Porto Seguro-BA, que se posiciona no campo da interdisciplinaridade entre Patrimônio Cultural, Ensino de História e Novas Tecnologias. Qualitativa e de natureza sócio-histórica, a pesquisa objetiva  explorar o patrimônio cultural do Parque Histórico Municipal do Descobrimento (PHMD), mais conhecido como Cidade Histórica, a partir dos “lugares de memória” (NORA, 1993) de alguns de seus antigos moradores e moradoras, fazendo com que lembranças e experiências cotidianas destes ou destas venham a subsidiar intervenções pedagógicas entre estudantes da Educação Básica, com o intuito de que tenham uma aproximação com o patrimônio material e imaterial, e que dialogue com as memórias e traços de afetividade da comunidade local. A cartografia foi utilizada como método de pesquisa para o levantamento dos bens e dos referenciais culturais, num processo de comunicação entre os estudantes e os sujeitos que vivenciaram e vivenciam esse lugar, contribuindo para uma decolonização dos espaços de memória. Diante do contexto decorrente da pandemia SARS-CoV-2 ocorreram adequações da proposta metodológica que passou a envolver plataformas digitais e histórias contadas em questionários nos formulários google, como forma de evitar contatos físicos com os entrevistados e entrevistadas. O presente texto, organizado em três capítulos, traz no primeiro o lugar da história dentro do processo de patrimonialização, aspectos sobre a prática docente e o ensino para as relações étnico-raciais a partir do patrimônio local; aborda também a importância das casas e dos museus, enquanto lugares de vivência e aprendizagem; o segundo capítulo descreve o que foi apresentado no processo de urbanização do município de Porto Seguro e patrimonialização da Cidade Histórica, a partir da análise dos inventários do IPAC (1985; 1988), do INRC (2000), com um olhar crítico às narrativas colonizadoras refletidas nos bens culturais produzidos e representados no município de Porto Seguro-BA. O terceiro e último representa o eixo central deste estudo, o referenciado. Faz uso da cartografia social em aulas de História para estudantes do 6º ano, da Educação Básica; mobiliza reflexões sobre o conceito de lugar e do entre-lugar na perspectiva de Oliveira e Rodrigues (2018), Michel de Certeau (2008), Bhabha (2013); reivindica um patrimônio cultural negro localizado na Cidade Histórica, a Igreja ou Capela de São Benedito,  bem como o percurso trilhado a partir das coisas vistas, ouvidas e sentidas, atravessadas pelas memórias de moradores e moradoras, a serem partilhadas dentro de uma plataforma digital ao longo da pesquisa, cujo objetivo é divulgar e valorizar os bens culturais do centro histórico, além de trazer visibilidade às histórias e narrativas dos moradores locais.


  • Mostrar Abstract
  • This study analyzes the affective cartography of the Cultural Heritage of the Historic City of Porto Seguro-BA, which is positioned in the field of interdisciplinarity between Cultural Heritage, History Teaching, and New Technologies. Qualitative and socio-historical in nature, the research aims to explore the cultural heritage of the Municipal Historic Park of Descobrimento (PHMD), better known as the Historic City, from the "places of memory" (NORA, 1993) of some of its former residents and residents, making memories and daily experiences of these or these come to subsidize pedagogical interventions among students of Basic Education, in order to have an approximation with the material and immaterial heritage, and to dialogue with the memories and affective traits of the local community. Cartography was used as a research method for the survey of cultural assets and references, in a process of communication between students and subjects who experienced and experience this place, contributing to a decolonization of memory spaces. Given the context resulting from the SARS-CoV-2 pandemic, adjustments to the methodological proposal, which now involves digital platforms and stories told in questionnaires on google forms, as a way to avoid physical contact with interviewees. This text is organized into three chapters, in the first one, the place of history within the patrimonialization process, aspects of teaching practice and teaching for ethnic-racial relations based on local heritage; it also addresses the importance of houses and museums as places of experience and learning; the second chapter describes what was presented in the urbanization process of the municipality of Porto Seguro and patrimonialization of the Historic City, from the analysis of the inventories of the IPAC (1985; 1988), of the INRC (2000), with a critical look at the colonizing narratives reflected in the cultural goods produced and represented in the municipality of Porto Seguro-BA. The third and last represents the central axis of this study, the referenced one. Makes use of social cartography in History classes for 6th grade students of Basic Education; mobilizes reflections on the concept of place and between-place from the perspective of Oliveira and Rodrigues (2018), Michel de Certeau (2008), Bhabha (2013); claims a black cultural heritage located in the Historic City, the Church or Chapel of São Benedito, as well as the path trodden from the things seen, heard and felt, crossed by the memories of residents and residents, to be shared within a digital platform to the throughout the research, and whose objective is to disseminate and value the cultural assets of the historic center, in addition to bringing visibility to the stories and narratives of local residents.

     

32
  • ALESSANDRA BARBOSA ADÃO
  • (RE)CONTANDO HISTÓRIAS CAPIXABAS: 

    A Escrevivência como ponte para a escrita feminina e negra 

  • Orientador : GUILHERME FOSCOLO DE MOURA GOMES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DÉBORA CRISTINA DE ARAUJO
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • GUILHERME FOSCOLO DE MOURA GOMES
  • Data: 23/11/2021

  • Mostrar Resumo
  •  

    O presente trabalho tem por objetivo investigar o campo da Literatura Capixaba com foco na autoria negra, tendo como base as Leis de Incentivos Culturais e Artísticas dos municípios de Serra, Cariacica e São Mateus, no Estado do Espírito Santo. Como metodologia, partimos de uma pesquisa bibliográfica-documental e da Escrevivência, conceito gestado por Conceição Evaristo, pois é a partir do juntar de informações, fatos e de minhas memórias que o processo escrevivente se sedimenta, criando possibilidades de forjar a identidade, de refutar a historiografia literária e de recontar nossas histórias negras brasileiras, em particular para jovens capixabas. Para isso, nos apoiamos nos constructos de Conceição Evaristo, Luiz Silva (Cuti), Ana Rita Santiago, Kiusam de Oliveira, Ione Jovino, Ivana Esteves Passos de Oliveira, Reinaldo Santos Neves e tantos outros e outras intelectuais. Ao conhecer o cenário literário capixaba este trabalho se propõe a recontar três histórias negras brasileiras, tendo como produto final a publicação de um livro com as histórias de João Bananeira, a Revolta de Queimados e de Zacimba Gaba, que no espaço-tempo capixaba ocorreram respectivamente nos municípios de Cariacica, Serra e São Mateus. 


  • Mostrar Abstract
  • The present work aims to investigate Capixaba Literature with a focus on the black authorship, taking into consideration the cultural and artistic incentive laws of the municipalities of Serra, Cariacica and São Mateus, in the state of Espírito Santo. The research methodology is based on a bibliographic and documental survey and on “Escrevivência”, a concept conceived by Conceição Evaristo, for it is from the gathering of information, facts, and my memories that the writing process takes shape, creating possibilities to forge identity, to refute literary historiography, and to retell our black Brazilian stories, particularly for young people from Espírito Santo. To this end, we rely on the constructs of Conceição Evaristo, Luiz Silva (Cuti), Ana Rita Santiago, Kiusam de Oliveira, Ione Jovino, Ivana Esteves Passos de Oliveira, Reinaldo Santos Neves, and many other intellectuals. As it unveils the literary scenario of the state of Espírito Santo, this work will retell three Brazilian black stories, having as its final product the publication of a book with the stories of João Bananeira, the Revolta de Queimados, and Zacimba Gaba, which in the space-time of Espírito Santo occurred respectively in the cities of Cariacica, Serra, and São Mateus.

33
  • ISABELE PEREIRA NASCIMENTO
  •  

     TRANS-FORMANDO COM ALIANÇAS: NARRATIVAS TRANSDOCENTES QUE EDUCAM ESCOLAS NA BAHIA.

  • Orientador : RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • CLEBER RODRIGO BRAGA DE OLIVEIRA
  • XAN MARÇALL
  • ADRIANA BARBOSA SALES
  • Data: 24/11/2021

  • Mostrar Resumo
  •  

     Trata-se de dissertação de mestrado profissional em Ensino e Relações Étnico-Raciais vinculado ao PPGER/UFSB numa abordagem decolonial, a partir do pensamento fronteiriço, orientada pelo professor Rafael Siqueira Guimarães, feita por uma mulher cis, com produto direcionado para o público cis gênero a partir de uma pesquisa qualitativa através do levantamento de narrativas e análise de conteúdo de professores Transgênero, acerca de suas experiências em sala de aula e fora dela, no dia-a-dia da escola com colegas, pais, funcionários e alunos. Muitas pessoas cis gênero não sabem como se portar ou tratar, ou quais perguntas devem ou não devem ser feitas para pessoas trans. O produto foi a construção de um caderno de orientações resultado das narrativas das próprias pessoas professoras e professores trans para auxiliar e evitar situações constrangedoras, ofensivas e trans fóbicas que diversas pessoas transgênero passam todos os dias, um material gráfico impresso e digital intitulado, caderno de orientações, que poderá ser usado tanto em semanas pedagógicas com professores, como em sala de aula e formações em geral. Através das diversas leituras feitas, percebeu-se que quanto mais cedo a pessoa começa o processo de adequação de gênero, mais as portas vão se fechando. Além da educação e da escola ser a porta para a TRANS-FORMAÇÃO das novas gerações que estão vindo. Após o levantamento das narrativas, constatou-se que o maior entrave na atuação enquanto professor e professora da educação básica por pessoas transgêneros são respectivamente: pontuam dificuldade com a gestão escolar e a 

    resistência para tratar de assuntos de gênero e diversidade em sala de aula; levantam resistência de colegas, funcionários, pais e comunidade escolar; pontuam obstáculos para uso de banheiro em conformidade com o gênero, uso de nome social, tratamento com o pronome correto e a hipersexualização de pessoas transgênero. Não foram relatadas experiências transfóbicas com alunos.


  • Mostrar Abstract
  • This is a professional master's thesis in Teaching and Ethnic-Racial Relations linked to the PPGER/UFSB in a decolonial approach, based on frontier thinking, guided by teacher Rafael Siqueira Guimarães, written by a cis woman, with a product aimed at the cis public gender from a qualitative research through the survey of narratives and content analysis of Transgender teachers, about their experiences in the classroom and outside, in the day-to-day of school with colleagues, parents, staff and students. Many cis-gender people do not know how to behave or treat themselves, or what questions should and should not be asked of trans people. The product was the construction of a notebook of guidelines resulting from the narratives of the teachers and trans teachers themselves to help and avoid embarrassing, offensive and trans phobic situations that many transgender people go through every day, a printed and digital graphic material entitled, notebook of guidelines, which can be used both in pedagogical weeks with teachers, as well as in the classroom and training in general. Through the various readings made, it was noticed that the sooner a person begins the process of gender adaptation, the more the doors are closed. In addition to education and school being the door to TRANSFORMATION of the new generations that are coming. After surveying the narratives, it was found that the biggest obstacle in the performance as teacher and teacher of basic education by transgender people are, respectively: they point out difficulties with school management and resistance to dealing with issues of gender and diversity in the classroom; raise resistance from peers, employees, parents and the school community; they score obstacles for using the bathroom according to gender, use of social name, treatment with the correct pronoun, and hypersexualization of transgender people. No transphobic experiences with students were reported.

34
  • JOYCE GLICERIO
  • OS DOCENTES DOS ESTUDOS AFRICANOS NOS CURSOS DE LICENCIATURA DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS BAIANAS: DESAFIOS PARA UMA FORMAÇÃO MAIS PLURAL

  • Orientador : GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • MÁRCIA GUERRA PEREIRA
  • Data: 24/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa objetivou analisar como os docentes das universidades federais baianas têm trabalhado as disciplinas dos estudos africanos e contribuído para a formação docente. Além disso, pretendeu-se avaliar a necessidade de debater essa temática nos cursos de licenciatura no ensino superior baiano, visando uma formação mais plural a partir dessas disciplinas. A coleta dos dados ocorreu a partir de entrevistas junto a sete professores que ministram componentes da área dos estudos africanos. Os encontros foram feitos por videoconferência e examinados por meio de análise qualitativa. Dos resultados obtidos, destacam-se os avanços significativos na trajetória dos estudos africanos nos cursos de licenciatura em História em nosso estado; contudo, percebeu-se que essas discussões são escassas entre os demais cursos de licenciatura e nas diversas áreas do conhecimento. Detectou-se que os professores das universidades interioranas ainda enfrentam dificuldades de acesso à bibliografia especializada sobre estudos africanos nas bibliotecas físicas, tendo o meio eletrônico como aliado para a construção do conhecimento nessas disciplinas. Com o intuito de fortalecer a rede digital de disponibilização de materiais desses componentes, o produto didático proposto na presente dissertação é um website. Este contém as entrevistas com os docentes e a bibliografia discutida por eles nas salas das universidades, tornando esse material mais acessível aos docentes da educação básica e ao público de maneira geral.  


  • Mostrar Abstract
  • This research aimed to analyze how the professors of the Bahia federal universities have worked with the subjects of African studies and contributed to the formation of teachers. Moreover, it intended to assess the need to debate this theme in the undergraduate courses in Bahia's higher education, aiming a more plural formation based on these disciplines. Data were collected through interviews with seven professors who teach subjects in the area of African studies. The meetings occurred by video conference and were examined through qualitative analysis. From the results obtained, the significant advances of the African studies trajectory in the degree courses in History in our state stand out; however, it is clear that these discussions are scarce in other degree courses and in different areas of knowledge. It was detected that professors in countryside universities still face difficulties in accessing specialized bibliography on African studies in physical libraries, having the electronic medium as an ally for the construction of knowledge in these disciplines. In order to strengthen the network of the provision of materials for these components, the proposed didactic product is a website. It contains the interviews with the teachers and the bibliography discussed by them in the university classrooms, making these material more accessible to basic education teachers and the general public.

35
  • ROSÂNGELA OLIVEIRA GOMES BRAGA
  • ADOECIMENTO PSÍQUICO E FORTALECIMENTO DE SUBJETIVIDADES DE ADOLESCENTES NEGRAS DO IFBA (Campus Eunápolis / BA)

  • Orientador : ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • MARCELO MÁXIMO NIEL
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • Regina Marques de Souza Oliveira
  • Data: 24/11/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho surge a partir de demandas de adolescentes negras que procuram o Serviço de Enfermagem no Instituto Federal de Educação da Bahia (IFBA), campus Eunápolis, com relatos de sintomas e sinais sugestivos de sofrimentos psíquicos. Diante de tal situação, questiono: Quais os impactos do preconceito e da discriminação racial sobre subjetividades negras? O ambiente escolar tem proporcionado ações para fortalecer subjetividades de adolescentes negras, com o intuito de combater violências associadas ao racismo? Na perspectiva de dialogar com tais perguntas-problemas, apresento à banca de defesa de Mestrado em “Ensino e Relações Étnico - Raciais” o presente memorial, no qual escrevo sobre a minha trajetória desde a infância até os dias atuais. Não foi e nem é uma história fácil de se (re)escrever, porém necessária para de(s)colonizar o meu ser, o meu saber e, principalmente, a minha atuação como profissional da saúde. A temática das relações étnico-raciais era simplesmente desconhecida por mim, o que discuto em “Tempo em mim: narrativas e memórias”. Em “A enfermagem e as relações étnico-raciais: a de(s)colonização do processo do aprender a conhecer, a fazer e a ser”, trago à tona a ausência de conteúdos curriculares, na graduação de Enfermagem, que contemplassem a população negra. Nesse sentido, está mais do que na hora de avançar em direção a uma de(s)colonização da Enfermagem brasileira, rasurando metodologias e estratégias instituídas por um modelo eurocentrado. Em “Adolescendo numa sociedade desigual”, mostro os desafios em ser adolescente numa rede de relacionamentos em que predomina o racismo institucional e estrutural. Como proposta de intervenção, lego ao Mestrado em Ensino e Relações Étnico-raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), um artefato técnico-cientifico intitulado, “Sequência didática como forma de fortalecimento de subjetividades negras: Um artefato educacional possível”, o qual por meio de oficinas e rodas de conversas privilegia espaços de escuta qualificada às adolescentes negras, discentes do Ensino Médio do IFBA campus Eunápolis. Procedo à análise das vozes das adolescentes que participaram dos encontros (oficinas e rodas de conversas), em contraste com o pensamento de intelectuais negras(os) da área da saúde, além de outras/os estudiosos das relações étnico-raciais. Evidencio por meio dos relatos das adolescentes o quanto o racismo sobre subjetividades negras dilacera, machuca e causa feridas emocionais. Não dimensionava a potência desse projeto com o qual me dispus a trabalhar até o momento que decidi avançar em direção a luta antirracial.


  • Mostrar Abstract
  • This work surges from the demands of black adolescents who seek nursing services
    presenting signs and symptoms suggestive of psychic suffering at the Federal Institute
    of Education of Bahia (IFBA), Eunápolis Campus. Faced with this situation, the
    following questions appear throughout my studies: What are the impacts of prejudice
    and racial discrimination on black subjectivity? How can the school environment act in

    coping with violence associated with racism and racial prejudices while strengthening
    black adolescents subjectivities? The set of texts presented to the Master's degree panel
    in "Teaching and Race Relations " is confined to essays, articles, State of theArt and a
    research / intervention project. The essay entitled "The Subjective Construction of
    Black Adolescents: the management of everyday racism", presents reports of students
    exposed to an antagonizing and reproducing environment of ethnic-racial differences,
    enabling us to understand that the care and prevention of mental illness cannot happen
    without an ontological rescue of the students themselves. The article "The Violence of
    Brazilian Racism: subjectivities of black adolescents", recognizes that social relations
    are influenced by social construction, essential to understanding how racial and gender
    discrimination negatively affects black bodies. It highlights the statistical data, historical
    context and research in the area of education and health, whose purpose is to discuss the
    modus operandi of a creative resistance against a racist and misogynist hegemonic
    discourse. In the State of the Art, "Nursing and race relations: the production of
    knowledge from publications in journals of SciElo and Lilacs", I highlight how little
    nursing seems to address the perception of the themes "racism" and "psyche".
    Moreover, I discuss the non-recognition of racism as a guiding thread of injustice. In
    "Strengthening the subjectivities of black adolescents", a research-intervention project, I
    provoke reflections with black adolescents with the intention of hearing their
    experiences, pain and traumas in a skilled and qualified way. It is important that they
    become protagonists of their own stories, strengthening their subjectivity, in order to
    prevent damage to their mental health. The following technical-scientific artifact will be
    bequeathed to the Master's degree program in Teaching and Race Relations: a didactic
    sequence which involves the students in workshops and group conversations in their
    early years of IFBA/Eunápolis.

36
  • JAQSON ALVES SANTOS
  • POLÍTICAS PÚBLICAS DE ACESSO DAS PESSOAS NEGRAS SURDAS AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO NO BRASIL

  • Orientador : CAROLINA BESSA FERREIRA DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARILEA DE ALMEIDA
  • CAROLINA BESSA FERREIRA DE OLIVEIRA
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • Data: 26/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo de mestrado foi realizado no Programa de Ensino e Relações Étnico-Raciais (PPGER) da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) tem como objetivo investigar as políticas públicas de acesso das
    pessoas negras surdas ao ensino superior público no Brasil. Como metodologia é utilizada a pesquisa bibliográfica e documental para a identificação de pesquisas e teóricos que tematizam a dupla identidade da pessoa negra surda e sua representatividade na sociedade perante o marcador de identificação inicial. No levantamento bibliográfico das pesquisas efetuadas no país, entre os anos de 2012 e 2019, foi priorizado o marcador de acessibilidade das pessoas negras surdas no ensino superior público, visando identificar as políticas
    existentes e as discussões acerca da dupla identidade. A pesquisa dispõe de metodologia fundada em pesquisa bibliográfica e documental, contendo levantamento de dados com a participação de pessoas negras surdas. Feito
    isso, buscou-se analisar o processo de consolidação das políticas públicas no ensino superior público voltadas as pessoas negras surdas em busca de saber se os sujeitos negros surdos não acessam o ensino superior devido às ações afirmativas das políticas públicas. Diante dos trabalhos realizados, inferem-se na realização de estudos e políticas públicas que relacionem as pessoas negras surdas em que tange a temática de acessibilidade e inclusão e das relações étnico-raciais no ensino superior e vislumbra-se uma mesa-redonda, composta por convidados negros surdos, além da inserção de um vídeo em Libras (sinalário étnico-racial e apresentação do Programa) no site do PPGER. A implantação do vídeo em Libras integra as políticas de inclusão social e diversidade da referida instituição e responde ao reconhecimento da Libras através da Lei n° 10.436/2002 (BRASIL, 2002) e regulamentada pelo Decreto n° 5.626/2005 (BRASIL, 2005).


  • Mostrar Abstract
  • This master's study was carried out in the Education and Ethnic-Racial Relations Program (PPGER) of the Federal University of Southern Bahia (UFSB) and aims to investigate public policies for deaf black people's access to public higher education in Brazil. As a methodology, bibliographic and documental research is used to identify research and theorists that discuss the dual identity of the black deaf person and their representation in society in the light of the initial identification marker. In the bibliographic survey of research carried out in the country, between 2012 and 2019, the accessibility marker of deaf black people in public higher education was prioritized, in order to identify existing policies and discussions about dual identity. The research uses a methodology based on bibliographical and documentary research, containing data collection with the participation of deaf black people. This done, we sought to analyze the process of consolidation of public policies in public higher education aimed at black deaf people in order to find out if black deaf subjects do not access higher education due to affirmative actions of public policies. In view of the work carried out, it is inferred in the realization of studies and public policies that relate black deaf people in relation to the theme of accessibility and inclusion and ethnic-racial relations in higher education, and a roundtable, composed of deaf black guests, in addition to the insertion of a video in Libras (ethnic-racial sign and presentation of the Program) on the PPGER website. The implementation of the video in Libras integrates the social inclusion and diversity policies of that institution and responds to the recognition of Libras through Law No. 10.436/2002 (BRASIL, 2002) and regulated by Decree No. 5.626/2005 (BRASIL, 2005).

37
  • KAROLINE CAVALCANTE PIMENTA
  • DOENÇA FALCIFORME: POR UMA EDUCAÇÃO CONTINUADA

    Fortalecimento da linha de cuidado para afrodescendentes município de Eunápolis – Ba

  • Orientador : GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • LILIAN LIMA GONÇALVES DOS PRAZERES
  • MARCUS VINICIUS CAMPOS
  • Data: 26/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • A historiografia dos povos afrodescendentes, em solo brasileiro, é permeada de segregações e violências físicas e simbólicas. O malgrado e violento epistemicídio dos povos africanos e seus descendentes, fomentado pelo processo civilizatório eurocêntrico, formatou muitos estigmas impressos nos corpos desses povos. A Doença Falciforme, um dos estigmas raciais, explicita os motivos da invisibilidade da patologia e do racismo institucional gerando discriminação e dificuldade de acesso às políticas públicas pela população negra e ao tratamento. Nesse contexto, esta pesquisa tem por objetivo pesquisar como se dá o acesso as informações e ao tratamento multiprofissional na rede por parte da população afrodescendente com Doença Falciforme e usuários do SUS através de dados estatístico da Atenção Primária e o acesso ao tratamento multidisciplinar na rede. O percurso discursivo metodológico utiliza-se da pesquisa ação com caráter formativo, descritivo e exploratório de cunho qualitativo e quantitativo, por meio do levantamento e análise dos dados da população afrodescendente com doença falciforme levantados na Assistência Farmacêutica Especializada da Base Operacional de Saúde de Eunápolis, no Hemocentro Regional de Eunápolis e na Secretaria de Saúde de Eunápolis no ano de 2018. Essa abordagem metodológica proporcionará uma visão analítica e prática quanto ao estudo dos problemas públicos, os quais envolvem vários atores e instituições, que auxiliem na tomada de decisões de forma mais coerente com a realidade municipal comparando com os dados regionais, estaduais e nacionais. O aporte teórico dialoga com conceitos, Leis e normativas no campo da saúde pública, gestão e planejamento em saúde, Sistema Único de Saúde, saúde da população negra, anemia falciforme. O produto: PODCAST referente à Doença Falciforme, destinado à população afrodescendentes, compreenderá informações pertinentes a doença, surgimento, diagnóstico, acesso à Rede de Atenção à Saúde, sinais e sintomas clínicos, cuidados com a saúde (autocuidado) no dia a dia do usuário.

     


  • Mostrar Abstract
  • The historiography of Afro-descendant peoples on Brazilian soil is permeated by physical and symbolic segregation and violence. The spiteful and violent epistemicide of African peoples and their descendants, fostered by the Eurocentric civilization process, shaped many stigmas imprinted on the bodies of these peoples. Sickle Cell Disease, one of the racial stigmas, explains the reasons for the invisibility of the pathology and institutional racism, generating discrimination and difficult access to public policies by the black population and to treatment. In this context, this research aims to investigate how access to information and multiprofessional treatment in the network by the Afro-descendant population with Sickle Cell Disease and SUS users is given through statistical data from Primary Care and access to multidisciplinary treatment in the network. The methodological discursive path uses action research with a formative, descriptive and exploratory character of qualitative and quantitative nature, through the survey and analysis of data from the Afro-descendant population with sickle cell disease collected in the Specialized Pharmaceutical Assistance of the Operational Health Base of Eunápolis, at the Eunápolis Regional Blood Center and at the Eunápolis Health Department in 2018. This methodological approach will provide an analytical and practical view of the study of public problems, which involve various actors and institutions, which help in decision-making more coherent with the municipal reality comparing with regional, state and national data. The theoretical contribution dialogues with concepts, laws and normative in the field of public health, health management and planning, Unified Health System, black population health, sickle cell anemia. At first, the product would be a booklet after the presentation of the 1st Qualification, both my advisor and I thought of changing it to a fanzine, as instructed by the panel. Analyzing the period of the pandemic and how the digital age is being so used, thus facilitating the direct contact of teachers with students, managers with servers, finally an era that, if used in a coherent way, added to all other existing methodologies; so both my advisor and I decided to create a PODCAST related to Sickle Cell Disease for the afro-descendant population will comprise information relevant to the disease, emergence, diagnosis, access to the Health Care Network, clinical signs and symptoms, health care (self-care) on the day the user's day.

38
  • ADRIANA BARBOSA PESCA PAIVA
  • ARTESANIAS INDÍGENAS DE UMA ESCRITA-ABRAÇO E SEUS TRANSBORDAMENTOS

  • Orientador : ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • Naine Terena de Jesus
  • Data: 29/11/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Trata-se de memorial crítico-reflexivo intitulado “Artesanias indígenas de uma escrita-abraço e seus transbordamentos”, configurado por uma produção escritural em que poéticas da minha existência emanam pontos de confluência com as narrativas de escritores e escritoras indígenas em movimento, apontando para uma escrita que é estética, potente e viva. Um trabalho de desconstrução de narrativas hegemônicas – (d)aquilo que fora constituído pelo Ocidente como escrita, literatura e autoria –, trazendo perspectivas construídas pelos povos indígenas sob o olhar de uma Literatura que pulsa e que vai além das produções demarcadas por uma escrita alfabética. Conversações que fazem uma ciranda, de mãos dadas com intelectuais indígenas e suas vozes partilhadas durante o desenvolvimento de minicurso intitulado “Escritas-resistência:  a multiplicidade das vozes indígenas”, e teóricos como Homi Bhabha, Grada Kilomba, Graça Graúna, Janice Thiél, Maria Inês de Almeida, Linda Tuhiwai Smith. Conceitos como autor/autoria e escritura são trazidos à discussão, especialmente focando Roland Barthes, Michel Foucault e Jaques Derrida, estendendo o diálogo para as concepções trazidas por Gilles Deluze e Felix Guattari.  Aqui também são partilhadas as experiências do referido curso de curta duração, em diálogos realizados junto a escritores e escritoras indígenas que ajudam a refletir sobre a existência de uma produção autoral indígena, principalmente por meio de uma literatura com demarcações próprias. Com o objetivo de refletir sobre os  modos como os escritores e intelectuais indígenas têm conduzido seus processos de produções autorais e a relação deste,  com as lutas, ativismo e memória  coletiva,  a intervenção realizada através de minicurso virtual, visou  promover um momento de escuta e diálogo em que fosse possível fortalecer as vozes autorais dos sujeitos indígenas, ao tempo em que contribuíssem com a ampliação dos olhares dos docentes da Educação Básica,  quanto às produções escritas feitas por indígenas, podendo ser  uma importante ferramenta para auxiliar na  produção de conhecimento a partir dos saberes dos diferentes povos. Como fruto da realização do presente trabalho, está a produção de um website, visando divulgação, fortalecimento em rede, catalogação, visibilização, circulação e ampliação no campo das produções escritas dos povos indígenas.


  • Mostrar Abstract
  • The indigenous writing-resistance, object of study of the present work, was named in the context of this research with the intention of proposing a reflection around scriptural productions carried out by indigenous people inserted in a political, aesthetic and authorial praxis movement that are inter- related to movements of struggle, militancy and resistance. The research / intervention is organized in an essay text, which discusses different concepts of writing and authorship; a state of the art developed from research and production on the indigenous writing movement, and the project / intervention, with a partial design of the artifact to be bequeathed to the master's degree in Teaching and Ethnic-Racial Relations at the Federal University of Southern Bahia - UFSB. The artifact resulting from the research / intervention on screen will be the creation of a website page that will try to promote greater visibility to the flow of existing and circulating productions by indigenous writers, make available catalog material to assist in research, highlight the work that female and male indigenous authors have been promoting within the aesthetic and literary movement, favoring a space for interaction, expansion and dissemination of indigenous authorship in the artistic, literary and scientific area. It is about the construction of a channel for a wide circulation of indigenous author productions, an accessible space, in an attempt to contribute to the visibility of struggles, of indigenous movements and to encourage dialogues and knowledge production.

39
  • GILENE PINHEIRO DA SILVA MENDES
  • EDUCAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DA MULHER NO MOVIMENTO SINDICAL: UMA ABORDAGEM INTERSECCIONAL DE GÊNERO, RAÇA E CLASSE

  • Orientador : CAROLINA BESSA FERREIRA DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CARNEIRO CERQUEIRA
  • CAROLINA BESSA FERREIRA DE OLIVEIRA
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • Data: 29/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação tem como objetivo investigar a relação entre a educação e a participação da
    mulher no movimento sindical, especificamente no que toca à representatividade de mulheres
    negras na Central Única dos Trabalhadores (CUT) e no Sindicato dos Trabalhadores nas
    Indústrias de Papel e Celulose da Bahia (SINDICELPA-BA). A partir da influência de
    estudos sobre a intersecção entre raça, gênero e classe, e de estudos acerca da educação,
    analiso a mulher brasileira no sindicalismo, tendo como base a política institucional da CUT
    e seus desdobramentos no SINDICELPA-BA. A pesquisa parte da minha experiência
    empírica, revestindo-a de caráter científico por meio da metodologia quali-quantitativa,
    exploratória e participante, sistematizada pela aplicação de questionários online e condução
    de oficinas educativas. No decorrer da investigação, por meio das publicações institucionais
    da CUT, analiso o processo de consolidação e implementação da política de cotas e de
    paridade orientado pela Central, em busca de possíveis contradições entre o texto legal e a
    sua efetiva implementação, considerando a representatividade e a interseccionalidade como
    categorias analíticas e chave para a compreensão. Em consequência, traço uma abordagem
    teórica que lança luz aos temas: classe social, educação emancipatória, movimento sindical,
    raça, gênero e movimento social. Ao final, o trabalho leva à conclusão de que as múltiplas
    opressões, quando interseccionadas, constituem desafios agudos à representação feminina
    negra na luta sindical, podendo, entretanto, colidir um enfrentamento a partir de práticas
    educacionais críticas, reflexivas e continuadas, que rompem com percepções alienadas sobre
    a realidade.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation aims to investigate the relationship between education and women's
    participation in the trade union movement, specifically regarding the representativeness of
    black women in the Central Única dos Trabalhadores and the Sindicato dos Trabalhadores
    nas Indústrias de Papel e Celulose da Bahia. Based on the influence of studies about the
    intersection between race, gender and class, and studies about education, I analyze the
    Brazilian women in trade unionism, based on the institutional politics of CUT and its
    unfoldings in CUT. The research is based on my empirical experience, and it has a scientific
    character through a quali-quantitative and exploratory methodology, systematized by the
    application of online questionnaires and educational workshops. During the research, through
    CUT's institutional publications, I analyze the process of consolidation and implementation
    of the policy of quotas and parity in this central, in search of possible contradictions between
    the legal text and its effective implementation, considering representativeness as an analytical
    category and key to understanding. As a result, I outline a theoretical approach that sheds
    light on the topics: social class, emancipatory education, labor movement, race, gender, and
    social movement. At the end, the work leads to the conclusion that the multiple oppressions,
    when intersected, constitute acute challenges to female representation in the union struggle,
    and may, however, collide with a confrontation from critical, reflective, and continued
    educational practices, which break with alienated perceptions about reality.

40
  • CHARLENE RIBEIRO DE SOUZA
  • TRAJETÓRIAS DE ESTUDANTES DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO COLÉGIO MUNICIPAL PROFESSORA NAIR SAMBRANO BEZERRA EM SANTA CRUZ CABRÁLIA/BA

     

  • Orientador : FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • ROSEMEIRE DE OLIVEIRA SOUZA
  • Data: 30/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa tem por objetivo apreender os sentidos atribuídos à alfabetização pelos estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Para tanto, apropria-se da pesquisa qualitativa através da ferramenta teórico-conceitual: história de vida. O universo da pesquisa é constituído por seis estudantes que frequentam a turma de alfabetização (1ª etapa e 2ª etapa) do Colégio Municipal Professora Nair Sambrano Bezerra em Santa Cruz Cabrália/Ba. Buscamos investigar as histórias de vida dos sujeitos parceiros por acreditar que é no diálogo que reside a narrativa do sujeito; suas interpretações, seus modos de estar e compreender o mundo; a melhor forma de aproximação horizontal entre pesquisador/pesquisado, de modo a compreender, em última instância, os contextos sociais e de gênero que levaram os educandos a ingressar no ensino regular tardiamente e qual o significado da alfabetização para eles. Para tanto, discorremos sobre o cenário da EJA no Brasil até delimitar o panorama da modalidade no município estudado e apresentaremos a situação da educação em cada escola municipal que trabalha com a Educação de Jovens e Adulta para enfim aprofundarmos na descrição do colégio objeto de análise. Como produto final apresentaremos um livro ilustrado digital contendo as histórias de vida coletadas nas entrevistas para ser utilizado em sala de aula, a fim de motivar outros alunos que, assim como os parceiros da pesquisa, se desafiam a cada dia com o propósito de se alfabetizar.


  • Mostrar Abstract
  • HISTÓRIAS DE VIDA: TRAJETÓRIAS DOS ESTUDANTES DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO COLEGIO MUNICIPAL PROFESSORA NAIR SAMBRANO BEZERRA EM SANTA CRUZ CABRÁLIA-BA 

41
  • AELSIO PEREIRA DE ALMEIDA
  • CIBERCULTURA E EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA: UMA ANÁLISE DOS FAZERES NO/DO COLÉGIO ESTADUAL INDÍGENA KIJETXAWÊ ZABELÊ

  • Orientador : PAULO DE TASSIO BORGES DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE DE ALMEIDA REGO
  • CÉLIA APARECIDA BETTIOL
  • Luzineide Miranda Borges
  • PAULO DE TASSIO BORGES DA SILVA
  • Data: 30/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • Cibercultura e Educação Escolar Indígena: uma análise dos fazeres no/do Colégio Estadual Indígena Kijetxawê Zabelê é uma pesquisa que se insere nas atividades do Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais – PPGER, no Instituto de Humanidades, Artes e Ciências – IHAC da Universidade Federal do Sul da Bahia – UFSB. A mesmo tem como objetivo geral: analisar as práticas educativas e os aspectos da/na Cibercultura no/do Colégio Estadual Indígena Kijetxawê Zabelê, sediada no município do Prado-BA; e como objetivos específicos: a) Identificar as práticas culturais cotidianas que envolvem as comunidades Indígenas, abrangidas pelo Colégio Estadual Indígena Kijetxawê Zabelê; b) Analisar os materiais didáticos e paradidáticos, produzidos pelos(as) docentes, discentes na cibercultura; c) Contribuir com as demandas do Colégio Estadual Indígena Kijetxawê Zabelê para o ensino remoto durante a pandemia. A pesquisa utiliza procedimentos metodológicos da pesquisa-ação, juntamente com a etnografia virtual e etnoprintgrafia. Assim, tivemos como campo empírico a participação em conferências e encontros virtuais para a observação e diálogo com os (as) docentes, discentes indígenas com vistas à reelaboração coletiva do site, bem como etnoprintgrafias em canais do Youtube, sites e páginas de redes sociais, registrando as práticas ciberculturais realizadas pelo Colégio e seus/suas membros (as).


  • Mostrar Abstract
  • Cyberculture and Indigenous School Education: an analysis of the activities at / of the Colégio Estadual Indígena Kijetxawê Zabelê is a research that is part of the activities of the Postgraduate Program in Teaching and Ethnic-Racial Relations - PPGER, at the Institute of Humanities, Arts and Sciences - IHAC at the Universidade Federal da Bahia - UFSB. The same has as general objective: to analyze the educational practices and the aspects of / in Cyberculture at / of the Colégio Estadual Indígena Kijetxawê Zabelê, based in the municipality of Prado-BA; and as specific objectives: a) To identify the daily cultural practices that involve Indigenous communities, covered by the Colégio Estadual Indígena Kijetxawê Zabelê; b) To analyze the didactic and paradidactic materials, produced by the teachers, students in cyberculture; c) Contribute to the demands of the school, remodeling the “Edições Zabelês” website, with specific tabs for remote teaching during the pandemic, hosting materials such as didactic sequences, lesson plans, photographs and multimedia materials produced by students, teachers and communities that make up the Colégio Estadual Indígena Kijetxawê Zabelê. The research uses methodological procedures of action research, together with virtual ethnography and ethnoprinting. Thus, we had as an empirical field the participation in conferences and virtual meetings for observation and dialogue with teachers, indigenous students with a view to the collective re-elaboration of the site, as well as ethno-printings on YouTube channels, websites and social networking pages, recording cybercultural practices carried out by the College and its members.

42
  • ANGELO SANTOS DO CARMO
  • Processos históricos e culturais na comunidade indígena Pataxó Aldeia Velha e as contribuições na educação escolar indígena

  • Orientador : EDSON KAYAPÓ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA DE SOUSA
  • Barbara Nascimento Flores
  • EDSON KAYAPÓ
  • Data: 30/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • O estudo intitulado "Os processos‌ ‌Históricos‌ ‌e‌ ‌Culturais‌ ‌na‌ Comunidade‌ ‌Indígena‌ ‌Pataxó‌ ‌Aldeia‌ ‌Velha‌ ‌e‌ ‌suas implicações ‌na‌ ‌Educação‌ ‌Escolar‌ ‌Indígena",‌ é o resultado das sistemáticas pesquisas realizadas na aldeia e em outros espaços institucionais, e sobretudo é fruto do acúmulo de experiências da minha trajetória de pertencimento e de liderança no movimento indígena. Utilizando os pressupostos teórico-metodológicos que passam pela etnografia, pela história oral e pelas análises de fontes oficiais, dialogadas com a bibliografia selecionada, busca-se compreender as relações da escola da aldeia com os conhecimentos tradicionais- com os saberes dos anciões, dos pajés, das benzedeiras, das parteiras, das lideranças e demais grupos que compõem o seu cotidiano, sem desconsiderar as contradições e os desafios próprios dessas relações. Os professores da escola e a comunidade estão empenhados em romper com a colonialidade de saber, e assim focam na construção da educação escolar indígena diferenciada, bilíngue, intercultural, específica e comunitária, é um dos desafios é encontrar o caminho que viabilize o diálogo das ciências com os saberes tradicionais, garantindo uma educação de qualidade, que forme para a autonomia e para a autodeterminação do povo Pataxó. A pesquisa evidencia os caminhos dessa construção, e no bojo das análises emergirá a história do povo Pataxó, a constituição histórica da Aldeia Velha, a organização da coletividade Pataxó, os saberes tradicionais e os avanços no campo educacional‌ como a revitalização da língua Patxohã, a construção da infraestrutura da escola, a formação inicial e continuada do corpo docente e os processos de contratação dos servidores da escola. O produto final apresentado será uma publicação virtual, de caráter didático-pedagógico sobre a história e os saberes do povo Pataxó da Aldeia Velha, que terá será alojada no site pedagógico da Secretaria Municipal de Educação de Porto Seguro, organizada para atender tanto às demandas da escola indígena quanto as escolas não indígenas do município, convergindo com a perspectiva da educação escolar indígena diferenciada e com a determinação da Lei 11645/08, que estabelece a obrigatoriedade do estudo da História e cultura afro-brasileira e indígena nas escolas.


  • Mostrar Abstract
  • The study entitled "Historical‌‌ór‌ór‌‌‌ult‌ultult‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌ Community‌ ‌Indigenous‌ ‌Pataxó‌ ‌Aldeia‌ ‌Velha‌ ‌e‌ ‌suas implications ‌na‌ ‌Education‌ ‌School‌ ‌Indigenous ", ‌ is the result of systematic research carried out in the village and in other spaces institutional, and above all it is the result of the accumulation of experiences my trajectory of belonging and leadership in the movement indigenous. Using the theoretical-methodological assumptions that pass through ethnography, oral history and analysis of sources dialogues with the selected bibliography, we seek to understand the relations of the village school with the knowledge traditional - with the knowledge of the elders, the shamans, the healers, midwives, leaders and other groups that make up their everyday life, without disregarding the contradictions and challenges of those relationships. School teachers and the community are committed to breaking with the coloniality of knowledge, and thus focus on construction of differentiated, bilingual, indigenous school education intercultural, specific and community, one of the challenges is to find the path that enables the dialogue between sciences and knowledge traditional, guaranteeing a quality education, that trains for the autonomy and self-determination of the Pataxó people. The search evidences the paths of this construction, and in the midst of the analyzes the history of the Pataxó people will emerge, the historical constitution of the Village Velha, the organization of the Pataxó community, traditional knowledge and advances in the educational field‌ such as the revitalization of the language Patxohã, the construction of the school infrastructure, initial training and continued use of the teaching staff and the hiring processes of school servers. The final product presented will be a publication didactic-pedagogical character about history and knowledge of the Pataxó people of Aldeia Velha, which will have will be hosted on the site of the Porto Seguro Municipal Education Secretariat, organized to meet both the demands of the indigenous school and the non-indigenous schools in the municipality, converging with the perspective of differentiated indigenous school education and with the determination of the Law 11645/08, which establishes the obligation to study history and Afro-Brazilian and indigenous culture in schools.

     

43
  • SHEILA KATRINI FERRARI VISCONDE
  • A Matemática e o conhecimento de Povos de Terreiro: um diálogo necessário para as práticas de Ensino/Aprendizagem

  • Orientador : FRANCISCO DE ASSIS NASCIMENTO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMANDA CASTRO OLIVEIRA
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • FRANCISCO DE ASSIS NASCIMENTO JUNIOR
  • Data: 30/11/2021
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação, incompleta, investiga as diferenças étnicas, culturais e religiosas do Povo de Umbanda nas relações de ensino/aprendizagem da Matemática no contexto da educação brasileira. Fazendo uma reflexão dos estudos culturais no Ensino da Matemática, trata de uma demanda cada vez mais urgente, tanto no nível acadêmico como na prática escolar, considerando a necessidade de implementação de políticas públicas destinadas ao apoderamento do sujeito em seu ambiente escolar, respeitando sua origem, sua cultura como um todo. E mostrando que é possível abranger o ensino da Matemática, além do quadro negro e livros, utilizando a cultura religiosa como argumento para uma aula prática, criativa e longe do padronizado sistema educacional. Desconstruindo pensamentos enraizados sobre o ensino de Matemática, através de uma perspectiva Freiriana com bases da Escola da Alegria de Georges Snyders. Buscando, que, o sujeito oprimido aqui citado, tenha voz e através de sua cultura aprenda um pouco mais sobre a disciplina, desconstruindo o pensamento, de que a Matemática seja uma ciência exata ríspida, onde o certo não existe variável para o errado, e de que para dominá-la devem ser expert no assunto, e assim sair da ignorância sobre a cultura religiosa umbandista.


  • Mostrar Abstract
  • The present dissertation, incomplete, investigates the ethnic, cultural and religious differences of the People of Umbanda in the teaching / learning relations of Mathematics in the context of Brazilian education. Reflecting on cultural studies in Mathematics Education, it addresses an increasingly urgent demand, both at the academic level and in school practice, considering the need to implement public policies aimed at empowering the subject in their school environment, respecting their origin , your culture as a whole. And showing that it is possible to cover the teaching of mathematics, in addition to the blackboard and books, using religious culture as an argument for a practical, creative class and away from the standardized educational system. Deconstructing rooted thoughts about the teaching of Mathematics, through a Freirian perspective based on the School of Joy of Georges Snyders. Seeking that, the oppressed subject mentioned here, have a voice and through his culture learn a little more about the discipline, deconstructing the thought, that Mathematics is a harsh exact science, where the right does not exist variable for the wrong, and that in order to master it, they must be experts on the subject, and thus leave ignorance of Umbanda religious culture.

44
  • JOELMA ALMEIDA DOS SANTOS
  • Mestras dos saberes: trajetórias e práticas das mulheres negras marisqueiras no município de Valença - BA.

  • Orientador : FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA LÍCIA DE SANTANA STOPILHA
  • FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • LIDYANE MARIA FERREIRA DE SOUZA
  • MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA LOPES
  • Data: 01/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação apresenta o resultado de investigações que têm como objetivo analisar os processos de vivências e as formas que as marisqueiras residentes do município de Valença-BA – mestras dos saberes – articulam e compartilham seus conhecimentos. Dessa forma, a pesquisa tem como lócus a própria enunciação das mestras dos saberes, ou seja, suas narrativas foram coletadas, descritas e analisadas. Tais narrativas revelam suas histórias de vida, saberes, experiências e a relação com a natureza, visto que o grupo de marisqueiras é considerado uma comunidade tradicional, pois suas práticas e modos de sobrevivência dependem de elementos encontrados na natureza, além do mais, são resultados de saberes produzidos pela interação delas com esse ecossistema. A pergunta norteadora dessa pesquisa é: de que forma as mestras dos saberes, do município de Valença-BA, constroem, vivenciam e compartilham seus conhecimentos? Em busca de responder tal questão, além de analisar as narrativas das marisqueiras, também dialogamos com autores como: Antônio Carlos Diegues, Victor Hugo A. Lima, Juliana Santilli, Ana Lícia da S. Stopilha, Thais Mara D. Gomes, Maria de Fátima Fernandes Brasão, Iaskara Regina R. Saldanha, Daniela Barros Pontes e Silva, dentre outros. No aspecto metodológico, lançamos mão da História Oral baseada nas narrativas das marisqueiras, colocando em destaque suas experiências de vida e seus saberes constituídos na prática da mariscagem. Também foi realizada uma pesquisa bibliográfica, documental e empírica. Logo, este estudo busca dar visibilidade ao grupo de marisqueira, aos seus saberes e práticas ancestrais, que tanto se fazem presentes na comunidade valenciana.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation presents the result of investigations that aim to analyze the processes of experiences and the ways that shellfish gatherers residing in the municipality of Valença-BA – masters of knowledge – articulate and share their knowledge. Thus, the research has as its locus the enunciation of the masters of knowledge, that is, their narratives were collected, described and analyzed. Such narratives reveal their life stories, knowledge, experiences and relationship with nature, as the group of shellfish gatherers is considered a traditional community, as their practices and ways of survival depend on elements found in nature, moreover, they are results knowledge produced by their interaction with this ecosystem. The guiding question of this research is: how do the masters of knowledge, from the municipality of Valença-BA, build, experience and share their knowledge? In order to answer this question, in addition to analyzing the narratives of the shellfish gatherers, we also dialogued with authors such as: Antônio Carlos Diegues, Victor Hugo A. Lima, Juliana Santilli, Ana Lícia da S. Stopilha, Thais Mara D. Gomes, Maria de Fátima Fernandes Brasão, Iaskara Regina R. Saldanha, Daniela Barros Pontes e Silva, among others. In the methodological aspect, we make use of Oral History based on the narratives of the shellfish gatherers, highlighting their life experiences and their knowledge constituted in the practice of shellfishing. A bibliographical, documental and empirical research was also carried out. Therefore, this study seeks to give visibility to the group of shellfish gatherers, their knowledge and ancestral practices, which are so present in the Valencian community.

45
  • MIRIAM CONCEIÇÃO DA SILVA
  • A História do Movimento Negro em Porto Seguro Bahia: a influência do Instituto Sociocultural Brasil Chama África no Processo de Criação da Política Municipal de Igualdade Racial

  • Orientador : FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MARINA PEREIRA DE ALMEIDA MELLO
  • Data: 03/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa, de cunho qualitativo e exploratório, apresenta dados e referencias históricos que apontam a influência do Instituto Sociocultural Brasil Chama África (ISBCA), no processo de implementação e efetivação de políticas públicas municipais de promoção da igualdade racial na cidade de Porto Seguro, Bahia. Foca-se na identificação de ações que corroboraram a divulgação e incentivo à aplicação da Lei 10.639/03, bem como para a criação da Superintendência e da Coordenação de Promoção da Igualdade Racial no Município. Objetiva-se a criação de um livro digital e impresso como fonte de pesquisa a ser disponibilizado a docentes, estudantes, historiadores/as, movimentos negros organizados, com referências historiográficas pertinentes à luta do povo negro no Município. À construção do Catálogo amplia-se indo além da identificação da criação e das ações promovidas pelo ISBCA, ao apontar parcerias e a participação da comunidade no processo de municipal de concretização de políticas voltadas para as questões étnico-raciais.


  • Mostrar Abstract
  • This qualitative and exploratory research presents historical data and references that point to the influence of the Sociocultural Institute Brasil Chama África (ISBCA) in the process of implementing and realization Municipal Public Policies for the Promot ion of Racial Equality in the City of Porto Seguro, Bahia. It focuses on identifying actions that support the dissemination and encouragement of the application of Law 10.639/03, as well as for the creation of the Superintendence and the Coordination for the Promotion of Racial Equality in the Municipality in the year.... The aim is to create a digital and printed book as a source of research to be made available to teachers, students, historians, organized black movements, with historiographic references relevant to the struggle of black people in the city. The construction of the Catalog goes beyond the identification of the creation and actions promoted by the ISBCA, by pointing out partnerships and community participation in the municipal process of implementing policies aimed at ethnic-racial issues.

46
  • VALTIANGELI RODRIGUES DA SILVA MOITINHO
  • O ENSINO DE MATEMÁTICA e o aprendizado dentro de uma perspectiva decolonial

  • Orientador : FRANCISCO DE ASSIS NASCIMENTO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EMERSON FERREIRA GOMES
  • FRANCISCO DE ASSIS NASCIMENTO JUNIOR
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • Data: 03/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa se debruça em refletir sobre a prática de ensino de matemática numa perspectiva decolonial, buscando identificar estruturas características do processo colonizador na educação, e reconhecer as múltiplas expressões de identidades e saberes existentes, que possibilitem uma percepção crítica da colonialidade a que alunos/as e professores/as foram historicamente submetidos/as. Com o suporte de referenciais teóricos sobre a temática, dando ênfase àqueles com perspectiva decolonial, são apresentados os conceitos de colonialismo, colonialidade e decolonialidade, segundo Candau (2010), Pinheiro (2018), Mignolo (2005) e Quijano (2009), dentre outros. Para embasar as relações de poder e a satisfação do educando, são mobilizados Freire (1987; 2017) e Snyders (1988), que destacam a importância da valorização do conhecimento e do saber que cada educando traz consigo para o espaço escolar. Na perspectiva desses autores, essessaberes não podem ser desconsiderados no processo de construção de conhecimento, mesmo no ensino de matemática. É a partir desse reconhecimento e valorização, que alunos/as se sentirão mais contemplados e estimulados a novas experiências e aprendizados. Do ponto de vista metodológico, trata-se de uma pesquisa explicativa, viabilizada por uma revisão de literatura e pesquisa Ex post facto, ancorada na experiência e trajetória da pesquisadora, enquanto professora/aluna. Como resultado final da pesquisa e contributo prático à educação, é disponibilizado um minicurso, com carga horária de 20 horas, intitulado “Descolonizando a Matemática: da reflexão à ação”, que tem por objetivo provocar em educadores/as da educação básica da rede pública de ensino uma reflexão-ação sobre as bases de sua formação profissional, num exercício de olhar para si, identificar aspectos da colonialidade em sua prática docente e, sobretudo, como, a partir de novas epistemologias e metodologias decoloniais, podem contribuir efetivamente para o desenvolvimento integral dos seus alunos/as. Caracteriza-se, portanto, como um convite para que educadores/as repensemcriticamente a escola e suas bases, e se lancem no desafio de lecionar sob novas perspectivas.


  • Mostrar Abstract
  • In this research, I propose to reflect on the practice of teaching mathematics in a decolonial perspective, aiming to identify structures characteristic of the colonizing process, and from the criticism of these, provide opportunities and recognize the multiple expressions of identities and knowledge that allow a rupture of coloniality that students and teachers are subjected daily. With the support of theoretical references on the theme, emphasizing those with a decolonial perspective, I mobilize the concepts of colonialism, coloniality and decoloniality, according to Candau (2010), Pinheiro (2018), Mignolo (2005), Quijano (2009), among others. To address the power relations and the satisfaction of the student in the school space, I go with the thought of Freire (1987; 2017) and Snyders (1988), who highlight the valorization of knowledge and knowledge that each student brings with him, since these knowledge cannot be disregarded in the knowledge construction process, even in the teaching of mathematics, as this knowledge needs to be added so that students feel contemplated and stimulated to new experiences and learning. Therefore, in addition to this theoretical-epistemological contribution, I use my experience and autobiographical trajectory as a teacher / student as a research method, which is characterized by an explanatory research, made possible by bibliographic research and Ex post fact research. As a proposal and scientific contribution, my intention is to provoke, in educators and educators - especially those who teach mathematics - a reflection on the bases of their professional training, in an exercise of looking at themselves, identifying aspects of coloniality in their teaching practice and above all, how, based on new decolonial methodologies, to effectively contribute to the integral development of its students.

47
  • JEANE BORGES DOS SANTOS
  • “HÍSTÓRIA DE VIDA: DECOLONIALIDADE DOS SABERES, MEMÓRIA E ANCESTRALIDADE NO QUILOMBO BARRO PRETO-JEQUIÉ/BA

  • Orientador : ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANA MARIA DE ABREU BARBOSA
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • Data: 08/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho consiste investigar junto à comunidade quilombola do Barro Preto em Jequié/BA os aspectos históricos, sociais, culturais e políticos que fazem parte da vivência e memória da comunidade. Assim sendo, partimos do princípio de que os territórios quilombolas são espaços marcados pela ancestralidade africana, pela resistência e pelos saberes tradicionais. Nesse sentido, esses saberes necessitam ser valorizados, pois a história oficial procurou retratar o ponto de vista unicamente representado pela visão europeia. Na contramão desse pensamento colonial, os estudos decoloniais buscam valorizar os saberes não eurocentrados, que resistiram ao processo de colonização do saber/poder. Nesse contexto, procuraremos perceber como se manifestam esses saberes decoloniais no Barro Preto, para tanto, pesquisa se dará a partir das narrativas de vida de moradores mais velhos, ou seja, àqueles que guardam na memória a história e os saberes ancestrais da comunidade.


  • Mostrar Abstract
  • The present work consists of investigating together with the quilombola community of Barro Preto in Jequié / BA the historical, social, cultural and political aspects that are part of the community's experience and memory. Therefore, we assume that quilombola territories are spaces marked by African ancestry, resistance and traditional knowledge. This way, this knowledge needs to be valued, as the official history sought only to portray the point of view represented by the European vision. Against this colonial thought, decolonial studies seek to value non-Eurocentric knowledge, which resisted the process of colonization of knowledge / power. In this context, we will try to understand how this decolonial knowledge is manifested in Barro Preto, (Black Clay) for this purpose, the research will take place from the life narratives of older residents, that is, those who keep the history and ancestral knowledge of the community in memory.

48
  • ANDRE DE JESUS LIMA
  • O protagonismo negro como centro de saber e poder: por ensino de hsitória afrocentrada nas terras eunapolitanas

  • Orientador : JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • CÉLIA SANTANA SILVA
  • Data: 09/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Enquanto elemento pertencente ao cotidiano, o racismo ainda é fator estruturante de silenciamentos no ambiente escolar, onde o pensamento negro em suas mais diversas vertentes mostra-se inserido em uma atmosfera densa de estereótipos e preconceitos. Imbuída destes pressupostos, a presente pesquisa objetiva investigar as concepções acerca de África, raça e racismo de estudantes em uma turma de 9º ano do ensino fundamental em uma escola pública do município de Eunápolis/BA, sobretudo observando os (re)posicionamentos discentes sobre o tema ao longo das atividades desenvolvidas, utilizando este trabalho como um aperfeiçoamento da prática docente. Para isso, é apresentada uma proposta de Ensino de História Afrocentrado que dialoga a importância de um reposicionamento epistêmico em aulas de História da África por trazer uma perspectiva africana de saberes tal qual nos fala o historiador OLIVA (2007). Tal proposta circunscreve-se na Lei 10.639/03 e nas diretrizes para a educação das Relações Étnico-Raciais no Brasil. Enquadra-se nos parâmetros curriculares da BNCC, dialogando uma educação antirracista em MUNANGA (2005) e GOMES (2005), pautado numa educação para a liberdade apoiada em hooks (2013) e FREIRE (1967). Para atender às demandas de um ensino remoto durante a pandemia da COVID-19, o artefato metodológico a ser utilizado nas aulas consiste em um e-book produzido de forma autoral através de pesquisas bibliográficas que contextualizem as independências africanas do século XX por intermédio do pensamento de intelectuais negros como Frantz Fanon, Kwame Nkrumah e Amilcar Cabral, entendendo as heranças coloniais do racismo deixadas nos reflexos que temos da África. Busca entender o pensamento africano por trás das lutas pela libertação, dialogando tais epistemologias em uma ecologia de saberes conforme SANTOS (2007).


  • Mostrar Abstract
  • As an element that belongs to everyday life, racism is still a structuring factor for silencing in the school environment, where black thought in its most diverse aspects is shown to be inserted in an atmosphere dense with stereotypes and prejudices. Imbued with these assumptions, this research aims to investigate the conceptions about Africa, race and racism of students in a 9th grade class of elementary school in a public school in the city of Eunápolis/BA, especially by observing the (re)positioning of students about the theme throughout the activities developed, using this work as an improvement in teaching practice. For this, a proposal for Afro-centered History Teaching is presented, which dialogues the importance of an epistemic repositioning in African History classes by bringing an African perspective of knowledge as the historian OLIVA (2007) tells us. This proposal is circumscribed in Law 10.639/03 and in the guidelines for the education of Ethnic-Racial Relations in Brazil. It fits into the BNCC curriculum parameters, dialoguing an anti-racist education in MURANGA (2005) and GOMES (2005), based on an education for freedom supported by hooks (2013) and FREIRE (1967). To meet the demands of remote learning during the COVID-19 pandemic, the methodological artifact to be used in the classes consists of an e-book produced in an authorial way through bibliographical research that contextualizes the African independences of the 20th century through thought of black intellectuals like Frantz Fanon, Kwame Nkrumah and Amilcar Cabral, understanding the colonial legacy of racism left in the reflections we have in Africa. It seeks to understand the African thought behind the struggles for liberation, dialoguing such epistemologies in an ecology of knowledge according to SANTOS (2007).

49
  • GILMARIA DA CRUZ MENEZES
  • A importância da criação de um instrumento pedagógico para acolhimento dos/as estudantes com Anemia Falciforme

  • Orientador : MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • LETÍCIA MARIA DE SOUSA PEREIRA
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • Data: 10/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa, de cunho qualitativo e exploratório, apresenta dados e referências bibliográficas que apontam a presença  de doentes falcêmicos no contexto da aprendizagem escolar brasileira e as dificuldades por estes/as encontradas ao exercício das práticas cotidianas em sala de aula. Foca-se na demanda identificada, especificamente  no município de Porto Seguro e realiza-se por amostragem na  Escola Municipal do Cambolo, com o intuito de criação de um Protocolo para Atendimento a ser disponibilizado a docentes, coordenadores/as pedagógicos/as e diretores/as das unidades escolares do município, auxiliando-os no trato cotidiano com estudantes falcêmicos/as. À construção deste  Protocolo utilizou-se questionários direcionados a alunos/as, professores/as, pais e coordenadores/as e referem-se ao conhecimento prévio destes sobre questões referentes a Anemia Falciforme, busca-se, também, identificar a formação acadêmica e outras relações sociais, econômicas e culturais destes/as, a fim de adentrar na vivência cotidiana e no convívio nos ambientes escolares de Porto Seguro, em consonância com as normas legais que regem a inclusão e a Promoção da Igualdade Racial no Brasil.


  • Mostrar Abstract
  • This qualitative and exploratory research presents data and bibliographical references that point to the presence of sickle cell patients in the context of Brazilian school learning and the difficulties they face when exercising daily practices in the classroom. It focuses on the identified demand, specifically in the municipality of Porto Seguro and is carried out by sampling at the Municipal School of Cambolo, with the aim of creating a Protocol for Service to be made available to teachers, pedagogical coordinators and directors those of school units in the municipality, helping them in the daily treatment of sickle cell students. To build this Protocol, questionnaires were used aimed at students, teachers, parents and coordinators and refer to their previous knowledge about issues related to Sickle Cell Anemia, it also seeks to identify academic and other training. social, economic and cultural relations of these people, in order to consciously enter the daily life and interaction in the school environments of Porto Seguro, in line with the legal norms that govern the inclusion and the Promotion of Racial Equality in Brazil.

50
  • JODILCE PEREIRA DOS SANTOS
  • ANEMÃVÊY UĨ PAKHÊ TXIHIHÃE PATAXÓ EM COROA VERMELHA: Casamento na cultura indígena Pataxó em Coroa Vermelha

  • Orientador : FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDSON KAYAPÓ
  • FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • ROSEMEIRE DE OLIVEIRA SOUZA
  • Data: 13/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa direcionar-se-á pela proposta de compreensão de casamento entre os povos indígenas da etnia Pataxó, mais particularmente, aqueles localizados no aldeamento em Coroa Vermelha, a partir da pesquisa bibliográfica e história oral como metodologias que concede a visibilidade do protagonismo do povo indígena Pataxó, a essência da memória a partir de um estudo de caso, fundamentado na observação participativa com o objetivo de visualizar os fatores que provocam a mudança quanto ao processo cultural da referida etnia indígena no tocante à concepção do casamento, enquanto aspecto cultural e estruturante da referida comunidade, observar mais sobre o modo e processo pelo qual se constitui e é realizado o casamento indígena Pataxó de Coroa Vermelha tanto na forma tradicional como na atualidade. Na tentativa de proporcionar subsídios que constitua vínculos históricos entre o passado, memórias, o presente e as contribuições de uma integração e interação para a formação étnico-racial-histórico-social para o futuro dos povos originários participaram de entrevistas pertencentes do povo Pataxó e os anciãos que nos proporcionou seu olhar para assim (re) pensar a necessidade de conhecer a cultura dos povos Pataxó, como povo guerreiro para respeitá-la em todos os aspectos e espaços de aprendizagem na aldeia e tendo a escola como espaço de resistência. Visto que, as culturas se adaptam às mudanças e aos processos pelas quais se formam, transformam sua interpretação em ação visível, através do exemplo vivido para a população indígena e demais etnias como um todo, permitindo a ampliação do conhecimento sobre práticas e experiências desenvolvidas na Educação Escolar Indígena.

     

     


  • Mostrar Abstract
  • This research will be guided by the proposal to understand marriage among the indigenous Pataxó people, more particularly those located in the village of Coroa Vermelha, based on bibliographic research and oral history as methodologies that give visibility to the protagonism of the Pataxó indigenous people, the essence of memory from a case study, based on participative observation with the objective of visualizing the factors that cause the change in the cultural process of the said ethnic group with regard to the conception of marriage, as a cultural and structuring aspect of the said community, to observe more about the way and process by which the Pataxó de Coroa Vermelha indigenous marriage is constituted and carried out, both in the traditional form and today. In an attempt to provide subsidies that constitute historical links between the past, memories, the present, and the contributions of an integration and interaction for the ethnic-racial-historical-social formation for the future of the original peoples, we participated in interviews belonging to the Pataxó people and the elders who gave us their look to (re) think about the need to know the culture of the Pataxó peoples, as a warrior people to respect it in all aspects and spaces of learning in the village and having school as a space of resistance. Since cultures adapt to the changes and processes by which they are formed, they transform their interpretation into visible action, through the example lived for the indigenous population and other ethnicities as a whole, allowing the expansion of knowledge about practices and experiences developed in Indigenous School Education.

     

     

51
  • ADSON RODRIGUES DE OLIVEIRA
  • Competência e habilidades para o trabalho com a Lei 11.645/08: negros e indígenas na formação dos professores do Colégio Nair Sambrano Bezerra

  • Orientador : FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDSON KAYAPÓ
  • FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • ROSEMEIRE DE OLIVEIRA SOUZA
  • Data: 13/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa tem como objetivo empreender uma análise sobre a formação dos professores do Colégio Municipal Professora Nair Sambrano Bezerra em relação às temáticas relativas à Lei 11.645/08, no que tange ao ensino de conteúdos relativos à história das populações afro-brasileiras e indígenas. A intenção é propor e executar como produto final, a partir de análise apurada de necessidades, um curso de capacitação para esses profissionais, voltado para dirimir as suas dificuldades no fazer cotidiano, no que diz respeito ao trabalho com a Lei 11.645/08, assim como capacitá-los para o combate ao racismo estrutural.


  • Mostrar Abstract
  • The research aims to undertake an analysis on the training of teachers of the Municipal College Professor Nair Sambrano Bezerra in relation to issues related to the Law 11.645/08, regarding the teaching of content related to the history of Afro-Brazilian and indigenous populations. The intention is to propose and execute as a final product, based on an accurate analysis of needs, a training course for these professionals, aimed at resolving their difficulties in their daily work with Law 11,645/08, as well as training them to combat structural racism.

52
  • ARTHUR LUHR MELLO
  • BRANQUITUDE E EDUCAÇÃO: Pensando a desconstrução do privilégio branco na Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB)

  • Orientador : ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • Ana Helena Ithamar Passos
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • Data: 13/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • O texto a seguir é composto de memorial crítico-descritivo e artefato tecnológico-educacional, os quais problematizam o privilégio branco e o racismo estrutural em espaço de poder institucionalizado, a saber, a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). A pergunta que fomenta o trabalho é: Como o privilégio branco se manifesta em uma universidade cuja proposta inaugural é ser popular, inclusiva e pluriepistêmica? Na primeira parte do trabalho, relata de forma crítica os privilégios do autor da pesquisa, um sujeito branco, desde a infância até sua entrada na universidade e, na segunda parte, descreve principais experiências e atividades curriculares desenvolvidas como estudante no Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais (PPGER). Na sequência apresenta entrevistas semiestruturadas realizadas com discentes e docentes da UFSB, com vistas a ilustrar o que a comunidade acadêmica da UFSB pensa em relação ao privilégio branco e seus desdobramentos. A seção quatro justifica e descreve o projeto de intervenção, a saber, o evento técnico-científico “I Seminário Estudos da Branquitude, realizado entre os dias 24 a 27 de agosto de 2021. Por fim, apresenta o artefato tecnológico-educacional desenvolvido a partir de pesquisa/intervenção, qual seja, uma ementa para componente de pós-graduação da UFSB, denominada “Estudos da Branquitude”.


  • Mostrar Abstract
  • In this document sent to the Master's Qualification Program panel in Teaching and Race Relations, the reader will find the following texts: “Whites, whiteness and white privilege: Dissertations and Theses on the theme in Brazil” (State of the Art), “About White Privilege: from Childhood through University” (Autobiographical Article), and “Intervention Research Project: Whiteness Studies” (Research / Intervention). The first text comprises a mapping of theses and dissertations that addresses the concepts of whites, whiteness and white privilege in Brazil. The second is an autobiographical article that questions how whiteness was manifested in different social spaces such as school, work and university throughout my life. The third is intended to present and discuss strategies about a research-intervention project to be carried out within the aforementioned master's degree program, seeking to collaborate with the deconstruction of white privilege in Higher Education, by producing a technical / scientific event to be developed at the Federal University of Southern Bahia, called “Estudos da Branquitude” and subsequent preparation of a course program for an interdisciplinary component entitled “Estudos da branquitude” to be offered during undergraduate requirements at UFSB.

53
  • TAYNAH MELO LIMA DE QUEIROZ
  • DANÇAVIVÊNCIAS: PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS DECOLONIAIS EM ESPAÇOS NÃO-FORMAIS DE APRENDIZAGEM ITABUNA

  • Orientador : CLEBER RODRIGO BRAGA DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLEBER RODRIGO BRAGA DE OLIVEIRA
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • Piedade Lino Videira
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • Data: 14/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • O presente memorial dissertativo parte de uma investigação sobre práticas

    decoloniais em processos de criação. Possui caráter artístico-pedagógico e de

    aprendizagem contínua. Buscou-se aqui explorar o potencial educativo do pensarfazer

    arte. Deste modo, foram criadas dançavivências registradas em nove vídeos e

    foi elaborada a ação cênica – ASAS – no processo de construção coletiva em

    espaços de educação não-formal. O exercício foi direcionar a atenção para

    narrativas anunciadas nas criações, consciente das vivências ancestrais e dos

    atravessamentos coloniais. Para tal realização, a escrevivência foi uma das

    metodologias escolhidas para dissertar sobre a intervenção

    artísticapedagógica. Junto a ela a pesquisa guiada pela prática e a noção de

    desmétodo acompanharam tanto a criação cênica quanto a elaboração teórica.

    Dessa maneira acontece o cruzamento das áreas da Educação, da Dança, da

    Literatura e do Teatro para analisar o encontro dessas fronteiras borradas na

    encruzilhada que passa pelos estudos decoloniais. O produto pedagógico resultante

    da investigação consiste em procedimentos metodológicos compartilhados junto ao

    registro das experiências no site Criação com Dança. Acompanha também o

    documentário da criação da ação cênica ASAS, construída em colaboração com

    nove artistas de Ilhéus. Assim, a pesquisa é o registro da minha errância que se

    desdobra no encontro com quinze pessoas criadoras ao longo de dois anos de

    caminhada e experimentações cênicas que reelaboram os nossos viveres.


  • Mostrar Abstract
  • This essay memorial is part of an investigation into possible decolonial practices to

    experience processes of creation. It has an artistic-pedagogical character and

    continuous learning mediated by the creation processes with dance. Here, we sought

    to understand the educational potential of thinking-making art. Thus, dançavivências

    recorded in nine videos were created and the scenic action – ASAS – was created in

    the process of collective construction in non-formal education spaces. The exercise

    was to direct attention to narratives announced in the creations, aware of ancestral

    experiences and colonial crossings. For this achievement, the writing of the

    experience was one of the methodologies chosen to discuss the artistic-pedagogical

    intervention. Along with it, practice-guided research and the notion of unmethod

    accompanied both the scenic creation and theoretical elaboration. In this way, the

    areas of Education, Dance, Literature and Theater are crossed in order to analyze

    the meeting of these blurred borders at the crossroads that passes through decolonial

    studies. The pedagogical product was the experience processes of creation in site

    Criação com Dança about the creation processes and the documentary about the

    creation of the scenic action ASAS, built in collaboration with nine artists from Ilhéus.

    Thus, the research is the record of my wandering that unfolds in the encounter with

    fifteen creative people over two years of walking and scenic experiments that reelaborate

    our lives.

54
  • VANUZIA BONFIM VIEIRA
  • O protagonismo da mulher Pataxó na aldeia Barra Velha.

  • Orientador : EDSON KAYAPÓ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • Barbara Nascimento Flores
  • EDSON KAYAPÓ
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • ROSANGELA PEREIRA DE TUGNY
  • Data: 14/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • O Presente trabalho analisa o cotidiano das mulheres Pataxó na aldeia Barra Velha, situada no município de Porto Seguro, extremo sul da Bahia. Parte-se do princípio de que a mulher, ao longo da história têm sido vítima de opressões e discriminações sistemáticas, sendo naturalizada a forma que a sociedade as concebem: dona de casa, mãe dedicada e submissa ao marido. Essa realidade não é diferente nas comunidades indígenas, pois historicamente as relações opressoras contra as mulheres se infiltraram no cotidiano dos nossos povos. A partir de entrevistas com mulheres da aldeia, a pesquisa apresentará aspectos que fazem parte das tradições Pataxó, bem como apontará elementos que foram impostos pelo colonizador e incorporados pelo povo, como por exemplo a forma de pensar e agir preconceituosamente contra as mulheres indígenas na aldeia Barra Velha. Por outro lado, a pesquisa analisa as formas de resistências, as estratégias e lutas das mulheres contra a opressão e pelo direito à igualdade, preservando-se as especificidades de cada povo. A pesquisa apresenta ainda as formas como as mulheres Pataxó vêm construindo o espaço para um novo tipo de educação comunitária, onde os valores ancestrais sejam valorizados. O presente estudo servirá de base para a produção de um documentário sobre a mulher Pataxó na aldeia Barra Velha, que será apresentado como produto final na conclusão do mestrado.


  • Mostrar Abstract
  • The present work analyzes the daily life of Pataxó women in barra velha village, located in the municipality of Porto Seguro, extreme south of Bahia. It is assumed that women throughout history have been the victim of systematic oppression and discrimination, and the way society conceives them is naturalized: a housewife, a devoted mother and submissive to her husband. This reality is no different in indigenous communities, because historically oppressive relations against women have infiltrated the daily lives of our peoples. From interviews with women of the village, the research will present aspects that are part of the Pataxó traditions, as well as point out elements that were imposed by the colonizer and incorporated by the people, such as the way of thinking and acting prejudiced against indigenous women in the barra velha village. On the other hand, the research analyzes the forms of resistance, strategies and struggles of women against oppression and the right to equality, preserving the specificities of each people. The research also presents the ways in which Pataxó women have been building space for a new type of community education, where ancestral values are valued. This study will serve as the basis for the production of a documentary about the Pataxó woman in barra velha village, which will be presented as a final product at the conclusion of the master's degree.

55
  • ATENOR JUNIOR PINTO DOS SANTOS
  • “Famílias negras oitocentistas, escravidão e ensino de história:
    estratégias didáticas para uma educação antirracista”.

  • Orientador : JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO DE ASSIS NASCIMENTO JUNIOR
  • GEOVANI DE JESUS SILVA
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • ZELINDA DOS SANTOS BARROS
  • Data: 14/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • No Brasil, o contexto social é marcado pelos abismos sociais e econômicos, esses abismos tem contribuído com inúmeras injustiças sociais contra pessoas negras e suas famílias. Uma educação antirracista pode contribuir para a diminuição desses abismos na educação brasileira e na sociedade brasileira. Desde o ano de 2020, o ensino básico tem enfrentado dificuldades para ser realizado devido a Pandemia causada pelo Coronavírus. Perante essa nova realidade, a utilização da internet na aplicação das aulas está cada vez frequente na educação brasileira. Diante disso, o presente trabalho tem como objetivo a construção de uma proposta de aula sequenciada no componente curricular de história que seja antirracista, para isso utilizaremos documentos eclesiásticos do século XIX (registro de batismo) que inclua as famílias raciais brasileira numa proposta de ensino libertadora. Essa proposta foi aplicada na turma de 7º ano na Escola Municipal Governador Paulo Souto em Porto Seguro Bahia. O produto dessa dissertação é a criação de um blog (www.arquivodahistoria.com) com sugestões de aulas e textos que refletem sobre cotidiano dos negros e seus descendentes. A metodologia utilizada é inspirada na proposta de aula/oficina de Isabel Barca e inspirado no modelo de ensino libertador de Paulo Freire, bem como na proposta de ensino libertador e transgressista de bell hooks assim, esse trabalho se insere numa perspectiva de ensino decolonial e utiliza fontes eclesiásticas e faz uso da tecnologia no ensino de história. Espero que essa proposta contribua na formação de sujeitos antirracistas.


  • Mostrar Abstract
  • In Brazil, the social context is marked by social and economic abysses, these abysses have contributed to countless social injustices against black people and their families. An anti-racist and liberating education can contribute to reducing these gaps in Brazilian education and in Brazilian society. Since the year 2020, basic education has faced difficulties to be carried out due to the Pandemic caused by the Coronavirus. In view of this new reality, the use of the internet in the application of classes is increasi ngly frequent in Brazilian education. Therefore, this work aims to build a proposed class sequenced in the curricular component of history that is transgressive and anti -racist, for this we will use ecclesiastical documents from the nineteenth century (baptism record) that includes Brazilian racial families in a proposal for liberating teaching. This proposal was applied to the 7th grade class at the Governador Paulo Souto Municipal School in Porto Seguro Bahia. The product of this dissertation is the creation of a website (www.arquivodahistoria.com) with suggestions for classes and texts that reflect on the daily lives of blacks and their descendants. The methodology used is inspired by Isabel Barca's class/workshop proposal and inspired by Paulo Freire's liberating teaching model, as well as bell hooks' liberating and transgressive teaching proposal. Thus, this work is part of a decolonial teaching perspective and uses ecclesiastical sources and makes use of technology in teaching history. I hope that this proposal will contribute to the formation of anti -racist subjects.

56
  • DIANA DA CONCEIÇÃO BOMFIM
  • Crianças Pataxó em escola não-indígena: o caso da Escola Municipal Frei Henrique de Coimbra, no Extremo Sul da Bahia

  • Orientador : EDSON KAYAPÓ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMÉRICA LÚCIA SILVA CESAR
  • CARLA VIVIANI SILVEIRA FOLEGATTI
  • EDSON KAYAPÓ
  • FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • Data: 15/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa intervenção em tela é intitulada de “Crianças Pataxó em escola não indígena: o caso da Escola Municipal Frei Henrique de Coimbra, no Extremo Sul da Bahia”. A dissertação aborda o processo de escolarização de crianças Pataxó na Escola Municipal Frei Henrique de Coimbra, uma instituição escolar não indígena, situada no território Pataxó de Coroa Vermelha, no município de Santa Cruz Cabrália – BA. No bojo dos debates aparecem as problemáticas sobre o estudo da temática indígena na escola e seus desdobramentos: a formação de professores, os materiais didáticos utilizados na escola, a proposta curricular vigente, entre outras questões. Do ponto de vista metodológico, a pesquisa foi organizada a partir da realização de entrevistas, aplicação de questionários, análise de documentos escolares e observação da realidade daquela escola, além do diálogo com a bibliografia selecionada. O produto final é intitulado Guia Reflorestando saberes indígenas nas escolas: orientações para o trabalho pedagógico com a lei 11.645/2008, que será destinado às escolas do município de Santa Cruz Cabrália, na Bahia, e tem como objetivo subsidiar o trabalho pedagógico dos professores no desenvolvimento da temática indígena em sala de aula, em conformidade com a lei 11.645/2008, que estabelece a obrigatoriedade do estudo de história e cultura afro-brasileira e indígena. Nesse sentido, aos professores e professoras serão disponibilizados textos e sugestões de material didático com a temática indígena.


  • Mostrar Abstract
  • The intervention research on screen is entitled “Pataxó children in a non-indigenous school: the case of Frei Henrique de Coimbra Municipal School, in the extreme south of Bahia”. The dissertation addresses the process of schooling of Pataxó children at the Frei Henrique de Coimbra Municipal School, a non-indigenous school institution, located in the Pataxó territory of Coroa Vermelha, in the municipality of Santa Cruz Cabrália – BA. In the midst of the debates, the issues regarding the study of indigenous themes at school and its consequences appear: teacher training, the teaching materials used in the school, the current curriculum proposal, among other issues. From a methodological point of view, the research was organized based on interviews, application of questionnaires, analysis of school documents and observation of the reality of that school, in addition to a dialogue with the selected bibliography. The final product is entitled Guide Reforesting indigenous knowledge in schools: guidelines for pedagogical work with the law 11,645/2008, which will be aimed at schools in the municipality of Santa Cruz Cabrália, Bahia, and aims to support the pedagogical work of teachers in development of indigenous themes in the classroom, in accordance with law 11,645/2008, which establishes the mandatory study of Afro-Brazilian and indigenous history and culture. In this sense, teachers will be provided with texts and suggestions for teaching material with the indigenous theme.

57
  • ANA PAULA LIMA CUNHA
  • “Saberes Insurgentes: O uso de Biografias e produção intelectual negra no Ensino de História do Brasil Republicano como proposta de educação decolonial, transgressora e libertária

  • Orientador : JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ITAMAR FREITAS DE OLIVEIRA
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • JOSELINA DA SILVA
  • JÚLIO CLAUDIO DA SILVA
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • Data: 15/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • O ensino de história tem como uma das finalidades contribuir na constituição das identidades das/dos estudantes. Nesse sentido, o debate de gênero e raça na sala de aula é fundamental para superar o racismo e o sexismo na escola e fortalecer as identidades raciais e de gênero. A proposta de ensino de história desta pesquisa nasce do anseio de pensar ações para implementação da Lei 10.639/2003 na Escola Municipal Almerindo Alves dos Santos, localizada no
    município de Eunápolis-Ba, unidade na qual atuo como professora de História há dez anos. Esta Dissertação tem como objetivo promover uma educação antirracista e antissexista através do uso da trajetória de vida e da produção intelectual negra como recurso didático no ensino de história, buscando munir as/os discentes acerca dos debates e conceitos de classe, raça e gênero, inspirando-os a construir imagens identitárias positivas. O ensino de história na perspectiva decolonial, transgressora e libertária compreende a educação como prática da liberdade. Ao levar para o ensino de história temas sensíveis como raça, gênero e classe, espera-se visibilizar as lutas contra a colonialidade do poder (OLIVEIRA E CANDAU 2010) a partir do lugar de fala de grupos historicamente subjugados. Essa prática se posiciona como projeto político contra-hegemônico (GOMES 2012) e assume a responsabilidade em romper com o ensino eurocêntrico. Trata-se de uma proposta que se lança para reconstrução histórica e emancipatória, reconhecendo saberes negros e estratégias de luta. Este trabalho se constitui no âmbito teórico do Pensamento Feminista negro e da ferramenta analítica Interseccionalidade, embasadas por CARNEIRO (2019); CRENSHAW (2002); COLLINS (2019); DAVIS (2016) GONZALEZ (2019) entre outras/os. No campo metodológico, situa-se na Pesquisa-Ação TRIPP (2005), uma vez que se propõe investigar a prática de ensino docente, afim de intervir conscientemente. As aulas foram construídas a partir do método biográfico. O uso de biografias na sala de aula personaliza a história ao dar nomes e sentimentos aos sujeitos históricos, colaborando para despertar o interesse discente, SILVA (2009). As aulas desta pesquisa foram estruturadas no contexto da pandemia da COVID-19 e atende às resoluções instituídas para a modalidade ensino remoto. Esta pesquisa foi pensada para ser aplicada em uma turma do 9º ano do Ensino Fundamental. A turma é composta por 24 estudantes, sendo maioria negras/negros. Foram escolhidas 08 personagens negras (Lima Barreto, Laudelina de Campos Mello, Carolina Maria de Jesus, Manoel Garrincha, Sueli Carneiro, Conceição Evaristo, Lázaro Ramos e o Pastor Henrique Vieira) que atuaram e atuam em diferentes áreas do conhecimento e contextos do período republicano. As aulas foram estruturadas em sequências didáticas e aplicadas de maneira síncrona e assíncrona. Desta prática resultou o Caderno de Sequências Didáticas de título “Saberes Insurgentes: O uso de Biografias e produção intelectual negra no Ensino de História do Brasil Republicano”. O material didático foi construído com o intuito de auxiliar professores e professoras da educação básica no trabalho com a educação das relações étnico-raciais e de gênero no Ensino de História do Brasil Republicano. Almejamos com esse material colaborar para a formação de estudantes antirracistas e antissexistas.


  • Mostrar Abstract
  • One of the purposes of teaching history is to contribute to the constitution of students' identities. In this sense, the debate on gender and race in the classroom is fundamental to overcoming racism and sexism at school and strengthening racial and gender identities. The proposal for teaching history in this research was born from the desire to think about actions to implement Law 10.639/2003 at the Almerindo Alves dos Santos Municipal School, located in the city of Eunápolis-Ba, unit in which I have been teaching History for ten years. This Dissertation aims to promote an anti racist and antisexist education through the use of black life trajectory and intellectual production as a didactic resource in history teaching, seeking to provide students with debates and concepts of class, race and gender, inspiring them to build positive identity images. The teaching of history from a decolonial, transgressive and libertarian perspective understands education as a practice of freedom. By taking sensitive themes such as race, gender and class to the teaching of history, it is expected to make the struggles against the coloniality of power visible (OLIVEIRA and CANDAU 2010) from the place of speech of historically subjugated groups. This practice is positioned as a counter-hegemonic political project (GOMES 2012) and takes responsibility for breaking with the Eurocentric education. It is a proposal that launches itself for historical and emancipatory reconstruction, recognizing black knowledge and fight strategies. This work constitutes the theoretical scope of Thought Black feminist and the analytical tool Intersectionality, supported by CARNEIRO (2019); CRENSHAW (2002);COLLINS (2019); DAVIS (2016) GONZALEZ (2019) among others. In the methodological field, it is located in the TRIPP Action Research (2005), as it proposes to investigate the practice of teaching teaching, in order to consciously intervene. The classes were built using the biographical method. The use of biographies in the classroom personalizes history by giving names and feelings to historical subjects, collaborating to awaken student interest, SILVA (2009). The classes in this research were structured in the context of the COVID -19 pandemic and meet the resolutions instituted for the remote learning modality. This research was designed to be applied to a 9th grade elementary school class. The class is composed of 24 students, the majority being black/black. Eight black characters were chosen (Lima Barreto, Laudelina de Campos Mello, Carolina Maria de Jesus, Manoel Garrincha, Sueli Carneiro, Conceição Evaristo, Lázaro Ramos and Pastor Henrique Vieira) who acted and act in different areas of knowledge and contexts of the republican period . The classes were structured in didactic sequences and applied synchronously and asynchronously. This practice resulted in the Caderno de Sequences Didactic entitled “Insurgent Knowledge: The use of Biographies and black intellectual production in the Teaching of History in Republican Brazil”. The didactic material was built with the aim of helping teachers of basic education in the work with the education of ethnic-racial and gender relations in the Teaching of History in Republican Brazil. We aim with this material to contribute to the formation of anti -racist and anti-sexist students.

58
  • ROZEMBERG GUIMARAES SILVA
  • Currículo de formação da Polícia Militar da Bahia e racismo institucional: um estudo sobre as presenças e ausências da discussão étnico-racial

  • Orientador : CAROLINA BESSA FERREIRA DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CAROLINA BESSA FERREIRA DE OLIVEIRA
  • LIDYANE MARIA FERREIRA DE SOUZA
  • SILVANE APARECIDA DA SILVA
  • Data: 16/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa de mestrado intitulada “Currículo de formação inicial da Polícia Militar da Bahia e racismo institucional: um estudo sobre as presenças e ausências da discussão étnico-racial” iniciada no segundo semestre do ano de 2019 no contexto do Programa de Pós-graduação em Ensino e Relações Étnico-raciais (PPGER) da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) fazendo parte da linha de pesquisa intitulada Pós-Colonialidade e Fundamentos da Educação nas Relações Étnico-Raciais apresenta o estudo e análise acerca da formação dos soldados, frente ao racismo, no âmbito da Polícia Militar do Estado da Bahia (PMBA). Visa analisar o currículo do curso de formação destes profissionais policiais militares com foco na identificação de debates sobre as relações étnico-raciais no país, abordando aspectos atinentes ao racismo institucional e considerando o perfilamento racial presente nos indicadores públicos sobre a atuação de tais profissionais. Trata-se de investigação de cunho qualitativo, participativa e interdisciplinar, que se baseia em pesquisa bibliográfica e documental em torno do referido currículo e, ainda, em relação a três temas principais: atuação policial e perfilamento racial, racismo estrutural e institucional e educação decolonizadora. A abordagem metodológica procede ainda da análise de normativas e orientações no âmbito da PMBA e da construção de uma proposta de intervenção, cujo resultado será a elaboração de um material (panfleto) educativo voltado ao letramento racial e ao enfrentamento de práticas racistas na instituição. Como resultados, infere-se que uma formação antirracista, que aborda minimamente as discussões sobre as relações étnico-raciais no Brasil e na sociedade contemporânea, constituem desafios agudos para a instituição policial.


  • Mostrar Abstract
  • The master's research project entitled “Training curriculum for the Polivia of Bahia and institutional racism: a study on the presence and absence of ethnic-racial discussion” is underway within the scope of the Program of postgraduate in Teaching and Relations Ethnic-Racial (PPGER) from the Federal University of Southern Bahia (UFSB), at the Campus Sosígenes Costa (CSC), and presents a proposal for an analysis of the training of soldiers in the Police of the Bahia (PMBA). Therefore, it aims to analyze the training curriculum of these military police professionals with a focus on identifying discussions on ethnic-racial relations, addressing aspects related to institutional racism and considering the racial profiling present in public indicators on the performance of such professionals. This is an investigation of a qualitative and interdisciplinary nature, which is based on bibliographic and documental research on the aforementioned curriculum and also on three main themes: police action and racial profiling, structural and institutional racism and decolonizing education. The methodological approach also proceeds from the analysis of norms and guidelines within the scope of the PMBA and from the construction of an intervention proposal, the result of which will be the elaboration of an educational booklet aimed at critical racial literacy and combating racist practices. As partial results, it is inferred that an anti-racist training, which addresses the discussions on ethnic-racial relations in Brazil, in the State of Bahia and in contemporary society as a whole, constitute acute challenges for the police institution and for training and performance of professionals from the police institution.

59
  • JAMILLY BISPO LAUREANO
  • Rosas, Josés e Marcianas: novas narrativas para o ensino de história da escravidão na vila de Belmonte-BA

  • Orientador : JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IRANEIDE SOARES DA SILVA
  • CRISTIANE BATISTA DA SILVA SANTOS
  • FRANCISCO DE ASSIS NASCIMENTO JUNIOR
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • Data: 17/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo desta dissertação consiste em analisar o processo de ensino aprendizagem através da aplicação do jogo de tabuleiro “Negritude(s)”, que será aplicado em uma turma de 8º ano, na Fundação Educacional Pedro Calmon, no município de Belmonte-Ba, utilizando-o como ferramenta didática para ensino de história da escravidão, buscando ampliar a compreensão das/os nossas alunas/os, sobre a população negra, seja no passado, ao longo da escravidão, seja nos dias atuais. Compreendemos que o uso pedagógico do jogo pode ser um atrativo positivo para despertar a curiosidade das/os estudantes, visto que a atenção, a concentração e o envolvimento exigidos pelo jogo acabam se transferindo para a própria aula e para a própria aprendizagem, o desenrolar do jogo se dá de acordo com um sistema de regras predeterminado a guiar as/os jogadores, para avançar em cada etapa será necessário um conhecimento sobre as negras e negros escravizados e livre de Belmonte, de modo a atingir tal objetivo relacionaremos o ensino de história da escravidão com o jogo por meio da de uma sequência didática, em que será abordada a habilidade (EM13CHS101) de História, constante na BNCC, que consiste em identificar, analisar e comparar diferentes fontes e narrativas expressas em diversas linguagens, com vistas à compreensão de ideias filosóficas e de processos e eventos históricos, geográficos, políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais. Para tanto, analisaremos como a trajetória da população negra escravizada e liberta pode contribuir para promover uma reflexão sobre o racismo na sociedade atual, bem como para consolidar práticas educacionais antirracistas. Salientamos que pensar uma política educacional antirracista esta não apenas para resgatar uma história de desigualdade que estrutura nossa sociedade, mas para celebra e visibiliza o legado de resistência política e cultural de famílias e comunidades negras. Para compreendermos a trajetória dessa população negra em Belmonte, nos ancoramos em perspectivas que partem do princípio da humanização do sujeito escravizado, vendo-os como agentes históricos integrantes de redes de relações sociais. Utilizaremos também como aporte teórico-metodológico a perspectiva da pesquisadora bell hooks, pois encontramos nela uma inspiração para compreender a sala de aula enquanto comunidade de aprendizado entusiasmada, como alguém que entende que não se pode pensar o ensino sem inserir a sala de aula. Traremos como aporte metodológico a pesquisa-ação, pois partiremos da autorreflexão coletiva empreendida pelas/os alunas/os do 8º ano da Fundação Educacional Pedro Calmon no município de Belmonte-Ba, tal abordagem contribuirá para analisarmos como se dá nossas práticas educacionais e sociais, partindo do princípio de que na pesquisa-ação entendemos a sala de aula como um espaço de cooperação e colaborativo da aprendizagem. Por fim, destacamos o complexo momento histórico em que este trabalho se inscreve, em meio uma pandemia global, que interferiu diretamente na forma como desenvolvemos nosso trabalho, que se encontra em fase de desenvolvimento, podendo sofrer alterações até a finalização da pesquisa.


  • Mostrar Abstract
  • The objective of this dissertation is to analyze the teaching-learning process through the application of the board game “Negritude(s)”, which will be applied in an 8th grade class, at the Pedro Calmon Educational Foundation, in the city of Belmonte-Ba , using it as a didactic tool for teaching the history of slavery, seeking to broaden our students' understanding of the black population, whether in the past, during slavery, or today. We understand that the pedagogical use of the game can be a positive attraction to arouse students' curiosity, since the attention, concentration and involvement required by t he game end up being transferred to the class itself and to learning itself, the unfolding of the The game takes place according to a predetermined system of rules to guide the players, to advance at each stage it will be necessary to have knowledge about the enslaved and free black women and men of Belmonte, in order to achieve this goal, we will relate the teaching of the history of slavery with the game through a didactic sequence, which will address the skill (EM13CHS101) of History, constant in the BNCC, which consists of identifying, analyzing and comparing different sources and narratives expressed in different languages, with a view to understanding philosophical ideas and historical, geographical, political, economic, social, environmental and cultural processes and events. Therefore, we will analyze how the trajectory of the enslaved and freed black population can contribute to promoting a reflection on racism in today's society, as well as to consolidate anti-racist educational practices. We emphas ize that thinking about an anti-racist educational policy is not only to rescue a history of inequality that structures our society, but to celebrate and make visible the legacy of political and cultural resistance of black families and communities. In order to understand the trajectory of this black population in Belmonte, we anchored in perspectives that start from the principle of humanization of the enslaved subject, seeing them as historical agents that are part of networks of social relations. We will also use the bell hooks researcher's perspective as a theoretical-methodological contribution, as we find in her an inspiration to understand the classroom as an enthusiastic learning community, as someone who understands that teaching cannot be thought o f without inserting the classroom. We will bring as a methodological contribution the research-action, as we will start from the collective selfreflection undertaken by the students of the 8th year of the Pedro Calmon Educational Foundation in the city of Belmonte-Ba, such approach will contribute to analyze how our educational and social practices happen, assuming that in action research we understand the classroom as a space for cooperation and collaborative learning. Finally, we highlight the complex historical moment in which this work is inscribed, in the midst of a global pandemic, which directly interfered in the way we develop our work, which is in the development phase and may undergo changes until the completion of the research.

60
  • ALCYONE GILBERTO DE BRITO VIEIRA
  • Aprendendo com dona Edite Senhorinha: Uma proposta de registro audiovisual de fragmentos biográficos de mulheres negras idosas para a disciplina de História de Porto Seguro

  • Orientador : LIDYANE MARIA FERREIRA DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTIANE DA SILVEIRA LIMA
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • LIDYANE MARIA FERREIRA DE SOUZA
  • MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA LOPES
  • PEDRO ANDRADE CARIBÉ
  • Data: 17/12/2021

  • Mostrar Resumo
  •  

    Essa pesquisa apresenta o projeto “História de Porto Seguro a partir de fragmentos biográficos de mulheres negras idosas” para o ensino da História de Porto Seguro (HPS), um componente curricular dos anos finais do ensino fundamental nas escolas públicas do Município. A pesquisa aborda a identidade da cidade como Terra do Descobrimento e os apagamentos das identidades e memórias de seus grupos formadores; os desafios no ensino de HPS, que não conta com material didático; assim como a necessidade de uma educação antirracista, em cumprimento das determinações da Lei 10.639/200 que torna obrigatório o ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana na educação básica. A interlocução com dona Edite Senhorinha e o registro audiovisual de seus fragmentos biográficos revelam alguns daqueles apagamentos e mostram como é possível aprender sobre a História de Porto Seguro. Tais reflexões conduzem à proposição de um projeto de ensino com registro da história oral contada por mulheres negras idosas dos bairros em que se localiza a escola. O registro é audiovisual, em diálogo com o conceito de mídia-educação que se propõe debater nas escolas os conjuntos simbólicos da construção de narrativas e visões de mundo existentes também nas mídias.

     




  • Mostrar Abstract
  • .

61
  • JOSEANE COSTA SANTANA
  • NO AMASSAR DO BARRO: saberes, escrevivências e (re)existências de mestres/as ceramistas da comunidade de Maragogipinho/BA

  • Orientador : CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • Ionã Carqueijo Scarante
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • Data: 20/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa-criação pretende cartografar e registrar a partir das escrevivência da autora, fragmentos da memória narrativa de um Mestre e um Santeiro ceramistas da comunidade tradicional de Maragogipinho, distrito de Aratuípe/Bahia. Nesta proposta, toma-se o artesanato como ato de resistência e o artesão e a artesã como sujeitos constituídos na e constituinte da tradição; trata-se de uma pesquisa cartográfica, realizada nos anos de 2020 e 2021, tendo como base teórico-metodológica concernentes aos conceitos-chave estruturantes, que são: “notório saber de mestres de artes”, “escrevivências”, “pedagogias plurais”, “afrocentricidade” e “método cartográfico”. Nesse contexto, fundamentamo-nos em estudiosos como Moléfi Asante (2009); Bernadino-Costa (2018); Silvia Tedesco, Christian Sade e Luciana Caliman (2015); Johnny Alvarez e Eduardo Passos (2015); Alfredo Wagner Almeida (2013); Deleuze e Guatarri (1997); Alvares (2015, 2019); Mattar (2017); José Jorge de Carvalho (2016; 2019; 2020); Evaristo (2005; 2020). Como produtos educacionais oriundos da presente pesquisa, apresenta-se a montagem em colaboração com os artesãos, de maneira transcriativa, de dois livros, a saber: um livro pedagógico, para ser entregue às escolas da comunidade, intitulado: “No amassar do barro: aulas-vivência e pedagogia artesã” e um livro para a comunidade, intitulado: “No amassar do barro: livro-encontro com mestres ceramista de Maragogipinho”, que será entregue aos artesãos e artesãs da comunidade.


  • Mostrar Abstract
  • This research-creation intends to map and register, from the author's writings, fragments of the narrative memory of a Master and a Santeiro ceramists from the traditional community of Maragogipinho, district of Aratuípe/Bahia. In this proposal, handicraft is taken as an act of resistance and the artisan and the artisan as subjects constituted in and constituting the tradition; this is a cartographic research, carried out in 2020 and 2021, having as a theoretical-methodological basis concerning the structuring key concepts, which are: "remarkable knowledge of art masters", "scriptives", "plural pedagogies", “Afrocentricity” and “cartographic method”. In this context, we base ourselves on scholars such as Moléfi Asante (2009); Bernadino-Costa (2018); Silvia Tedesco, Christian Sade and Luciana Caliman (2015); Johnny Alvarez and Eduardo Passos (2015); Alfredo Wagner Almeida (2013); Deleuze and Guatarri (1997); Alvares (2015, 2019); Mattar (2017); José Jorge de Carvalho (2016; 2019; 2020); Evaristo (2005; 2020). As educational products from the present research, the assembly in collaboration with the artisans is presented, in a transcreative way, of two books, namely: a pedagogical book, to be delivered to schools in the community, entitled: “In the kneading of clay: classes-living and artisan pedagogy” and a book for the community, entitled: “In the kneading of clay: book-encounter with ceramist masters from Maragogipinho”, which will be delivered to artisans and artisans in the community.

62
  • ALINE MADALENA DE JESUS OLIVEIRA
  • PARA APRENDER COMO OS NOSSOS: 

    Saberes e Fazeres brincantes do Terreiro Matamba Tombenci Neto (Ilhéus/Bahia)

  • Orientador : CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • CRISTIANE SANTOS DE MELO
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • FATIMA SANTANA SANTOS
  • LIA KRUCKEN PEREIRA
  • Data: 21/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa situa-se na área de ensino em relações étnico-raciais e foi desenvolvida junto ao Terreiro Matamba Tombenci Neto, localizado em Ilhéus/BA. Dirigido atualmente por Hilsa Rodrigues (Mameto Mukalê), a história da casa teve início no ano de 1885. A partir desse local, buscamos tornar possível um diálogo intercultural entre a herança ancestral afro-brasileira de um terreiro de candomblé, da Nação Angola, e práticas de ensino-aprendizagem lúdicas na Educação Infantil. Nesta pesquisa, afirmamos que o corpo de uma criança de terreiro de candomblé constitui (e é constituído por) um conjunto de brincadeiras que lhe é próprio, sendo específico ao corpo histórico e amplo de sua ancestralidade. Nesse sentido, visando a produção de recursos pedagógicos para práticas educacionais afroafirmativas, antirracistas e decoloniais elaboramos projetos de livros de memórias, intitulado Alegrias de Nvunji no Jardim Tombenci, com narrativas, canções, jogos e brincadeiras. Estes projetos de livros têm como objetivo contribuir para os processos de pertencimento das crianças do Tombenci em relação a sua própria comunidade e também objetiva apresentar para a comunidade em geral alguns dos valores e dos sentidos do brincar construídos pela comunidade do terreiro Matamba Tombenci Neto. A sociedade, letrada e escolarizada, ainda muito pouco conhece e reconhece a eficácia da produção de conhecimentos pedagógicos que emergem em comunidades de tradição oral como, por exemplo, em um terreiro de Candomblé Angola. Utilizamos como aporte teórico-metodológico, nesta pesquisa, o método da entrevista cartográfica (TEDESCO; SADE; CALIMAN, 2013), entrecruzando esse método com a leitura crítica de referencial teórico-metodológico acerca das Pedagogias Pretas, sobretudo, a Pedagogia Eco-Ancestral (OLIVEIRA, 2014) e a Pedagogia das Encruzilhadas (RUFINO, 2019). 


  • Mostrar Abstract
  • The present study is focused on ethnic-racial socialization within education and was developed in partnership with Terreiro Matamba Tombenci Neto, located in Ilhéus, Bahia. The house’s history dates back to 1885 and it is currently presided by Hilsa Rodrigues (Mameto Mukalê). Starting from this location, the author seeks to enable an interculturaldialogue between the afro-Brazilian ancestral heritage from an Angolan nation candomblé house, also known as terreiro, and ludic teaching-learning practices for preschool education. In this research, it is predicated that the body of a child raised in a terreiro constitutes (and is constituted by) a set of games of its own, which is specific to a body that is historical and broad in its ancestry. Accordingly, aiming the production of pedagogical resources destinated to afro-affimartive, antiracist and decolonized educational practices, the author developed a series of projects of recollection books entitled Alegrias de Nvunji no Jardim Tombenci (The Joys of Nvunji in the Tombenci Garden), which contain stories, songs, and games. These projects aspire to make a contribution to the children cohabiting in the terreiro, namely their belonging progress towards their own community, as well as to present some values and essence of the games built by the Terreiro Matamba Tombenci Neto to the external community. The literate and lettered part of society still doesn’t recognize and poorly know the efficacy of the produced pedagogical knowledge which emerges from traditionally oral communities as an Angolan nation candomblé house. The theoretical-methodological approach for the present study is the cartographic interviewing (TEDESCO; SADE; CALIMAN, 2013), intertwined with the critical reading of methodological and theoretical framework regarding the Black Pedagogy, mainly the Eco-Ancestral Pedagogy (OLIVEIRA, 2014) and the Pedagogy of the Crossroads (RUFINO, 2019).

2020
Dissertações
1
  • CLAUDIA VANESSA GOMES MOURA
  • NARRATIVAS DAS REZADEIRAS E BENZEDEIRAS DO BAIRRO JUCA ROSA

  • Orientador : ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • Juciene Silva de Souza Nascimento
  • MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA LOPES
  • Data: 10/01/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O objetivo desta dissertação é apresentar a territorialidade do bairro Juca Rosa, identificando as atuais práticas socioculturais de produção de saberes como estratégia de resistência aos enfrentamentos do racismo nas escolas municipais da cidade de Eunápolis – Bahia, reforçando o lugar da periferia e das favelas como lugar de produção e resistência das culturas africanas e afro-brasileiras. Para tal é necessário apresentar um estudo sobre narrativas, ancestralidade e uma educação antirracista, pela perspectiva dos estudos decoloniais na educação para as relações étnico-raciais. Nesse sentido, haverá um esforço de identificar os saberes ancestrais presentes no espaço cultural do bairro Juca Rosa; conhecer as histórias de vida das pessoas detentoras dos saberes ancestrais; relacionar saberes ancestrais, religiosidade de matrizes afro e as possibilidades de contribuir com as escolas na luta antirracista; compreender os modos de organização política presentes no bairro Juca Rosa e suas implicações para práticas que resistam a subalternização das comunidades dos bairros periféricos. Busca-se questionar, a história de Eunápolis em perspectiva teórica ampla, contadas pelas mulheres que chegaram em Eunápolis, quando a cidade ainda estava se consolidando, as formas que elas articularam para combater as desigualdades advindas da modernidade para compreender o significado de mulheres que rezam e benzem em Eunápolis. Considerando o Juca Rosa como um dos elementos que corroboram para esta análise. As narrativas das rezadeiras e benzedeiras do bairro Juca Rosa alinha-se a uma frente política de fortalecer os sentimentos de identidade e perecimento da periferia.


  • Mostrar Abstract
  • The objective of this dissertation is to present the territoriality of the Juca Rosa neighborhood, identifying as socio-cultural practices of sabers production as a strategy of resistance to the confrontation of racism in the municipal schools of the city of Eunápolis - Bahia, reforming the place of the periphery and favelas as a place. of production and resistance of African and Afro-Brazilian cultures. For this it is necessary to present a study on narratives, ancestry and anti-racist education, from the perspective of decolonial studies in education for ethnic-racial relations. In this sense, there will be an effort to identify the ancestral sabers present in the cultural space of the Juca Rosa neighborhood; know as life stories of people with ancestral knowledge; relate ancestral knowledge, religiosity of African origin and possibilities to contribute to anti-racist schools; to understand the modes of political organization present in the Juca Rosa neighborhood and their implications for practices that resist the subordination of the communities of the peripheral neighborhoods. Look for a questionnaire, a broad theoretical perspective story of Eunapolis, told by the women who received it in Eunapolis when a city was still consolidating, as ways they articulate to fight as advanced inequalities of modernity to understand the meaning of women who pray and bless in Eunapolis. Juca Rosa as one of the supporting elements for this analysis. The narratives of prayers and blessers of the Juca Rosa neighborhood are aligned with a political front to strengthen feelings of identity and the improvement of the periphery.

2
  • JULIANA SANTOS BARROS
  • Por uma Universidade Insubmissa: a Lei 10.639/03 e os desafios da descolonização do conhecimento

  • Orientador : CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • JEANES MARTINS LARCHERT
  • LILIAN REICHERT COELHO
  • Data: 30/01/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A Lei nº 10.639/2003 tornou obrigatório o ensino de História da África e Cultura AfroBrasileira e Africanas. Entendendo o processo de colonização imposto no Brasil, seguido do mito da democracia racial, esta lei é mais uma ferramenta de combate ao racismo estrutural e institucional constituído nesta sociedade. É resultado da luta do movimento negro, que se empenha para mostrar a sociedade, apesar da invisibilidade forçada, as diferenças que se fazem presente na constituição do povo brasileiro e que essa diversidade é motivo de orgulho e riqueza do nosso povo. Além disso, reconhece que a escola é um espelho da sociedade, e que neste ambiente, as práticas racistas se concretizam tanto de forma estrutural quanto institucionalizada. Por isso, o objetivo desse trabalho é, por meio de crítica reflexiva, identificar e abordar os desafios na implementação das leis 10.639/2003 e 11.645/2008 que devem ser enfrentados prioritariamente. Destaca-se a importância de construirmos dispositivos de descolonização do conhecimento para o enfrentamento das questões étnico-raciais e de gênero no espaço escolar e a forma como uma ação de extensão universitária poderia contribuir para a decolonização dos processos de formação de professores da educação básica. Dentro do enquadramento dessa abordagem, é descrita e analisada o processo de construção (e sistematização) de uma proposta metodológica decolonial para a realização de Curso de Extensão Universitária para a Formação de Professores da Educação Básica, com base na descolonização do conhecimento e na implementação das leis 10.639/03 e 11.645/08, como resultado da pesquisa-ação proposta ao PPGER/UFSB.

     


  • Mostrar Abstract
  • Law No. 10,639/2003 made the teaching of African History and African and African Culture mandatory. Understanding the colonization process imposed in Brazil, followed by the myth of racial democracy, this law is another tool to combat structural and institutional racism constituted in this society. It is the result of the struggle of the black movement, which strives to show society, despite the forced invisibility, the differences that are present in the constitution of the Brazilian people and that this diversity is a source of pride and wealth of our people, in addition to recognize that school is a mirror of society, and that in this environment racist practices are carried out both structurally and institutionally. Therefore, the objective of this work is through reflexive criticism to address the challenges in the implementation of laws 10,639/2003 and 11,645/2008 that should be addressed primarily, the importance of building devices of decolonization of knowledge to address ethnic and racial and gender issues in the school space and how a university extension action could contribute to the decolonization of the processes of teacher training. Within the framework of this approach, the construction (systematization) of a decolonial methodological proposal is described for the realization of a University Extension Course for the Training of Basic Education Teachers, based on the decolonization of knowledge and the implementation of laws 10,639/03 and 11,645/08, developed over the last two years as a result of the research-action proposed to PPGER.

3
  • JAIRO VIANA DE CASTRO
  • DO RIO JEQUITINHONHA A BEIRA MAR: APRENDER E ENSINAR COM O REISADO ITAGIMIRIENSE

     

  • Orientador : JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTIANE BATISTA DA SILVA SANTOS
  • HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • Data: 03/02/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esse estudo traz os elementos das Folias de Reisado do sul da Bahia, pensando esses saberes como possibilidade para sala de aula. A Sonoridade da ancestralidade negra e indígenas que, convergiu nos Festejos de São Sebastião em Itagimirim-Bahia. Com uma pedagogia própria os foliões e folionas nos convidam a sentir e ouvir os batuques e cantos, o ritmar das danças. O audiovisual viabiliza adentrar e captar a dinâmica, dos aprendizados e ensinamento dos saberes, dos movimentos da festividade e do culto afro-brasileiro do Reisado Itagimiriense. Estratégia para ensinar as relações étnicas e raciais, descrevendo a religiosidade e convívio com as diferenças socioculturais, nas palavras de Munanga “uma educação que dá valor à diversidade (histórica e cultural).”. O Reisado, com sua musicalidade que comunica resistência, sempre contestando a mentalidade colonial, e como nos afirma Bhabha, qual “o local da cultura”. Estar nas folias de Reisado é um caminho para contrapor uma mentalidade subjugadora, os próprios instrumentos das folias afirmam e preservam os saberes grupais. No cenário de disputas de memórias, espaços, lugares e identidades culturais. Sua réplica seria os saberes poderem incorporar no universo das vivências, assim como o poder e magia da palavra falada, como descreve Hampáte Bâ.  Os argumentos para essa pesquisa terão como base a perspectiva decolonial no sul baiano e também a metodologia etnográfica participativa e da história oral. As diferentes visões de mundo, de cultura, através do movimento sagrado dos foliões de Reisado.


  • Mostrar Abstract
  • This article describes some data from an ongoing research that aims to highlight the knowledge and didactics that the revelers perform the celebrations in São Sebastião in Itagimirim - Bahia and develops in the planning and execution of the processions, highlighting the importance of the learning of the folias of Reisado for the teaching of history in the school space. I discuss the difficulties of this study in pointing out these invisible knowledge, as well as developing a pedagogical proposal with the knowledge of non-school teaching / learning spaces within the classrooms of elementary education. The different identities and cultural expressions of the Reisado with their didactic experiences need to be part of the school curricula, developing in the student the knowledge and recognition of its Brazilian origins. The musicality of the follies of Reisado will also be part of this potential and possibility of approach to the school lessons, the memories and knowledge were collected from the popular orality. As objectified by this research we filmed this pedagogy of knowledge transmission, at the time of the festivities, to create a didactic material for students of the municipal schools of Itagimirim, initially for elementary school and thus we will take the colors, musicality, songs and dances inside of schools.

4
  • MARIZE PINHO REZENDE
  • CURRÍCULO E SABERES LOCAIS: uma proposta coletiva para o ensino fundamental do município de Santa Cruz Cabrália.

  • Orientador : ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CAROLINA BESSA FERREIRA DE OLIVEIRA
  • CLEIA DEMETRIO PEREIRA
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • GUSTAVO BRUNO BICALHO GONCALVES
  • Data: 23/03/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • No Brasil, as preocupações com o currículo remetem aos anos 1920 e persistem aos dias atuais. O currículo constitui-se como um campo de forças onde diferentes normativas disputam sentidos sobre como devem ser os currículos escolares da educação básica. Fazem parte deste jogo de forças, todo um conjunto normativo que, ao prescreverem parâmetros, diretrizes e bases curriculares - quase sempre sem a participação dos professores e das comunidades escolares – acabam por produzir resistências tanto por parte dos estudiosos da área, quanto da própria comunidade escolar. Em vista disso, esse estudo analisou os caminhos percorridos pelos documentos legais: Parâmetros Curriculares Nacionais( PCNs), Diretrizes Nacionais Curriculares e Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com o objetivo de contextualizá-los e tencioná-los na rede de discursos produzida pelos diálogos, discussões, entendimentos manifestos entre os docentes da educação municipal do Município de Santa Cruz Cabrália (Ba). Neste sentido, o desafio da pesquisa realizada resultou na construção de um caderno de orientações curriculares que considere as discussões realizadas e valorize as diferentes etnias e culturas presentes nos contextos da educação escolarizada do município de Santa Cruz Cabrália, tornando-se assim mais significativo. O trabalho se beneficiou em especial da abordagem sobre Ciclo de Políticas desenvolvidas por Stephen Ball e colaboradores (Bowe; Ball; Gold, 1992) e pelos ensinamentos de dois estudiosos do campo do currículo: Thomaz Tadeu da Silva e Elizabeth Macedo.


  • Mostrar Abstract
  • The proposal aims to discuss the BNCC, with the challenge of analyzing the curriculum proposal built by the school community of the municipality and deciding after discussions, debates and reflections on what curriculum we want. It is questioned: is it possible to construct a dream curriculum, collectively dreamed, as professors of the municipal Education network of Santa Cruz Cabrália? Is it possible to insert in the school curriculum the different local knowledge that inhabit the social and cultural reality of the city? What are your chances? And what are your limits? We aim to build, as a product, a set of curricular guidelines that serve as a signalization for schools in the municipal network of Cabrália to work with local cultures as one of the ways to make learning more meaningful For students.

5
  • MITHER AMORIM MENDONÇA DE AZIZ LIMA
  • Música na Raça: Compondo pesquisa-criação-ensino com mestrxs do Matamba Tombenci Neto.

  • Orientador : CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • DANIELA GALDINO
  • JOSÉ JORGE DE CARVALHO
  • LIA KRUCKEN PEREIRA
  • Data: 27/03/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Neste trabalho, nós nos propomos contribuir para elaboração de questões referentes a temas como Pluriepistemologia, Autoria afrodiaspórica, Contribuições Teórico-metodológicas Afropindorâmicas para Educação Musical, Educação Antirracista, Objetos de Aprendizagem Poéticos e Mestres de Oralidades Plenas/Encontros de Saberes. Essa empreitada se reflete em nosso processo junto a mestrxs da comunidade do Terreiro Matamba Tombenci Neto, no projeto de construção de um livro estendido para educação musical: um livro feito de vários. Ao longo do Memorial, buscamos apresentar os primeiros contatos com xs mestres e consequente delimitação do percurso a ser construído; tratamos sobre questões teórico-metodológicas relativas a projetos de pesquisas educacionais na perspectiva do Encontro de Saberes; formulamos princípios para condução de uma pesquisa-criação-ensino que se propõe a partir de diálogos horizontais de saberes; e, por fim, descrevemos e analisamos produtos educacionais (recursos didáticos) para ensino de música, nascidos das experiências de autoria da comunidade do Matamba Tombenci Neto, terreiro de nação Angola, situado em Ilhéus/BA. O projeto descrito no Memorial foi realizado no período de setembro de 2017 a dezembro de 2019.


  • Mostrar Abstract
  • In this work, we propose to contribute to the elaboration of questions related to themes such as Pluriepistemology, Afrodiasporean authorship, Afropindoramic Theoretical-Methodological Contributions for Music Education, Anti-racist Education, Poetic Learning Objects and Masters of Oralities / Knowledge Meetings. This endeavor is reflected in our process with the masters of the Terreiro Matamba Tombenci Neto community, in the project to build an extended book for music education: a book made of several. Throughout the Memorial, we have sought to present the first contacts with the masters and consequent delimitation of the route to be built; we have dealt with theoretical-methodological issues related to educational research projects in the perspective of the Meeting of Knowledge; we have formulate principles for conducting research-creation-teaching that are proposed based on horizontal dialogues of knowledge; and, finally, we havedescribed and analyzed educational products (didactic resources) for music teaching, born from the experiences of the community of Matamba Tombenci Neto, terreiro of nation Angola, located in Ilhéus / BA. The project described in the Memorial was carried out from September 2017 to December 2019.

6
  • RAIMUNDO NUNES DE OLIVEIRA
  • Exú, caminhos de orientação: Saberes Tradicionais de Matriz Ijexá, Afro-geografias de um Ogan

  • Orientador : CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • Luzineide Miranda Borges
  • LÚCIO ANDRÉ ANDRADE CONCEIÇÃO
  • Data: 06/04/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente Memorial, acompanha o produto final “Exú, caminhos de orientação: Saberes de Tradição Ijexá e Afro-geografias de um Ogan” (um boneco de livro paradidático), elaborado durante o Curso Mestrado Profissional em Ensino e Relações Étnico-Raciais, da Universidade Federal do Sul da Bahia. São abordados neste Memorial: a) as bases teórico-metodológicas e o processo de pesquisa-criação que permitiu a proposta de escrita autoral do referido livro paradidático; b) narrativa autobiográfica de formação e trajetória docente; c) ensaio crítico “Viver entre dois mundos, o adjá e a caneta: história de vida de Ajalá Deré, Ruy do Carmo Póvoas”, inédito; d) artigo científico publicado no contexto de formação do Curso de Mestrado, intitulado “Alá Funfun: experiências, saberes e cores no Ilê Ijexá, em Itabuna/BA”. Os textos que compõem este Memorial têm a função de explicitar processos de formação experimentados no Curso e resultados alcançados, em forma de produtos realizados, no período de setembro de 2017 a dezembro de 2019.


  • Mostrar Abstract
  • This Memorial, accompanies the final product “Exú, paths of orientation: Knowledge of the Ijexá Tradition and Afro-geographies of an Ogan” (a puppet of a paradidactic book), elaborated during the Professional Master Course in Teaching and Ethnic-Racial Relations, from Federal University of Southern Bahia. The following are covered in this Memorial: a) the theoretical-methodological bases and the research-creation process that allowed the proposal for authorial writing of the referred book; b) autobiographical narrative of formation and teaching trajectory; c) critical essay “Living between two worlds, the adjá and the pen: Ajalá Deré's life story, Ruy do Carmo Póvoas”, unpublished; d) scientific article published in the context of the formation of the Master's Course, entitled “Alá Funfun: experiences, knowledge and colors at Ilê Ijexá, in Itabuna / BA”. The texts that make up this Memorial have the function of explaining the training processes experienced in the Course and the results achieved, in the form of products made, from September 2017 to December 2019.

7
  • SAULO SANTOS OLIVEIRA
  • O corpo velho: práticas e saberes de idosos no ensino da dança no candomblé.

  • Orientador : LAURA CASTRO DE ARAUJO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GESSE ALMEIDA ARAUJO
  • LAURA CASTRO DE ARAUJO
  • MARILZA OLIVEIRA DA SILVA
  • RITA FERREIRA DE AQUINO
  • Data: 10/04/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O trabalho possui como objetivo, apresentar horizontes para um ensino de dança atravessado por fundamentos das relações étnicos raciais no que tange a ancestralidade negra, tomando como ponto de partida a observação da relação do Candomblé com os corpos velhos e as vivências do autor no Terreiro Matamba Tombeci Neto, localizado na cidade de Ilhéus. Propomo-nos a discutir a concepção do corpo e ancestralidade no Candomblé e apresentar um processo artístico de uma performance de dança desenvolvida através das experiências dentro do Terreiro. Através da análise da dualidade sensação/corpo e razão/alma no ocidente, em que o corpo foi diversas vezes concebido com um viés negativo da existência, nos aventuramos na investigação do corpo dentro do espaço afro-religioso, onde o mesmo aparece como um ponto de convergência de saberes que interseccionam tanto a sensibilidade quanto espiritualidade e saberes de Vicência e experiência cotidiana e metafísica. Partimos do conceito de escrevivência, cunhado por Conceição Evaristo, para através de suas experiências de percepção do próprio corpo dentro do Candomblé, desenvolver um processo criativo em dança que visa apontar um ensino da dança para as relações étnico-raciais.


  • Mostrar Abstract
  • The work has as objective, it presents horizons for a dance teaching crossed by fundamentals of racial ethnic relations that do not have black ancestry, taking as a starting point and observing the relationship of candomblé with the old bodies and the author's experiences in the Matamba Tombeci terreiro Neto, located in the city of Ilhéus. It proposes us to discuss the body and ancestry project at Candomblé and the presentation of an artistic process of a dance performance developed through the experiences inside the Terreiro. Through the analysis of the dual sensation / body and reason / soul in the West, in which the body was conceived several times with a negative exposure bias, in the adventures in the investigation of the body within the Afro-religious space, where it appears as a point of saber convergence that intercepts both sensitivity and spirituality and the flavors of Vicência and everyday and metaphysical experience. We start from the concept of writing, coined by Conceição Evaristo, to execute your skills of perception of your own body within Candomblé, to develop a creative process in dance that aims to point a dance teaching to ethnic-racial relations.

8
  • BRUNO OLIVEIRA SANTOS
  • A dança bate-barriga nas comunidades Helvécia e Rio do Sul: performances, histórias e resistências em processo de formação social no Extremo Sul da Bahia.

  • Orientador : FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • LÚCIA DE FÁTIMA OLIVEIRA DE JESUS
  • VALDIR NUNES DOS SANTOS
  • Data: 20/04/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho de pesquisa compõe-se de um estudo científico da performance da dança bate-barriga e da sua força em traduzir experiências em atos educativos, historicamente. A performance da dança bate-barriga é a força motriz que agrega em si o repertório de ancestralidade colhido pelos antepassados da comunidade e cotidianamente preservada pelas gerações. O ato de bater uma barriga na outra é o símbolo que norteia toda a dança e o que renova o conte-údo para a permanência do diálogo entre o passado histórico e o presente que enfrenta as lutas diárias com vistas ao futuro. Rio do Sul é a comunidade rural no distrito de Helvécia – Nova Viçosa, que tem origem nos empreendimentos agrícolas da Colônia Leopoldina – 1808 (SANTOS, 2017) que utilizou-se da mão de obra de africanos e afro-brasileiros submetidos ao regime de escravi-dão para se sustentar como polo econômico, à época. Neste sentido, objetiva-mos compreender como os dançantes do bate-barriga se percebem leitores e sujeitos culturais em sua própria prática social; analisar a performance da dan-ça bate-barriga como uma prática social de cultura afro-brasileira e, por isso, ato educativo; estudar a dança bate-barriga do Rio do Sul como uma prática de formação social-educativa que tem atravessado as experiências e comporta-mentos da comunidade. Buscamos responder a seguinte pergunta: Como a dança bate-barriga, uma prática performativa afro-brasileira da comunidade rural do Rio do Sul, tem contribuído para o fortalecimento das relações inter-pessoais dos moradores? O tipo de pesquisa utilizada nesse trabalho é a soci-al com abordagem qualitativa em Minayo (2009). A âncora teórica é composta por Paulo Freire (1995), Brandão (1985), Schechner (2003) Fanon (2008) Gee-rtz (1989) Santos (2007; 2017). Os resultados apontam que a dança bate-barriga é uma prática de cultura que está entrelaçada no contexto, nos compor-tamentos e que, por isso, reordena o cotidiano das relações sociais. Sua per-formance, o ato simbólico de bater uma barriga na outra, ratifica o caráter edu-cativo da dança ao permanecer em efetivo diálogo entre as gerações.


  • Mostrar Abstract
  • This research work consists of a scientific study of belly dance performance and its strength in translating experiences into educational acts historically. A belly dance performance is a driving force that adds to it the repertoire of an-cestry gathered by the community's ancestors and preserved daily by them. The act of hitting one belly on the other is the symbol of the northern region of all dance and renews the content for the continuation of the dialogue between historical past and the present that it faces as daily struggles with a view to the future. Rio do Sul is a rural community in the district of Helvécia - Nova Viçosa, which has its origins in the agricultural enterprises of Colonia Leopoldina - 1808 (SANTOS, 2017), which uses African and Afro-Brazilian labor with a slavery regime to sustain as an economic pole at the time. In this sense, we aim to understand how belly dancers perceive readers and cultural individuals in their own social practice; analyze a belly dance performance as a social practice of Afro-Brazilian culture and, therefore, an educational act; study belly dance in Rio do Sul, as an educational-social training practice that has gone through as experienced and used by the community. We seek to answer the following question: How to practice Afro-Brazilian dance, an Afro-Brazilian practice in the rural community of Rio do Sul, to contribute to the strengthening of interpersonal relationships among residents? The type of research used in this work is a qualitative social approach in Minayo (2009). The theoretical an-chor is composed by Paulo Freire (1995), Brandão (1985), Schechner (2003), Fanon (2008), Geertz (1989), Santos (2007; 2017). The results pointed out for belly dancing is a cultural practice that is not intertwined in any context, in those that perform and, for this reason, reorganize the daily life of social rela-tions. Its performance, the symbolic act of hitting one belly on the other, con-firms the educational character of the dance and maintains an effective dia-logue between the variations.

9
  • CARLA FERNANDA SANTOS LIMA
  • Tessituras em Formação: Por uma Educação Antirracista.

  • Orientador : CELIA REGINA DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • Luzineide Miranda Borges
  • RAFAEL PETRY TRAPP
  • Data: 18/05/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A educação no Brasil, após 2003, com a implementação da legislação que introduz a História e Cultura Africana e Afro-brasileira no currículo da Educação Básica, passou a enfrentar certos desafios quanto às metodologias a serem adotadas na aplicação prática da lei e também no que tange às alterações realizadas nos conteúdo dos em função dessas mudanças na legislação. Foi somente no curso das duas últimas décadas que as visões e memórias das últimas gerações de escravos/as e de negros/as libertos/as, acerca dos seus planos, ações e destinos, antes e após a Abolição da Escravidão, começaram a emergir como um dos problemas históricos cruciais para a historiografia brasileira. Durante muito tempo, a produção historiográfica se restringiu à análise da questão da marginalização dos remanescentes da escravidão e de seus descendentes no contexto do mercado de trabalho no pósemancipação. (MATTOS & RIOS, 2004).A educação brasileira promoveu uma exclusão do povo negro e de outros povos que formam o povo brasileiro ,no espaço escolar, não apenas pelo não acesso desses nas salas de aula, mas pela ocultação de sua história e sua cultura nos conteúdos escolares, pois como aparece nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura AfroBrasileira e Africana afirmam: “Ainda persiste em nosso país um imaginário étnico-racial que privilegia a brancura e valoriza principalmente as raízes europeias da sua cultura, ignorando ou pouco valorizando as outras, que são a indígena, a africana, a asiática” (BRASIL, 2004, p.5). Diversos são os desafios para a efetivação da implementação do Ensino da História e Cultura Afro-brasileira, mas entre eles temos o grande desafio da formação dos professores para trabalharem essa temática. Quanto a formação de profissionais da educação e especificamente os professores, muitos são os fatores que contribuem para dificultar a implementação da lei 10639/03, entretanto sinalizaremos alguns fatores fundamentais para essas dificuldades. Mesmo com a promoção de ações para formação de professores que ocorrem nos anos após aprovação percebemos muitas dificuldades que são detectadas sobre a capacitação adequada desses profissionais. Desse modo esse trabalho versa sobre as possibilidades de construí uma educação antirracista, na perspectiva de formação de professores


  • Mostrar Abstract
  • Education in Brazil, after 2003, with the implementation of legislation that introduces African and Afro-Brazilian history and culture in the curriculum of Basic Education,has come to face certain challenges regarding the methodologies to be adopted in the practical application of the law and also regarding the changes made in the content of the due to these changes in the legislation. It was only in the course of the last two decades that the visions and memories of the last generations of slaves/as and blacks/as freed/as, of their plans, actions and destinies, before and after the Abolition of Slavery, began to emerge as one of the crucial historical problems for Brazilian historiography. For a long time, the historiographical production was restricted to the analysis of the question of the marginalization of remnants of slavery and their descendants in the context of the post-emancipation labor market. (MATTOS & RIOS, 2004). The Brazilian education promoted an exclusion of the black people and of other peoples that form the Brazilian people ,, in the school space, not only by the access of these in the classrooms, but by the concealment of their history and their culture in the school contents, as it appears in the National Curricular Guidelines for the Education of Ethnic-Racial Relations and for the Teaching of Afro-Brazilian and African History and Culture state: "In our country there is still an ethnic-racial imaginary that privileges whiteness and values mainly the European roots of its culture, ignoring or little valuing the others, which are indigenous, African, Asian" (BRASIL, 2004, p.5). There are several challenges for the implementation of the Teaching of Afro-Brazilian History and Culture, but among them we have the great challenge of educating teachers to work on this subject. Regarding the formation of education professionals and specifically teachers, many are the factors that contribute to hinder the implementation of law 10639/03, however we will inhale some fundamental factors for these difficulties. Even with the promotion of actions for teacher training that occur in the years after approval we noticed many difficulties that are detected on the adequate training of these professionals. In this way, this work deals with the possibilities of building an anti-racist education, from the perspective of teacher education

10
  • VALDIRENE CONTARATO PEREIRA
  • Infâncias, poder e resistências nas narrativas docentes

  • Orientador : ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANETE ABRAMOWICZ
  • CAROLINA BESSA FERREIRA DE OLIVEIRA
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • NEILTON CASTRO DA CRUZ
  • Data: 25/05/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A presente dissertação tem como problemática as concepções de infância presentes nas narrativas das professoras que atuam na educação infantil, nas escolas municipais dePorto Seguro – estado da Bahia. Partindo da compreensão de que saber e poderencontram-se mutuamente imbricados, e que onde há poder, há resistência, o estudobuscou acompanhar os movimentos de aceitação/resistência presentes nas narrativas das professoras-parceiras desta investigação, frente aos processos de normatizaçõesescolares e ao poder sobre a vida. Apoiada em Michel Foucault e em estudos deinspiração pós-crítica sobre a infância de autores como Abramowicz, Bujes, Corazza,Finco, Gallo, Lockmann e Schérer, entre outros, operacionalizo alguns conceitos para pensar a temática “infância e educação infantil”. As análises inserem-se nas interaçõescom as professoras, na percepção de seus saberes acerca da infância, bem como de suasnarrativas quanto aos movimentos de aceitação/resistência aos processosnormatizadores. A pesquisa de campo, inspirada pela cartografia, teve como base Meyere Paraíso, Passos, Kastrup e Escóssia, e como parceiras um grupo de professoras queatuam na docência da educação infantil de diferentes regiões do município de Porto Seguro, também resultando na construção de um site – www.euentreinaroda.com.br –como lugar de ancoragem das discussões que mobilizaram esta pesquisa, e aberto a quenovas e outras problemáticas comuns à infância e à educação infantil possam ser inseridas. A pesquisa é um convite para pensar a educação infantil criativa e inventiva, impulsionada pelas crianças e professoras/es.


  • Mostrar Abstract
  • Essa proposta de pesquisa traz por desafio central a investigação acerca das concepções de infância e de educação infantil que subsidiam as práticas das professoras que atuam neste nível de escolarização nas escolas municipais de Porto Seguro – Bahia. Partindo da compreensão de que saber e poder encontram-se mutuamente imbricados e que onde há poder, há resistência, o estudo busca ainda identificar os movimentos de resistências da infância presentes nas narrativas das educadoras-parceiras dessa investigação. O texto tem como interlocutoras/es autoras/es do pensamento pós-crítico, busca perceber as infâncias como fluxos de resistência às normatizações escolares e ao poder sobre a vida, sendo possível talvez viabilizar processos de invenção e criação nos espaços escolares. Desse modo, dialogo com FOUCAULT (1979, 1987, 1994, 1998) e algumas/alguns de suas/seus comentadoras/es, ouso tomar emprestado alguns de seus conceitos que utilizarei como ferramentas teóricas para pensar as temáticas: criança, infância, poder e resistência. A pesquisa de campo intenciona ser realizada com as/os professoras/es da educação infantil pública que estejam atuando na docência num movimento cartográfico, sustentadas nas metodologias pós-críticas em educação com autoras/es: (MEYER e PARAÍSO, 2014), (PASSOS; KASTRUP e ESCÓSSIA, 2015). Buscarei contribuir e compartilhar saberes em encontros com docentes de diferentes regiões do município e ir construindo coletivamente os trajetos dessa pesquisa, penso inicialmente na possibilidade de materializar um processo de estudo colaborativo, para conhecer/problematizar/tencionar as múltiplas dimensões da infância. As análises inicialmente inserem-se nas interações com as professoras, na percepção de seus saberes acerca das concepções de infância, bem como, de suas narrativas quanto aos movimentos de resistência com relação as normatizações escolares instituídas pelos documentos orientadores do trabalho nessa etapa da educação básica. De modo a potencializar os processos educativos e disposta a aprender junto, a proposta pode ser um convite para pensar uma educação infantil que parta das experiências criadoras das professoras e das crianças.

11
  • CLAUDIA BRAGA MAIA
  •  IGBÁBÒ: Uma práxis pedagógica exuriana 

  • Orientador : ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • LUIZ RUFINO RODRIGUES JÚNIOR
  • MARCELO MÁXIMO NIEL
  • Data: 29/05/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O objetivo da pesquisa-ação ora apresentada foi o de promover uma práxis exuriana como metodologia de ensino, o que ocorreu através de curso de formação de professores, intitulado “Pedagogia da Ancestralidade e Terreiro: práticas antirracistas, decoloniais e a aplicabilidade da Lei 10.639”. Desenvolvido no âmbito do Mestrado em Ensino e Relações Étnico-Raciais (PPGER/UFSB), a ideia do curso implicou em tornar os participantes, multiplicadores em espaços escolares com vistas a colaborarem para a decolonização e enegrecimento do currículo. A metodologia utilizada no curso foi atravessada por categorias como ancestralidade, memória, pertencimento, oralidade e mitologia. As atividades aconteceram com rodas de conversa, filmes e debates, oficinas de culinária e dança, aulas de campo em terreiros de candomblé e recitação de mitologia dos orixás, além de discussão de textos pertinentes à temática. Os frutos gerados a partir desse curso e do trabalho intelectual desenvolvido durante o Mestrado são dois artefatos finais: um memorial relatando minha trajetória profissional, acadêmica e pedagógica e o documentário “Igbábò”, que traz as filmagens do curso. Elaborado com o intuito de servir como material didático para escolas e universidades, especialmente para a formação de professoras/es, “Igbábò” pode instrumentalizar para o pensamento decolonial, para uma práxis libertadora e inspirar expectadoras/es e futuras/os pesquisadoras/es. Igbábò é estudo resultado de ação colaborativa, que se coaduna com um pensamento decolonial e de resistência, logo, propõe rupturas na construção hegemônica de saberes, corrói relações de poder hierarquicamente eurocentradas, lega espaço aos saberes de Terreiro e coloca em tela uma práxis exuriana para a Educação. Tendo como desafio o cruzo, o atravessamento de saberes, com vistas à uma encruzilhada pluriepistêmica, Igbábò (o memorial e o documentário) trata do avesso, ou seja, interessa-se por uma Educação que anda em sentido invertido e ancorada no movimento espiralado de Exu. Rodopia em seu movimento e vai do caos a harmonia, enegrecendo o pensamento e a relação saber/poder escolar.  Igbábò; Pedagogia de terreiro; Práxis exuriana; Decolonialidade.  


  • Mostrar Abstract
  • The purpose of the action research presented here was to promote an Exurian praxis as a teaching methodology, which occurred through a teacher training course, entitled “Pedagogy of Ancestrality and Terreiro: anti-racist, decolonial practices and viability of Law 10.639”. Developed within the scope of the Master in Teaching and Ethnic-Racial Relations (PPGER / UFSB), the idea of the course involved the participation of educational staff in order to collaborate for the decolonization and blackening of the curriculum. The methodology used in the course was crossed by categories such as ancestry, memory, belonging, orality and mythology. The activities took place with conversation circles, films and debates, cooking and dance workshops, field classes in candomblé terreiros and recitation of Orixá mythology, in addition to discussion of relevant texts. The fruits generated from this course and the intellectual work developed during the Master's are two final artifacts: a memorial reporting my professional, academic and pedagogical trajectory and the documentary “Igbábò”, which bring footage of the course. Elaborated with the intention of serving as didactic material for schools and universities, especially for the training of teachers, “Igbábò” can be used as a tool for decolonial thinking, for a liberating praxis and to inspire viewers and future researchers. Igbábò is a study resulting from collaborative action, which is consistent with a decolonial and resistance thinking, therefore it proposes ruptures in hegemonic construction of knowledge, it erodes hierarchically Eurocentric power relations, leaves space for Terreiro's knowledge and puts on an exurian praxis for the education. With a view to a multi-epistemic crossroads, Igbábò (the memorial and the documentary) deals with the reverse, that is, he is interested in an Education that walks in an inverted direction and is anchored in the spiral movement of Exu. Its twists in movement and harmony goes from chaos, blackening the thought and the relationship between knowledge and school power. Keywords: Igbábò; Terreiro pedagogy; Exurian praxis; Decoloniality  
12
  • PAULO ROBERTO DE SOUZA
  •  KÃDHAWÊ TAWÁ – CELEBRANDO O BARRO - Cerâmica tradicional, alteridade, saberes e fazeres estéticos.

  • Orientador : ANA CRISTINA DE SOUSA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA DE SOUSA
  • CARLA CAMUSO
  • EDSON KAYAPÓ
  • FRANCISCA HELENA MARQUES
  • SPENSY KMITTA PIMENTEL
  • Data: 09/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esse trabalho é resultado de conexões, construídas através do afeto e da prática da cerâmica. Ele relaciona os modos dos saberes e fazeres da produção cerâmica na comunidade tradicional da Reserva Pataxó da Jaqueira, Porto Seguro / BA.  Está Também relacionado ao ensino e a educação informal nos espaços de produção, tem foco nas técnicas e procedimentos ancestrais, perpassando os universos educacionais, tecnológicos e humanos da prática e da maestria. Tem como objetivo específico contribuir com a comunidade Pataxó para o desenvolvimento científico, tecnológico, econômico e social do seu território, por meio da criação de um Curso de Artesão em Cerâmica como Tecnologia Social.


  • Mostrar Abstract
  • This work is the result of connections, built through affection and the practice of ceramics. It relates the ways of knowledge and practices of ceramic production in the traditional community of Reserva Pataxó da Jaqueira, Porto Seguro / BA. It is also related to teaching and informal education in production spaces, focusing on ancestral techniques and procedures, permeating the educational, technological and human universes of practice and mastery. Its specific objective is to contribute with the Pataxó community to the scientific, technological, economic and social development of its territory, through the creation of an Artisan Course in Ceramics as Social Technology.

13
  • CAUIM BENFICA
  • ODARAPERSPECTIVISMO: Construindo espaços pedagógicos de resistência e conscientização

  • Orientador : ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXANDRE DE OLIVEIRA FERNANDES
  • EMANOEL ROQUE SOARES
  • GEOVANI DE JESUS SILVA
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • RONILDA IYAKEMI RIBEIRO
  • Data: 15/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente memorial é uma “contação de histórias” sobre o percurso do “Projeto Pedagógico Axé Odara”, o qual teve lugar no Colégio Estadual Cristina Batista, em Porto Seguro, Bahia, nos anos de 2017 a 2019. Trata-se de um texto resultado de tecnologia Griette/Griot, cujo resultado é efeito de um processo semelhante ao de “catar folhas” que, no candomblé significa não ser possível aprender o que quer que seja de uma vez, ao contrário, o aprendizado transcorre ao longo de um tempo iniciático, que tem início, mas não tem um fim em si mesmo. O transcurso do projeto em tela, coloca em destaque um encontro necessário da Educação com uma categoria de análise e estudos negra, crítica, empoderada e decolonial, a qual denomino de “Odaraperspectivismo”. Refere-se tal categoria à uma comunidade pedagógica assentada nos Estudos Decoloniais, à um movimento ético-crítico reflexivo-negro, que busca promover uma educação afro referenciada, colaborando para a promoção de espaços pedagógicos de resistência, conscientização e dessubjetivação. Incluem-se nesse memorial, reflexões críticas acerca de minha práxis e de processos coloniais que formam subjetividades sequestradas. Esse texto se esforça em promover uma educação negra cuja pedagogia é engajada. Em papo reto: coloca o quilombo dentro da escola.
    Mesmo às margens e buscando contornar uma sociedade estruturalmente racista, neoliberal e capitalista, colabora para erigir intelectualidades negras e subjetividades indóceis.

     

    Sítio eletrônico do artefato: https://odaraperspectivismo.wixsite.com/odara


  • Mostrar Abstract
  • The present memorial is a “storytelling” about the path of the “Pedagogical Project Axé
    Odara”, which took place at Colégio Estadual Cristina Batista, in Porto Seguro, Bahia,
    in the years 2017 to 2019. It is a text result of Griette / Griot technology, the result of
    which is the result of a process similar to “picking leaves”, which in candomblé means
    that it is not possible to learn anything at once, on the contrary, learning takes place
    over a period of time initiatic, which begins but does not have an end in itself. The
    course of the project on screen, highlights a necessary meeting of Education with a
    category of analysis and studies black, critical, empowered and decolonial, which I call
    “Odaraperspectivism”. Such category refers to a pedagogical community based on
    Decolonial Studies, to an ethical-critical-reflective-black movement, which seeks to
    promote referenced Afro education, collaborating to promote pedagogical spaces of

    resistance, awareness and desubjectivation. Included in this memorial are critical
    reflections on my praxis and the colonial processes that form hijacked subjectivities.
    This text strives to promote a black education whose pedagogy is engaged. In straight
    talk: put the quilombo inside the school. Even on the margins and seeking to bypass a
    structurally racist, neoliberal and capitalist society, it collaborates to erect black
    intellectuals and indecisive subjectivities.

14
  • GABRIELA PRADO RAMOS BARROS
  • SOBRE(VIVÊNCIAS) DE MULHERES NEGRAS NA PERIFERIA: ACESSIBILIDADE À ATENÇÃO BÁSICA DE SAÚDE NO/DO BAIRRO CASTELINHO EM TEIXEIRA DE FREITAS/ BA

     


  • Orientador : GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • LILIAN LIMA GONÇALVES DOS PRAZERES
  • MARCUS VINICIUS CAMPOS
  • Data: 20/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A criação da PNSIPN que trata de uma política pública de inclusão social, preocupada em reconhecer o racismo institucional e as desigualdades raciais, como determinantes de saúde, ainda não garante igualdade de oportunidade e condições, de acesso e acompanhamento adequado a população negra nas periferias, de modo que, essa área ainda carece de atenção e visibilidade.   O bairro Castelinho, situado na zona periférica do município de Teixeira de Freitas, no Estado da Bahia, se insere nesse contexto quanto a acessibilidade   à atenção   básica   de saúde da   população   negra. Essa realidade observada tornou-se uma inquietação.  Então, os temas racismo e saúde da população negra têm sido incluídos nos serviços prestados pelas Unidades Básicas de Saúde no município de Teixeira de Freitas/BA? Essa questão corporificou-se em tema de pesquisa.   Assim, diante dessa provocação, esta pesquisa tem como objetivo identificar como o racismo  e  o  racismo  institucional determinam as (sobre)vivências da população negra feminina na periferia, afim de descrever  como  o  racismo,  e  o  racismo  institucional  podem  inviabilizar  a  acessibilidade  e (sobre)vivências da população negra feminina na periferia, que utiliza da Unidade Básica de  Saúde no Bairro Castelinho.  O percurso discursivo metodológico está ancorado, em especial, em BomMeihy (2002), que explica as particularidades dos estudos a partir da história oral e em Maria Cecília de Souza Minayo (2017) que aborda a pesquisa social e a construção do comportamento social a partir dos vínculos. Aporta-se em um estudo a partir da história oral temática de natureza qualitativa, com (cinco) mulheres autodenominadas negras, residentes no Bairro Castelinho que utilizam dos atendimentos da saúde pública e com (quinze) agente comunitários de Saúde em atuação no distrito sanitário leste do município de Teixeira de Freitas/ BA. E, como fio norteador para a questão; averiguar o que pensam, o que dizem e o que fazem as mulheres negras, que utilizam o sistema público de saúde da Unidade Básica de Saúde do bairro Castelinho. Como aporte teórico serão utilizadas concepções de campos diversos que discutem saúde da população negra feminina, gênero, raça, saúde popular, saúde pública, periferia (Carneiro, 2011; Castro, 2005; Oliveira, 1998; Werneck, 2016). O resultado da pesquisa foi utilizado para produzir uma estratégia pedagógica, a edição do videodocumentário, “As rainhas do castelo: o lugar, suas vidas e o acesso aos serviços de saúde”, com  o  intuito  de  produzir informações,  dados, conhecimentos  sobre  as  possíveis  problemáticas  desse  público-alvo,  de modo  a,  identificar as  principais  demandas  ao  serviço  de  saúde  local,  as  ações  e  serviços necessários a comunidade.


  • Mostrar Abstract
  • The creation of the PNSIPN, which deals with a public policy of social inclusion, concerned with recognizing institutional racism and racial inequalities, as determinants of health, does not yet guarantee equal opportunity and conditions, access and adequate monitoring for the black population in the peripheries, so, that area still needs attention and visibility. The Castelinho neighborhood, located in the outskirts of the municipality of Teixeira de Freitas, in the State of Bahia, fits into this context as regards accessibility to basic health care for the black population. This observed reality has become a concern. So, have the themes of racism and health of the black population been included in the services provided by the Basic Health Units in the municipality of Teixeira de Freitas / BA? This question was embodied in a research theme. Thus, in the face of this provocation, this research aims to identify how racism and institutional racism determine the (over) experiences of the black female population in the periphery, in order to describe how racism, and institutional racism can make accessibility unviable and (about) experiences of the black female population in the periphery, who use the Basic Health Unit in Bairro Castelinho. The methodological discursive path is anchored, in particular, in BomMeihy (2002), which explains the particularities of studies based on oral history and in Maria Cecília de Souza Minayo (2017), which addresses social research and the construction of social behavior from of bonds. Conducts a study based on thematic oral history of a qualitative nature, with (five) self-styled black women, residents in Bairro Castelinho who use public health services and (fifteen) community health agents working in the eastern health district of the municipality of Teixeira de Freitas / BA. And, as a guiding thread for the issue; find out what black women think, what they say and what they do, who use the public health system of the Basic Health Unit in the Castelinho neighborhood. As a theoretical contribution, conceptions from different fields will be used that discuss the health of the black female population, gender, race, popular health, public health, periphery (Carneiro, 2011; Castro, 2005; Oliveira, 1998; Werneck, 2016). The result of the research was used to produce a pedagogical strategy, the edition of the video documentary, “The queens of the castle: the place, their lives and access to health services”, in order to produce information, data, knowledge about possible problems of this target audience, in order to identify the main demands on the local health service, the actions and services needed by the community.

15
  • FERNANDA ABREU MARCACCI
  • A saúde mental e o a-deus às religiões e cultos de matriz africana

  • Orientador : ANDRE DOMINGUES DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE DOMINGUES DOS SANTOS
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • LUIZ HENRIQUE LEMOS SILVEIRA
  • Data: 21/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O objetivo do presente estudo é compreender se a interdição às religiões de matriz africana causou impacto à saúde mental dos participantes da pesquisa de campo realizada mediante entrevistas com seis afrodescendentes, usuários de um CAPS (Centro Atenção Psicossocial) na cidade de Caravelas, município do extremo sul baiano. Para compreender como se deu a interdição e o contato dos indivíduos com as religiões, foram realizadas entrevistas semiestruturadas pelas quais foi possível colher material para compreensão das histórias de vida, priorizando o aspecto religioso. A Teoria da Psicologia Analítica, proposta por Carl Gustav Jung, serviu como norteadora para a análise das histórias de vida dos que participaram da presente pesquisa. Trata-se de uma pesquisa participativa, usando por procedimento o estudo de caso através de entrevistas semiestruturadas, cujo método escolhido é o da História de vida e pesquisa bibliográfica através de documentos encontrados em sites, repositórios acadêmicos e revistas online pertinentes ao tema delimitado. Têm-se como resultado da análise das supracitadas entrevistas que os usuários apresentam diferentes graus de sofrimento psíquico demonstrando o ponto em comum ser o fato de terem passado por uma ruptura significativa com religiões de matriz africana e adotado a mudança para as religiões cristãs Como objeto final da pesquisa, além de um documento discursivo, foram produzidos objetos educacionais lúdicos libertadores, inspirados nas histórias de vida dos entrevistados. O objetivo destes objetos é proporcionar a conexão de pessoas – prioritariamente os afrodescendentes - com elementos da cultura africana e gerando elementos de experimentação e conexão identificatórios.   


  • Mostrar Abstract
  • The objective of the present study is to understand whether the interdiction on religions of African origin had an impact on the mental health of the participants of the field research carried out through interviews with six Afro-descendants, users of a CAPS (Psychosocial Care Center) in the city of Caravelas, municipality in the extreme southern Bahia. In order to understand how the interdiction and the contact of individuals with religions took place, semi-structured interviews were conducted through which it was possible to collect material to understand the life stories, prioritizing the religious aspect. The Theory of Analytical Psychology, proposed by Carl Gustav Jung, served as a guide for the analysis of the life stories of those who participated in this research. It is a participatory research, using the case study through semi-structured interviews, whose chosen method is that of life history and bibliographic research through documents found on websites, academic repositories and online magazines relevant to the delimited theme. As a result of the analysis of the aforementioned interviews, users have different degrees of psychological distress, demonstrating the common point being the fact that they have undergone a significant break with religions of African origin and adopted the change to Christian religions. As a final object of the research, in addition to a discursive document, liberating ludic educational objects were produced, inspired by the interviewees' life stories. The purpose of these objects is to provide the connection of people - primarily those of African descent - with elements of African culture and generating elements of experimentation and identificatory connection.

16
  • SAYONARA OLIVEIRA ANDRADE ELIAS
  • BRASIL-LÁ-ANGOLA-CÁ: DIÁLOGOS TRANS-INTER-ATLÂNTICOS

  • Orientador : GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • JOSÉ FRANCISCO DOS SANTOS
  • Data: 22/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa tem como objetivo apontar as semelhanças e diferenças culturais existentes entre Brasil e Angola, a partir da imersão num grupo de WhatsApp, de modo que se favoreça a aprendizagem intercultural e colaborativa entre os sujeitos envolvidos. O locus da investigação foi uma escola pública de Educação Básica, localizada no município de Teixeira de Freitas, Bahia, com um grupo de escoteiros em Luanda, Angola. O trabalho tem início abordando as relações entre Brasil e Angola no tocante ao pertencimento ao mesmo Império Colonial. Possibilitando re-pensar sobre os fragmentos deixados pelo colonialismo português ao longo da sua permanência nos dois espaços. Em seguida, será feito um breve histórico de como as tecnologias móveis, em especial o celular, podem auxiliar na construção do processo ensino aprendizagem, apontando como essas tecnologias podem contribuir para a aprendizagem móvel, colaborativa e intercultural e suas aplicações nos novos paradigmas educacionais. Partir-se-á do conceito de cultura digital, a partir da utilização do WhatsApp, para (re)construção das relações de respeito às diferenças/semelhanças étnico-culturais existentes entre Brasil e Angola. Por fim, descrever-se-á o processo de criação, organização e utilização do grupo WhatsApp como um instrumento/estratégia que fomenta interação, autonomia e autoria na sala de aula, tornando os sujeitos agentes ativos no processo de construção do conhecimento na sociedade contemporânea. Como registro dessa experiência, disponibiliza-se um link que conduzirá o leitor a um vídeo documentário que contém os depoimentos dos participantes, ratificando a viabilidade da pesquisa. O produto apresentado pretende contribuir para que outros profissionais que têm o intuito de desenvolver trabalhos semelhantes possam utilizar-se desse material para o fortalecimento de práticas pedagógicas pautadas na interculturalidade e nas tecnologias digitais.


  • Mostrar Abstract
  • The research aims to point out out the cultural similarities and differences existing between Brazil and Angola, through the immersion in a WhatsApp group, in order to favor the intercultural and collaborative learning between the subjects involved. The locus of the investigation was a public basic education school, located in the city of Teixeira de Freitas, Bahia, with a group of scouts in Luanda, Angola. The work begins addressing the relations between Brazil and Angola regarding the belonging to the same Colonial Empire. Allowing us to rethink about the fragments left by the Portuguese Colonialism along its permanence in both spaces. Then, a brief history will be compiled about the way in which mobile technologies, especially the cellphone, can help the construction of the teaching learning process, pointing out how these technologies can contribute to mobile, collaborative and intercultural learning, as well as their applications in the new educational paradigms. It will begin departing from the concept of digital culture, through the utilization of WhatsApp, for the (re)construction of the relations of respect for the ethnic-cultural differences/similarities existing between Brazil and Angola. Lastly, the process of creation, organization and utilization of the WhatsApp group will be described as a tool/strategy which fosters interaction, autonomy and authorship in the classroom, turning the subjects in active agents in the process of knowledge construction in the contemporary society. As a record of this experience, a link is made available, which will conduct the reader to a video documentary comprised of the participants’ testimonies, ratifying the feasibility of the research. The product presented intends to contribute so that other professionals who intend to develop similar works can use this material to strengthen their pedagogical practices grounded in the interculturality and in the digital technologies.

17
  • EPAMINONDAS LIMA DE SOUZA BARBOSA DE CASTRO
  • Fora da Lei: uma incursão sobre a Lei nº 10.639/03 em três experiências de Gestão Pública na Costa do Descobrimento

  • Orientador : HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • IDALINA FREITAS
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • Data: 24/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Fora da lei: uma incursão sobre a Lei 10.639/03, em três experiências de gestão pública no Território de Identidade da Costa do Descobrimento”, trata-se uma pesquisa analítica acerca do alcance, em termos de ações, estratégias e das produções decorrentes da implementação da Lei nº 10.639/03 e consequentemente do “Plano Nacional de implementação das diretrizes curriculares nacionais para educação das relações etnicorraciais e para o ensino de história e cultura afrobrasileira e africana”. Essa pesquisa, dividida em cinco seções, exceto pelo primeira, pretende, do global para o local, quadro a quadro, aproximar o pesquisador/leitor do locus de pesquisa, numa perspectiva comparativa e narrada de fora para dentro. Desse modo, a partir dos capítulos que aqui chamamos de seção, na primeira delas, apresentaremos os itinerários teóricos, metodológicos e instrumentos de pesquisa. Na segunda, tendo como “pano de fundos” as reconfigurações globais do racismo e o neoliberalismo racial; das redes de políticas e os imaginários neoliberais, analisaremos a força do grande capital sobre o poder local na re-concepção de políticas,  frente à força dos movimentos sociais e suas lutas por uma pauta inclusiva, reparatória, de combate e  de enfrentamento ao racismo que deram origem a essas políticas. Na terceira seção, nos aproximaremos das discussões acerca da re-concepção da Lei nº 10.639/03 pelo poder público local, considerando, a priori, as decisões político-administrativas desses/as gestores/as em fazer cumprir ou não a Lei nº 10.639/03, e seus consequentes desdobramentos. Na quarta seção, considerando  a análise dos dados, nos aproximaremos dos cenários locais, ambientados em seus tempos, espaços e sujeitos na região que compreende o recorte dessa pesquisa, para, finalmente na quinta e última seção, por meio da análise de dados, conjecturas e contrapontos das diversas narrativas, confrontarmos os cenários levantados a partir da investigação, com o proposto no objeto da “Lei nº 10.639/03” e respectivo plano e diretrizes. Desse modo, além das constatações de como (não) se dão as articulações e as mobilizações em torno do cumprimento da Lei nº 10.639/03, identificaremos um conjunto de fatores a serem considerados em relação às experiências dessas gestões, destes, que  testados quanto a sua eficiência e a sua eficácia, apontarão também para um outro norte de possibilidades e alternâncias para atuação: a luta.


  • Mostrar Abstract
  • Outside the law: an incursion into Law nº 10.639/03, in three public management experiences in the Identity Territory of the Costa do Descobrimento”, this is an analytical research about the reach, in terms of actions, strategies and productions resulting from implementation of Law nº. 10,639/03 and consequently, the “National Plan for the Implementation of National Curricular Guidelines for the Education of Ethno-racial Relations and for the Teaching of Afro-Brazilian and African History and Culture”. This research, divided into five sections, except for the first, intends, from the global to the local, frame by frame, to bring the researcher/reader closer to the research locus, in a comparative perspective and narrated from the outside in. Thus, from the chapters that we call the section here, in the first one, we will present the theoretical, methodological itineraries and research instruments. In the second, having as a “backdrop” the global reconfigurations of racism and racial neoliberalism; of political networks and neoliberal imaginary, we will analyze the strength of big capital over local power in the re-conception of policies, in the face of the strength of social movements and their struggles for an inclusive, reparative, combat and confrontation against racism that gave rise to these policies. In the third section, we will approach the discussions about the re-conception of Law nº 10.639/03 by the local public power, considering, a priori, the political-administrative decisions of these managers to enforce or not Law nº 10.639/03, and its consequent consequences. In the fourth section, considering the analysis of the data, we will approach the local scenarios, set in their times, spaces and subjects in the region that comprises the cut of this research, and finally, in the fifth and last section, through data analysis, conjectures and counterpoints of the different narratives, confront the scenarios raised from the investigation, with the one proposed in the object of “Law nº 10.639/03” and the respective plan and guidelines. In this way, in addition to the findings of how (not) the articulations and mobilizations around compliance with Law No. 10,639/03 take place, we will identify a set of factors to be considered in relation to the experiences of these administrations, of these, who, tested for their efficiency and effectiveness, will also point to another north of possibilities and alternatives for action: the struggle.

18
  • MICHELLE OLIVEIRA DE MATOS
  • REESTRUTURAÇÃO DOS PPPS DAS ESCOLAS DO QUILOMBO JUÁ/BANDEIRA TOMANDO COMO DISPOSITIVO DE APOIO AS DIRETRIZES CURRICULARES MUNICIPAIS PARA A EDUCAÇÃO ESCOLAR QUILOMBOLA

     

  • Orientador : ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALAMO PIMENTEL GONCALVES DA SILVA
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • SHIRLEY PIMENTEL DE SOUZA
  • TIAGO RODRIGUES SANTOS
  • Data: 24/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho se configura pelo desafio de reestruturar os Projetos Políticos Pedagógicos (PPPs) das escolas do Território Juá/Bandeira, município de Bom Jesus da Lapa/BA, tomando como dispositivo de apoio as Diretrizes Curriculares Municipais para a Educação Escolar Quilombola (DCMEEQ), aprovadas em 2017, resultantes do desejo coletivo por mudanças curriculares no âmbito das escolas localizadas nas comunidades quilombolas do município. Com uma abordagem qualitativa, priorizou-se a pesquisa participativa com o uso dos seguintes instrumentos de coletas de dados: rodas de conversas, questionários individuais e coletivos, entrevista semiestruturada, grupos de estudos e encontros formativos. Deste modo, tivemos a intenção de evidenciar alguns aspectos que compõem a territorialidade das comunidades e como a educação escolar se insere nestes  contextos, assim como as principais lutas e estratégias para adquirir esse direito. Nesse sentido, percebemos que atualmente as escolas são reconhecidas pelos/as moradores/as como uma das conquistas do território. Evidenciou-se também que as duas escolas reconhecem a especificidade do lugar e apontam para o compromisso de incluir no currículo os saberes e os conhecimentos das comunidades, como propõem as DCMEEQ. A pesquisa ainda demonstrou que com uma escuta atenta das necessidades das comunidades e com engajamento político de todas as partes que compõem o sistema de ensino é possível sim colocar em prática a educação escolar quilombola. Sendo assim, o estudo apresentou como produto a construção coletiva de novos PPPs para cada uma das escolas parceiras, os quais estão anexados ao final desse trabalho.

     


  • Mostrar Abstract
  • This work is configured by the challenge of restructuring the Political Pedagogical Projects (PPPs) of the schools in the Juá / Bandeira Territory, Bom Jesus da Lapa / BA, using the Municipal Curriculum Guidelines for Quilombola School Education (DCMEEQ) as a support device, approved in 2017, resulting from the collective desire for curricular changes within schools located in quilombola communities in the municipality. With a qualitative approach, participatory research was prioritized with the use of the following data collection instruments: conversation circles, individual and collective questionnaires, semi-structured interviews, study groups and formative meetings. Thus, we intended to highlight some aspects that make up the territoriality of communities and how school education is inserted in these contexts, as well as the main struggles and strategies to acquire this right. In this sense, we realize that schools are currently recognized by residents as one of the conquests of the territory. It was also evident that the two schools recognize the specificity of the place and point to the commitment to include in the curriculum the knowledge and knowledge of the communities, as proposed by the DCMEEQ. The research also demonstrated that with a careful listening to the needs of the communities and with political engagement from all parts that make up the education system, it is possible to put quilombola school education into practice. Thus, the study presented as a product the collective construction of new PPPs for each of the partner schools, which are attached to the end of this work.

     

    .

19
  • JEAN CRISTINA CARNEIRO RIOS
  • EDUCAÇÃO POPULAR EM SAÚDE: ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA EM EUNÁPOLIS-BA

  • Orientador : MILTON FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MILTON FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • ALESSANDRA MELLO SIMOES PAIVA
  • MARIA DA CONCEIGÉO COSTA RIVEMALES
  • ROSA CANDIDA CORDEIRO
  • Data: 27/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Nosso principal objetivo com o estudo Educação Popular em Saúde: Estratégias de enfrentamento à violência Obstétrica em Eunápolis- Ba, foi descrever e analisar a Educação Popular em Saúde (EPS) como prática pedagógica para o enfrentamento da violência obstétrica. Esse objetivo se desdobrou na questão da pesquisa relativa à percepção das mulheres sobre os principais tipos de violência obstétrica a partir dos cuidados prestados pelos profissionais de saúde durante o processo parturitivo e a correlação entre as iniquidades sociais como racismo e o empobrecimento como determinantes sociais que potencializam a violência obstétrica. Na procura de respostas a essa indagação sobre a importância da prática pedagógica da EPS como estratégia no combate a violência obstétrica que – optamos, através da abordagem quali-quantitativa, pelo método da pesquisa-ação a fim de que pudéssemos compor caráter participativo, reflexivo, dialógico, dinâmico e interdisciplinar sobre o objeto de nosso estudo e pela pesquisa descritiva com análise dos instrumentos de coleta de informações com o questionário, diário de campo, entrevista semi-estruturada a fim de que pudéssemos chegar aos objetivos já descritos aqui. A partir de tal perspectiva, analisamos os resultados do questionário, dos relatos das mulheres e a interpretação a partir da observação participante considerando a percepção das mulheres sobre a violência obstétrica. Na análise de dados, apoiamo-nos em discussões realizadas no âmbito de estudos decoloniais. As relações de poder, violência e saúde (BOURDIEU,2005; MINAYO,2006; SAFFIOTI, 2004; como violência epistêmica SPIVAK, 2010). Violência obstétrica como violência de gênero DINIZ D’OLIVEIRA, 1998; SAFFIOTI, 2010). A Violência obstétrica e a interseccionalidade por CRENSHAW,(2004; DAVIS,2016; GONZALEZ, 1983; CARNEIRO,2003). Racismo: discriminação na saúde (WERNECK,2016; LEAL ,2012; GONZALEZ, 1983). Estratégias participativas na Educação Popular FREIRE, 1997; VASCONCELOS, 2007). Os resultados nos mostram que as mulheres em Eunápolis sofrem diversas intervenções e violações de direitos durante o todo o processo parturitivo, são mais expostas as mulheres negras, jovens, com baixa escolaridades e empobrecidas. A estratégia dialogada em roda entre profissional da saúde e as mulheres mostrou-se importante e eficaz e resultou na elaboração de um documento informativo -cartilha- com disponibilidade à toda comunidade, no entanto para maior resolutividade necessita ampliar a rede de apoio em defesa dos direitos sexuais e direitos reprodutivos das mulheres eunapolitanas.


  • Mostrar Abstract
  • Our main objective with the study Popular Education in Health: Strategies to face Obstetric violence in Eunápolis-Ba, was to describe and analyze Popular Education in Health (EPS) as a pedagogical practice to face obstetric violence. This objective unfolded in the question of research regarding the perception of women about the main types of obstetric violence based on the care provided by health professionals during the parturition process and the correlation between social inequities such as racism and impoverishment as social determinants that enhance obstetric violence. In the search for answers to this question about the importance of the pedagogical practice of EPS as a strategy to combat obstetric violence that - we chose, through the quali-quantitative approach, the action research method so that we could compose a participatory, reflective character, dialogical, dynamic and interdisciplinary about the object of our study and for descriptive research with analysis of information collection instruments with the questionnaire, field diary, semi- structured interview so that we could reach the objectives already described here. From this perspective, we analyzed the results of the questionnaire, the women's reports and the interpretation from the participant observation considering the women's perception of obstetric violence. In data analysis, we rely on discussions carried out in the context of decolonial studies. The relations of power, violence and health (BOURDIEU, 2005; MINAYO, 2006; SAFFIOTI, 2004; as epistemic violence SPIVAK, 2010). Obstetric violence as gender violence DINIZ D’OLIVEIRA, 1998; SAFFIOTI, 2010). Obstetric violence and intersectionality by CRENSHAW, (2004; DAVIS, 2016; GONZALEZ, 1983; CARNEIRO, 2003). Racism: discrimination in health (WERNECK, 2016; LEAL, 2012; GONZALEZ, 1983). Participatory strategies in Popular Education FREIRE, 1997; VASCONCELOS, 2007). The results show us that women in Eunápolis suffer several interventions and violations of rights throughout the parturition process, black women, young people, with low education and impoverished are more exposed. The strategy in dialogue between health professionals and women proved to be important and effective and resulted in the elaboration of an information document - brochure - available to the whole community, however for greater resolution it needs to expand the support network in defense of rights sexual and reproductive rights of Eunapolitan women.

20
  • EDUARDO REGIS SOARES TRINDADE
  • Educação, Lei Nº 10.639/03 e a Intersecção Raça, Classe e Gênero no Espaço Escolar 

  • Orientador : MILTON FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • DANIELA GALDINO
  • FLAVIA ALESSANDRA DE SOUZA
  • MILTON FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • Data: 28/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho pretendeu verificar as desconformidades cotidianas na aplicação da Lei n. 10.639/03 na perspectiva educacional, como proposta curricular do Colégio Estadual Professor Fábio Araripe Goulart, situado na cidade de Ilhéus no estado da Bahia, numa abordagem interdisciplinar e interseccional entre classe, raça e gênero do(a) negro(a). A escola localiza-se no bairro Teotônio Vilela, uma das comunidades ilheense mais populosa e expressivamente negra. A lei supracitada é uma Política Pública de Ações Afirmativas, fundamental no combate à desigualdade racial, fruto do racismo estruturante, o qual permeia o tecido socioeconômico do Brasil. Essa realidade social se faz presente nas práticas educacionais cotidianas da Educação Básica brasileira. Teve como metodologia a pesquisa-ação de natureza qualitativa, pesquisa documental e aplicação de questionário como ferramenta de coleta de dados. Por fim, o produto final foi a elaboração de um material pedagógico digital disponível, advindas dos discentes, com todas as propostas de superação do racismo estruturante obtidas pelo projeto de intervenção. A pesquisa se pautou numa abordagem educativa de viés emancipador, antirracista, descolonizadora e antissexista.


  • Mostrar Abstract
  • The present work intends to verify the daily non-conformities in the application of Law no. 10,639 / 03 in the educational perspective, as a curricular proposal of the Colégio Estadual Professor Fábio Araripe Goulart, located in the city of Ilhéus in the state of Bahia, in an interdisciplinary and intersectional approach between class, race and gender of the black person. The school is located in the Teotônio Vilela neighborhood, one of the most populous and expressively black communities in the island. The aforementioned law is a Public Policy of Affirmative Actions fundamental to the fight against racial inequality, the result of structuring racism, which permeates the socioeconomic fabric of Brazil. This social reality is present in the daily educational practices of Brazilian Basic Education. It will have as methodology the qualitative research-action, documentary research with the application of a questionnaire as a data collection tool. Finally, the final product will be the development of digital pedagogical material available with all the proposals for overcoming structural racism obtained by the intervention project. The research is based on an educational approach with an emancipatory, anti-racist, decolonizing and anti-sexist bias.

21
  • CARLIDIA PEREIRA DE ALMEIDA
  • SABERES E FAZERES QUILOMBOLA: REZAS E BENZEÇÕES COM O USO DE RAMOS NOS QUILOMBOS LAGOA DO PEIXE E NOVA VOLTA, NO MUNICÍPIO DE BOM JESUS DA LAPA/BA

  • Orientador : ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • SUELY DULCE DE CASTILHO
  • TIAGO RODRIGUES SANTOS
  • Data: 30/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O trabalho se apresenta como um relatório da pesquisa realizada em dois territórios quilombolas do município de Bom Jesus da Lapa, oeste da Bahia: os quilombos Lagoa do Peixe e Nova Volta, situados às margens do rio São Francisco. A pesquisa, orientada pelos pressupostos da cartografia social, tem como foco os saberes e fazeres quilombolas em suas rezas e benzeções com uso de ramo nessas localidades. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas, oficinas, conversas informais e diário de campo com registros protagonizados por mulheres e homens que benzem e rezam através da fé. Compreende-se que esses saberes ancestrais, deixados por várias gerações, estão presentes nos territórios quilombolas de Lagoa do Peixe e Nova Volta, e têm contribuído para a permanência dos saberes culturais locais. Para nortear a base teórica da pesquisa foram utilizados alguns estudiosos como ARRUTI (2006), TOLEDO BARRERA-BASSOLS (2009), MACEDO (2017), SILVA (2012), ANJOS (2006), QUINTANA (1999), dentre outros. As comunidades e povos tradicionais, com seus ritos, simbologias, seus saberes e fazeres ancestrais lutam pela permanência de suas culturas. As benzedeiras/as e rezadeiras do quilombo Lagoa do Peixe e Nova Volta são pessoas simples, que não tiveram oportunidade de ir à escola, mas são de um conhecimento grandioso e valioso. São mulheres e homens que passaram por dificuldades e que venceram com suas histórias de vida. Adquiriram a prática das rezas e do benzimento com seus antepassados através da oralidade. Nas localidades pesquisadas, a prática do benzimento vem sempre acompanhado por um ramo verde, sendo este de plantas medicinais cultivadas em seus quintais. Assim, os saberes ancestrais relacionados à questão da natureza das plantas medicinais se fazem importantes para a manutenção da saúde, bem como se constitui em importante marca para a história de um povo cheios de ritos, significados e singularidade. Dessa forma, nota-se em homens e mulheres aqui pesquisados/as que a fé é um requisito para constituir a saúde de um povo simples que acredita e partilha saberes.


  • Mostrar Abstract
  • The work is presented as a report of the research carried out in two quilombola territories in the municipality of Bom Jesus da Lapa, western Bahia: the quilombos Lagoa do Peixe and Nova Volta, located on the banks of the São Francisco River. The research, guided by the assumptions of social cartography, focuses on quilombola knowledge and practices in their prayers and blessings with the use of branches in these locations. Data collection was carried out through interviews, workshops, informal conversations and a field diary with records carried out by women and men who bless and pray through faith. It is understood that these ancestral knowledge, left for several generations, are present in the quilombola territories of Lagoa do Peixe and Nova Volta, and have contributed to the permanence of local cultural knowledge. To guide the theoretical basis of the research, some scholars were used, such as ARRUTI (2006), TOLEDO BARRERA-BASSOLS (2009), MACEDO (2017), SILVA (2012), ANJOS (2006), QUINTANA (1999), among others. Traditional communities and peoples, with their ancestral rites, symbols, knowledge and practices, fight for the permanence of their cultures. The benzedeiras / as and prayers of the Lagoa do Peixe and Nova Volta quilombo are simple people, who did not have the opportunity to go to school, but are of great and valuable knowledge. They are women and men who have gone through difficulties and who have won with their life stories. They acquired the practice of praying and blessing with their ancestors through orality. In the areas surveyed, the practice of benzimento is always accompanied by a green branch, this being medicinal plants grown in their backyards. Thus, ancestral knowledge related to the question of the nature of medicinal plants is important for the maintenance of health, as well as constituting an important mark in the history of a people full of rites, meanings and uniqueness. Thus, it is noted in men and women surveyed here that faith is a requirement to constitute the health of a simple people who believe and share knowledge.

    .

22
  • RAMILLE ROQUE PINHEIRO
  • CONSCIÊNCIA DE IDENTIDADE OU CONSCIÊNCIA DE OPORTUNIDADES? UMA ANÁLISE SOBRE A MEMÓRIA E A IDENTIDADE DOS REMANESCENTES DE QUILOMBOLAS DO EMPATA VIAGEM DE MARAÚ – BA. 

  • Orientador : ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • CRISTIANE BATISTA DA SILVA SANTOS
  • Data: 30/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • É sabido que 132 anos se passaram, mas parece que foram apenas 10, mediante as incansáveis lutas de resistência, pela valorização, respeito, igualdade, equidade e reconhecimento do povo negro no Brasil. Século XXI, ano 2020, tecnologia e ciência avançam, mas a mentalidade de uma parcela da sociedade brasileira ainda está enraizada e presa ao passado. Uma sociedade fadada ao retrocesso de um período racista e desumano que assolou os brasileiros por anos. Mas bravamente ocupada por grupos de pessoas que travam diariamente a batalha pela restituição dos direitos que lhes foram negados e pelo valor humano que a estes foram tirados. O escopo deste trabalho é apresentar o reconhecimento da consciência de identidade dos remanescentes do Empata Viagem, por meio da memória, desmistificando a ideia de autodeclaração decorrente das “oportunidades” advindas das políticas públicas. Nesse teor, abordaremos o contexto histórico do Município de Maraú, localizando o remanescente do Empata Viagem, traçando toda sua trajetória histórica formada pelos quilombolas, até os dias atuais, que serão elucidados por meio da memória destes que compõem a Associação de Moradores. A base está pautada na hipótese de que a Comunidade do Empata Viagem de Maraú concebe em sua memória a noção de identidade de serem remanescentes de quilombolas e que esse autoreconhecimento não é decorrente dos benefícios advindos das políticas pública. Formada, portanto, uma comunidade de pequenos agricultores que em 2005 foram legalmente reconhecidos como remanescentes de quilombos e destaca-se como a comunidade mais empoderada, organizada, esclarecida, destemida e conhecedora dos seus direitos dentre as 06 localizadas no Município. Serão apresentados nesse trabalho, os meios legais percorridos, os direitos adquiridos, e as transformações positivas implantadas nessa comunidade que é reflexo legítimo da força, garra e inteligência do negro.


  • Mostrar Abstract
  • Es bien sabido que han pasado 132 años, pero parece que sólo hubo 10, a través de las luchas incansables de resistencia, por la valorización, el respeto, la igualdad, la equidad y el reconocimiento del pueblo negro en Brasil. El siglo XXI, año 2020, la tecnología y la ciencia avanzan, pero la mentalidad de una parte de la sociedad brasileña sigue arraigada y pegada al pasado. Una sociedad condenada a la retirada de un período racista e inhumano que asoló a los brasileños durante años. Pero valientemente ocupados por grupos de personas que libran diariamente la batalla por la restitución de los derechos que se les negaron y por el valor humano que les fueron arrebatado. El alcance de este trabajo es presentar el reconocimiento de la conciencia identita de los restos de Empata Viagem, a través de la memoria, desmitificando la idea de autodeclaración resultante de las "oportunidades" derivadas de las políticas públicas. En este contenido, abordaremos el contexto histórico del Municipio de Maraú, localizando el remanente de Empata Viagem, trazando toda su trayectoria histórica formada por las quilombolas, hasta la actualidad, que se esclarecerán a través de la memoria de estas que conforman la Asociación de Residentes. La base se basa en la hipótesis de que la Comunidad de la Empata Viagem de Maraú concibe en su memoria la noción de identidad de ser restos de quilombolas y que este auto-reconocimiento no se debe a los beneficios derivados de las políticas públicas. Formada, por lo tanto, una comunidad de pequeños agricultores que en 2005 fueron legalmente reconocidos como restos de quilombos y se destaca como la comunidad más empoderada, organizada, iluminada, intrépida y bien informado de sus derechos entre los 06 ubicados en el municipio. Los medios legales cubiertos, los derechos adquiridos y las transformaciones positivas implementadas en esta comunidad que es un reflejo legítimo de la fuerza, el valor y la inteligencia del negro se presentarán en este trabajo

23
  • MARIA APARECIDA ALVES DA SILVA
  • PROFESSORAS NEGRAS: COMPROMISSO COM PRÁTICAS ANTIRRACISTAS E ANTISSEXISTAS (!?)

  • Orientador : HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • RITA SILVANA SANTANA DOS SANTOS
  • Data: 31/07/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo tem como objetivo central compreender se a condição de professora negra determina o comportamento antirracista e antissexista dessa docente; analisa, também, de que modo as problemáticas relacionadas ao racismo e ao sexismo estão sendo conduzidas (ou não) na sala de aula. Para tal, investiga duas das maiores escolas de Ensino Fundamental do município de Porto Seguro - Bahia, localizadas no bairro Frei Calixto, popularmente denominado Baianão. A relação investigativa entre docência e escola nos deu a dimensão de como o debate sobre as questões étnico-raciais está presente na ação docente. O trabalho foi realizado com base no método qualitativo, através de entrevistas, por meio de questionário semiestruturado. As análises estão ancoradas epistemologicamente sob a ótica dos Estudos Culturais, por sua perspectiva sensível às causas dos grupos marginalizados historicamente e por expandir as possibilidades de compreensão das especificidades das lutas travadas no contexto da América Latina. Também estão ancoradas na perspectiva da decolonialidade, enquanto caminho para problematizar de forma sistemática os reflexos do colonialismo que utiliza raça como mecanismo de dominação. A partir do conceito de Maioria Minorizada, tivemos condição de visualizar as implicações sociais de raça e racismo na disseminação das desigualdades sociais no Brasil. Ao entrevistar as professoras, percebemos que há um trabalho sobre as relações étnico-raciais e de gênero sendo realizado. Visando construir possibilidades de enfrentamento do racismo na sala de aula, nosso produto final é um pequeno guia de práticas antirracistas.


  • Mostrar Abstract
  • The main objective of this study is to understand if the condition of black teacher determines the anti-racist and anti-sexist behavior of this teacher, it also analyzes how the issues related to racism and sexism are being conducted (or not) in the classroom. To this end, it investigates two of the largest elementary schools in the city of Porto Seguro - Bahia, located in the Frei Calixto neighborhood, popularly called Baianão. The investigative relationship between teaching and school, gave us the dimension of how the debate on racial ethnic issues is present in the teaching action. The work was carried out based on the qualitative method, through interviews, using a semi-structured questionnaire. The analyzes are anchored epistemologically from the perspective of Cultural Studies, due to its perspective sensitive to the causes of historically marginalized groups, and to expand the possibilities of understanding the specificities of the struggles waged in the context of Latin America. Also are anchored from the perspective of decoloniality as a way to systematically problematize the reflexes of colonialism that uses race as a mechanism of domination. Based on the concept of Minorized Majority, we were able to visualize the social implications of race and racism in the spread of social inequalities in Brazil. When interviewing the teachers, we realized that there is work on ethnic racial and gender relations being carried out. Aiming to build possibilities to face racism in the classroom, our final product is a short guide to anti-racist practices.

24
  • CALINE MACÁRIO GUIMARÃES FERREIRA
  • Narrativas sobre maternidade entre mulheres negras em Teixeira de Freitas/BA

  • Orientador : FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • LÚCIA DE FÁTIMA OLIVEIRA DE JESUS
  • CRISTIANE BATISTA DA SILVA SANTOS
  • Data: 12/08/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O estudo analisa a elaboração do pertencimento identitário quanto à maternidade a partir das narrativas de um conjunto de mulheres autodeclaradas negras, moradoras do bairro liberdade II em Teixeira de Freitas, Bahia. A partir das trajetórias desse grupo de mulheres negras, discuto, ainda que preliminarmente, como elas elaboram percepções sobre suas experiências de maternidade. Para a contextualização do estudo, apresento um apanhado histórico sobre maternidades negras, desde o contexto da escravidão aos nossos dias, a partir da percepção de alguns estudiosos da temática. Neste estudo, dialogo com as questões teóricas elaboradas por Kabengele Munanga (2005 e 2015) e Stuart Hall (2006, 2008, 2016) sobre processos de identificação e elaborações de pertencimento identitários por serem profícuas as contribuições que ambos estudiosos prestam sobre esta categoria analítica. Para o âmbito das questões sobre mulheres negras, recorri aos trabalhos elaborados por Cecília Moreira Soares (1994), Maria Aparecida Prazeres Sanches (1998), Lucila Scavone (2001), Conceição Evaristo (2002), Alberto Heráclito Ferreira Filho (2003), Francisco Antonio Nunes Neto (2005), Anne Cova (2005), Ida Maria Freire (2014), Suely Carneiro (2002, 2003, 2016) e Fabiana Carneiro da Silva (2017) por entender que estes estudos se constituem, por um lado, como referências basilares através das quais podemos melhor compreender outras experiências de maternidades negras baianas; e por outro, como esteios através dos quais pude melhor perceber as experiências de maternidade entre mulheres negras em Teixeira de Freitas. Para o trato das questões apresentadas entre as interlocutoras da pesquisa, priorizei como metodologia, a abordagem qualitativa por se tratar de uma pesquisa de cunho social. Em decorrência da pesquisa, neste estudo, argumento que, como na maioria das cidades brasileiras, em Teixeira de Freitas, as mulheres negras continuam encontrando dificuldades diversas no exercício da maternidade, este, atravessado, pelo enfrentamento do machismo, do sexismo e da misoginia, heranças do patriarcado brasileiro.


  • Mostrar Abstract
  • The study analyzes the elaboration of identity belonging to motherhood from the narratives of a group of self-declared black women, living in the Liberdade II neighborhood in Teixeira de Freitas, Bahia. Based on the trajectories of this group of black women, I discuss, albeit preliminarily, how they develop perceptions about their experiences of motherhood. For the contextualization of the study, I present a historical overview of black maternities, from the context of slavery to our days, based on the perception of some scholars of the theme. In this study, I dialogue with the theoretical questions elaborated by Kabengele Munanga (2005 and 2015) and Stuart Hall (2006, 2008, 2016) on processes of identity identification and elaboration of belonging because the contributions that both scholars make on this analytical category are fruitful. For the scope of questions about black women, I resorted to the works prepared by Cecília Moreira Soares (1994), Maria Aparecida Prazeres Sanches (1998), Lucila Scavone (2001), Conceição Evaristo (2002), Alberto Heráclito Ferreira Filho ( 2003), Francisco Antonio Nunes Neto (2005), Anne Cova (2005), Ida Maria Freire (2014), Suely Carneiro (2002, 2003, 2016) and Fabiana Carneiro da Silva (2017) for understanding that these studies are constituted, for on the one hand, as basic references through which we can better understand other experiences of black Bahian maternity hospitals; and on the other, as pillars through which I could better understand the experiences of motherhood among black women in Teixeira de Freitas. To deal with the questions presented among the research interlocutors, I prioritized as a methodology, the qualitative approach because it is a social research. As a result of the research, in this study, I argue that, as in most brazilian cities, in Teixeira de Freitas, black women continue to encounter different difficulties in the exercise of motherhood, this one, crossed by the confrontation of machismo, of sexism and misogyny, legacies of the Brazilian patriarchy.

25
  • MARIA GILCÉLIA SACRAMENTO PINHEIRO
  • COMUNIDADE REMANESCENTEDE QUILOMBO EMPATA VIAGEM, MARAÚ/BA: IDENTIDADE, LUGAR E EDUCAÇÃO DECOLONIAL

  • Orientador : CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • Jules Batista Soares
  • Teresinha Marcis
  • Data: 17/08/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A Educação Escolar Quilombola é pautada na construção coletiva do conhecimento onde os saberes e fazeres do lugar são a base para essa educação. Esta dissertação possuiu como Projeto de Intervenção e Produto Educacional o objetivo de construir coletivamente de uma Proposta Pedagógica Quilombola para a Escola Municipal Tomé Monteiro, localizada na comunidade de Remanescente de Quilombo Empata Viagem, Maraú/BA. O presente trabalho é composto por etapas que, em muitos momentos, foram construídas coletivamente através de oficinas, entrevistas e rodas de conversas com a comunidade do Empata Viagem. Assim é constituída de um Memorial Descritivo que demonstra a minha trajetória como educadora onde, através dos meus alunos e alunas, entrelacei aquela Comunidade Remanescente de Quilombo Empata Viagem com o Projeto de Intervenção que surgiu coletivamente. Neste sentido, narro um pouco das histórias do município de Maraú/BA relacionando com a trajetória de luta daquele Povo do Remanescente de Quilombo Empata Viagem por reconhecimento oficial e uma Educação, efetivamente, Escolar Quilombola. Por fim, apresento o Produto Educacional também constituído coletivamente com a comunidade, numa perspectiva decolonial através da elaboração de uma Proposta Pedagógica Quilombola e da realização do I Seminário de Educação Quilombola da comunidade Remanescente de Quilombo Empata Viagem. Todas as etapas desse trabalho foram inspiradas pela desejo de construção de uma escola quilombola pautada na formação de uma Educação Escolar Quilombola pensada e organizada com a comunidade de maneira decolonial, intercultural e pautada no pensamento de Paulo Freire. O objetivo era contemplar os anseios, os saberes e fazeres da comunidade do Remanescente de Quilombo Empata Viagem (Maraú/BA), onde fossem abordados temas como: memória individual/coletiva, ancestralidade, territorialidade, oralidade, agricultura familiar e práticas culturais. Assim, procurei narrar os caminhos e descaminhos percorridos coletivamente na busca pela construção de uma Educação Escolar Quilombola onde a identidade quilombola seja respeitada.


  • Mostrar Abstract
  • : Quilombola School Education is based on the collective construction of knowledge where the knowledge and actions of the place are the basis for this education. This dissertation had as its Intervention Project and Educational Product the objective of collectively building a Quilombola Pedagogical Proposal for the Municipal School Tomé Monteiro, located in the community of Remarante de Quilombo Empata Viagem, Maraú / BA. The present work is composed of stages that, in many moments, were built collectively through workshops, interviews and conversations with the Empata Viagem community. Thus, it consists of a Descriptive Memorial that demonstrates my trajectory as an educator where, through my students, I intertwined that Remaining Community of Quilombo Empata Viagem with the Intervention Project that emerged collectively. In this sense, I narrate a little of the stories of the municipality of Maraú / BA relating to the struggle trajectory of that People of the Remaining of Quilombo Empata Viagem for official recognition and an Education, effectively, Quilombola School. Finally, I present the Educational Product also collectively constituted with the community, in a decolonial perspective through the elaboration of a Quilombola Pedagogical Proposal and the holding of the 1st Quilombola Education Seminar of the Remaining community of Quilombo Empata Viagem. All stages of this work were inspired by the desire to build a quilombola school based on the formation of a Quilombola School Education designed and organized with the community in a decolonial, intercultural way and based on Paulo Freire's thinking. The objective was to contemplate the desires, knowledge and practices of the community of the Remaining of Quilombo Empata Viagem (Maraú / BA), where topics such as: individual / collective memory, ancestry, territoriality, orality, family farming and cultural practices were addressed. Thus, I tried to narrate the paths and paths taken collectively in the search for the construction of a Quilombola School Education where the quilombola identity is respected.

26
  • EGNALDO FERREIRA FRANÇA
  •  DANÇA AFRO CONTEMPORÂNEA DO PROJETO ENCANTARTE: A FORMALIZAÇÃO DE UM MÉTODO PARA A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS. 

  • Orientador : RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • CLEBER RODRIGO BRAGA DE OLIVEIRA
  • Piedade Lino Videira
  • DANIELA GALDINO
  • MARILZA OLIVEIRA DA SILVA
  • Data: 18/08/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho discute uma proposta de epistemologia para o ensino e relações étnico-raciais com recorte para as experiências em dança afro contemporânea desenvolvidas pelo Projeto Encantarte no Bairro Maria Pinheiro, periferia da cidade de Itabuna – BA, vislumbrando a formalização do seu método – VIVENCIAÇÃO - como uma das possibilidades para a pratica de uma educação antirracista nos ambientes educacionais em consonância com a metodologia da pesquisa ação (ELLIOTT 1994), onde na sala de aula materializa-se o saber e o fazer do estudante (FRCUICISCHET 1999). Dessa forma, a dança afro contemporânea expressa no corpo dos atores sociais o caminho que indica as possibilidades do fazer pedagógico e a flexibilização/desolonização do currículo (GOMES 2012), onde o constante diálogo entre escola e comunidade é a base para o estabelecimento de uma educação que contempla a diversidade étnico racial. A pratica desta pesquisa aconteceu no Colégio Modelo Luiz Eduardo Magalhães de Itabuna, onde a fonte para as vivências se deu em torno das narrativas acerca do Riacho Burundanga, a construção do referido colégio cobrindo o riacho, o envenenamento por lixo hospitalar e a transformação do riacho em esgoto além das histórias de racismos, discriminações, homofobia, gordofobia e preconceitos vividos pelos estudantes que aderiram ao projeto. Neste sentido, mais do que uma construção coreográfica ou a sistematização do método desenvolvido pelo Encantarte, esta pesquisa destaca a relevância da formalização, especialmente pela transformação desses jovens em sujeitos mais conscientes e fortalecidos em suas identidades e partícipes na construção de uma educação ante racista, inclusiva, e que valoriza os saberes locais (GOMES 2012).


  • Mostrar Abstract
  • This paper discusses a proposal of epistemology for teaching and ethnic-racial relations with a focus on the experiences in contemporary Afro dance developed by the Encantarte Project in Bairro Maria Pinheiro, on the outskirts of the city of Itabuna - BA, envisioning the formalization of its method – EXPERIENCEACTION - as one of the possibilities for the practice of anti-racist education in educational environments in line with the methodology of action research (ELLIOTT 1994), where the student's knowledge and practice materializes in the classroom (FRCUICISCHET 1999). In this way, contemporary afro dance expresses in the body of social actors the path that indicates the possibilities of pedagogical practice and the flexibility / de-colonization of the curriculum (GOMES 2012), where the constant dialogue between school and community is the basis for establishing a education that contemplates racial ethnic diversity. The practice of this research took place at Colégio Modelo Luiz Eduardo Magalhães in Itabuna, where the source for the experiences was around the narratives about the Burundanga Creek, the construction of that school covering the stream, the poisoning by hospital waste and the transformation of the stream in sewage besides the stories of racism, discrimination, homophobia, fatophobia and prejudice experienced by students who joined the project. In this sense, more than a choreographic construction or the systematization of the method developed by Encantarte, this research highlights the relevance of formalization, especially for the transformation of these young people into subjects more aware and strengthened in their identities and participants in the construction of an anti-racist education, inclusive, and that values local knowledge (GOMES 2012).

27
  • ALINE DE SOUZA GALISA
  • ENTRE O CAMPO E A CIDADE: NARRATIVAS DE ESTUDANTES SEM TERRA –  ACESSIBILIDADES E SOCIABILIDADES POLÍTICO-PEDAGÓGICAS NO ESPAÇO ESCOLAR URBANO

  • Orientador : GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • LILIAN LIMA GONÇALVES DOS PRAZERES
  • LUZENI FERRAZ DE OLIVEIRA CARVALHO
  • Data: 24/08/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A escola compõe uma diversidade de povos e suas respectivas culturas, sendo assim, existem particularidades culturais e sociais que devem ser consideradas em todo processo educacional contribuindo para a construção de uma sociedade que se comprometa com a participação democrática, a equidade e o reconhecimento dos diferentes grupos socioculturais que a integram. A educação é um caminho possível para quebrar as diferenças sociais. Para tanto, é preciso desconstruir práxis político-pedagógicas enrijecidas para se construir currículos interligados à realidade sócio histórica dos estudantes. Diante dessas assertivas, foi realizada a pesquisa com a intenção de compreender as interfaces do processo socioeducativo de acolhimento de estudantes oriundos das escolas do campo do MST, no contexto sócio educacional do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, localizado em Itamaraju-BA, tendo como participantes/sujeitos da pesquisa dois estudantes concluintes da 3ª série do Ensino Médio e dois egressos do Ensino Médio do Colégio Modelo, autodenominados Sem Terra e residentes em um dos assentamentos do entorno da cidade de Itamaraju. E, como fio norteador, averiguar como se sentem esses estudantes egressos das escolas dos assentamentos do MST em uma escola dentro da cidade, e de que maneira ele se vê contemplado nas atividades político-pedagógicas. Não obstante, a partir da análise de suas  trajetórias de vida, compreender os sentidos e significados atribuídos por esses sujeitos à conquista da educação formal. Então, o recorte da pesquisa é por conjecturarmos que os processos políticos pedagógicos não consideram, na pratica as realidades desses sujeitos mesmo em se tratando de uma população que contribuiu e contribui para a construção da história do município, tanto econômica quanto social.  Optei por um percurso discursivo-metodológico caracterizado por uma abordagem qualitativa, dialogando com a Análise da Conversação, de acordo com o protocolo de transcrição de fala disposto por Marcuschi (2003). As entrevistas semiestruturadas, apontando um tema norteador, foram agendadas previamente e realizadas no espaço escolar. Sob o ponto de vista da cordialidade, os encontros foram conduzidos com base na colaboração natural (MEIHY, 2005). O aporte teórico dialoga com Roseli Salete Caldart, para fundamentar reflexões acerca da Educação do Campo; com Maria Nalva Rodrigues de Araujo, como embasamento para a História da Educação do MST; com Anísio Spínola Teixeira, para refletir sobre a educação como um caminho possível para quebrar as diferenças sociais; com Paulo Freire, um aporte significativo necessário à reflexão da construção de novos conhecimentos a partir do que os estudantes trazem para dentro da escola, ligando escola e comunidade no diálogo com as diferenças. Nessa esteira, também há interlocução com Erving Goffman, nas reflexões acerca dos indivíduos estigmatizados. Por fim, a pesquisa culminou na produção de um e-book titulado: ENTRE O CAMPO E A CIDADE: Narrativas de estudantes Sem Terra - acessibilidades e sociabilidades político-pedagógicas no espaço escolar urbano,  que objetiva somar-se aos materiais político-pedagógicos para estudantes, professores, coordenadores e para outros que atuam na gestão escolar,  e contribuir, a partir das reflexões apresentadas, para a inclusão, no currículo das escolas, de temáticas e estratégias pedagógicas que dialoguem com a realidade dos sujeitos que constituem os movimentos sociais. 


  • Mostrar Abstract
  • The school composes a diversity of people and their respective cultures, therefore, there are cultural and social particularities that must be considered in every educational process contributing to the construction of a society that is committed to democratic participation, equity and the recognition of different socio-cultural groups that integrate it. Education is a possible way to break social differences. Therefore, it is necessary to deconstruct rigid political-pedagogical praxis in order to build curriculum linked to the students' socio-historical reality. Given these assertions, the research was carried out with the intention of understanding the interfaces of the socio-educational process of welcoming students from schools in the MST field, in the socio-educational context of  Modelo Luís Eduardo Magalhães  School, located in Itamaraju-BA, with participants / research subjects two graduating students from the 3rd grade of high school and two high school graduates from  Modelo  School, self-styled landless and residing in one of the settlements surrounding the city of Itamaraju.And, as a guiding thread, find out how these students from the schools of the MST settlements feel at a school in the city, and how they see themselves included in the political-pedagogical activities. However, from the analysis of their life trajectories, understand the senses and meanings attributed by these subjects to the achievement of formal education. So, the focus of the research is to conjecture that the political pedagogical processes do not consider, in practice, the realities of these subjects even in the case of a population that has contributed and contributes to the construction of the history of the city, both economic and social. I opted for a discursive-methodological course characterized by a qualitative approach, dialoguing with Conversation Analysis, according to the speech transcription protocol provided by Marcuschi (2003). The semi-structured interviews, pointing out a guiding theme, were previously scheduled and carried out in the school space. From the point of view of cordiality, the meetings were conducted based on natural collaboration (MEIHY, 2005).The theoretical contribution dialogues with Roseli Salete Caldart, to base reflections on Rural Education; with Maria Nalva Rodrigues de Araujo, as a basis for the History of Education of the MST; with Anísio Spínola Teixeira, to reflect on education as a possible way to break social differences; with Paulo Freire, a significant contribution necessary to reflect on the construction of new knowledges from what students bring into the school, linking school and community in the dialogue with differences. In this context, there is also a dialogue with Erving Goffman, in the reflections about stigmatized individuals. Finally, the research culminated in the production of a titled e-book: BETWEEN THE COUNTRYSIDE AND THE CITY: Narratives of Landless students - political-pedagogical accessibility and sociability in the urban school space, which aims to add to the political-pedagogical materials for students, teachers, coordinators and others who work in school management, and contribute, based on the reflections presented, to the inclusion, in the schools curriculum, of pedagogical themes and strategies that dialogue with the reality of the subjects that constitute social movements.

28
  • JOSIVALDO FELIX CÂMARA
  • “O CHÃO QUE A GENTE PISA”: UMA PRODUÇÃO AUDIOVISUAL DA CIA DE TEATRO NEGRO MÁRIO GUSMÃO DE PAU BRASILBAHIA

  • Orientador : RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • CLEBER RODRIGO BRAGA DE OLIVEIRA
  • ELIS CRISTINA FIAMENGUE
  • LÍVIA JÉSSICA MESSIAS DE ALMEIDA
  • RACHEL DE OLIVEIRA
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • Data: 28/08/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa tem como tema central “O Chão que Gente Pisa”: Uma Produção Audiovisual da Cia De Teatro Negro Mário Gusmão de Pau Brasil - Bahia. O desejo de realizar a investigação culminou a partir da experiência em uma Escola municipal de Pau Brasil-BA, na posição de docente da disciplina História e Cultura Afro-Brasileira no Ensino Fundamental II e também na atuação como Diretor da Cia de Teatro Negro Mário Gusmão da mesma localidade. Com o objetivo de preservar a memória e reconhecer os símbolos da história e cultura da população negra intencionou-se com a pesquisa, desenvolver uma produção audiovisual sobre a Cia de Teatro Negro Mário Gusmão de Pau Brasil-BA para ampliar as atuações antirracistas para afirmação e (re) construção de pertencimentos identitários de sujeitos negros (as) e indígenas. Assim, atendendo a seguinte problematização para direcionar esta produção: De que forma a Cia de Teatro Negro Mário Gusmão de Pau Brasil-BA contribui na (re) construção e afirmação de pertencimentos identitários de sujeitos negros (as) e indígenas a partir das suas atuações antirracistas? Para trabalhar este objeto de estudo escolheu-se a pesquisa-ação e pesquisa intervenção. Com o desenvolvimento da proposta, se estabeleceu os subsequentes objetivos específicos: a) Discutir os contextos sociais, culturais, históricos e patrimoniais de fundação e das ações desenvolvidas pela Companhia de Teatro Negro Mário Gusmão de Pau-Brasil-BA; b) Evidenciar a Companhia de Teatro Negro Mário Gusmão de Pau-Brasil-BA como espaço não formal de educação antirracista e afirmação identitária descrevendo suas atuações e o processo de construção da produção audiovisual; e, por fim, c) Analisar as contribuições da Companhia de Teatro Negro Mário Gusmão de PauBrasil-BA na afirmação e (re) construção dos pertencimentos identitários a partir das narrativas dos (as) integrantes negros (as) e indígenas (atores, atrizes, dramaturgo, coordenadora, orientadora e diretor). A metodologia O trabalho teatral destes (as) jovens trouxe experiências entre as comunidades negras e indígenas do Território de Identidade Litoral Sul da Bahia, apontando para a necessidade de aproximar o conhecimento da educação formal e não formal, tendo como marco, a experiência em rodas de conversas, pesquisas e convivência com os coletivos sociais e apresentações teatrais. As atividades desenvolvidas nesses coletivos têm servido como suporte pedagógico para os (as) interlocutores (as) desenvolverem o papel de multiplicadores e guardiões do patrimônio material cultural dos saberes adquiridos nas vivências, transmitindo, inclusive, o anseio e a vontade de ocupar espaços sociais negados pelo Estado e pela elite brasileira desde a colonização. Portanto, artes cênicas produzidas por atrizes e atores negros têm cavado seus espaços de atuação durante a trajetória na Cia de Teatro Negro Mário Gusmão de Pau Brasil, e, de forma complementar, o reconhecimento da comunidade ao que é apresentado e representado, fazendo intervir o conceito de patrimônio cultural afrobrasileiro para identificá-los, e assim, as ações da educação não formal buscam desconstruir o simbólico e o imaginário negativo que estigmatizam os conceitos e práticas, bem como os seus legados à sociedade brasileira; e, por outro lado, busca propiciar o fortalecimento das identidades, visando inserir um novo olhar sobre o negro e o indígena no Brasil e no município de Pau Brasil na Bahia repensando o respeito às diferenças inerentes a cada um, sendo esta uma das funções da educação.


  • Mostrar Abstract
  • :This research has as its central theme “O Chão que Gente Pisa”: An Audiovisual Production by Black Theater Company Mário Gusmão of Pau Brasil - Bahia. The desire to carry out the investigation culminated from the experience in a municipal school in Pau Brasil-BA, in the position of professor of the discipline Afro-Brazilian History and Culture in Elementary School II and also in the role of Director of the Black Theater Company Mário Gusmão from the same location. With the objective of preserving the memory and recognizing the symbols of the history and culture of the black population, it was intended with the research, to develop an audiovisual production about the Black Theater Company Mário Gusmão of Pau Brasil-BA to expand the anti-racist performances for affirmation and reconstruction of identity belongings of black and indigenous subjects. Thus, taking into account the following problematization to direct this production: How the Black Theater Company Mário Gusmão of Pau Brasil-BA contributes to the reconstruction and affirmation of identity belongings of black and indigenous subjects based on their performances anti-racists? In order to work on this object of study, action research and intervention research were chosen.With the development of the proposal, the following specific objectives were established: a) To discuss the social, cultural, historical and patrimonial contexts of the foundation and of the actions developed by the Black Theater Company Mário Gusmão of Pau-Brasil-BA; b) Show the Black Theater Company Mário Gusmão of Pau-Brasil-BA as a non-formal space for anti-racist education and identity statement describing its actions and the process of building audiovisual production; and, finally, c) Analyze the contributions of the Black Theater Company Mário Gusmão of Pau-Brasil-BA in the affirmation and reconstruction of identity belongings based on the narratives of black and indigenous members (actors), actresses, playwright, coordinator, advisor and director). The theatrical work of these young people brought experiences between the black and indigenous communities of the Southern Coastal Identity Territory of Bahia, pointing to the need to bring knowledge closer to formal and non-formal education, having as a landmark, the experience in conversation circles, research and coexistence with social groups and theatrical performances. The activities developed in these collectives have served as pedagogical support for the interlocutors to develop the role of multipliers and guardians of the cultural material heritage of the knowledge acquired in the experiences, even transmitting the desire and the will to occupy denied social spaces by the State and the Brazilian elite since colonization. Therefore, performing arts produced by black actresses and actors have carved out their spaces of activity during their trajectory at the Black Theater Company Mário Gusmão of Pau Brasil, and in a complementary way, the community's recognition of what is presented and represented, making the concept of Afro-Brazilian cultural heritage to identify them, and thus, the actions of non-formal education seek to deconstruct the symbolic and the negative imaginary that stigmatize the concepts and practices, as well as their legacies to Brazilian society; and, on the other hand, it seeks to foster the strengthening of identities, aiming to insert a new look on the black and the indigenous in Brazil and in the municipality of Pau Brasil in Bahia, rethinking the respect for the differences inherent to each one, this being one of the functions of education.

29
  • ALANA ASSUNÇÃO DAMASCENO DE SOUZA
  • A Política de Assistência Estudantil e a permanência de estudantes que ingressaram pelo sistema de cotas no IF Baiano de Teixeira de Freitas: aspectos materiais e simbólicos

  • Orientador : FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLÉA MARIA DA SILVA FERREIRA
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • LILIAN LIMA GONÇALVES DOS PRAZERES
  • Data: 09/09/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • As cotas na educação representam um marco no que concerne à adoção de Políticas de Ações Afirmativas no Brasil, vindo a ampliar as possibilidades de acesso de estudante negros e pobres nas instituições federais de ensino. Nesse contexto, considerando que as Políticas de Ações Afirmativas não se encerram no acesso, ações voltadas à permanência foram implementadas nesses espaços, sendo a mais representativa a Assistência Estudantil. Desse modo, problematizamos se, na perspectiva dos estudantes, a Política de Assistência Estudantil contribui para a permanência no campus Teixeira de Freitas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano, localizado na cidade baiana homônima.  Importa evidenciar que a ideia de permanência adotada neste estudo tem como parâmetro duas perspectivas distintas, mas complementares: i) a permanência material, ligada às condições objetivas de sobrevivência, ii) e a permanência simbólica, atrelada a uma dimensão subjetiva de integração a esses espaços. Os sujeitos participantes da pesquisa são os estudantes do Ensino Técnico Integrado ao Médio que ingressaram na instituição por meio do sistema de cotas, os quais expuseram suas opiniões sobre o sistema de reserva de vagas nessas instituições, e sobre questões fundamentais para a permanência, tais como adaptação à instituição e acesso à Assistência Estudantil. A metodologia do estudo foi predominantemente qualitativa e, para coleta dos dados, foram respondidos questionários semiestruturados. Após análise destes, foi ratificada a ideia de que a ampliação do acesso é insuficiente sem ações concretas voltadas para a permanência e o êxito. Nesse sentido, o IF Baiano tem implementado políticas voltadas a esse fim, contudo, no que concerne à Política de Assistência Estudantil, embora esta tenha sido ampliada com o advento das cotas, não são estabelecidas ações e/ou programas que atentem às especificidades das questões étnico-raciais. Desse modo, essa política é, em alguns momentos, universalizante e, em outros, focalizadora, tendo como parâmetro critérios de renda, somente. Nesse sentido, a Assistência Estudantil no campus Teixeira de Freitas é considerada como uma política que contribui para a permanência na instituição, mas as suas ações ainda têm sido evidenciadas primordialmente no campo da permanência material, precisando avançar no que concerne à permanência simbólica, nesse espaço.


  • Mostrar Abstract
  • Quotas in education represent a milestone regarding the adoption of Affirmative Action Policies in Brazil, increasing the possibilities of access for black and poor students in federal educational institutions. In this context, considering that the Affirmative Action Policies do not end with access, actions aimed at permanence were implemented in these spaces, the most representative being Student Assistance. Thus, we question whether, from the perspective of the students, the Student Assistance Policy contributes to the permanence on the Teixeira de Freitas campus of the Federal Institute of Education, Science and Technology of Bahia, located in the homonymous city of Bahia. It is important to highlight that the idea of permanence adopted in this study has as parameter two distinct but complementary perspectives: i) material permanence, linked to objective conditions of survival, ii) and symbolic permanence, linked to a subjective dimension of integration to these spaces. The subjects participating in the research are the students of Technical Education Integrated to High School who joined the institution through the quota system, who exposed their opinions on the system of reservation of places in these institutions, and on fundamental issues for permanence, such as adaptation to the institution and access to Student Assistance. The study methodology was predominantly qualitative and, for data collection, semi-structured questionnaires were answered. After their analysis, the idea that expanding access is insufficient without concrete actions aimed at permanence and success was ratified. In this sense, IF Baiano has implemented policies aimed at this purpose, however, with regard to the Student Assistance Policy, although this has been expanded with the advent of quotas, actions and / or programs that address the specifics of the issues are not established. ethnic-racial. Thus, this policy is, at times, universal and at others, focused, with only income criteria as a parameter. In this sense, Student Assistance on the Teixeira de Freitas campus is considered as a policy that contributes to the permanence in the institution, but its actions have still been evidenced primarily in the field of material permanence, needing to advance in what concerns symbolic permanence, in this space.

30
  • VANESSA IURCHIAG ROZISCA
  • POTENCIALIDADES PEDAGÓGICAS DO ECO-ETNOTURISMO NA ALDEIA PÉ-DO-MONTE

  • Orientador : ANDRE DE ALMEIDA REGO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE DE ALMEIDA REGO
  • HELANIA THOMAZINE PORTO VERONEZ
  • PAULO DE TASSIO BORGES DA SILVA
  • Data: 18/09/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Na aldeia Pé do Monte vigoram projetos ligados ao reflorestamento, especificamente, a preservação da Mata Atlântica de eco e etnoturismo. Assim, este trabalho busca refletir e dar visibilidade aos processos de construção de saberes e fazeres dos Pataxó da Aldeia Pé do Monte, a partir do etnoturismo enquanto prática sócio educativa, por considerar que os fazeres e os saberes construídos nas atividades turísticas da aldeia constituem uma epistemologia que tem como interfaces: relações étnico-raciais, interculturalidades e processos de ensino-aprendizagem. A implementação e análise de práticas educativas construídas junto ao coletivo Pataxó será realizada por meio da pesquisa-ação, a fim de promover leituras desses processos de ensino-aprendizagem junto aos nativos, visando à introdução de outras metodologias e teorias na implementação do etnoturismo. Há uma epistemologia educacional e cultural que está se construindo em diferentes espacialidades e, por isso, nessa pesquisa entende-se que o etnoturismo tem sido utilizado como uma das ações afirmativas étnico-culturais, contribuindo, para que turistas e estudantes reconheçam no protagonismo dos povos tradicionais formas singulares de construção de fazeres e de saberes. Como aporte teórico serão utilizados estudos bibliográficos e dos saberes edificados historicamente pelos Pataxó e concepções de campos diversos que refletem sobre etnoturismo, povos tradicionais e identidade. Por fim, a construção e análise das práticas sócio educativas convergem para a publicação de um Inventário do Etnoturismo Pataxó da Aldeia Pé do Monte (em mídia digital), a fim de que possam socializar seus conhecimentos e buscarem parcerias e financiamentos. Com o inventário, espera-se contribuir para uma melhor divulgação das manifestações, tradições, rituais, memórias e saberes da cultura dos Pataxó do Pé do Monte (Porto Seguro – BA), em conformidade com a Lei Federal 11.645/2008, que determina o respeito à diversidade cultural dos povos indígenas, bem como a defesa de seus direitos


  • Mostrar Abstract
  • In Pé do Monte Village there are projects linked to reforestation, specifically, on the preservation of the Atlantic Forest and ethnotourism. Thus, this paper searches to reflect and to give visibility to the processes of construction of the Pé do Monte Village Pataxó ´knowledge and practices, based on ethno-tourism as a socioeducational practice, considering that the practices and knowledge built in the village's tourist activities constitute an epistemology that has as interfaces: ethnic-racial relations, inter culturalities and teaching-learning processes. The implementation and analysis of educational practices built with the Pataxó collective will be carried out through an action research, in order to promote interpretations of these teaching-learning processes with the natives, aiming at introducing other methodologies and theories in the implementation of ethno-tourism. An educational and cultural epistemology has been built in different specialties, and therefore, in this project, it is understood that ethno-tourism has been used as one of the appreciation ethnic-cultural actions, contributing for tourists and students to recognize, in the protagonism of the traditional peoples, unique forms of actions and knowledge construction. As a theoretical contribution, the Pataxó historically built knowledge will be used, as well asthe conceptions of diverse fields that reflect on ethnotourism, traditional peoples, identity and socio-educational practices. Finally, the construction and analysis of socio-educational practices converge for the publication of the Pataxó Ethno-tourism Inventory of the Pé do Monte Village (in digital media), so that they can socialize their knowledge and seek for partnerships and financing. It is hoped that, with publication of the inventory, a better dissemination of the manifestations, traditions, rituals, memories and knowledge of the Pé do Monte (Porto Seguro - BA) Pataxó culture happens, in accordance with the Federal Law 11.645 / 2008, which determines the cultural diversity of indigenous peoples respect, as well as the defense of their rights

31
  • MÁRCIA SENGER
  • EDUCAÇÃO ESCOLAR INFANTIL INDÍGENA NA OKA KATUANA: A REPRESENTAÇÃO AFETIVA NA CONSTRUÇÃO DA APRENDIZAGEM DAS CRIANÇAS TUPINAMBÁ DE OLIVENÇA (ILHÉUS/BAHIA)

  • Orientador : CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • Flávia Cristina de Mello
  • José Valdir de Jesus Santana
  • LILIAN REICHERT COELHO
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • Data: 25/09/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação possui como seu propósito inicial analisar as políticas e práticas educacionais da educação escolar indígena e as relações entre Parentes nos processos de ensino-aprendizagem das crianças Tupinambá de Olivença (Ilhéus/Bahia). Partiu da perspectiva de estudar as representações afetivas como parte presente nesse contexto escolar. A pesquisa foi realizada junto à Oka Katuana, espaço de convivência da Creche Municipal Indígena e do Anexo da Escola Estadual Indígena Tupinambá Amotara - EEITA. Metodológica e conceitualmente os pressupostos deste estudo utilizaram-se de multimétodos desenvolvidos através da observação, levantamento de dados e estudo dos autores apresentados durantes as aulas no Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia – Campus Jorge Amado (PPGER-UFSB-CJA). Porém, a presente dissertação tem como seu embasamento principal a interação junto com a Comunidade Escolar da Oka Katuana em suas vivências cotidianas entre as crianças indígenas, educadoras/educadores, funcionárias/funcionários e as famílias Tupinambá. Deste modo, o Projeto de Intervenção e Produto Educacional aqui apresentados foram frutos de uma construção coletiva com aquela Comunidade Escolar. Na primeira parte desta dissertação apresento um Memorial Descritivo demonstrando a minha trajetória até a presente escrita. Logo após disserto sobre o Projeto de Intervenção assinalando os caminhos que surgiram da interação com a Comunidade Escolar da Oka Katuana. Finalizo apresentando os Produtos Educacionais constituídos coletivamente com aquela Comunidade Escolar, tendo como princípios uma perspectiva decolonial e paulofreiriana. Novamente saliento que este percurso foi inspirado nas relações entre Parentes nos processos de ensino-aprendizagem das crianças Tupinambá de Olivença (Ilhéus/Bahia). Da mesma forma, no desejo da Comunidade da Oka Katuana em construir uma atuação pautada e organizada de forma indígena e diferenciada. Ou seja, na compreensão deste estudo, uma atuação decolonial, intercultural e inspirada no pensamento de Paulo Freire.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation has as its initial purpose to analyze the educational policies and practices of indigenous school education and the relations between relatives in the teaching-learning processes of Tupinambá de Olivença children (Ilhéus / Bahia). It started from the perspective of studying affective representations as part of this school context. The research was carried out at the Oka Katuana, a living space of the Creche Municipal Indígena and the Annex of the Escola Estadual Indígena Tupinambá Amotara - EEITA. Methodologically and conceptually the assumptions of this study used multimethods developed through observation, data collection and study of the authors presented during classes in the Graduate Program in Teaching and Ethnic-Racial Relations at the Federal University of Southern Bahia - Campus Jorge Amado (PPGER-UFSB-CJA). However, this dissertation has as its main basis the interaction with the School Community of Oka Katuana in their daily experiences among indigenous children, educators / educators, employees / employees and Tupinambá families. Thus, the Intervention and Educational Product Project presented here were the result of a collective construction with that School Community. In the first part of this dissertation, I present a Descriptive Memorial showing my trajectory until the present writing. Right after talking about the Intervention Project, pointing out the paths that emerged from the interaction with the School Community of Oka Katuana. I conclude by presenting the Educational Products constituted collectively with that School Community, having as principles a decolonial and paulofreriana perspective. Again, I emphasize that this path was inspired by the relations between relatives in the teaching-learning processes of Tupinambá de Olivença children (Ilhéus / Bahia). Likewise, the Katuana Day Care Community's desire to build a guided and organized performance in an indigenous and differentiated way. That is, in the understanding of this study, a decolonial, intercultural performance inspired by the thought of Paulo Freire.

32
  • IMARA QUEIROZ BISPO
  • IMPACTOS DE INTERVENÇÃO FOTOGRÁFICA VOLTADA PARA AS PRÁTICAS ARTÍSTICAS E CULTURAIS DA COMUNIDADE QUILOMBOLA DO PORTO DE TRÁS.

  • Orientador : CELIA REGINA DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • CHARLES RICARDO LEITE DA SILVA
  • FELIPE DE BRITO LIMA
  • HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • Data: 30/09/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A presente pesquisa tem por objetivo analisar impactos de intervenção fotográfica voltada para as práticas artísticas e culturais de comunidade quilombola (Porto de Trás) no âmbito da educação não formal e das relações étnicos raciais. A temática da pesquisa perpassa por questões étnicos raciais que abordam sobre a África, Afros – brasileiros, racismo, colonização, educação antirracista, a Educação não Formal na construção do sujeito dos setores subalternizados; a cultura popular como objeto de reconstrução e fortalecimento das identidades e culturas; e a fotografia como expressão da linguagem visual. Nessa perspectiva, o referencial teórico da pesquisa dialoga com NASCIMENTO (1980), RIBEIRO (2019), MUNANGA (1996), KILOMBA (2019), HOOKS (2013), BARBOSA (1991) SHORE (1947), GOHN (2010), CATENNACCI (2001), dentre outros. A intervenção foi realizada no Quilombo Porto de Trás, na Associação Cultural Tribo do Porto considerando o local como um espaço ativo de Educação não formal. A proposta teve como base oficina de fotografia definida por abordagens de métodos de ensino numa perspectiva qualitativa com a intenção de interpretar os dados obtidos ao longo do processo. Os processos metodológicos adotados para a análise dos impactos da intervenção incluem traços da pesquisa-ação, práticas fotográficas, observações e entrevistas, diálogos com os alunos quilombolas e o arte/educador/pesquisador. Os dados obtidos indicam para a contribuição da fotografia presente na arte, na cultura e identidade dos povos com ênfase na valorização e luta pela (re) existência da comunidade quilombola.


  • Mostrar Abstract
  • Abstract: This research aims to analyze the impacts of photographic intervention focused on the artistic and cultural practices of the quilombola community in the context of non-formal education and ethnic racial relations. The research theme runs through ethnic racial issues that address Africa, Africans - Brazilians, racism, colonization, anti-racist education, etc .; non-formal education in the construction of the subject of subalternized sectors; popular culture as an object of reconstruction and strengthening of identities and cultures; and photography as an expression of visual language. In this perspective, the theoretical framework of the research seeks to dialogue with NASCIMENTO (1980), RIBEIRO (2019), MUNANGA (1996), KILOMBA (2019), HOOKS (2013), BARBOSA (1991) SHORE (1947), GOHN (2010), CATENNACCI (2001), among others. The intervention was carried out at Quilombo Porto de Trás, at the Associação Cultural Tribo do Porto, considering the place as an active space for non-formal education. The intervention was based on a photography workshop defined by approaches to teaching methods in a qualitative perspective with the intention of interpreting the data obtained throughout the process. The methodological processes adopted to analyze the impacts of the intervention include photographic practices, observations and interviews, dialogues with quilombola students and the art / educator / researcher. The data obtained indicate the contributions of photography present in the art, culture and identity of the people with an emphasis on valuing and fighting for the (re) existence of the quilombola community.

33
  • LUZIA BATISTA DOS SANTOS
  • ESCREVIVÊNCIAS NO CHÃO DA ESCOLA: o papel da literatura negra feminina como práxis de resistência

  • Orientador : MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCIANE CONCEIÇÃO DA SILVA
  • HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • Data: 20/10/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Tendo em vista que a compreensão média em relação à Literatura Negra Feminina indica que a mesma é uma manifestação da minoria, que há muito tempo foi excluída pela elite social, a qual prioriza a literatura erudita, necessitamos trazer para o chão da escola essa vertente literária demonstrando a sua qualidade estética e cultural para o reconhecimento da nossa própria identidade enquanto sujeito e coletivo. Assim, o presente estudo trouxe uma proposta de inserção da Literatura Negra Feminina para sala de aula através da formação continuada das professoras de Língua Portuguesa.  Este estudo se faz necessário, tendo em vista que o ensino da literatura, ainda é pautado em obras que pouco (ou nada) representam a comunidade negra, fortalecendo estereótipos e preconceitos, tais como, a imagem da mulher negra subalternizada e subjugada. Trago uma reflexão a cerco da Lei nº 10.639/2003, que problematiza a inserção da Literatura Negra Feminina na escola e sugiro atividades que possam intervir na prática dos (as) professores (as) de Língua Portuguesa no que se refere à abordagem dessa literatura negra em sala de aula. As teóricas que colaboram nessa empreita são: Conceição Evaristo (2010), Bell Hooks (1995), Lélia Gonzalez (2008), Ana Célia Silva (2005), Nilma Lino Gomes (2012) legando aporte para este estudo-intervenção, qual seja, inserir a Literatura Negra, especialmente focada em escritoras negras, por meio de oficinas e rodas de diálogos entre professoras. A ideia é fomentar, por meio da inserção da Literatura Negra Feminina na formação continuada, uma ferramenta tecnológica educacional para pesquisar, compartilhar e dialogar sobre Literatura Negra. Para a consecução desses objetivos, foi utilizada uma metodologia qualitativa, com pesquisa bibliográfica, esse método trouxe além da narrativa da trajetória de mulheres negras, a inclusão de minha própria trajetória na realização e desenvolvimento de práticas pedagógicas outras, que acreditamos estarem alinhadas as pedagogias decoloniais de educação deslocadas da visão eurocentrada. A pesquisa foi realizada por meio da análise sobre a forma em que a literatura de autoria negra é abordada em livros didáticos de Língua Portuguesa do 8º e 9º ano do Ensino fundamental 2, distribuídos pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Como segundo momento dessa metodologia, foi feito um diagnóstico situacional no intuito de ouvir as inquietações, percepções e visões das professoras sobre o trabalho com essa temática nas aulas de português, a partir daí realizamos juntamente com as docentes as oficinas, uma proposta de escrevivencia termo cunhado pela escritora Conceição Evaristo para traçar uma escrita de sua própria historia, bem como levar o aluno a fazer a sua escrevivência a partir do real vivido no ambiente escolar. Como Produto Final, foi construído um caderno pedagógico cujo objetivo é auxiliar didático e pedagogicamente as(os) professoras(es), a ministrar aulas sobre a Literatura negra, de forma interativa, estimulante e acima de tudo, aulas que mostrem escritas de mulheres negras trazendo como protagonistas o próprio negro. Nesse caderno as professoras irão encontrar recursos pedagógicos, planos de aulas, textos de autoras negras, contos, poesias, sugestões de filmes e documentários.


  • Mostrar Abstract
  • Esse projeto traz uma proposta de inserção da Literatura Negra em sala de aula através da formação continuada das(os) professoras(es) de Língua Portuguesa. Este estudo se faz necessário, tendo em vista que o ensino da literatura ainda é pautado em obras que pouco ou nada representam para a comunidade negra, fortalecendo estereótipos e preconceitos, tais como, a imagem da mulher negra subalternizada e subjugada. Trago uma reflexão acerca da Lei nº 10.639/2003 que problematiza a inserção da Literatura Negra na escola e sugiro atividades que possam intervir na prática das(os) professoras(es) de Língua Portuguesa no que se refere à abordagem dessa literatura negra em sala de aula. As teóricas que colaboram nessa empreita são Conceição Evaristo (2010), Bell Hooks (1995), Lélia Gonzalez (2008), Ana Célia Silva (2005). A ideia é fomentar por meio da inserção da Literatura Negra na formação continuada, uma ferramenta educacional para pesquisar, compartilhar e dialogar sobre literatura negra em sala de aula. Para a consecução desses objetivos, será utilizada uma metodologia qualitativa, com pesquisa bibliográfica, análise de conteúdos de material didático e diagnóstico situacional. A pesquisa será realizada por meio da análise sobre a forma em que a literatura de autoria negra é abordada em livros didáticos de Língua Portuguesa do 8º e 9º ano do Ensino fundamental 2, escolhidos pelos(as) professores(as)  do Colégio Municipal de Porto Seguro, distribuídos pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Como segundo momento dessa metodologia, será realizado  um diagnóstico situacional no intuito de ouvir as inquietações, percepções e visões das(os) professora(es) sobre o trabalho com essa temática nas aulas de português, a partir daí realizaremos juntamente com as(os) docentes as oficinas, uma proposta de escrevivência, termo cunhado pela escritora Conceição Evaristo, para traçar uma escrita de sua própria história, bem como levar o aluno a fazer a sua escrevivência a partir do real vivido no ambiente escolar. Como Produto Final, objetivamos construir um caderno pedagógico cujo objetivo é auxiliar didática e pedagogicamente as(os) professoras(es), a ministrar aulas sobre a Literatura negra, de forma interativa, estimulante e acima de tudo, aulas que mostrem escritas de mulheres negras trazendo como protagonistas as personagens negras. Nesse caderno as(os) professoras(es) irão encontrar recursos pedagógicos, planos de aulas, textos de autoras negras, contos, poesias, sugestões de filmes e documentários.

34
  • VANESSA RODRIGUES DOS SANTOS
  • Aupaba anamã jycayba: mbaecuaba-eté mboessaba Tupinambá Amotara – Taba Itapuã = Território e (re)existência na educação escolar indígena Tupinambá decolonial: Colégio Estadual Indígena Tupinambá Amotara (Aldeia Itapuã – Olivença –Ilhéus/BA)

  • Orientador : CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • CLEBER RODRIGO BRAGA DE OLIVEIRA
  • Flávia Cristina de Mello
  • Jules Batista Soares
  • Data: 30/10/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação busca contribuir com a luta do meu Povo (Tupinambá de Olivença - Ilhéus/Bahia) por direitos, tais como: Reconhecimento Étnico, Demarcação Territorial e construção paulofreriana de uma Educação Escolar Indígena-Decolonial, Autônoma e de Qualidade. Por isto as três partes que constituem o presente trabalho dialogam e se complementam a todo momento: Memorial Descritivo, Projeto de Intervenção e Produtos Educacionais. Inicialmente narro algumas das memórias da minha ancestralidade originária, como moradora na Terra Indígena Tupinambá de Olivença e participante da luta do meu Povo. Nesta vivência pessoal e coletiva de indianidade compreendi que a atuação junto à Educação Escolar Indígena seria fundamental para obtenção de direitos. Tornei-me então Educadora Indígena a partir da formação acadêmica como Geógrafa (UESB) e das densas perspectivas que afloraram como inspirações conceituais advindas da decolonialidade dos saberes apresentadas pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia. Somada as vivências com a minha Comunidade, esta formação orientou a atuação aqui narrada como Educadora: no Núcleo Escolar Taba Jairy do Colégio Estadual Indígena Tupinambá de Olivença; Escola Municipal Sergio Carneiro; na Formação Pedagógica com EJA I da Secretaria de Educação de Ilhéus; e no Colégio Estadual Indígena Tupinambá Amotara da Aldeia Itapuã. O Projeto de Intervenção e os Produtos Educacionais apresentados nesta dissertação resultaram deste percurso individual e coletivo, especialmente junto ao Colégio Tupinambá Amotara da Aldeia Itapuã. Assim, procuro aqui descrever os caminhos e descaminhos percorridos desta proposta de construção paulofreriana de uma Educação Escolar Indígena-Decolonial no Território tradicional de um Povo que possui o direito ancestral e natural à Terra Originária negado por parte do estado brasileiro e de alguns proprietários locais, resultando em inúmeros conflitos. Para isto alguns conceitos foram construídos e reconstruídos a partir das estratégias de vivenciar e permanecer na terra, tais como: territorialização, desterritorialização e reterritorialização; indianidade; construção paulofreriana de uma educação escolar indigenamente decolonial e intercultural, partindo dos saberes originários; (re)existência, resistência, retomada e salto-demarcação na luta pelo reconhecimento étnico e territorial.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation seeks to contribute to the struggle of my people (Tupinambá de Olivença - Ilhéus / Bahia) for rights, such as: Ethnic Recognition, Territorial Demarcation and Paulofrerian construction of Indigenous-Decolonial, Autonomous and Quality School Education. For this reason, the three parts that make up the present work dialogue and complement each other at all times: Descriptive Memorial, Intervention Project and Educational Products. Initially I narrate some of the memories of my original ancestry, as a resident of the Tupinambá de Olivença Indigenous Land and a participant in the struggle of my people. In this personal and collective experience of Indianity, I understood that working with Indigenous School Education would be fundamental to obtain rights. I then became an Indigenous Educator from academic training as a Geographer (UESB) and from the dense perspectives that emerged as conceptual inspirations arising from the decoloniality of knowledge presented by the Graduate Program in Teaching and Ethnic-Racial Relations at the Federal University of Southern Bahia. In addition to the experiences with my community, this training guided the activities described here as an Educator: at the Taba Jairy School Center of the Colégio Estadual Indígena Tupinambá de Olivença; Sergio Carneiro Municipal School; in Pedagogical Training with EJA I of the Ilhéus Department of Education; and the Tupinambá Amotara Indigenous State College of Aldeia Itapuã. The Intervention Project and the Educational Products presented in this dissertation resulted from this individual and collective journey, especially with the Tupinambá Amotara College of Aldeia Itapuã. So, I try to describe here the paths and paths taken in this proposal for the construction of Paulofrerian Education for IndigenousDecolonial Education in the traditional Territory of a People who have the ancestral and natural right to the Original Land denied by the Brazilian state and some local owners, resulting in countless conflicts. For this, some concepts were built and reconstructed from the strategies of experiencing and staying on the land, such as: territorialization, deterritorialization and reterritorialization; Indianity; paulofreriana construction of an indigenously decolonial and intercultural school education, starting from the original knowledge; (re) existence, resistance, resumption and leap-demarcation in the struggle for

35
  • CRISTIANE QUEIROZ DE ALMEIDA SILVA
  • Desafios para a permanência e êxito dos estudantes negros e indígenas do IFBA Campus Eunápolis- BA.

  • Orientador : FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • LIDYANE MARIA FERREIRA DE SOUZA
  • ELIANE COSTA SANTOS
  • Data: 30/11/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esta Pesquisa-ação envolve a investigação científica articulada com a prática no ambiente em estudo e tem como principal objetivo evidenciar e refletir sobre as condições de permanência e êxito dos estudantes negros e indígenas no Instituto; além de propor ações que possibilitem uma aprendizagem significativa que considere as contribuições afro-brasileiras e indígenas na educação. Este trabalho contemplou um caráter quantitativo e qualitativo, cujos procedimentos utilizados incluíram a fundamentação teórica; investigação documental institucional; busca, sistematização e análise dos dados; investigação de trabalhos científicos relacionados ao objeto da Pesquisa-ação; observação participante; entrevistas; prática in locus e discussão dos resultados. Dentre uma complexidade de variáveis resultantes, ficou evidenciada a dificuldade no aprendizado dos estudantes em algumas áreas do conhecimento, principalmente nas ciências exatas, como principal motivo que conduziram os estudantes à reprovação e, consequentemente, à evasão. Dentre estas áreas, a Matemática foi a mais apontada pelos discentes. Constatou-se também, que os estudantes negros e indígenas compõem as maiores parcelas desses fenômenos. Em função disso, a Pesquisa-ação conduziu a discussão a partir da perspectiva decolonial e propôs a implementação do Projeto “Saberes Étnico-Raciais: outros olhares sobre a Ciência Matemática”, respaldando-se na Etnomatemática, como possibilidade epistemológica e metodológica para uma aprendizagem mais significativa e produtiva. O referido Projeto foi desenvolvido com os estudantes dos primeiros anos dos cursos integrados, por ser o período em que a reprovação e a evasão são mais acentuadas.


  • Mostrar Abstract
  • This Action Research involves scientific research articulated with practice in the study environment and its main objective is to highlight and reflect on the conditions of permanence and success of black and indigenous students at the Institute; in addition to proposing actions that enable meaningful learning that considers Afro-Brazilian and indigenous contributions to education. This work contemplated a quantitative and qualitative character, whose procedures used included the theoretical foundation; institutional documentary research; search, systematization and data analysis; investigation of scientific works related to the object of Action Research; participant observation; interviews; on-site practice and discussion of results. Among the complexity of the resulting variables, difficulties in students' learning in some areas of knowledge were observed, mainly in the exact sciences, as the main reason that led students to fail and, consequently, to evade. Among these areas, Mathematics was the most pointed out by the students. It was also found that black and indigenous students make up the largest portions of these phenomena. As a result, Action Research led the discussion from the decolonial perspective and proposed the implementation of the Project “Ethnic-Racial Knowledge: other perspectives on Mathematical Science”, based on Etnomathematics, as an epistemological and methodological possibility for learning more meaningful and productive. This Project was developed with students from the first years of integrated courses, as it is the period in which failure and dropout are most accentuated.

36
  • MARIA CRISTINA MARQUES
  •  "REORIENTAÇÃO CURRICULAR PARA O ENSINO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS INDÍGENAS NO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DA UNESULBAHIA/REDE UNIFTC CAMPUS EUNÁPOLIS - BAHIA"

  • Orientador : JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDSON KAYAPÓ
  • ISABEL CRISTINA BELASCO
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • Data: 04/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A formação do profissional Enfermeiro/a, com base nas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Enfermagem garante a compreensão do cuidado voltado às dimensões humanas e o respeito à diversidade, por isso verifica-se a necessidade de implementar estratégias práticas que aproximem os acadêmicos do curso de graduação em Enfermagem nas relações étnico-raciais e de gênero com a comunidade local. Dessa forma minha pesquisa tem como objetivo, avaliar o impacto das vivências e práticas acadêmicas relacionadas às relações étnico-raciais indígenas aos acadêmicos do curso de graduação em Enfermagem da Unesulbahia/Rede UNIFTC campus Eunápolis, Bahia após a reorientação do Projeto Pedagógico do Curso através do seu núcleo Docente Estruturante, na qual faço parte. Trata-se de pesquisa-intervenção utilizando preparo teórico, roda de conversa e visitas técnicas observacionais e interativas em comunidades indígenas locais, onde os relatos dos acadêmicos foram utilizados para análise de conteúdo, seguindo o método de Bardin. Os resultados obtidos demostraram que o impacto da proposta curricular contribuiu na formação dos acadêmicos para uma melhor competência cultural, proporcionando uma visão humanizada na assistência de Enfermagem. Conclui-se que a pesquisa levou a quebra de alguns preconceitos, abertura à interação com a comunidade indígena local e ampliou e percepção sobre o processo saúde-doença aos acadêmicos de Enfermagem envolvidos na pesquisa.


  • Mostrar Abstract
  • A formação do profissional Enfermeiro/a, com base nas Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Enfermagem garante a compreensão do cuidado voltado às dimensões humanas e o respeito à diversidade, porém, ainda que existam leis que obriguem os temas em saúde da população indígena, negra e de gênero nos currículos, verifica-se a necessidade de implementar estratégias práticas que aproximem os acadêmicos do curso de
    graduação em Enfermagem nas relações étnico-raciais e de gênero com a comunidade local. Dessa forma minha pesquisa tem como objetivo, proporcionar vivências institucionais e práticas acadêmicas nas aldeias indígenas da região aos acadêmicos do curso de graduação em Enfermagem, através da reorganização do Projeto Pedagógico do Curso. Trata-se de pesquisa- intervenção utilizando roda de conversa, preparo teórico e visitas técnicas observacionais e interativas em comunidades indígenas locais para a reestruturação do Projeto Pedagógico do Curso através do seu núcleo Docente Estruturante. Espero assim, contribuir para a formação de profissionais Enfermeiros da região do Extremo Sul da Bahia com uma visão transcultural e livre de racismo e discriminação de qualquer natureza, colaborando na melhoria da percepção saúde-doença dessas comunidades com atitudes saudáveis e potencial de estabelecer maior autonomia e controle social da saúde.

37
  • WADSON SANTOS SOUZA
  • Cartilha NECROPOLÍTICA EM CAPITÃES DA AREIA:
    Decolonizando o racismo por meio do cinema

  • Orientador : FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • AYALLA OLIVEIRA SILVA
  • FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • SANDRO AUGUSTO SILVA FERREIRA
  • Data: 11/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Neste trabalho desenvolve-se a análise e defesa do produto educacional confeccionado
    com o objetivo de ser usado em aulas do ensino básico. A cartilha apresentada ao longo
    deste texto busca viabilizar o debate sobre os conceitos de necropolítica, racismo e
    violência por meio do universo criado pelo escritor Jorge Amado no romance Capitães da
    Areia (1937), adaptado para o cinema pela diretora Cecília Amado (2011). A análise do
    produto é efetivada com a revisão e definição dos conceitos de racismo, violência e
    necropolítica, em conjunto com o relato da trajetória de construção do produto, bem como
    o exame do universo construído pelo escritor Jorge Amado no romance e do enfoque
    dado na adaptação homônima. Faz-se também uma defesa da metodologia investigativa
    empregada na construção do produto defendido. Nessa abordagem metodológica
    estimula-se o debate e a construção dos conceitos por meio da apresentação de dados
    estatísticos e notícias coletadas em sites e bases de dados do Governo Federal. Como
    resultado da análise, apresenta-se a cartilha, vista como um produto educacional e
    metodológico, no qual articula-se diversas linguagens culturais a fim de implementar o
    debate proposto de forma crítica. A construção de materiais didáticos para o uso em
    atividades educacionais antirracistas se constitui num instrumento de combate ao
    racismo. Com esse intento, a cartilha defendida neste trabalho visa ser um caminho para

    uma educação mais inclusiva e crítica.


  • Mostrar Abstract
  • In this paper, we analyze and defend an educational product developed for classwork in school settings. The booklet introduced in the text is meant to mediate a debate on the concepts of necropolitics, racism and violence. For this aim, we make use of the literary universe created by Jorge Amado in his novel, Capitães da Areia (1937), and that of the adapted motion picture by director Cecília Amado in 2011. In the analysis of the product, we revise and define the concepts of racism, violence and necropolitics, and also report the process through which it was developed. Moreover, we examine, both the literary universe created by Jorge Amado in his novel and the point of view adopted in the homonymous film. Finally, we defend the investigative methodology employed in the construction of this booklet, which fosters a debate and the building of concepts, mediated by statistical data and pieces of news collected from sites and databases of the Brazilian Federal Government. As a result of the analysis, the booklet is introduced as an educational and methodological product, where multiple cultural languages articulate, so that the proposed debate can be critically implemented. We understand that the development of pedagogical products for use in antiracist educational activities is a tool for fighting racism. As such, the booklet defended in this paper is meant to be a path for education that is more inclusive and critical.

38
  • MARILIA DE ANGELI
  • Gênero e Sexualidade na Educação: uma análise sobre vivências Lésbicas e Bissexuais

  • Orientador : FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA LOPES
  • SILVANE APARECIDA DA SILVA
  • Data: 15/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Refletindo sobre a condição de vulnerabilidade de muitas mulheres bissexuais e lésbicas negras, invisibilizadas socialmente, busco, nesse trabalho, a partir da análise das vivências de quatro estudantes, examinar os percursos de mulheres que decidiram romper com os padrões heteronormativos de uma sociedade machista, racista, bifóbica e lesbofóbica, e como se (re)constroem e se (auto)reconhecem a partir das experiências vividas no espaço escolar. A trajetória estudantil das mulheres entrevistadas está atrelada ao contexto de duas escolas periféricas da cidade de Eunápolis/Bahia, a saber, Colégio Estadual Baden Powell e a escola Municipal Arnaldo Moura Guerrieri. Partimos do entendimento de que falar de mulheres lésbicas e bissexuais negras é falar de uma tripla opressão: ser mulher numa sociedade machista, ser negra numa sociedade racista e ser bissexual/lésbica numa sociedade bifóbica/lesbofóbica. Reconhecendo as barreiras sociais que nós mulheres enfrentamos cotidianamente, entendemos a necessidade de não deixar falecer questões como estas no debate acadêmico. Para tanto, discorremos sobre as teorias do currículo observando como as questões de gênero e sexualidade têm sido consideradas nos espaços escolares e analisamos os documentos legais voltados à educação enfatizando a presença dessas questões. Partindo de abordagens alicerçadas na perspectiva pós-estruturalista de análise, observando os campos dos Estudos Culturais e dos Estudos Feministas, problematizamos a invisibilidade sobre as temáticas de gênero e sexualidade dentro do Projeto Político Pedagógico das referidas escolas e da prática docente. Para subsidiar a discussão que propomos nesta pesquisa, lançamos mão de alguns teóricos como Michel Foucault (1988) para pensar a sexualidade como um dispositivo de controle dos desejos dos indivíduos; Kimberlé Crenshaw (2002) para o entendimento da interseccionalidade; Kabengele Munanga (2003) para discorrer sobre a construção do conceito de racismo; Judith Butler (2003) com o conceito de performatividade; Guacira Lopes Louro (2014) com a abordagem de gênero e sexualidade na educação, entre outros/as. Com essa pesquisa pretendemos contribuir para que as abordagens de gênero e sexualidade ganhem visibilidade e passem a compor os currículos escolares, inseridas no Projeto Político Pedagógico e nas práticas pedagógicas dos/as docentes do município de Eunápolis.


  • Mostrar Abstract
  • Reflecting about the condition of vulnerability of many bisexual women and black lesbian, socially invisible, I seek, in this work, from the analysis of the experiences of four students, to examine the paths of women who decided to break with the heteronormative patterns of a macho society, racist, bifobic and lesbophobic, and how they (re) build and (self) recognize themselves within their trajectories in the school space. The student trajectory of the women interviewed is linked to the context of two peripheral schools in the city of Eunápolis/Bahia, namely, Colégio Estadual Baden Powell and the Arnaldo Moura Guerrieri Municipal school. We start from the understanding that to speak of Black lesbian and bisexual women is to speak of a triple oppression: to be a woman in a sexist society, to be Black in a racist society and to be bisexual/lesbian in a biphobic/lesbophobic society. Recognizing the social barriers that we women face daily, we understand the need to not let issues like these die in the academic debate. Therefore, we discuss the curriculum theories, observing how gender and sexuality issues have been considered in school spaces and we analyze the legal documents focused on education emphasizing the presence of these issues. Starting from approaches based on the post-structuralist perspective of analysis, observing the studies of Cultural Studies and Feminist Studies, we problematize the invisibility on the themes of gender and sexuality within the Political Pedagogical Project of those schools and teaching practice. To support the discussion that we propose in this work, we use some theorists like Michel Foucault (1988) to think of sexuality as a device to control individuals' desires; Kimberlé Crenshaw (2002) to understand intersectionality; Kabengele Munanga (2003) to discuss the construction of the concept of racism; Judith Butler (2003) with the concept of performance, Guacira Lopes Louro (2014) with an approach of gender and sexuality in education, among others theorists. With this research we intend to contribute so that the approaches of gender and sexuality gain visibility and start to compose the school curricula, inserted in the Political Pedagogical Project and in the pedagogical practices of the teachers of the municipality of Eunápolis.

39
  • GEOMARA PEREIRA MORENO NASCIMENTO
  • Remanescentes do quilombo Fôjo, Itacaré BA: Identidade étnica e acesso às políticas públicas de inclusão produtiva

  • Orientador : MILTON FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALESSANDRA MELLO SIMOES PAIVA
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • LILIAN REICHERT COELHO
  • MILTON FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • RACHEL DE OLIVEIRA
  • Data: 16/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho investigou a relação entre Identidade Étnica e o acesso às
    Políticas Públicas de Inclusão Produtiva Recente pelos/as remanescentes do Quilombo
    do Fôjo, nas suas práticas laborais cotidianas em Itacaré/BA. Traçou o perfil social,
    econômico e cultural da identidade étnica dos/as remanescentes do Quilombo do Fôjo,
    investigou as mudanças ocorridas na constituição e permanência identitária inerentes às
    restrições ou facilidades ao acesso às políticas públicas e a questões da manutenção da
    sua história por meio de uma EEQ, conforme está preconizado nas Diretrizes
    Curriculares Nacionais para a Educação Escolar Quilombola na Educação Básica, que
    define que a Educação Escolar Quilombola requer pedagogia própria, respeito à
    especificidade étnico-racial e cultural de cada comunidade. Só a partir da coleta dos
    dados, foi possível perceber como os/as remanescentes, nas práticas de uso pretéritos e
    atuais dos seus recursos naturais, costumes e tradições, incorporam identitariamente e
    buscaram acesso às recentes políticas públicas de inclusão social e produtiva na Bahia.
    O trabalho fundamentou-se teoricamente nas obras de, Henri Acselrad, Nascimento,
    Munanga e Ratts, que conceituam remanescentes de quilombos, também entendidos
    como camponeses, entre outras autodenominações, nos aspectos de identidade étnica e
    conflitos diversos, dentre os quais os socioambientais. No arcabouço sócio político
    jurídico relativo às Políticas Públicas, além da Constituição Federal de 1988, diversos

    pareceres internos do INCRA e o Relatório Antropológico da Comunidade Quilombola do
    Fôjo, (INCRA, 2015). A metodologia utilizada na coleta dos dados foi a pesquisa
    documental e qualitativa, realizada com inserção da pesquisadora ao campo de pesquisa
    e também por via remota, dadas as condições da Pandemia COVID 19. Os/As
    participantes da pesquisa foram prioritariamente os 05 (cinco) moradores mais antigos e
    as (06) lideranças da comunidade. Esta pesquisa tem como resultado dois produtos
    finais, as cartilhas intituladas: “FÔJO, SUA HISTÓRIA ESTÁ AQUI!” e “ASSOCIAÇÃO:
    INSTRUMENTO DE RESISTÊNCIA”, que foram elaborados na perspectiva de auxiliar a
    comunidade a conhecerem a sua história, e também, contribuir com a Associação por
    meio de orientações sobre o processo de regularização das pendências documentais


  • Mostrar Abstract
  • This thesis investigated the relationship between Ethnic Identity and
    access to Contemporary Public Policies of Productive Inclusion by the remaining
    Quilombo do Fôjo, in their daily work practices in Itacaré / BA. It outlined the social,
    economic and cultural profile of the Ethnic Identity of the remaining Quilombo do Fôjo,
    investigated the changes that occurred in the constitution and identity permanence
    inherent to the restrictions or facilities to access Public Policies and issues related to the
    maintenance of their history through an EEQ, as recommended in the National Curriculum
    Guidelines for Quilombola School Education in Basic Education, which defines that
    Quilombola School Education requires its own pedagogy, respecting the ethnic-racial and
    cultural specificity of each community. Only after collecting the data, it was possible to see
    how the remainders, in past and current use practices of their natural resources, customs
    and traditions, incorporate their identity and sought access to the contemporary Public
    Policies of social and productive inclusion in Bahia. The research was theoretically based
    on the works of, Henri Acselrad, Nascimento, Munanga and Ratts, who conceptualize
    quilombo remnants, also understood as peasants, among other self-denominations, in
    aspects Ethnic Identity and diverse conflicts, including socio-environmental ones. In the
    socio-political legal framework related to Public Policies, in addition to the Federal
    Constitution of 1988, several internal opinions of INCRA and the Anthropological Report of
    the Quilombola do Fôjo Community (INCRA, 2015). The methodology used to collect the
    data was documentary and qualitative research, carried out with insertion of the
    researcher into the research field and also by remote route, given the conditions of the
    Pandemia COVID-19. The participants were primarily the 05 (five) oldest residents and the
    (06) community leaders. This research results in two final products, the booklets entitled:
    “FÔJO, YOUR HISTORY IS HERE!” and "ASSOCIATION: INSTRUMENT OF
    RESISTANCE", which were designed with the perspective of helping the community to
    know its history, and also contributing to the Association through guidance on the process
    of regularizing documentary pending issues

40
  • ROSANGELA FONCECA DO NASCIMENTO
  • ESCREVIVÊNCIAS: UMA JORNADA PELO TEATRO NEGRO DE ABDIAS NASCIMENTO NO EXTREMO SUL DA BAHIA.

     

  • Orientador : MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTIANE DA SILVEIRA LIMA
  • HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • MARIA DO CARMO REBOUCAS DA CRUZ FERREIRA DOS SANTOS
  • TASSIO FERREIRA SANTANA
  • Data: 17/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa, que toma como base o Teatro Experimental do Negro (TEN) e a obra de Abdias Nascimento, se propõe a rememorar, sistematizar e contar as experiências teatrais do Extremo Sul da Bahia de aplicação da abordagem teatral fundada pelo TEN e, particularmente apresentar a experiência de intervenção político-étnico-racial-pedagógica por meio da performance teatral Padê de Exú Libertador. O trabalho de Abdias Nascimento realizado por meio do TEN, desafiou o racismo e o mito da democracia racial brasileiros e logrou conceber uma estética negra no teatro que influenciou a construção da identidade negra nacional e da cultura brasileira como um todo. O TEN, formado por um elenco de atrizes e atores negros, encenou diversas peças teatrais que se caracterizam como um pioneirismo histórico no campo do audiovisual negro. Por meio de uma abordagem inovadora, o TEN denunciou as diversas formas de racismo vivenciados pelas pessoas negras ao mesmo tempo em que oportunizou o debate e a afirmação de uma identidade negra brasileira. Essa metodologia para além de contribuir para a formulação e desenvolvimento das peças teatrais funcionou como uma chave emancipatória nas vidas de muitos jovens atores e atrizes que participaram de companhias teatrais com trabalhos fundados na abordagem do TEN. Nesta pesquisa, a hipótese com a qual trabalhamos é que a proposição de um teatro que se propõe a refletir positivamente os valores da cultura negro-brasileira e a valorização dessas identidades negras podem influenciar de forma positiva nos processos emancipatórios de jovens negras e negros da periferia da cidade de Eunápolis e cidades do extremo sul da Bahia. Metodologicamente a pesquisa se alicerça no método de Escrevivência da escritora Conceição Evaristo, a partir da qual mobiliza memórias e práxis vividas pela pesquisadora e por outros sujeitos que participaram da investigação. Da mesma forma, esse trabalho pode ser considerado como uma viagem autoetnográfica, nos moldes de Pedro Motta e Nelson Barros. O trabalho de campo foi realizado por meio de entrevistas captadas audiovisualmente, oficinas teatrais e encenação que resultaram num documentário. No presente trabalho, inicialmente apresento a obra de Abdias do Nascimento e o trabalho desenvolvido pelo TEN. Em seguida escrevivencio a experiência de fazer teatro negro no Extremos Sul da Bahia por meio de histórias pessoais e coletivas de encenação de peças, projetos e performances teatrais. Por meio de minha atuação como atriz e palhaça compartilho a minha experiência de realização de oficinas com base na metodologia Fazer Fazendo com jovens negros e negras da periferia de Eunápolis; depois, a partir de um registro audiovisual documental, apresento a experiência da companhia Umbandaum; por fim apresento a experiência de realização de oficinas e discussão sobre a temática racial com base na abordagem do TEN para o desenvolvimento da performance teatral Padê de Exu Libertador. Como resultado, a pesquisa logrou identificar a contribuição da abordagem do TEN para questionar o racismo e para fortalecer a autoestima racial dos jovens envolvidos, assim como contribuiu para dar visibilidade ao teatro negro no Extremo Sul da Bahia. O trabalho deixa como legado para a comunidade local o documentário intitulado “Caminhos: uma jornada pelo teatro negro de Abdias Nascimento”.


  • Mostrar Abstract
  • Esta pesquisa, que toma como base o Teatro Experimental do Negro (TEN) e a obra de Abdias Nascimento, se propõe a rememorar, sistematizar e contar as experiências teatrais do Extremo Sul da Bahia de aplicação da abordagem teatral fundada pelo TEN e, particularmente apresentar a experiência de intervenção político-étnico-racial-pedagógica por meio da performance teatral Padê de Exú Libertador. O trabalho de Abdias Nascimento realizado por meio do TEN, desafiou o racismo e o mito da democracia racial brasileiros e logrou conceber uma estética negra no teatro que influenciou a construção da identidade negra nacional e da cultura brasileira como um todo. O TEN, formado por um elenco de atrizes e atores negros, encenou diversas peças teatrais que se caracterizam como um pioneirismo histórico no campo do audiovisual negro. Por meio de uma abordagem inovadora, o TEN denunciou as diversas formas de racismo vivenciados pelas pessoas negras ao mesmo tempo em que oportunizou o debate e a afirmação de uma identidade negra brasileira. Essa metodologia para além de contribuir para a formulação e desenvolvimento das peças teatrais funcionou como uma chave emancipatória nas vidas de muitos jovens atores e atrizes que participaram de companhias teatrais com trabalhos fundados na abordagem do TEN. Nesta pesquisa, a hipótese com a qual trabalhamos é que a proposição de um teatro que se propõe a refletir positivamente os valores da cultura negro-brasileira e a valorização dessas identidades negras podem influenciar de forma positiva nos processos emancipatórios de jovens negras e negros da periferia da cidade de Eunápolis e cidades do extremo sul da Bahia. Metodologicamente a pesquisa se alicerça no método de Escrevivência da escritora Conceição Evaristo, a partir da qual mobiliza memórias e práxis vividas pela pesquisadora e por outros sujeitos que participaram da investigação. Da mesma forma, esse trabalho pode ser considerado como uma viagem autoetnográfica, nos moldes de Pedro Motta e Nelson Barros. O trabalho de campo foi realizado por meio de entrevistas captadas audiovisualmente, oficinas teatrais e encenação que resultaram num documentário. No presente trabalho, inicialmente apresento a obra de Abdias do Nascimento e o trabalho desenvolvido pelo TEN. Em seguida escrevivencio a experiência de fazer teatro negro no Extremos Sul da Bahia por meio de histórias pessoais e coletivas de encenação de peças, projetos e performances teatrais. Por meio de minha atuação como atriz e palhaça compartilho a minha experiência de realização de oficinas com base na metodologia Fazer Fazendo com jovens negros e negras da periferia de Eunápolis; depois, a partir de um registro audiovisual documental, apresento a experiência da companhia Umbandaum; por fim apresento a experiência de realização de oficinas e discussão sobre a temática racial com base na abordagem do TEN para o desenvolvimento da performance teatral Padê de Exu Libertador. Como resultado, a pesquisa logrou identificar a contribuição da abordagem do TEN para questionar o racismo e para fortalecer a autoestima racial dos jovens envolvidos, assim como contribuiu para dar visibilidade ao teatro negro no Extremo Sul da Bahia. O trabalho deixa como legado para a comunidade local o documentário intitulado “Caminhos: uma jornada pelo teatro negro de Abdias Nascimento”.

41
  • JOELDON PEREIRA BENTO
  • Da prisão à cidadania: Caminhos da educação prisional e as vivências dos alunos afrodescendentes no Conjunto Penal de Itabuna – Bahia

  • Orientador : CELIA REGINA DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALINE MARON SETENTA
  • CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • Luzineide Miranda Borges
  • RAFAEL PETRY TRAPP
  • Data: 21/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A pena enquanto ferramenta do Estado para se fazer valer a justiça quando qualquer
    indivíduo pratica um ato infracional, também possui a característica de ressocialização
    desse agente, ao passo que tendo cumprido suas obrigações com a sociedade, pode
    retornar ao convívio social adequando-se as normas vigentes. Diante disso, é possível
    pensar que umas das possibilidades de ressocialização dizem respeito ao âmbito
    educacional, isto porque compõe o imaginário social que a educação é um meio de
    ascensão social, bem como, uma forma de afastar as pessoas do processo de
    marginalização. Assim, foi objetivo dessa pesquisa investigar e discutir as relações raciais
    e sociais existentes entre alunos e alunas afrodescendentes do anexo escolar no Conjunto
    Penal de Itabuna, tendo como ponto norteador a educação antirracista em contexto
    prisional. Os objetivos específicos foram: 1) Discutir as relações raciais e sociais dos
    educandos do Conjunto Penal de Itabuna e como concebem suas vivências em sala de
    aula na EJA; 2) Entender como os discentes pensam e exercem sua cidadania no contexto
    prisional por meio do acesso à educação que lhes é oferecida; 3) Oferecer caminhos para
    o fortalecimento da educação prisional em contextos das relações étnico-raciais. A
    metodologia utilizada foi a pesquisa-ação, baseada na ideia de que esse método de
    pesquisa atende amplamente as demandas do campo educacional, pois, possibilita ao
    pesquisador ter como premissa processos sociais complexos, como a relação entre

    docência e práticas de ensino contemporâneas, a interação entre docentes e discentes nas
    relações cotidianas da sala de aula em contextos prisionais, sendo pesquisa participante
    que pressupõe uma intervenção participativa na realidade social. Os instrumentos de
    pesquisa utilizados, para tanto, foram a observação e a aplicação de questionários com os
    estudantes detentos, para verificação de com veem o ambiente escolar prisional, bem
    como, a finalidade da educação nesse contexto. Enquanto conclusões, visualizamos que é
    desafio promover educação ligada ao conceito de decolonização, ou seja, que vá de
    encontro a negação histórica da existência dos não-europeus, como os afrodescendentes
    e os indígenas, e a valorização dos oprimidos, mas que esse modelo educacional é mais
    que necessário para a construção da identidade dos negros, tanto pelo fato de estarem
    inseridos no contexto prisional, quanto pelo modo como podem contribuir para a formação
    de uma sociedade mais justa a partir de seu autorreconhecimento enquanto cidadãos
    ativos.


  • Mostrar Abstract
  • Punishment as a tool of the State to enforce justice when any individual commits an offence,
    it also has the characteristic of re-socialization of that agent, while having fulfilled his/her
    obligations to the society, he/her can return to social life by adapting the current rules. In
    view of this, it is possible to think that one of the possibilities of re-socialization concerns to
    the educational sphere, because it makes up the social imaginary that education is a social
    ascension way, as well as a way of keeping people away from the process of
    marginalization. Thus, the proposal of this research was to investigate and discuss the racial
    and social relations between Afro-descendant students and students from the school annex
    at the Conjunto Penal de Itabuna, with anti-racist education in the prison context as a guiding
    point. The specific objectives were: 1) To discuss the racial and social relations of students
    from the penal group in Itabuna and how they conceive their experiences in the classroom
    at EJA; 2) To understand how they think and exercise their citizenship in the prison context
    through access to the education offered to them; 3) To offer out ways to strengthen prison
    education in contexts of ethnic-racial relations. The methodology used was action research,
    based on the idea that this research method largely meets the demands of the educational
    field, as it enables the researcher to have as a premise complex social processes, such as
    the relationship between teaching and contemporary teaching practices, the interaction
    between teachers and students in everyday classroom relationships in prison contexts,
    being participatory research that presupposes a participatory intervention in social reality.
    The research instruments used, for this, were the observation and application of
    questionnaires with the prisoner students, to verify how they see the prison school
    environment, as well as, the purpose of education in this context. As conclusions, we see
    that it is challenge to promote education linked to the concept of decolonization, in other
    words, it goes against the historical denial of the existence of non-Europeans, such as Afrodescendants and indigenous people, and the valorization of the oppressed, but, this
    educational model is more than necessary to the construction of blacks identity, both by the
    fact they are inserted in the prison context and the way they can contribute to the formation
    of a fairer society based on their self-knowledge as active citizens.

42
  • CRISTIANE SANTOS DE MELO
  • Escrevivendo-me Negra: práticas pedagógicas afrofemininas

  • Orientador : CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • CLAUDIA MIRANDA
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • LAURA CASTRO DE ARAUJO
  • LIA KRUCKEN PEREIRA
  • Data: 22/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  •  

    O objetivo desta pesquisa é formular, por meio de narrativas teórico-críticas, metodologias pedagógicas afrofemininas, com base em experiências educacionais realizadas, de 2015 a 2018, no Centro Municipal de Educação Infantil Dr. Djalma Ramos, em Lauro de Freitas/BA. Operando no horizonte de uma epistemologia feminista preta, esta pesquisa pretendeu sistematizar uma série de narrativas docentes, apoiada em noções teórico-metodológicas, tais como: escrita de si, auto/biografia de formação e escrevivência, articulando de modo interdisciplinar dois campos de saber: o da Pedagogia e o do fazer-pensar literário de Conceição Evaristo. Constitui-se como uma proposta de formulação de uma metodologia pedagógica afrofeminina e antirracista para as crianças pequenas. Desse modo, na primeira parte, apresenta-se um relato de formação deescritivo e subjetivo, inspirado pelo método etnográfico, tendo como base as narrativas experenciadas pela
    pesquisadora, como professora em um Centro Municipal de Educação Infantil localizado no muncípio de Lauro de Freitas/BA. Na segunda parte, buscou-se, propriamente, a formulação do método das escrevivências docentes, por meio de descrição e análise de propostas educativas afrofemininas, atendo-se a dois projetospedagógicos que foram construídos no chão da escola. Por fim, formulamos a concepção de um caderno metodológico com proposição de práticas pedagógicas antirracistas para as professoras da Educação Infantil. Tal concepção foi materializada, diante do cabedal apontado pelas vivências educacionais assinaladas pelo coletivo de professoras no CMEI Dr. Djalma Ramos. O manejo teóricometodológico da presente pesquisa foi consubstanciado, sobretudo, com (MACEDO,
    2013; JOSSO, 2007; NASCIMENTO, 1976; 1977; CARNEIRO, 2005; 2019, OLIVEIRA, 2019, HOOKS, 2015, 2019, RIBEIRO, 2017; EVARISTO, 2007; CAVALLEIRO, 2001;2008; ABRAMOWICZ, LEVCOVITZ, RODRIGUES, 2009; ROSEMBERG, 2014 e BENTO, 2012).


  • Mostrar Abstract
  • The objective of this research is to formulate, through theoretical-critical narratives,
    Afrofeminine pedagogical methodologies, based on educational experiences carried out, from
    2015 to 2018, at the Municipal Center for Early Childhood Dr. Djalma Ramos, in Lauro de
    Freitas / BA. Operating on the horizon of a black feminist epistemology, this research aimed
    to systematize a series of teaching narratives, supported by theoretical and methodological
    notions, such as: self-writing, self / biography of formation and writing, articulating two
    fields of knowledge in an interdisciplinary way: Pedagogy and Literary Do-Thinking by
    Conceição Evaristo. It constitutes a proposal to formulate an afrofeminine and anti-racist
    pedagogical methodology for young children. Thus, in the first part, a descriptive and
    subjective formation report is presented, inspired by the ethnographic method, based on the
    narratives experienced by the researcher, as a teacher at a Municipal Center for Early
    Childhood Education located in the municipality of Lauro de Freitas / BA . In the second
    part, it was sought, properly, the formulation of the method of teaching clerks, through
    description and analysis of Afro-feminine educational proposals, taking into account two
    pedagogical projects that were built on the school floor. Finally, we formulated the design of
    a methodological notebook with the proposal of anti-racist pedagogical practices for teachers
    of Early Childhood Education. Such conception was materialized, in view of the leather
    pointed out by the educational experiences pointed out by the collective of teachers at CMEI
    Dr. Djalma Ramos. The theoretical-methodological management of the present research was
    substantiated, mainly, with (MACEDO, 2013; JOSSO, 2007; NASCIMENTO, 1976; 1977;
    CARNEIRO, 2005; 2019, OLIVEIRA, 2019, HOOKS, 2015, 2019, RIBEIRO, 2017;
    EVARISTO , 2007; CAVALLEIRO, 2001; 2008; ABRAMOWICZ, LEVCOVITZ,
    RODRIGUES, 2009; ROSEMBERG, 2014 and BENTO, 2012)

43
  • ROSIMÁRIA DE JESUS RIBEIRO
  • O VISÍVEL E O INVISÍVEL: A SITUAÇÃO DAS MULHERES AFRO-INDÍGENAS SEM TERRA NO ASSENTAMENTO TERRA VISTA A PARTIR DE UMA PERSPECTIVA INTERSECCIONAL .

  • Orientador : CELIA REGINA DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • FLAVIA ALESSANDRA DE SOUZA
  • Luzineide Miranda Borges
  • Data: 22/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este Memorial Descritivo tem por objetivo analisar de que forma os atravessamentos
    interseccionais de classe, raça e gênero incidem nas trajetórias de vidas e experiências de lutas das
    Mulheres Afro-Indígenas Sem Terra no Assentamento Terra Vista (ATV), Arataca-BA, e de que
    modo os processos educativos perpassam esses enfrentamentos. Partimos da hipótese de que a
    ausência de um olhar étnico-racial e a centralidade da categoria de Classe nos documentos básicos,
    referenciais teóricos e ações coletivas pensadas e concretizadas pelos militantes, dirigentes e base
    social do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) contribui para secundarizar as
    questões de raça e gênero e invisibilizar as contribuições das mulheres nos processos teóricos e
    práticos de lutas. A pesquisa decorrente da hipótese formulada propiciou a análise priorizando a
    metodologia da pesquisa-ação com abordagem qualitativa, optamos pela diversificação na escolha
    das mulheres participantes, considerando as distintas narrativas de vida e trajetórias no MST. As
    fontes orais compuseram o principal recurso da pesquisa – pela obtenção sistemática de relatos
    autobiográficos, por meio da técnica de entrevistas semiestruturadas e rodas de conversas. Os

    conceitos que fundamentam a pesquisas são: interseccionalidade, feminismo negro e feminismo
    camponês e popular
    . Como resultado da análise dos dados, constatamos que os atravessamentos
    interseccionais (raça, gênero e classe) interferem de forma negativa na vida das mulheres afroindígenas Sem Terra na comunidade, pois as mesmas enquanto sujeitos históricos protagonizam as lutas coletivas, tidas como prioridade da classe, porém, no que diz respeito às lutas de caráter
    antirracistas e antipatriarcais ficam muitas vezes sob responsabilidade apenas das mulheres afroindígenas Sem Terra. Concluímos que as relações sociais, os aprendizados obtidos em vários
    espaços educativos e as lutas por mudanças estruturais são processos permeados por muitas
    contradições, as quais contribuem tanto para reprodução de violências e invisibilidade das mulheres
    quanto para revelação do quanto o ATV em particular e o MST de modo geral precisam avançar no
    debate teórico e na prática das questões interseccionais.


  • Mostrar Abstract
  • This Memorial Descriptive aims to analyse how class, race and gender intersectional crossings
    affect Landless Afro-Indigenous Women life trajectories and struggle experiences in the Terra Vista
    Settlement, Arataca-BA, and how educational processes permeate these confrontations. We start
    from the hypothesis that the absence of an ethnic-racial look and the centrality of the Class category
    in the basic documents, theoretical references and collective actions thought and accomplished by
    militants, leaders and the social base of the Landless Rural Workers Movement (MST) contributes
    to secondary race and gender issues and makes women´s contributions invisible in the theoretical
    and practical processes of struggles. The current research of the formulated hypothesis provided the
    analysis prioritizing the methodology of action-research with a qualitative approach, we opted for
    diversification in the choice of participating women, considering the different life narratives and
    MST trajectories. The oral sources were the main resource – for the systematic obtainment of
    autobiographical reports, through the technique of semi-structured interviews and conversation
    circles. The concepts that underlie the research are:
    intersectionality, black feminism and peasant
    and popular feminism.
    As a result of the data analysis we found that intersectional crossings (race,
    gender and class) negatively interfere in Landless afro-indigenous women life in the community,
    because these women as historical subjects lead the collective struggles, considered as the class
    priority, but with regard to anti-racist and anti-patriarch character struggles are often under only
    Landless afro-indigenous women responsibility. We conclude that social relations, the learning
    obtained in several educational spaces and the struggles for structural changes are processes
    permeated by many contradictions, which contribute both to the reproduction of women violence
    and invisibility as to the revelation of how much ATV (Terra Vista Settlement) in particular and
    MST in general need to advance in the theoretical debate and intersectional issues practice.

44
  • TEREZA CRISTINA SOARES DE SÁ
  • A ESCRITA DE MULHERES NEGRAS NO SUL DA BAHIA: UMA POÉTICA DISSIDENTE DE RESISTÊNCIA E ANCESTRALIDADE

  • Orientador : CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • EVANI TAVARES LIMA
  • MARIA ANÓRIA DE JESUS OLIVEIRA
  • Data: 22/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho buscou cartografar a escrita de autoras negras no Sul da Bahia, no
    Eixo Ilhéus-Itabuna, como forma de apreciar a estética literária e demarcar a
    representatividade de mulheres negras na insurgência da Literatura Afro-Feminina em
    desobediência à imposição seletiva, tendenciosa e excludente do cânone literário, cuja
    marca hetero/cisgênero/branco/cristão silencia e estigmatiza as produções literárias de
    grupos minoritários. O percurso metodológico realizou-se por meio da cartografia como
    método que revelou, a partir de dispositivos alternativos acessados por um público cada vez
    mais amplo, as poéticas transgressoras de autorias femininas potentes, permeadas de
    ancestralidade e memória africana, as quais rompem silenciamentos para instaurar suas
    subjetividades. A pesquisa cartográfica resultou na produção de uma série de quatro livros
    destas mulheres que atestam narrativas justificadas a partir de suas vivências e representam
    um ato de resistência e ruptura às imposições racistas e sexistas seculares. Dessa maneira,
    as bases conceituais foram fortalecidas e aprofundadas sob os conceitos, reflexões,
    discursos, debates nas dimensões político-estéticas à luz de teóricos/as e críticos/as da
    contemporaneidade como Conceição Evaristo (2010; 2011; 2017; 2018); Djamila Ribeiro
    (2017); Edmilson Pereira (2010); Grada Kilomba (2010); Molef Kete Asante (2014); Cuti
    (2010); Zilá Bernd (2010), entre outros/as que subsidiaram e corroboraram com o estudo
    acerca do cânone Literário, Literatura Afro-brasileira e a política de invisibilização de

    mulheres negras no campo literário.


  • Mostrar Abstract
  • Esto trabajo hizo la cartografia de la autoría feminina negra en la región Sur de
    Bahia, en el eje Ilhéus-Itabuna, como una forma de apreciar la estética literária y demarcar
    la representatividad de mujeres negras en la insurrección de la Literatura Afro-Feminina en
    desobediencia a la imposición selectiva, parcial y excluyente del canon literario, cuya marca
    heterosexual/cisgénero/blanco/cristiano silencia y estigmatiza las producciones literárias de
    grupos minoritarios. El camiño metodológico se realizó a través de la cartografía como
    método que reveló, a partir de dispositivos alternativos accedidos por una audiencia cada
    vez más amplia, las poéticas transgresoras de autorías femininas potentes, impregnadas por
    ascendencia y memoria africanas, que rompen silenciamientos para estabelecer sus
    subjetividades. La pesquisa cartográfica resultó en la producción de una serie de cuatro
    libros de estas mujeres que dan fe de narrativas justificadas desde sus vivencias y
    representan um acto de resistencia y ruptura a las seculares imposiciones racistas y sexistas.
    De esa manera, lse fortalecieron y profundizaronas bases conceptuales a través de los
    conceptos, reflexiones, discursos, debates em las dimensiones politico-estéticas a la luz de
    teóricos/as de la contemporaneidade, como Conceição Evaristo (2010; 2011; 2017; 2018);
    Djamila Ribeiro (2017); Edmilson Pereira (2010); Grada Kilomba (2010); Molef Kete
    Asante (2014); Cuti (2010); Zilá Bernd (2010), entre otros/as que ayutaron y corroboraron
    con la investigación sobre el canon Literario, Literatura Afro-Brasileira y la política de
    invisibilización de mujeres negras en el campo literario.

45
  • LIS PIMENTEL ALMEIDA
  • TECENDO CAMINHOS NA RESSIGNIFICAÇÃO DO PROJETO POLITICO PEDAGÓGICO DO CEEP DA FLORESTA DO CACAU E DO CHOCOLATE MILTON SANTOS: Por uma educação/formação antirracista

  • Orientador : CELIA REGINA DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • LUZENI FERRAZ DE OLIVEIRA CARVALHO
  • Luzineide Miranda Borges
  • RAFAEL PETRY TRAPP
  • Data: 28/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Essa dissertação parte do entendimento que é fundamental, a discussão racial estar presente
    no Projeto Político Pedagógico das escolas, mais especificamente no CEEP Milton Santos,
    uma escola do campo, fruto da luta do MST por uma outra educação no Sul da Bahia. Para
    tanto, partimos da contextualização do CEEP Milton Santos e sua interligação a formação
    do MST, e seguimos nossa discussão acerca do contexto histórico da lei 10639/03 e a
    importância do debate interseccional nesse contexto, ao tempo, que propomos uma
    formação de professoras/es sobre as temáticas de raça, gênero, classe e educação. Enquanto
    produto desse percurso de pesquisa-ação, propomos que o aporte teórico desenvolvido ao
    longo da pesquisa, aufiram o papel de um guião para a ressignificação/materialização de um
    PPP democrático e antirracista e que parta do princípio da interseccionalidade de gênero,
    raça e classe no chão da escola, ao tempo, que propomos uma sequência didática
    antirracista, para que as/os professoras/es tenham esse recurso didático-pedagógico a
    disposição para desenvolver durante o ano letivo com as/os estudantes.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation starts from the understanding that the presence of racial discussion is fundamental in the Political Pedagogical Project of schools, more specifically in CEEP Milton Santos, a rural school, result of the MST's struggle for another education in the South of Bahia. For that, it started from the context of CEEP Milton Santos and its interconnection to the formation of the MST, followed by the discussion about the historical context of law 10639/03 and the importance of the intersectional debate in this context, at the same time that it was proposed to train teachers on the themes of race, gender, class and education. As a product of this research-action, it is proposed that the theoretical contribution developed throughout the research supports the role of a standard for the re-signification / materialization of a democratic and anti-racist PPP, that starts from the principle of the intersectionality of gender, race and class on the school floor, while proposing an anti-racist didactic sequence, so that teachers have this didactic-pedagogical resource at their disposal to develop during the school year with students.

46
  • EDSON DA SILVA SANTOS
  • MUKÁ-MUKAÚ – A FAVOR DE NOSSA MÃE TERRA. UMA VIVÊNCIA DE ARTE-EDUCAÇÃO JUNTO AOS PATAXÓ DE CUMURUXATIBA/BA

  • Orientador : GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE DE ALMEIDA REGO
  • GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • ROGÉRIO LOPES DA SILVA PAULINO
  • Data: 29/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Apresentação do processo de pesquisa e criação artística em arteeducação do Mutirão de Pesquisa e Criação Artística Beira Mar, na comunidade de Cumuruxatiba, especialmente junto aos povos indígenas Pataxó, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia. O trabalho aborda questões relacionadas à arte-educação e às Histórias e culturas afro-brasileiras e indígenas. Está fundamentado essencialmente nas vivências junto às aldeias Kaí, Tibá, Pequi e Dois Irmãos, e nos ensinamentos de suas anciãs, anciãos e outras lideranças: os Caciques José Fragoso e Xauã, a Cacica Arian, as Pajés Jovita e Alda Gomes, as lideranças Dona Adelice, Xohã e Jandaia; as professoras indígenas Marineides e Kayanalu e os professores indígenas Igino e Ilauro. No percurso metodológico dialoguei com os princípios fundamentais da arte-educação, de João Francisco Duarte Junior, e da Sociopoética, de Jacques Gauthier. Compreendendo o teatro como uma poderosa ferramenta para o conhecimento e para a transformação social, dialoguei também com o acervo de exercícios e jogos teatrais apresentados por Augusto Boal em suas técnicas do Teatro do Oprimido. Como produto desta pesquisa apresento uma dramaturgia e um memorial descritivo do processo de pesquisa e criação artística. A dramaturgia consegue retratar e ecoar algumas histórias ancestrais Pataxó e outras do cotidiano de Cumuruxatiba, de modo que essas histórias possam ser recontadas em diversos outros momentos e lugares, por diversas outras pessoas; o memorial, por sua vez apresenta o método de pesquisa e criação artística a fim de inspirar outros registro de outras versões históricas a partir da perspectiva de grupos sociais que também tiveram as suas identidades culturais subalternizadas no processo de colonização brasileira.


  • Mostrar Abstract
  • Presentation of the process of research and artistic creation in art education of the Mutirão for Research and Artistic Creation Beira Mar, in the Cumuruxatiba community, especially with the Pataxó indigenous peoples, linked to the Graduate Program in Teaching and Ethnic-Racial Relations at the University Federal District of Southern Bahia. The work addresses issues related to art education and AfroBrazilian and indigenous histories and cultures. It is essentially based on the experiences with the villages Kaí, Tibá, Pequi and Dois Irmãos, and on the teachings of their elders, elders and other leaders: Caciques José Fragoso and Xauã, Cacica Arian, Pajés Jovita and Alda Gomes, the leaders Dona Adelice, Xohã and Jandaia; the indigenous teachers Marineides and Kayanalu and the indigenous teachers Igino and 3/3 Ilauro. In the methodological path, I dialogued with the fundamental principles of art education, by João Francisco Duarte Junior, and Sociopoética, by Jacques Gauthier. Understanding theater as a powerful tool for knowledge and for social transformation, I also spoke with the collection of exercises and theatrical games presented by Augusto Boal in his techniques of the Theater of the Oppressed. As a product of this research I present a dramaturgy and a descriptive memorial of the research and artistic creation process. The dramaturgy manages to portray and echo some ancestral Pataxó stories and others from the daily life of Cumuruxatiba, so that these stories can be recounted in several other moments and places, by several other people; the memorial, in turn, presents the method of research and artistic creation in order to inspire other records of other historical versions from the perspective of social groups that also had their cultural identities subordinated in the process of Brazilian colonization.

47
  • TAUA FERNANDES JUNQUEIRA
  • QUEM IRÁ NOS SALVAR? A CONSTRUÇÃO ÉTNICO RACIAL DA MEMÓRIA HERÓICA

  • Orientador : FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • SANDRO AUGUSTO SILVA FERREIRA
  • AYALLA OLIVEIRA SILVA
  • Data: 30/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esse trabalho tem como objetivo constituir-se enquanto um plano de ensino, onde apresenta a ferramenta de uma oficina como estratégia para discussão da construção da identidade étnico racial a partir dos referenciais heroicos do cinema, construídos numa memória infantil e legitimados pelas
    ferramentas de ensino. Para isso discute a estruturação histórica do racismo e as formas de combate do movimento negro. Baseia-se numa reflexão sobre uma experiência docente, seus desafios e estratégias na luta antirracista no ambiente escolar.


  • Mostrar Abstract
  • This work aims to constitute itself as a teaching plan, where it presents the tool of a workshop as a strategy for discussing the construction of racial ethnic identity from the heroic references of cinema, built on a children's memory and legitimized by the teaching tools. For that, it discusses the historical structure of racism and the forms of combat of the black movement. It is based on a reflection
    on a teaching experience, its challenges and strategies in the fight against racism in the school environment.

48
  • MARIÂNGELA DE SANT'ANNA BAHIA
  • EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS: POSSIBILIDADES DIDÁTICAS NO CONTEXTO DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DAS PROFESSORAS E PROFESSORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE ILHÉUS

  • Orientador : RAFAEL PETRY TRAPP
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MÁRCIA VIRGÍNIA PINTO BOMFIM
  • ALESSANDRA MELLO SIMOES PAIVA
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • JOSÉ FRANCISCO DOS SANTOS
  • RAFAEL PETRY TRAPP
  • Data: 30/12/2020
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho é resultado de uma pesquisa desenvolvida com professoras e professores da Educação Infantil da Rede Municipal de Ilhéus. Está dividido em três momentos: o primeiro, um memorial da pesquisadora com suas vivências pessoais e profissionais; o segundo, o projeto de intervenção pedagógica e por último, o produto final. Foi desenvolvido a partir da problemática: Como construir possibilidades didáticas norteadoras para a prática pedagógica das professoras e professores da Educação Infantil da rede municipal de Ilhéus-BA, que possibilitem as garantias legais da educação
    das relações étnico-raciais? Teve como objetivo geral conhecer as possibilidades didáticas das professoras e professores da Educação Infantil de Ilhéus no contexto das
    relações étnico-raciais. A abordagem metodológica utilizada foi através da pesquisa qualitativa na educação, através da pesquisa-ação. Por fim, considerando o papel do Mestrado Profissional, este estudo apresentou como produto com orientações didáticas que auxiliarão no trabalho de professoras professores no ensino das relações étnicoraciais na Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Ilhéus.


  • Mostrar Abstract
  • This work is the result of a research developed with teachers and teachers of Early Childhood Education from the Municipal Network of Ilhéus. It is divided into three moments: the first, a memorial of the researcher with her personal and professional experiences, the second the pedagogical intervention project and finally the educational product. It was developed based on the problem: How to build guiding didactic possibilities for the pedagogical practice of teachers and teachers of Early Childhood Education in the municipal network of Ilhéus-BA, which enable the legal guarantees of the education of ethnic-racial relations? With the general purpose of knowing the didactic possibilities of teachers and teachers of Early Childhood Education in Ilhéus in the context of ethnic-racial relations. Finally, considering the role of the Professional Master's Degree, this study presented as a final product: didactic guidelines that will assist in the work of teacher teachers in the teaching of ethnic-racial relations in Early Childhood Education in the Ilhéus Municipal Education Network.

2019
Dissertações
1
  • FLÁVIO BARRETO DE MATOS
  • Os corpos que a escola não toca: EJA e as dissidências sexuais e de gênero na perspectiva da formação docente

  • Orientador : RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • ANDRÉ LUIS MITIDIERI PEREIRA
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • Data: 06/05/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho objetiva pesquisar-agir, partindo das trajetórias de vida do primeiro autor, através de narrativas confessionais atreladas aos processos constitutivos e formativos que compõem a modalidade de ensino da Educação de Jovens e Adultos – EJA, no Colégio Municipal Alice Fuchs de Almeida, do município de Una, localizado na região Sul da Bahia. A partir desse diálogo entre o pessoal e o profissional, nasceu a proposta de intervenção pedagógica Gênero, Sexualidade e Interseccionalidade na EJA, fundamentada em saberes decoloniais previamente selecionados e organizados, de forma que fosse possível assegurar aos profissionais de educação em EJA o desenvolvimento integral do potencial humano, de modo a torná-los capazes de garantir o exercício pleno da cidadania dos sujeitos e sujeitas da EJA ao longo da vida. Dessa forma, identificamos como os atos de currículo podem implicar nas representações das sexualidades, de gênero e das identidades étnico- raciais das corpas e corpos dessa modalidade de ensino. Assim, refletimos como os impactos ocasionados pela supremacia hegemônica do homem branco, heterossexual, cristão e de classe interferem de forma negativa na vida dos estudantes da EJA, uma vez que são em sua maioria pessoas que fogem a essa matriz colonial.


  • Mostrar Abstract
  • This is a Research-Action based on linking the first researcher’s life story and confessional narratives to constitutive and formative processes that form the teaching method which is called Education for Young and Adult people – EJA, in Alice Fuchs de Almeida Municipal School, located in Una, Southern region of Bahia. The dialogue between  ersonal and professional aspects made to arise the pedagogic intervening proposal Gender, Sexuality and Intersectionality in EJA, based on previously selected and organized decolonial knowledge, in order to make possible to ensure that EJA teachers be agents in an integral development of human potential, making them able to ensure an ample exercise in citizenship for EJA students in their whole life. Therefore, we identified how curriculum acts can ntervene in representation of sexuality, gender and racial-ethnic identities of these students. Thus, we thought about how the hegemonic supremacy of white, heterosexual, Christian and powerful class man negatively interferes on EJA students, once most of these students are incompatible tothat colonial matrix.

2
  • ISABELLA DOS SANTOS SILVA
  • Cursinho Preparatório para o ensino superior: garantia de práticas no ensino básico de condições de acesso às Universidades para pessoas LGBTI e demais minorias sociais.

  • Orientador : RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DODI TAVARES BORGES LEAL
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • VÉRCIA GONÇALVES CONCEIÇÃO
  • Data: 04/06/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • As práticas no cursinho preparatório para o ensino superior, tem por objetivo mostrar o processo de pensamentos, elaborações e materializações de práticas educacionais através de um mecanismo que possibilite melhores condições preparatórias para estudantes LGBTI e inúmeras outras minorias sociais para acesso ao ensino superior. O trabalho desenvolvido teve uma forte participação de educadores colaboradores, bem como a institucionalização do projeto de pesquisa do mestrado pela Universidade Federal do Sul da Bahia
    (UFSB), frente as ações afirmativas voltadas para as questões acentuadas de gênero no âmbito acadêmico. O cursinho Pré-Enem Trans+ na UFSB, totalmente gratuito, proporcionou a construção de um processo de ensino-aprendizagem que acolheu tanto a comunidade LGBTQI, tentando ao máximo inserir principalmente pessoas trans, quanto as pessoas aliadas na luta por um ensino que passe a dar as mesmas condições preparatórias de pessoas privilegiadas por um ensino básico privado, impulsionando ocupações dessas pessoas estudantes no ensino superior. A história de vida da coordenadora, como educadora e mulher trans, também é parte significativa desse processo, pois, as exclusões em espaços formais e não formais, bem como as diversas violências
    que também sofri, potencializa junta as demais pessoas que também são excluídas, a força política e resistência de corpos historicamente abandonadas e massacrados por um sistema educacional que ainda é em grande parte elitista, machista, patriarcal e racista.


  • Mostrar Abstract
  • The practices in the preparatory course for higher education aim to show the process of thinking, elaboration and materialization of educational practices through a mechanism that allows better preparatory conditions for LGBTI students and other social minorities to access higher education. The work developed had a strong participation of collaborating educators, as well as the institutionalization of the action research project by the Federal University of Southern Bahia (UFSB), as one of the affirmative actions focused on gender issues in the academic field. The Pre-Enem Trans + course at the UFSB, totally free, provided the construction of a teaching-learning process that welcomed both the LGBTQI + community - inserting mainly trans people, as well as allied people in the struggle for a teaching that happens to give the same preparatory conditions for people privileged by private basic education, boosting occupations of these students in higher education. The life history of the coordinator, as an educator and trans woman, is also a significant part of this process, since the exclusions in formal and non-formal spaces, as well as the various violence she has suffered, and resistance of historically abandoned and massacred bodies by an educational system that is still marked by cisnormative coloniality and its relations with racism, patriarchy, and economic elitism.

3
  • KAUAN SANTOS ALMEIDA
  • “Por que eu sou é homem?”: o entre-lugar de bichas pretas na escola 

  • Orientador : MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA LOPES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA LOPES
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • ELIAS FERREIRA VERAS
  • Data: 07/06/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação tem como objetivo responder ao seguinte problema de pesquisa: como as experiências de corpos negros e dissidentes sexuais (bichas pretas) promovem deslocamentos nas fronteiras erigidas pelos discursos curriculares sobre as formas de se viver as sexualidades e as raças na escola? A partir da influência dos Estudos Pós-Críticos em Educação e dos Estudos Pós-Coloniais, com ênfase à Filosofia da Diferença de Gilles Deleuze e Félix Guattari, ao Local da Cultura de Homi Bhabha e à Crítica da Razão Negra de Achille Mbembe, o autor investiga, através de uma cartografia, a emergência da diferença em seus devires no currículo. A pesquisa tem como locus uma Escola Estadual situada em Porto Seguro-BA, na qual o autor examinou as linhas de fuga grafadas por bichas pretas no território escolar, utilizando para tal, entrevistas, diário de campo, conversas informais e oficinas. O argumento desenvolvido é que as experiências de bichas pretas constituem, no campo curricular, tentativas de fugas às identidades dispostas na malha curricular como locais para o reconhecimento e, dessa maneira, promovem agenciamentos que rompem com as representações a partir das emergências de formas imaginativas de ver e enunciar sobre si, proliferando assim, linhas flexíveis que, também, produzem o currículo.


  • Mostrar Abstract
  • The purpose of this essay is to answer the following research problem: how do the experiences of black bodies and sexual dissident people (bichas pretas) promote displacements and moviments on the frontiers erected by curricular discourses on ways of living sexualities and races in school? From the influence of Post-Critical Studies in Education and Postcolonial Studies, with emphasis on the Philosophy of Difference of Gilles Deleuze and Félix Guattari, Homi Bhabha’s The Location of Culture and Achille Mbembe’s Critique of Black Reason, the author investigates, through cartography, the emergence of the difference in their becoming in the curriculum. The research has as locus a State School located in Porto Seguro, Bahia, Brazil, in which the author examined the escape routes written by bichas pretas in the school territory, using interviews, field diary, informal talks and workshops. The argument developed is that the experiments of bichas pretas constitute, in the curricular field, attempts to escape the identities arranged in the curricular mesh as places for recognition. In this way, they promote assemblages that break with the representations of themselves from the emergencies of imaginative forms of see and enunciate about themselves, proliferating flexible lines that also produce the curriculum.

4
  • KAUAN SANTOS ALMEIDA
  • “Por que eu sou é homem?”: o entre-lugar de bichas pretas na escola 

  • Orientador : MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA LOPES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • ELIAS FERREIRA VERAS
  • MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA LOPES
  • Data: 07/06/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Esta dissertação tem como objetivo responder ao seguinte problema de pesquisa: como as experiências de corpos negros e dissidentes sexuais (bichas pretas) promovem deslocamentos nas fronteiras erigidas pelos discursos curriculares sobre as formas de se viver as sexualidades e as raças na escola? A partir da influência dos Estudos Pós-Críticos em Educação e dos Estudos Pós-Coloniais, com ênfase à Filosofia da Diferença de Gilles Deleuze e Félix Guattari, ao Local da Cultura de Homi Bhabha e à Crítica da Razão Negra de Achille Mbembe, o autor investiga, através de uma cartografia, a emergência da diferença em seus devires no currículo. A pesquisa tem como locus uma Escola Estadual situada em Porto Seguro-BA, na qual o autor examinou as linhas de fuga grafadas por bichas pretas no território escolar, utilizando para tal, entrevistas, diário de campo, conversas informais e oficinas. O argumento desenvolvido é que as experiências de bichas pretas constituem, no campo curricular, tentativas de fugas às identidades dispostas na malha curricular como locais para o reconhecimento e, dessa maneira, promovem agenciamentos que rompem com as representações a partir das emergências de formas imaginativas de ver e enunciar sobre si, proliferando assim, linhas flexíveis que, também, produzem o currículo.


  • Mostrar Abstract
  • The purpose of this essay is to answer the following research problem: how do the experiences of black bodies and sexual dissident people (bichas pretas) promote displacements and moviments on the frontiers erected by curricular discourses on ways of living sexualities and races in school? From the influence of Post-Critical Studies in Education and Postcolonial Studies, with emphasis on the Philosophy of Difference of Gilles Deleuze and Félix Guattari, Homi Bhabha’s The Location of Culture and Achille Mbembe’s Critique of Black Reason, the author investigates, through cartography, the emergence of the difference in their becoming in the curriculum. The research has as locus a State School located in Porto Seguro, Bahia, Brazil, in which the author examined the escape routes written by bichas pretas in the school territory, using interviews, field diary, informal talks and workshops. The argument developed is that the experiments of bichas pretas constitute, in the curricular field, attempts to escape the identities arranged in the curricular mesh as places for recognition. In this way, they promote assemblages that break with the representations of themselves from the emergencies of imaginative forms of see and enunciate about themselves, proliferating flexible lines that also produce the curriculum.

5
  • POLLINE ALMEIDA DE OLIVEIRA
  • O QUILOMBO DA RUA DA PALHA: A IMPORTANCIA DA MEMÓRIA PARA A (RE)CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE

  • Orientador : ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • MARCELO HENRIQUE DIAS
  • Data: 13/06/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  •  

    Tendo como marcas incontestes a resistência e a organização, as comunidades negras rurais quilombolas têm empreendido até os dias atuais uma luta pelos direitos à cidadania e igualdade. Nosso trabalho procura apresentar o processo de formação histórica da Comunidade Remanescente Quilombola da Rua de Palha, localizada na zona rural do município de Itororó, sul do estado de Bahia, bem como as estratégias de reconfiguração identitária do grupo através do resgate da memória coletiva. Para tanto, traçamos um breve histórico acerca da colonização e da chegada dos primeiros negros na região do Sertão da Ressaca da Bahia, de onde são provenientes os fundadores da Comunidade, sustentando a hipótese de que os primeiros africanos e afrodescendentes chegaram à estas terras do sertanejas antes mesmo dos colonizadores europeus, se refugiando da escravidão e estabelecendo relações com os povos nativos que já habitavam a região - os Pataxó, os Kamakã e os Ymboré, o que contribuiu para a formação de uma região marcadamente interétnica. É deste cenário sertanejo que emergem os fundadores da Comunidade Quilombola da Rua de Palha, descendentes de ex-escravos, excluídos da nova configuração social do mundo do trabalho após a abolição e que migraram dentro de uma mesma região em busca de um espaço de autonomia. Constitui-se, assim, um remanescente quilombola contemporâneo no sul da Bahia com base econômica estabelecida na agricultura de subsistência, portadora de regulamentação jurídica, mas que não implicou, necessariamente, numa organização política e numa mudança imediata da noção da identidade que o grupo tem de si. Neste trabalho, apresentamos como o resgate da memória coletiva e a construção de novas leituras sobre o passado vêm impactando diretamente o modo pelo qual a Comunidade se vê e (re)constrói a sua identidade.


  • Mostrar Abstract
  • Having as unquestioning marks the resistance and the organization, the quilombola rural black communities have until the present day fought a fight for the rights to citizenship and equality. Our work seeks to present the historical formation process of the Quilombola Remnant Community of Rua de Palha, located in the rural area of the municipality of Itororó, southern Bahia state, as well as the strategies of reconfiguration of the group identity through the rescue of collective memory. To do so, we have a brief history of colonization and the arrival of the first blacks in the Sertão region of Bahia, where the founders of the community come from, supporting the hypothesis that the first Africans and Afro-descendants arrived in these lands of the backlands even before the European settlers, taking refuge from slavery and establishing relations with the native peoples who already inhabited the region - the Pataxó, the Kamakã and the Ymboré, which contributed to the formation of a markedly interethnic region. It is from this sertanejo scenario that the founders of the Quilombola Community of Rua de Palha emerge, descendants of ex-slaves, excluded from the new social configuration of the world of work after the abolition and that migrated within the same region in search of a space of autonomy. It is thus a contemporary quilombola remnant in the south of Bahia with an economic base established in subsistence agriculture, which has legal regulations, but which did not necessarily imply a political organization and an immediate change in the notion of identity that the group has of itself. In this work, we present how the rescue of the collective memory and the construction of new readings about the past have a direct impact on the way in which the community sees itself and (re) builds its identity.

6
  • FRANCISCO CRUZ DO NASCIMENTO
  •  A Pedagogia do Terreiro na Luta Por Direitos

  • Orientador : ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • PRISCILLA GOMES DORNELLES
  • Data: 10/07/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A Pedagogia de Terreiro na luta por direitos é uma pequisa-ação que deseja dar visibilidade a educação transgressora de cunho político social sedimentando os seus conceitos na episteme Bantu/indígena no Terreiro/escola Caxuté. O produto final é um vídeo-documentário nascido de entrevistas com as atrizes e atores do processo educacional do Terreiro Caxuté. São pessoas simples que não precisam de linguagens sofisticadas para dizerem o que sentem, o que sabem, o que pensam e o que desejam: direitos. O Terreiro Caxuté está localizado no Distrito de Cajaíba, zona rural do município de Valença, Território de Identidade do Baixo Sul da Bahia, palco da luta contra hegemônica e da resistência negra, na história de lutas por direitos dos povos e das comunidades tradicionais. É na escola não formal Caxuté que os enfrentamentos aos opressores ganham força na ancestralidade negra da educação antirracista e encontra caminhos para a aplicação das Leis 10.639/03 e 11.645/08.


  • Mostrar Abstract
  • The Terreiro Pedagogy in the fight for rights is a research that seeks to give visibility transgressive education of social political nature sedimentando its cencepts in the Bantu / indiginous episteme in the Terreiro / Caxuté school. The final product isa vídeo documentary born of interviews with the actresses and actors of the educational processof Terreiro Caxuté. They are simple people who do not need sophisticated languages to tell what they fell, what they know, what they think and what they want: rights. The Terreiro Caxuté is located tell win the district of Cajaíba, rural area of the municipality of Valença, Territory of Identity of the Southern Bahia Lowlands, stage of the fight against hegemony and the black resistance, in the history of struggles for the rights of the peoples and traditional communities. It is in the non-formal school Caxuté that the confrontations with the oppressors gain strength in the black ancestry of antiracist education and find ways to apply Laws 10.639/03 and 11.645/08.

7
  • ADEMAR OLIVEIRA CIRNE FILHO
  • Racismo religioso em escolas da Bahia: Autoafirmação e inclusão de crianças e jovens de terreiro.

  • Orientador : ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • ANDRÉ LUIS NASCIMENTO DOS SANTOS
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • Data: 12/07/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem como temática o racismo religioso que sofrem as crianças e os jovens de religiões de matriz africana, no ambiente escolar formal. Tal problemática se tornou uma inquietação despertada no pesquisador a partir da sua ida aos terreiros de candomblé de Salvador, Bahia, e suas conversas com crianças e jovens que frequentam esses espaços. Por meio desses encontros, foi observado como o racismo religioso é presente na vida deles e como prejudica sua autoestima, frequência ou mesmo o abandono escolar. Nesse sentido, este trabalho apresenta um relato em forma de memorial do autor, conforme previsto no programa de pós-graduação, que foi fundamental para a compreensão da problemática estudada a partir da história de vida deste e para o fortalecimento de sua identidade negra. Além disso, com o objetivo de analisar essa problemática este trabalho utilizou-se de pesquisa direta e qualitativa, com as crianças e os jovens do Terreiro Ilê Axé Oxumarê, em Salvador e do Terreiro Ilê Axé Odara, em Itabuna. O resultado das entrevistas confirmou a inquietação inicial do pesquisador de que a prática do racismo religioso com crianças e jovens de terreiros existe realmente e prejudica profundamente o seu desempenho escolar. Esta prática do racismo religioso nas escolas perpassa pelo modelo de educação eurocêntrica e monocultural que ainda persiste na educação brasileira, onde os currículos não discutem a partir de uma perspectiva da diversidade cultural e religiosa, que permita compreender as diferenças existentes entre seus alunos, além de não promover processos de formação continuada dos gestores e professores das escolas. Além da contribuição teórica para o estudo do racismo religioso que passam as crianças e jovens de terreiro, este trabalho traz como contribuição prática um instrumento pedagógico, um livro em forma de cartilha, fundamentado na Lei 10.639/2003, para contribuir com a formação da comunidade escolar.


  • Mostrar Abstract
  • This paper discusses the religious racism to which children and adolescents who practice Afro-Brazilian religions are subjected in the formal educational environment. The researcher was concerned when he visited candomblé houses in Salvador, Bahia, and talked to children and young people who attend them. He could then observe how the religious racism is present in their lives, leading to low self-esteem, a drop in school attendance or even leaving school altogether. This research intended to analyse the conflict in direct contact with the young practitioners of the Ilê Axé Oxumarê house in Salvador and the Ilê Axé Odara in Itabuna, Bahia. The outcome of the interviews confirmed the initial concern that religious racism deeply affects their educational performances. The phenomenon of religious racism in schools stems from the Eurocentric and monocultural conception of education which persists in Brazilian educational system, whose majority of curricula ignore the cultural and religious diversity of the student body and fail to promote ongoing formation for its teachers and managers. This paper also presents a retelling, in the author’s memorial, of his own life, which was fundamental for his understanding of the issue and the affirmation of his black identity. The use of critical multicultural thinking is a methodological resource in the building of an educational model capable of overcoming religious racism in the classrooms. Besides presenting a theoretical contribution for the study of religious racism that affect young practitioners of Afro-Brazilian religion, this paper has, as a practical contribution, a booklet, justified by the Law 10.639/2003 of the Brazilian Constitution, which aims to help in the formation of the school communities.

8
  • RAÍSSA FÉLIX ALMEIDA BITTENCOURT
  • SOB O LUME DAS MEMÓRIAS – Histórias de Resistência da Comunidade Quilombola de Volta Miúda

  • Orientador : JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • GEOVANI DE JESUS SILVA
  • JOCENEIDE CUNHA DOS SANTOS
  • Data: 23/07/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Tendo por tema central a rememoração histórico-cultural e a descolonização de saberes, esta pesquisa tem por objeto a produção de um livro de perfis biográficos, de cunho paradidático, concebidos a partir da transliteração da história oral, lembranças, aspectos históricos e culturais relatados pelos anciãos da comunidade remanescente quilombola de Volta Miúda, Caravelas/BA. Considerando que a Educação voltada ao resgate histórico-cultural dos grupos étnicos que originaram a nação brasileira é instrumento libertário, capaz de fomentar a postura de resistência aos discursos dominantes, realizou-se com o fito de instrumentalizar o ensino decolonial da história e cultura afro-brasileira no âmbito da Rede Municipal de Ensino do município de Caravelas/BA. A pesquisa se deu, procedimentalmente, no âmbito da análise qualitativa e investigação social, com a produção de história oral por meio da técnica de entrevista semiestruturada.


  • Mostrar Abstract
  • Having as its central theme the historical-cultural remembrance and the decolonization of knowledge, this research aims at the production of a paradidático book, composed of biographical profiles constructed from the transliteration of oral history, memories, historical and cultural aspects reported by the elders of the quilombola community of Volta Miúda, Caravelas/BA. Considering that Education focused on the historical and cultural recovery of the ethnic groups that originated the Brazilian nation is a libertarian instrument, capable of fomenting a stance of resistance to the dominant discourses, the objective is instrumentalizing the decolonial education of Afro-Brazilian history and culture within the framework of the Municipal Education Network of the municipality of Caravelas/BA. The research will be done, procedurally, in the scope of qualitative research and social research, with the production of oral history through the semi-structured interview technique.

9
  • MARIANNE GOIS BARBOSA
  • O corpo em nós: identidades dissidentes e suas fluências anarcocriativas em educação.

  • Orientador : RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • DANIELA GALDINO
  • HUNDIRA SOUZA DA CUNHA
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • Data: 25/07/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O desmonte do atual contexto político do país exige reflexões e medidas drásticas como estratégia de resistência das e para as pessoas que estão na luta por uma educação democrática fazendo frente ao Estado epistemicida/genocida. Este trabalho, de caráter analítico-reflexivo, através da pesquisa-intervenção-ação, objetiva potencializar os espaços variados da comunidade. Para tanto, observou-se o que os mesmos podem ofertar no âmbito da educação, sobretudo, para os corpos e as identidades dissidentes, uma vez que, o espaço formal de educação tem precarizado e subalternizado essas existências.Trata-se do acesso à educação para mulheres adolescentes que vivem em situação de acolhimento institucional, mulheres com identidades étnicas, de gênero, orientação sexual e corpas marginalizadas. A estratégia é articular as vivências potentes destas mulheres com as vivências de artistas e intelectuais da região sul da Bahia, com certa prática no ativismo interseccional para que nós mesmas tenhamos os nossos próprios espaços, currículos e práxis educacionais de acordo com os modos de pensar, desejar e viver plurais que somos. Ao propormos de|s|colonizar a metodologia, acreditamos que a diversidade presente no processo é responsável por potencializar as produções em arte e educação. Chamo esta prática metodológica de anarcocriação por privilegiar as narrativas periféricas, por dialogar minimamente com as instituições detentoras do poder hegemônico e principalmente por priorizar os nossos desejos através de diálogos democráticos e por utilizar as plataformas digitais como aliadas para alcançar outras pessoas.


  • Mostrar Abstract
  • The dismantling of the current political context of the country demands drastic reflections and measures as a strategy of resistance to and for the people who are striving for a democratic education facing the epistemic / genocidal State.This analytic-reflexive work, through research-intervention-action, aims to potentialize the varied spaces of the community. In order to do so, it was observed that they can contribute in education, especially for dissident bodies and identities, since the formal educational space has subordinated and made these existences precarious. These include access to education for adolescent women living in institutional care, women with marginalized ethnic identities, gender, sexual orientation and bodies. The strategy is to articulate the potent experiences of these women with the experiences of artists and intellectuals from the southern region of Bahia, with a certain practice in intersectional activism so that we ourselves have our own educational spaces, curricula and praxis according to our modes of thinking, desire and plural

    living that we are. When we propose to decolonize the methodology, we believe that the diversity present in the process is responsible for enhancing the productions in art and education. I call this methodological practice of anarcho-creationby privileging the peripheral narratives, by dialoguing minimally with the institutions that hold the hegemonic power and mainly to prioritize our desires through democratic dialogues and to use digital platforms as allies to reach other people.

10
  • MARIANNE GOIS BARBOSA
  • O corpo em nós: identidades dissidentes e suas fluências anarcocriativas em educação.

  • Orientador : RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • DANIELA GALDINO
  • HUNDIRA SOUZA DA CUNHA
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • Data: 25/07/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O desmonte do atual contexto político do país exige reflexões e medidas drásticas como estratégia de resistência das e para as pessoas que estão na luta por uma educação democrática fazendo frente ao Estado epistemicida/genocida. Este trabalho, de caráter analítico-reflexivo, através da pesquisa-intervenção-ação, objetiva potencializar os espaços variados da comunidade. Para tanto, observou-se o que os mesmos podem ofertar no âmbito da educação, sobretudo, para os corpos e as identidades dissidentes, uma vez que, o espaço formal de educação tem precarizado e subalternizado essas existências.Trata-se do acesso à educação para mulheres adolescentes que vivem em situação de acolhimento institucional, mulheres com identidades étnicas, de gênero, orientação sexual e corpas marginalizadas. A estratégia é articular as vivências potentes destas mulheres com as vivências de artistas e intelectuais da região sul da Bahia, com certa prática no ativismo interseccional para que nós mesmas tenhamos os nossos próprios espaços, currículos e práxis educacionais de acordo com os modos de pensar, desejar e viver plurais que somos. Ao propormos de|s|colonizar a metodologia, acreditamos que a diversidade presente no processo é responsável por potencializar as produções em arte e educação. Chamo esta prática metodológica de anarcocriação por privilegiar as narrativas periféricas, por dialogar minimamente com as instituições detentoras do poder hegemônico e principalmente por priorizar os nossos desejos através de diálogos democráticos e por utilizar as plataformas digitais como aliadas para alcançar outras pessoas.


  • Mostrar Abstract
  • The dismantling of the current political context of the country demands drastic reflections and measures as a strategy of resistance to and for the people who are striving for a democratic education facing the epistemic / genocidal State.This analytic-reflexive work, through research-intervention-action, aims to potentialize the varied spaces of the community. In order to do so, it was observed that they can contribute in education, especially for dissident bodies and identities, since the formal educational space has subordinated and made these existences precarious. These include access to education for adolescent women living in institutional care, women with marginalized ethnic identities, gender, sexual orientation and bodies. The strategy is to articulate the potent experiences of these women with the experiences of artists and intellectuals from the southern region of Bahia, with a certain practice in intersectional activism so that we ourselves have our own educational spaces, curricula and praxis according to our modes of thinking, desire and plural

    living that we are. When we propose to decolonize the methodology, we believe that the diversity present in the process is responsible for enhancing the productions in art and education. I call this methodological practice of anarcho-creationby privileging the peripheral narratives, by dialoguing minimally with the institutions that hold the hegemonic power and mainly to prioritize our desires through democratic dialogues and to use digital platforms as allies to reach other people.

11
  • CRISTIANE SILVA DE MEIRELES CARDOSO
  • EDUCAETHOS: um app educacional para a reeducação das sociabilidades étnico-raciais.

  • Orientador : FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELZICLEIA TAVARES DOS SANTOS
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • Data: 16/09/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho apresenta o memorial da pesquisa que tornou possível a criação do produto didático EDUCAETHOS: um app educacional para a reeducação das sociabilidades étnico-raciais, cujo uso possibilita a autoidentificação, o reconhecimento, a valorização étnico-racial na promoção das relações étnico-raciais e o ensino da história e da cultura africana, afro-brasileira, indígena e cigana na comunidade escolar do Complexo Integrado de Educação de Itamaraju-BA, lócus deste estudo. Na metodologia da pesquisa e seleção dos conteúdos do app nos baseamos nas contribuições teórico-metodológicas de Thiollent (2011), praticadas em cada um dos encontros estratégicos do grupo de discussão, composto por professores, estudantes, funcionários e gestores do campo onde a pesquisa foi desenvolvida e ganhou materialidade. O EducaEthos possui oito fases: i) “Quiz Identitário”; ii) “Você Sabia?”; iii) “Verdade X Mentira”; iv) “Tome Nota”; v) “Quem Sou Eu?”; vi) “Autoavaliação”; vii) “Empoderamento”; viii) “Certificação” e a partir dos conteúdos discutidos em cada uma delas, acredita-se que pode ocorrer uma efetivação prática na implementação das Leis no 10.639/03 e no 11.645/08, que atendem às orientações da Lei de Diretrizes e Bases nº 9.394/96, através do reconhecimento das singularidades e das particularidades étnico-culturais, bem como das desigualdades e das discriminações para com às minorias, tendo como base os estudos de Kabengele Munanga (2016), Nilma Lino Gomes (2010), Collet et al. (2014), entre outros. O ambiente integrado de desenvolvimento escolhido para criar aplicações para dispositivos mobile foi a plataforma do Google, o App Inventor, com sistema operacional Android  que utiliza a codificação baseada em blocos, devido a sua facilidade de manuseio por desenvolvedores leigos para esse tipo de ferramenta, o que colabora para introdução do debate das relações étnico-raciais nestas tecnologias e de sua utilização de forma mais contundente em prol do combate e desconstrução do racismo e do preconceito, especialmente, no meio escolar.


  • Mostrar Abstract
  • This work presents the memorial of the research that made possible the creation of the educational product EDUCAETHOS: an educational app for the re-education of ethnic-racial sociability, whose use makes it possible to self-identification, recognition, ethnic-racial appreciation in promoting ethnic and race relations and the teaching of African, Afro-Brazilian, indigenous and gypsy history and culture in the school community of the Integrated Complex of Education of Itamaraju-BA, locus of this study. In the methodology of the research and selection of the contents of the app we base ourselves on the theoretical-methodological contributions of Thiollent (2011), practiced in each of the strategic meetings of the discussion group, composed of teachers, students, employees and managers of the field where the research was developed and gained materiality. EducaEthos has eight phases: i) “Identity Quis”; ii) “Did you know?”; iii) “Truth X Lie”; iv) “Take Note”; v) “Who Am I?”; (vi) “self-assessment”; (vii) “Empowerment”; viii) “Certification” and from the contents discussed in each of them, it is believed that a practical implementation can occur in the implementation of Laws nº 10.639/03 and nº 11.645/08, which comply with the guidelines of the Law of Guidelines and Bases nº 9.394/96, through the recognition of ethnic specialties and particularities, as well as inequalities and discrimination against minorities, based on studies by Kabengele Munanga (2016), Nilma Lino Gomes (2010), Collet et al. (2014), among others. The integrated development environment chosen to create applications for mobile devices was Google’s, App Inventor, platform with Android operating system that uses block-based coding because of its ease of handling by lay developers for this type of tool. Which collaborates to introduce the debate on ethnic-racial relations in these technologies and its use in a more forceful way in order to combat and deconstruct racism and prejudice, especially, in the school environment.

12
  • HIRAM CAMPOS RODRIGUES
  • Nzinga.com

    Gênero, sexualidade e relações étnico-raciais na escola

  • Orientador : FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • JANINE MARINHO DAGNONI
  • REBECA VALADAO BUSSINGER
  • Data: 17/09/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A escola é corresponsável pela manutenção e das hierarquizações geradas a partir da ideia de masculino e feminino. Nos seus instrumentos oficiais e subliminares as atividades, estigmatizantes ou não, orientam avaliações e cobranças em torno dos sujeitos. É neste jogo de avaliações, que várias identidades sexuais são marcadas por preconceitos, como por exemplo gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais. Nzinga.COM pretende contribuir na promoção da reeducação das sociabilidades culturais no que tange ao ensino das relações étnico-raciais com foco na questão da insterseccionalidade que é motivo de evasão do aluno gay negro na educação básica, como ambiente virtual que contribuirá no acesso conhecimento e para a promoção de discussões e reflexões sobre esta temática.


  • Mostrar Abstract
  • The school is co-responsible for the maintenance and hierarchies generated from the idea of male and female. In their official and subliminal instruments, activities, stigmatizing or not, guide evaluations and demands around the subjects. It is in this evaluation game that various sexual identities are marked by prejudice, such as gay, lesbian, bisexual, transvestite and transgender people. Nzinga.COM intends to contribute to the promotion of the reeducation of cultural sociability regarding the teaching of ethnic-racial relations, focusing on the issue of intersectionality that is the reason why black gay students evade basic education, as a virtual environment that will contribute to knowledge and for the promotion of discussions and reflections on this theme.

13
  • ITAMAR DOS ANJOS SILVA
  • Relações Étnico-Raciais, Linguagens e Culturas: Estudo das práticas socioeducativas do Umbandaum na construção de identidades étnico-culturais em Caravelas - BA (1988-2019)

  • Orientador : FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • GESSE ALMEIDA ARAUJO
  • Data: 18/09/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O Grupo Afroindígena de Antropologia Cultural Umbandaum atua a mais de trinta anos em Caravelas e em outras cidades e localidades da região Extremo Sul da Bahia resistindo na luta pela valorização das identidades étnico-culturais. O produto didático da pesquisa, é um documentário, criado no período 2017-2018, no qual registramos diversas narrativas de antigos e atuais participantes do grupo sobre as práticas socioeducativas do Umbandaum e como estas se prestam aos processos de construção de identidades (CUNHA, 1983, 1994, 2017). A partir das narrativas dos depoentes, elaboramos um registro sobre a história e a memória do grupo (POLLAK, 1992), destacando as manifestações culturais, através da utilização da expressão corporal no processo de resistência política e identitária. Os resultados desse estudo apontam que o grupo investigado, ao registrar a memória e força que traz ao longo de 31 anos de existência, ao que tudo indica, demonstra possuir um potencial criativo que repercute no papel educativo e permite refletir sobre aspectos culturais, sociais e políticas na região.


  • Mostrar Abstract
  • The UMBANDAUM Afro-indigenous Cultural Anthropology has been operation for over thirty years in Caravelas and other cities and towns in the Far South region of Bahia, resisting the struggle for the appreciation of ethnic-cultural identities. The didactic product of the research, is a documentary, created in the period 2017-2018, in which we record several narratives of former and current participants of the group about Umbandaum’s socio-educational practices and and how they lend themselves to identity-building processes (CUNHA, 1983). ,1994). From the narratives of deponents, we elaborated a record about the history and memory of group (POLLAK, 1992), highlighting the cultural manifestations through the use of body expression in the process of and identity resistance. The results of this study indicate that the group investigated, by recording the and strength that brings over 31 years of existence, it seems to have a creative potential that has an impact  on the educational role and allows to reflect on cultural, social aspects politics in the region.

14
  • RONARA CHAGAS SANTOS
  • REMANESCÊNCIAS DO FÓRUM PRÓ-LEI 10. 639/03 NA EDUCAÇÃO BÁSICA EM MUNICÍPIOS DO SUL DA BAHIA: UM OLHAR CARTOGRÁFICO DAS POLÍTICAS AFIRMATIVAS E SUAS TRAJETÓRIAS

  • Orientador : RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • JEANES MARTINS LARCHERT
  • RAFAEL SIQUEIRA DE GUIMARAES
  • Data: 19/09/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O trabalho descreve pesquisa-ação sobre o Fórum Pró-Lei 10.639/03 do Programa Bantu-Iê/Uesc enquanto principal espaço de articulação para implementação das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais em escolas de Educação Básica no Sul da Bahia no ano de 2007.  Partindo da hipótese de que houve estagnação desse processo durante os doze anos de vacância do fórum interferindo negativamente na qualidade da educação, buscou-se validar proposição de rearticulação do debate a partir da escuta dos remanescentes e suas estratégias sociopolíticas de (re) existência quando pretendeu-se propor a construção de um novo espaço formativo visando o chamamento da sociedade civil através de seus grupos e movimentos nessa articulação como base de enfrentamento político ao avanço de perdas de direitos conquistados.


  • Mostrar Abstract
  • The paper describes an action research on the Pro-Law Forum 10.639 / 03 of the Bantu-Iê / Uesc Program as the main articulation space for the implementation of the National Curriculum Guidelines for the Education of Ethnicorracial Relations in Basic Education Schools in Southern Bahia, Brazil. Based on the hypothesis that this process stagnated during the forum's twelve years of vacancy, negatively interfering in the quality of education, we sought to validate the proposition of rearticulating the debate by listening to the remnants and their socio-political strategies of (re) existence when it was intended to propose the construction of a new formative space aiming at the call of civil society through its groups and movements in this articulation as a basis of political confrontation to the advance of the loss of rights conquered.

15
  • DIEGO MARADONA DA HORA MENDES
  • Curriculo e (re)construção da identidade: Um Diálogo com a comunidade quilombola do Empata Viagem

  • Orientador : ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA CRISTINA SANTOS PEIXOTO
  • CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • ZELINDA DOS SANTOS BARROS
  • Data: 24/09/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho versa sobre a necessidade de se ter presente nas escolas quilombolas e nas escolas que recebem alunos oriundos de comunidades quilombolas um currículo que respeite as especificidades históricas, culturais e políticas das comunidades remanescentes quilombolas, à luz daLei 10.639/03 e das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Escolar Quilombola na Educação Básica. Assim, escolhemos como par nesta leitura, a Comunidade Quilombola do Empata Viagem, localizada no Município de Maraú, no baixo sul baiano e a escola situada nesta comunidade, a Escola Municipal Tomé Monteiro, fundada no ano de 2017 sob o decreto de N°982/2017 de 30 de Agosto de 2017. Nosso estudo inicia-se a medida que percebemos que mesmo estando localizada em uma comunidade remanescente quilombola a escola, acima mencionada, não possuía um currículo que dialogasse com a sua realidade, e tão pouco era orientado pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Escolar Quilombola na Educação Básica, fazendo-se necessária uma intervenção que busca-se, entre outras coisas, dialogar com a comunidade escolar acerca da importância e da urgente necessidade de se ter um currículo que representasse à comunidade e que valorizasse os saberes dos ancestrais construtores da nossa cultura afro-brasileira. Logo, pautamos nossa discussão sobre currículo na perspectiva decolonial, na qual entendemos que os saberes constituídos pela hegemonia eurocêntrica devem ser questionados, dando lugar ao conhecimento negro, epistemologicamente negado e inferiorizado por muito tempo. Portanto, vemos também a necessidade de discutirmos sobre os conceitos de identidade, afunilando-o para a identidade negra(e) quilombola. Por fim, buscamos por meio de oficinas e mini-cursos uma (re)construção do currículo da Escola Municipal Tomé Monteiro.


  • Mostrar Abstract
  • The present work deals with the need to have in Quilombola schools and in schools that receive students from Quilombola communities a curriculum that respects the historical, cultural and political specificities of the remaining Quilombola communities, in light of Law 10.639 / 03 and the Curriculum Guidelines. Nationals for Quilombola School Education in Basic Education. Thus, we chose as pair in this reading, the Quilombola Community of Empata Viagem, located in the Municipality of Maraú, in the south of Bahia and the school located in this community, the Tomé Monteiro Municipal School, founded in 2017 under the decree of No. 982 / 2017 of August 30, 2017. Our study begins as we realize that even being located in a remnant quilombola community the school, mentioned above, did not have a curriculum that dialogued with its reality, nor was it guided by National Curriculum Guidelines for Quilombola School Education in Basic Education, requiring an intervention that seeks, among other things, to dialogue with the school community about the importance and urgent need to have a curriculum that represents the community and that value the knowledge of the building ancestors of our Afro-Brazilian culture. Therefore, we base our discussion on curriculum in the decolonial perspective, in which we understand that the knowledge constituted by the Eurocentric hegemony must be questioned, giving way to black knowledge, epistemologically negated and long inferior. Therefore, we also see the need to discuss the concepts of identity, tapering it to black (e) quilombola identity. Finally, we seek through workshops and short courses a (re) construction of the curriculum of Tomé Monteiro Municipal School.

16
  • KATU TUPINAMBA
  • “MBO'ESABA KARAIBA E'YMA ÃGWÃ: Lutando por uma Educação Escolar Indígena Decolonial na Construção da Escola Estadual Indígena Tupinambá do Abaeté (Olivença – Ilhéus/BA)”

  • Orientador : CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS JOSÉ FERREIRA DOS SANTOS
  • FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • Flávia Cristina de Mello
  • Data: 28/09/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho é constituído por um Relato de Experiência – Memorial Descritivo, Projeto de Intervenção e Produto Educacional que se complementam por dialogarem o tempo todo. Inicialmente procurei narrar algumas memórias da minha ancestralidade indígena, vivenciada como Índio morador da Terra Tradicional Tupinambá de Olivença (Ilhéus/Bahia) e participante da luta dos Povos Originários por direitos relativos à Demarcação do Território Anc estral. Nesta trajetória compreendi que a atuação junto à Educação Escolar Indígena seria fundamental para obtenção de nossos direitos e foi também por isto que me tornei educador. Esta vivência pessoal e coletiva de indianidade e como professor indígena somou-se à formação acadêmica que procurei obter para o exercício do ofício do magistério. Porém, novas e profundas perspectivas afloraram quando comecei a percorrer os caminhos da pós e decolonialidade dos saberes quando relacionados à luta de meu Povo. Foi esta fonte de inspiração conceitual e metodológica apresentada pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia - Campus Jorge Amado que orientou a partir de então minha intervenç&a tilde;o como um dos organizadores e criadores, sempre de forma coletiva, da Escola Estadual Indígena Tupinambá do Abaeté. Assim, tanto o Projeto de Intervenção como o Produto Educacional que descrevo e analiso nesta dissertação são voltados à formação desta nossa escola localizada na Aldeia Santana do Abaeté em Olivença. Desde do início buscamos construí-la de forma decolonial, paulofreriana, diferenciada e intercultural. Nos deparamos com temas envolvendo: etnicidade; indianidade; educação escolar indígena; educação diferenciada e intercultural; cultura/religiosidade originária; decolonialidade dos saberes numa perspectiva indígena; ausência/presença do estado; luta por direitos, pelo reconhecimento étnico e territorial. Deste modo, a presente dissertação procura de forma conce itual narrar os caminhos e descaminhos percorridos desta construção coletiva que resultou na formação da Escola Estadual Indígena Tupinambá do Abaeté.


  • Mostrar Abstract
  • This work consists of an Experience Report - Descriptive Memorial, Intervention Project and Educational Product that complement each other by dialoguing all the time. Initially I tried to narrate some memories of my indigenous ancestry, lived as an Indian living in the Tupinambá Traditional Land of Olivenza (Ilhéus / Bahia) and participating in the struggle of the Originating Peoples for rights related to the Demarcation of the Ancestral Territory. In this trajectory I understood that acting with Indigenous School Education would be fundamental to obtain our rights and that is also why I became an educator. This personal and collective experience of Indianness and as an indigenous teacher was add ed to the academic formation that I tried to obtain for the exercise of the teaching profession. However, new and profound perspectives emerged as I began to walk the paths of post and decoloniality of knowledge when related to the struggle of my People. It was this source of conceptual and methodological inspiration presented by the Graduate Program in Teaching and Ethnic-Racial Relations at the Federal University of Southern Bahia - Jorge Amado Campus that guided my intervention since then as one of the organizers and creators, always of collective form, of the Tupinambá do Abaeté Indigenous State School. Thus, both the Intervention Project and the Educational Product that I describe and analyze in this dissertation are focused on the formation of our school located in Aldeia Santana do Abaeté in Olivença. From the beginning we tried to build it in a decolonial, paulofrerian, differentiated and intercultural way. We come across themes involving: ethnicity; Indianness; indigenous school education; differentiated and intercultural education; original culture / religiosity; decoloniality of knowledge from an indigenous perspective; absence / presence of state; struggle for rights, for ethnic and territorial recognition. Thus, the present dissertation seeks in a conceptual way to narrate the paths and paths taken by this collective construction that resulted in the formation of the Tupinambá do Abaeté Indigenous State School.

17
  • AMILTON PEREIRA DOS SANTOS
  • PEDAGOGIA QUILOMBOLA COMO POSSIBILIDADE DE TRANSGRESSÃO CURRICULAR

  • Orientador : ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANA POVOAS PEREIRA ESTRELA BRITO
  • ALAMO PIMENTEL GONCALVES DA SILVA
  • SUELY DULCE DE CASTILHO
  • TIAGO RODRIGUES SANTOS
  • Data: 30/09/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho é resultado de uma pesquisa de cunho qualitativo que teve como paisagem geral o quilombo Tomé Nunes, munícipio de Malhada, Bahia, e centrou sua atenção nas práticas curriculares desenvolvidas na Escola Municipal Senhor do Bonfim, localizada nesta comunidade. Fazendo uso de técnicas de pesquisa como entrevistas, grupos focais, observações do cotidiano escolar, conversas informais, buscou identificar elementos que possam contribuir para a construção coletiva de uma pedagogia quilombola na/da Escola Municipal Senhor do Bonfim. Compreende o currículo escolar como um dispositivo articulador dos saberes científicos e culturais materializado por fazeres docentes orientados pelos fazeres quilombolas cotidianos, objetivando a construção de uma prática formativa comprometida com a comunidade de Tomé Nunes na perspectiva da justiça social. Os aportes teóricos que nortearam essa pesquisa foram inspirados pelos estudos realizados por ARRUTI (2008), CANDAU (2007, 2008), HALL (2011), SOUZA (2015), PURIFICAÇÃO (2015), MACEDO (2013), dentre outros. A partir das contribuições desses autores, o estudo evidenciou que, embora, os professores tenham engajamento com os saberes/fazeres da comunidade, bem como o compromisso político em contribuir de forma significativa com a formação dos estudantes, a ausência de espaços/tempo de reflexão crítica sobre seus fazeres e saberes docentes, assim como a ausência de materiais didáticos-pedagógicos, acrescidos do desinteresse dos órgãos públicos para com a comunidade escolar da Escola Municipal Senhor do Bonfim, acabam por dificultar práticas curriculares voltadas a valorização e inserção dos saberes tradicionais e da cultura local aos processos de ensino aprendizagem. Ao identificar o engajamento dos professores que atuam na escola com a cultura do quilombo onde vivem e trabalham, essa investigação, apoiada pelo desejo expresso da comunidade escolar, em especial, o interesse manifesto pelos professores, traz como produto um recurso paradidático no formato de uma cartilha onde encontra-se mapeado algumas das mais significativas manifestações culturais presentes no quilombo Tomé Nunes. A trajetória desses saberes/fazeres foi vivamente acompanhada pela memória dos mais velhos que, apesar das mudanças dos novos tempos, permanecem vivas e carregadas de significados sociais, culturais, políticos  que resistem as atuais imposições e modismos educacionais fabricados pelo neoliberalismo e sua tônica no consumo imediato, nas aprendizagens coniventes ao fortalecimento das relações mercadológicas propícias ao aprofundamento do capital nesta sua nova fase.


  • Mostrar Abstract
  • The present work is the result of a qualitative research that had as a general landscape the Quilombo Tomé Nunes, the municipality of Malhada, Bahia, and focused its attention on the curricular practices developed in the Escola Municipal Senhor do Bonfim, located In this community. Using research techniques such as interviews, focus groups, observations of everyday school, informal conversations, sought to identify elements that could contribute to the collective construction of a Quilombola pedagogy in the Municipal school Senhor do Bonfim. It understands the school curriculum as an articulator of scientific and cultural knowledge materialized by professors guided by the daily Quilombolas, aiming to construct a formative practice committed to the Community of Tomé Nunes in the perspective of social justice. The theoretical contributions that guided this research were inspired by the studies carried out by ARRUTI (2008), CANDAU (2007, 2008), HALL (2011), SOUZA (2015), PURIFICATION (2015), MACEDO (2013), among others. Based on the contributions of these authors, the analyzed reality can be better understood. The study showed that although teachers have an engagement with community knowledges, as well as the commitment to contribute significantly to students ' education, the absence of spaces/time of critical reflection on their actions and Teaching knowledge, as well as the absence of didactic-pedagogical materials, added to the lack of interest of public agencies to the reality concretely experienced by the community of the Municipal school Senhor do Bonfim, end up making difficult practices Curriculum aimed at the valorization and insertion of traditional knowledge and local culture to the teaching processes of learning. By identifying the engagement of teachers who work in the school with the culture of the quilombo where they live and work, this research, supported by the express desire of the school community, especially of the teachers, brings as a product a paradidatic resource in Format of a booklet where some of the most significant cultural manifestations present in the Quilombo Tomé Nunes is mapped. The trajectory of these knowledges was strongly accompanied by the memory of the elders who, despite the changes of the new times, remain alive and laden with social, cultural, political meanings that resist the current impositions and modisms Educational activities manufactured by neoliberalism and its tonic in the immediate consumption, in the learning conniving to strengthen the market relations that are favorable to the deepening of the capita in this new phase. 

18
  • MARCILEA FREITAS FERRAZ DE ANDRADE
  • Cotidiário de (im)Possibilidades Literatura Indígena na escola

  • Orientador : EDSON KAYAPÓ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE DE ALMEIDA REGO
  • EDSON KAYAPÓ
  • HELANIA THOMAZINE PORTO VERONEZ
  • Data: 01/10/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A manutenção do estigma de que as culturas indígenas são ágrafas e a reprodução de estereótipos sobre esses povos têm representado sérios obstáculos às práticas de valorização de seus saberes e da diversidade cultural brasileira. A partir dessa percepção e tendo em vista a necessidade de intervenções quanto ao currículo da Educação Básica de forma a contribuir para a abertura real do debate sobre a temática étnica na escola e a partir dela, foi elaborado o Produto Educacional intitulado “Cotidiário de (im)Possibilidades: Literatura indígena na escola”,  com o propósito de servir de apoio didático à educadores, para a inserção de textos literários de autoria indígena nas aulas de Língua, Literatura e Produção textual perpassando pelos conteúdos constantes no currículo previsto para o Ensino Médio, a fim de que se possa de fato trabalhar com história e cultura indígena resgatando suas contribuições nas áreas social, econômica e política pertinentes à história e formação do povo brasileiro, conforme prevê a lei 11.645/08. O Cotidiário tem o formato de “E-book” e contém relatos de experiências desenvolvidas em sala de aula, discutindo as possibilidades e/ou impossibilidades do trabalho com a Literatura de autoria indígena. Além desses relatos, há sessões em que são discutidos conceitos e preconceitos que normalmente se configuram como dificuldades para o desenvolvimento do trabalho com temáticas indígenas na escola. O material inclui ainda sessões em que há sugestões de leituras, de sites, filmes ou músicas que possam contribuir para pluralizar os discursos a fim de dialogar com a diversidade, descolonizar conhecimentos e contribuir para a formação intercultural dos estudantes.


  • Mostrar Abstract
  • The maintenance of the stigma that indigenous cultures are staples and the reproduction of stereotypes about these peoples have been serious obstacles to the practices of valuing their knowledge and Brazilian cultural diversity. From this perception and in view of the need for interventions regarding the Basic Education curriculum in order to contribute to the real opening of the debate about the ethnic theme in school and from it, the Educational Product entitled “Daily life of (im) ) Possibilities: Indigenous Literature in School ”, with the purpose of providing educational support to educators, for the insertion of literary texts of indigenous authorship in the classes of Language, Literature and Textual Production passing through the contents contained in the curriculum provided for High School, so that one can in fact work with indigenous history and culture by rescuing their contributions in the social, economic and political areas pertinent to the history and formation of the Brazilian people, as provided by law 11,645 / 08. The Daily Life has the format of an "E-book" and contains reports of experiences developed in the classroom, discussing the possibilities and / or impossibilities of working with the literature of indigenous authorship. In addition to these reports, there are sessions in which concepts and prejudices are discussed, which usually constitute difficulties for the development of work with indigenous themes at school. The material also includes sessions in which there are suggestions for reading, websites, movies or music that can contribute to pluralize the discourses in order to dialogue with diversity, decolonize knowledge and contribute to the intercultural formation of students.

19
  • DAYSE BATISTA SANTOS
  • FILHOS DO VENTO: Da invisibilidade ao reconhecimento do Dia Municipal da Etnia Cigana, LEI Nº 2.422/2018, Itabuna-Bahia.

  • Orientador : FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • SANDRO AUGUSTO SILVA FERREIRA
  • JUCELHO DANTAS DA CRUZ
  • Data: 11/10/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Dissertação de mestrado do Programa de Pós-graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia (PPGER/UFSB), a pesquisa versa analisar e descrever o processo de visibilidade da comunidade cigana de Itabuna/BA a partir da implantação da Lei nº 2.422/ 2018, que instituiu o Dia Municipal da Etnia Cigana. Estudo analítico de caráter descritivo, realizado a partir de uma pesquisa de campo com característica etnográfica, tendo como metodologia específica de pesquisa as observações assistemática e participante, entrevistas informais e pesquisas bibliográficas e documentais e produto direto a criação da referida lei municipal. O estudo busca demonstrar como os mitos e estigmas colocaram o povo cigano “fora da história”, apresenta algumas conquistas e reconhecimentos vivenciados pela comunidade cigana de Itabuna e contribui como estímulo para a proposição de novas ações em prol da etnia cigana. Falando inicialmente da ciganidade, o trabalho caminha pelo Brasil cigano e culmina na narrativa das ações realizadas no município de Itabuna. Por fim, o texto apresenta as considerações finais da pesquisa e sucinta à reflexão a respeito da relevância da institucionalização de políticas públicas de visibilidade e legitimação da cidadania do povo cigano, sobretudo àquelas que tangem às ações dos serviços de saúde e educação.


  • Mostrar Abstract
  • Master's thesis of the Postgraduate Program in Ethnic-Racial Relations Teaching of the Universidade Federal do Sul da Bahia (Federal University of Southern Bahia) (PPGER / UFSB), the research aims to analyze and describe the process of visibility of the gypsy community of Itabuna / BA from the implantation of the Law No. 2,422 / 2018, which established the Municipal Day of the Gypsy Ethnicity. An analytical study of a descriptive character, carried out from a field research with an ethnographic characteristic, having as a specific methodology of research the asystematic and participant observations, informal interviews and bibliographical and documentary researches and direct product creation of the said municipal law. The study aims to demonstrate how the myths and stigmas put the gypsy people "out of history", to present some achievements and recognitions experienced by the gypsy community of Itabuna and to stimulate the proposition of new actions in favor of the gypsy ethnicity. Initially speaking about the gipsy identity, the work goes through the gypsy Brazil and culminates in the narrative of the actions carried out in the city of Itabuna. Lastly, the text presents the final considerations of the research and succinctly the reflection about the relevance of the institutionalization of public policies of visibility and legitimation citizenship of the gipsy people, especially those that deal with the actions of services of health and education. 

20
  • MAURÍCIO DE NOVAIS REIS
  • ENSINO DE FILOSOFIA: DO UNIVERSO EUROCÊNTRICO AO PLURIVERSO EPISTÊMICO


  • Orientador : GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • LUÍS THIAGO FREIRE DANTAS
  • Data: 18/10/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O produto final da pesquisa de mestrado será um livro de apoio pedagógico, a ser publicado nos formatos físico e digital, cujo objetivo é refletir sobre os traços eurocêntricos no ensino de filosofia na educação básica, ao mesmo tempo em que apresenta parte significativa da produção filosófica africana contemporânea. Dividido em quatro capítulos, o livro inicia discutindo o lugar geográfico de nascimento da filosofia, analisando as hipóteses da origem grega e egípcia. Ademais, o capítulo sugere a hipótese da origem pluriversal e apresenta a filosofia como produção iminentemente humana. O segundo capítulo do livro versa sobre o colonialismo no continente africano e como as concepções coloniais inventaram a África mediante a difusão de obras detratoras dos africanos, a exemplo das concepções racialistas dos filósofos Hume, Kant, Hegel e Lévy-Bruhl. Filósofos negros cuja formação se deu contemporaneamente a esses pensadores europeus também são apresentados ao leitor para demonstrar os enganos cometidos pela maior parte dos filósofos ocidentais. O terceiro capítulo apresenta a produção filosófica africana na contemporaneidade, bem como as correntes filosóficas e paradigmas epistemológicos que animam os debates no interior do continente. O quarto e último capítulo versa sobre o ensino de filosofia no Brasil. A metodologia adotada é a exegese documental de dispositivos legais do Estado brasileiro, de livros didáticos e demais produções didático-acadêmicas de filósofos ocidentais e filósofos africanos. Espera-se auxiliar os professores de filosofia na apresentação do pensamento filosófico pluriversal em sala de aula, demonstrando a existência de correntes filosóficas para além do eurocentrismo.


  • Mostrar Abstract
  • The final product of the master's research will be a pedagogical support book, to be published in physical and digital formats, which aims to reflect on Eurocentric traits in the teaching of philosophy in basic education, while presenting a significant part of philosophical production. Contemporary African. Divided into four chapters, the book begins by discussing the geographical place of birth of philosophy, analyzing the hypotheses of Greek and Egyptian origin. Moreover, the chapter suggests the pluriversal origin hypothesis and presents philosophy as imminently human production. The second chapter of the book deals with colonialism on the African continent and how colonial conceptions invented Africa through the diffusion of detracting works of Africans, such as the racialist conceptions of philosophers Hume, Kant, Hegel and Lévy-Bruhl. Black philosophers whose formation was given at the same time to these European thinkers are also presented to the reader to demonstrate the mistakes made by most Western philosophers. The third chapter presents contemporary African philosophical production, as well as the philosophical currents and epistemological paradigms that animate debates within the continent. The fourth and last chapter deals with the teaching of philosophy in Brazil. The methodology adopted is the documentary exegesis of legal provisions of the Brazilian State, textbooks and other didactic-academic productions of western philosophers and African philosophers. It is hoped to assist philosophy teachers in the presentation of pluriversal philosophical thinking in the classroom by demonstrating the existence of philosophical currents beyond Eurocentrism.

21
  • ELIENE SANTOS NASCIMENTO
  • Um olhar sobre Helvécia: Sequências Didáticas para o ensino das Relações Étnico-Raciais

  • Orientador : FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • LUZENI FERRAZ DE OLIVEIRA CARVALHO
  • Data: 22/10/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este estudo é o resultado da pesquisa desenvolvida sobre a viabilidade da utilização de sequências didáticas para o ensino das Relações Étnico-Raciais. Dessa maneira, aqui as sequências são apresentadas como possibilidades metodológicas para o ensino da história e cultura da comunidade quilombola Helvécia tomando-se como referência as determinações da Lei 10.639/03 que obrigatoriza a inserção da história e cultura afro-brasileira e africana nos currículos escolares da Educação Básica. As sequências didáticas foram elaboradas a partir da participação e das contribuições de um grupo de estudo composto, fundamentalmente, por professoras quilombolas da comunidade que atuam na Escola João Martins Peixoto. Os referenciais adotados e que nos ajuda a nos movimentar neste campo de produção de conhecimento tanto quanto no âmbito das questões centrais deste estudo são, dentre outros, Nilma Lino Gomes (2006, 2010, 2012), Luís Fernandes de Oliveira (2005), Vera Maria Ferrão Candau (2014) e Miguel Arroyo (2011).


  • Mostrar Abstract
  • This study is the result of research developed about the feasibility of using didactic sequences for the teaching of Ethnic-Racial Relations. Thus, the sequences are presented here as methodological possibilities for the teaching of the history and culture of the quilombola community Helvécia taking as reference the determinations of Law 10.639 / 03 that obliges the insertion of Afro-Brazilian and African history and culture in school curriculum of basic education. The didactic sequences were elaborated from the participation and contributions of a study group composed mainly of quilombola teachers from the community who work at João Martins Peixoto School. The adopted references that help the research in this field of knowledge production as well as in the scope of the central questions of this study are, among others, Nilma Lino Gomes (2006, 2010, 2012), Luís Fernandes de Oliveira (2005), Vera Maria Ferrão Candau (2014) and Miguel Arroyo (2011).

22
  • PETRINA MOREIRA NUNES
  • EMPODERE-SE: INTERDISCURSOS EM ENTREVISTAS COM MULHERES NEGRAS DE TEIXEIRA DE FREITAS

  • Orientador : GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DÉCIO BESSA DA COSTA
  • FABIANA CARNEIRO DA SILVA
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • Data: 12/11/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Este memorial tem por objetivo dar visibilidade às relações interdiscursivas presentes em quatro entrevistas com mulheres negras da cidade Teixeira de Freitas, Extremo Sul da Bahia, por meio de uma análise crítica do discurso. A metodologia incluiu a intervenção do projeto em uma oficina de tranceiras e a construção do blog Empodere-se, que também é o produto final deste trabalho. As entrevistas basearam na concepção de Bauer e Gaskell (2002) e Flick (2009) sobre pesquisa qualitativa. O processo de investigação discursiva, teórico-metodológico, aporta-se na Análise de Discurso Crítica (ADC), na abordagem dialético-relacional de Norman Fairclough (2001), bem como nas propostas de trabalho com texto como material de pesquisa de Vieira e Resende (2016); o diálogo com o feminismo negro utilizou-se das autoras Carneiro (2014) e Hooks (2018) para se pensar empoderamento; as análises trazem aproximações com trabalhos decoloniais de analistas discursivos, como o sociocognitivista van Dijk (2008). Este estudo intencionou ser transdisciplinar entre a linguagem e discurso com uma abordagem social, educacional e política, ao investigar as formas de racismo e seus enfrentamentos, a partir das lutas pessoais e coletivas no processo de empoderamento de mulheres negras.


  • Mostrar Abstract
  • This research aims to critically analyze interdiscursive relations in four interviews conducted in the period from december 2017 to March 2019, with black women from the city of Teixeira de Freitas, who are in the blog Empodere itself, and that can be accessed via the https://empodereseba.blogspot.com/link. The Empodere-SE is the final product result of this research-intervention and the choice in making a blog was because of the importance that the means of communication and virtual information occupy in society, also, because this tool grow within the spaces of Power and be one of the democratic ways of giving visibility and auditability to the voices of people, promoting debates and raising cyberactivist manifestations, and, in particular, a way to enhance the black female voices in the extreme south of Bahia region. The methodological discursive trajectory was based on the realization and analysis of interviews with women. Among the criteria established for choosing the collaborators of the research, they should be residents in Teixeira de Freitas and self-declaring black. The question script followed four main thematic axes: 1-life history; 2-personal struggles and fights as a black woman; 3-Formal, informal, day-to-day or past work; And, 4-personal activism as a black woman. Age could also represent a differential in discourse, so four women with different ages were selected: Pandora Ravenna at 20 years old; Mirla at the age of 26; Erlita with 50; and Mary at 67 years old. This work is within the research line: ethnic-racial relations, interculturalities and teaching-learning processes. The theoretical input brings conceptions of various fields that discuss educational concepts, gender, feminine empowerment, negritude, in dialogue with the analysis of critical discourse.

23
  • MIQUÉIAS FAGUNDES BONFIM
  • A Temática Indígena nos Livros Didáticos de História e seus usos no Cotidiano Escolar do Colégio Estadual Machado de Assis – Teixeira de Freitas-BA.

  • Orientador : FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FÁBIA BARBOSA RIBEIRO
  • EDSON KAYAPÓ
  • ROSEMEIRE DE OLIVEIRA SOUZA
  • Data: 18/11/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho tem como objetivo a análise de livros didáticos de História para o Ensino Médio da coleção “História: das cavernas ao terceiro milênio”, de autoria de Patrícia Ramos Braick e Miriam Becho Mota, adotados desde 2015 a 2018 pelo anexo do Colégio Estadual Machado de Assis, povoado de Santo Antônio na cidade de Teixeira de Freitas-Ba. Partindo-se do princípio de que seja imprescindível que a população tenha acesso às histórias que representam os povos indígenas, responsáveis pela formação da população brasileira, se fazem necessários estudos sobre esses materiais didáticos, a fim de compreender como essas populações estão sendo representadas nos mesmos, assim como seus usos na realidade do cotidiano escolar.

    É objetivo desse trabalho ainda, captar as percepções da comunidade escolar acerca da presença e das lutas e resistências dos povos indígenas no Brasil, em especial de povos que ainda se encontram presentes nessa região, como os Maxacali e sua influência no território do Nordeste de Minas e decorrente chegada ao Sul da Bahia, assim como as resistências dos Pataxó (Sul da Bahia)  e Pataxó Hã Hã Hãe (Extremo Sul da Bahia), os quais nos ajudarão a compreender o processo histórico de invasão e ocupação histórica de territórios no Sul da Bahia pelos colonizadores e a condição atual de indígenas nessa região. Por fim, pretende-se dar seguimento ao processo de criação de um material didático que contemple as populações indígenas do Sul da Bahia aproximando os estudantes da realidade regional da qual fazem parte.


  • Mostrar Abstract
  • This work aims to analyze textbooks of History for High School from the collection: “História: Da caverna ao terceiro milênio”  (History: from the caves to the third millennium) , by Patricia Ramos Braick and Miriam Becho Mota, adopted from 2015 to 2018 by the annex of the Colégio Machado de Assis, town of Santo Antônio district of Teixeira de Freitas-Bahia. Assuming that it is extremely important that the population has the access to the stories which represent the indigenous peoples who are responsible for the formation of the Brazilian population, studies on these didactic materials are necessary in order to understand how these populations are represented in them , as well as their uses in the reality of everyday school life.

    The objective of this work is to capture the perceptions of the school community about the presence, struggles and resistance of indigenous peoples in Brazil, especially of people who are still present in this region, such as the Maxacali and its influence in the Northeast of Minas Gerais and their arrival in the south of Bahia, as well as the resistances of the Pataxó (Southern Bahia) and Pataxó Hã Hã Hãe (Southern Extremity of Bahia), which will help us to understand the historical process of invasion and historical occupation of territories in southern Bahia by the colonizers and the present condition of indigenous people in this region. Finally, it intends to follow up the process of creating a didactic material that contemplates the indigenous populations of the South of Bahia approaching the students of the regional reality of which they are part.

24
  • ELEANDRA APARECIDA MACHADO DE SOUZA
  • CIRANDA DE MULHERES: uma investigação ação a partir do Coletivo Feminista Diva Guimarães

  • Orientador : GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTHIANE FERREGUETT
  • GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • REBECA VALADAO BUSSINGER
  • Data: 26/11/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho trata-se de um memorial de defesa para obtenção do grau de mestra em Ensino e Relações Étnico-Raciais, pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais, da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Apresenta o percurso da construção do documento intitulado: VOZES: orientações e diretrizes das mulheres do Extremo Sul da Bahia para práticas e ações sociopolíticas e culturais no território. Vale ressaltar que o objetivo principal do VOZES é ser um documento destinado para o poder público, ou seja, um norteador para as ações e projetos das políticas públicas, órgãos de competência e proteção à mulher, instituições educacionais públicas e demais órgãos públicos, assim como os órgãos responsáveis pela saúde e pela assistência social, instituições educacionais privadas e instituições de caráter religioso. O VOZES é fruto do projeto Ciranda de Mulheres: uma investigação-ação participativa a partir do coletivo Feminista Diva Guimarães em que relata o percurso da construção do Coletivo Feminista Diva Guimarães, parceiro nesse projeto, destacando a organização das cirandas e a participação ativa das mulheres da região. Em consonância, a proposta feminista decolonial, este trabalho elegeu como sustentação teórica as pensadoras Lugones (2006), (2007), ( 2008), (2010), (2011 Spivak (2010), Crenshaw (2002), Collins (2002) e Ribeiro (2017). O método escolhido foi a investigação-ação participativa (IAP), que se apoia nos teóricos Loewenson et al. (2006) e Fals Borda e Rodrígues Brandão (1987). Além disso, detalha os caminhos metodológicos e estratégias comunitárias e dialógicas para compreender as queixas e as reivindicações das mulheres ao poder público. Expõe também sobre a construção do documento, considerando sua criação técnica e organização textual. Apresenta ainda a importância do VOZES como uma escuta das narrativas étnico-raciais no Extremo Sul da Bahia, justificando a produção do documento que se construiu coletivamente, através de cirandas de mulheres. Essas cirandas podem ser entendidas como instrumentos pertinentes para ampliação do debate sobre as relações étnico-raciais na região. Nelas, as mulheres resgataram memórias, trocaram saberes, relataram momentos de grandes dificuldades, de resistência e de reflexão. Questionaram-se sobre o que significa ser mulher no mundo capitalista, racista e machista, isto é, construções dialógicas que interessam ao feminismo decolonial e contribui significativamente para o debate das relações étnico-raciais entre mulheres.


  • Mostrar Abstract
  • The present work is a defense memorial to obtain a master's degree in Teaching and Ethnic-Racial Relations, by the Graduate Program in Teaching and Ethnic-Racial Relations, Federal University of Southern Bahia (UFSB). It presents the course of the construction of the document entitled: VOICES: guidelines and orientations of women from the far south of Bahia for sociopolitical and cultural practices and actions in the territory. It is noteworthy that the main purpose of VOICES is to be a document intended for the public power, that is, a guide for the actions and projects of public policies, organs of competence and protection of women, public educational institutions and other public agencies, as well as the bodies responsible for health and social assistance, private educational institutions, and religious institutions. VOZES is the result of the Ciranda de Mulheres project: an action research based on the feminist collective Diva Guimarães, in which she reports the course of the construction of the Diva Guimarães Feminist Collective, a partner in this project, highlighting the organization of the “cirandas” (gathering of women) and the active participation of women in the region. In line with the decolonial feminist proposal, this work elected as theoretical support the thinkers Lugones (2006),( 2007),( 2008), (2010), (2011 Spivak (2010), Crenshaw (2002), Collins (2002) and Ribeiro (2017). The method chosen was the participatory action research (PAR), which is based on the theorists Loewenson et al. (2006) and Fals Borda and Rodrígues Brandão (1987). In addition, it details the methodological ways and community and dialogical strategies for understanding women's complaints and claims to the government. It also exposes the construction of the document, considering its technical creation and textual organization. It also presents the importance of VOICES as a listening to ethnic-racial narratives in the far south of Bahia, justifying the production of the document that was built collectively through women's “cirandas”. These “cirandas” can be understood as pertinent instruments for broadening the debate on ethnic-racial relations in the region. In them, women retrieved memories, exchanged knowledge, reported moments of great difficulty, resistance and reflection. They wondered what it means to be a woman in the capitalist, racist, and chauvinist world, that is, dialogic constructions that interest decolonial feminism and contribute significantly to the debate of ethnic-racial relations between women.

     

25
  • AILTON MARIO NASCIMENTO
  • A Música Africana Entra na Escola: uma proposta pedagógica para a educação musical

  • Orientador : CELIA REGINA DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • HAMILTON RICHARD ALEXANDRINO FERREIRA DOS SANTOS
  • Luzineide Miranda Borges
  • RAFAEL PETRY TRAPP
  • Data: 02/12/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente memorial apresenta os objetivos e as ações do projeto de pesquisa e intervenção “A Música Africana entra na Escola: uma proposta pedagógica para a educação musical”, desenvolvido no Programa de Pós-graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais (PPGER/UFSB), mestrado profissional. Por meio de aulas de música ministradas a estudantes do 3º ano do Ensino Fundamental, tendo como repertório músicas africanas de diversos países, o projeto objetivou criar possibilidades de acesso e democratização do ensino e aprendizagem de músicas africanas, contribuindo para a formação musical das crianças em diálogo com questões étnico-raciais. O texto discute os desafios e a relevância da inserção das músicas africanas na escola básica como fator de promoção da alteridade e fortalecimento das identidades e reflete sobre as possíveis razões da invisibilização e desconhecimento desses repertórios em nossa educação musical. Também apresenta o produto final da pesquisa em formato de caderno de atividades, material paradidático para subsidiar a prática pedagógica de professores(as) sobre músicas e musicalidades de África no Ensino Fundamental, contribuindo assim, para a formação de um corpus epistémico-metodológico que possa auxiliar na fundamentação de processos educacionais antirracistas do ponto de vista musical.


  • Mostrar Abstract
  • This memorial presents the objectives and actions of the research and intervention project “African Music Enters School: A Pedagogical Proposal for Music Education”, developed in the Graduate Program in Teaching and Ethnic-Racial Relations (PPGER). / UFSB), Professional Master. Through music classes given to students of the 3rd year of elementary school, with repertoire of African music from various countries, the project aimed to create possibilities for access and democratization of the teaching and learning of African music, contributing to the musical formation of children in dialogue with ethnic and racial issues. The text discusses the challenges and relevance of the insertion of African music in elementary school as a factor promoting alterity and strengthening identities and reflects on the possible reasons for the invisibility and ignorance of these repertoires in our music education. It also presents the final product of the research in the format of a musical activity booklet, a paradidatic material to support teachers' pedagogical practice on African music and musicality in elementary school, thus contributing to the formation of an epistemic-methodological corpus. help in the foundation of anti-racist educational processes from the musical point of view.

26
  • ANANDA DA LUZ FERREIRA
  • KARINGANA WA KARINGANA: POR ENTRE HISTÓRIAS AFRICANAS E AFRO-BRASILEIRAS

  • Orientador : ANDRE DOMINGUES DOS SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRE DOMINGUES DOS SANTOS
  • IVANA TEIXEIRA FIGUEIREDO GUND
  • LÚCIA DE FÁTIMA OLIVEIRA DE JESUS
  • Data: 03/12/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O memorial apresenta a construção do produto educacional Karingana wa Karingana: caderno de práticas pedagógicas na Educação Infantil, em formato de e-book, parte da pesquisa do mestrado profissional Karingana wa Karingana: por entre histórias africanas e afro-brasileiras, do programa de Pós Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais – UFSB, Campus Paulo Freire. A pesquisa teve como objetivo principal a promoção de práticas pedagógicas antirracistas na Educação Infantil por meio do trabalho com as literaturas infantis africanas e afro-brasileiras, de forma a ampliar possibilidades de ações com literaturas e a temática étnico-racial. O locus da investigação foi uma escola pública de Educação Infantil localizada no município de Teixeira de Freitas – BA, na qual, além do levantamento de dados acerca do estado do ensino de literatura afro-brasileira e africana, ofertou-se oficinas de formação para as professoras sobre a referida temática. As ações formativas foram estruturadas a partir de entrevistas e questionários previamente realizados e que indicaram as lacunas que as professoras possuíam no que se refere à literatura infantil, à contação de histórias e às relações étnico-raciais. Conseguinte, o grupo docente construiu projetos, os quais foram aplicados em suas salas e integraram as práticas relatadas no caderno-produto. A fundamentação teórica deste trabalho é pautada, principalmente, em Eliane Debus, Cuti, Anete Abramowicz, Azoilda Trindade e em documentos oficiais sobre o tema. O projeto propôs debater as práticas pedagógicas para a diversidade a partir do uso de histórias que trouxessem a temática étnico-racial, pois as literaturas ampliam a visão de mundo da criança leitora e, de forma lúdica, possibilitam a aproximação de diferentes universos. Quando pensamos no âmbito da Educação Infantil, devemos levar em consideração que ela constitui um espaço significativo para a formação identitária das crianças e, nesse sentido, a escola deve proporcionar uma diversidade de experiências para que todas se sintam representadas. Ao refletir sobre a importância da Educação Infantil e as possibilidades que a literatura tem em sensibilizar as crianças para as relações étnico-raciais, o projeto apresentado pretende contribuir para o ensino de história e cultura africana e afro-brasileira, a partir do fortalecimento de práticas pedagógicas pautadas nas literaturas infantis.


  • Mostrar Abstract
  • The memorial presents the elaboration process of the educational product “Karingana wa Karingana: notebook of pedagogical practices in early childhood education, in e-book format, which is part of the professional master's degree research “Karingana wa Karingana: between African and Afro-Brazilian stories”, from the Post-graduation Program in Teaching and Ethnic-Racial Relations - UFSB, Paulo Freire Campus.The main objective of the research is to promote anti-racist pedagogical practices in early childhood education through work with African and Afro-Brazilian children's literatures, in order to broaden possibilities for actions with literatures and the ethnic-racial theme. The research locus was a public preschool located in the municipality of Teixeira de Freitas - BA, in which, in addition to collecting data on the state of teaching Afro-Brazilian and African literature, it offered training workshops for children. teachers on this subject. The training actions were structured based on interviews and questionnaires previously conducted, which indicated the gaps that the teachers had regarding children's literature, storytelling and ethnic-racial relations. Therefore, the teaching group built projects, which were applied in their classrooms and integrated the practices reported in the product notebook. The theoretical basis of this work is based mainly on Eliane Debus, Cuti, Anete Abramowicz, Azoilda Trindade and official documents on the subject. The project proposed to discuss the pedagogical practices for diversity from the use of stories that brought the ethnic-racial theme, because the literature broadens the reader's world view and, in a playful way, allow the approach of different universes. When we think about the scope of early childhood education, we must take into consideration that it is a significant space for children's identity formation and, in this sense, the school must provide a diversity of experiences so that they all feel represented. By reflecting on the importance of early childhood education and the possibilities that literature has in sensitizing children to ethnic-racial relations, the project presented intends to contribute to the teaching of African and Afro-Brazilian history and culture, by strengthening practices pedagogical principles based on children's literature.

27
  • SILVIA DE SOUSA ARAUJO OLIVEIRA
  • ENSINO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS E EDUCAÇÃO INFANTIL: perspectivas legais e práticas escolares


  • Orientador : GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • HELANIA THOMAZINE PORTO VERONEZ
  • Data: 04/12/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo tem como objetivo refletir sobre o ensino das relações étnico-raciais na Educação Infantil, conhecendo os fatores que limitam ou possibilitam o processo de implementação das Leis n.o 10.639/03 e n.o 11.645/08. Compreendendo a Educação Infantil como uma primeira etapa da Educação Básica, momento em que podem ser incorporados às identidades, valores na perspectiva do respeito às diversidades e do fortalecimento da identidade étnico racial. Assim, o trabalho busca compreender aspectos do ensino das relações étnico-raciais contemplados pelos Projetos Políticos Pedagógicos e nas práticas pedagógicas cotidianas, das escolas pesquisadas, consoante as referidas leis e as suas diretrizes, na perspectiva de autores, como: Freire (2004); Gomes (2005, 2011, 2012); Cavalleiro (2006); Silva (2008); Bento (2011) e Munanga (2005). Como campo de pesquisa, selecionamos duas escolas municipais, sendo uma o Centro Municipal de Educação Infantil, pertencente à rede pública de ensino de Teixeira de Freitas-BA e outra, uma escola de Educação Infantil, que faz parte da rede municipal de ensino da cidade de São Paulo-SP. Considerando a complexidade dos objetivos traçados para o estudo proposto, optou-se pela pesquisa qualitativa de inspiração etnográfica, na perspectiva comparada. Com uso de instrumentos, como: observação direta, análises de documentos (projetos, sequências didáticas, rotinas e planejamentos de ensino) e entrevistas com questionários semiestruturados. Por conclusões, são pontuadas alternativas pedagógicas para um ensino das relações étnico-raciais, nas duas escolas pesquisadas, assim como a importância da socialização das práticas escolares por meio de intercâmbios culturais como forma de socializar as experiências de cada uma das escolas e, assim, contribuir para o alcance de uma educação emancipatória e promotora da igualdade racial.


  • Mostrar Abstract
  • This study aims to reflecton the teaching of ethnic-racial relations in early childhood education, knowing the factors that limit of renable the process of implementation of laws 10.639 / 03 and 11.645 / 08. Understanding Early Childhood Education as a first stage of Basic Education, when it canbe in corporated in to identities, values from the perspective of respecting diversity and strengthening racial ethnic identity. Thus the works e eksto under stand aspects of the teaching of ethnic-racial relations contemplate edby the Pedagogical Political Projects and in the daily pedagogical practices of the researched schools, according to the selaws and their guidelines, from the perspective of authors such as Freire (2004); Gomes (2005, 2011, 2012); Cavaleiro (2006); Silva (2008); Bento (2011), Munanga (2005). As a research field, we selected two municipal schools, one being the Municipal Center for
    Early Childhood Education, which belongs to the public school system in Teixeira de FreitasBA and the other, a Early Childhood Education School, which is part of the city's municipal
    school system. from São Paulo-SP. Considering the complexity of the objectives set for the proposed study, we opted for the qualitative research of ethno graphic inspiration, in the comparative perspective. Using instruments such as direct observation, document analysis projects, teaching sequences, routines, teaching plans) and interviews with semi-structured questionnaires. Conclusions point out pedagogical alternatives for teaching ethnic-racial relations in the two schools surveyed, as well as the importance of socializing school practices through cultural exchanges as a way to socialize the experiences of each school and thus contribute to reach an emancipatory education that promotes racial equality.

28
  • EVALDO FERREIRA
  • Memórias e narrativas negras na Universidade Federal do Sul da Bahia

  • Orientador : FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO ANTONIO NUNES NETO
  • GESSE ALMEIDA ARAUJO
  • LUZENI FERRAZ DE OLIVEIRA CARVALHO
  • Data: 05/12/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo discute a educação para as relações étnico-raciais na Universidade Federal do Sul da Bahia, Campus Paulo Freire, e o papel das ações afirmativas no processo de formação e transformação dos indivíduos no ambiente universitário. Este estudo origina-se a partir das reflexões realizadas com os estudantes cotistas, problematiza a estima e o estigma (Goffman, 1975) de ser negro nesta instituição de ensino e busca compreender aspectos das relações étnico-raciais sob a perspectiva dos sujeitos participantes e seus relatos de experiência. Mediante aplicação de questionário semiestruturado entre estudantes negras e negros ingressantes pela Área Básica de Ingresso/ABI, analisamos os modos como estes estudantes rememoram e relatam suas vivências e enunciam seus pertencimentos identitários através de suas narrativas. As narrativas dessas estudantes estão sendo analisadas à luz de questões teórico-metodológicas formuladas por Boaventura de Sousa Santos (2007) e Lopes (2013), para os quais, narrar a vivência dos sujeitos tratados como subalternos transformou-se em uma ferramenta de resistência e fonte de conhecimento alternativo, e na perspectiva de Nora (2004) e Rodrigues (2005) que discutem memória e características multiculturais, respectivamente. Estruturamos este texto apresentando as políticas públicas de ação afirmativa em nível nacional e regional, em seguida, discutimos os aspectos da educação para as relações étnico-raciais e, por fim, analisamos as vivências e as memórias de estudantes cotistas como estratégia de abordagem das relações étnico-raciais, com vistas a perceber como estes alunos (re)constroem seus pertencimentos identitários nesta universidade. Com o resultado do estudo, confeccionamos um livro com intuito de contribuir no debate sobre ausências e estereótipos de grupos étnicos afrodescendentes da sociedade brasileira, trazendo para o centro da discussão, a formação e transformação do indivíduo através de suas próprias narrativas.


  • Mostrar Abstract
  • The present study discusses the education for ethnic-racial relations at Universidade Federal do Sul da Bahia, Campus Paulo Freire, and the role of affirmative actions in the process of formation and transformation of individuals in the university environment. This study originates from the reflections made with quota holder students, problematizes the esteem and stigma (GOFFMAN, 1975) of being black in this educational institution and seeks to understand aspects of ethnic-racial relations from the perspective of the participating individuals and their experience reports. By applying a semi-structured questionnaire among black students entering the Basic Admission Area/ABI, we analyze the ways in which these students recall and report their experiences and enunciate their identity belonging through their narratives. The narratives of these students are being analyzed in the light of theoretical-methodological questions formulated by Boaventura de Sousa Santos (2007) and Lopes (2013), for whom narrating the experience of individuals treated as subordinates has become a tool of resistance and alternative source of knowledge, and from the perspective of Nora (2004) and Rodrigues (2005) who discuss memory and multicultural characteristics, respectively. We structure this text by presenting affirmative action policies at the national and regional levels, then discuss the aspects of education for ethnic-racial relations and, finally, analyze the experiences and memories of quota students as a strategy for approaching relations. ethnic-racial groups to understand how these students (re) build their identity. With the result of the study, we made a book with the purpose of contributing to the debate about absences and stereotypes of African descent ethnic groups in Brazilian society, bringing to the center of the discussion the formation and transformation of the individual through their own narratives.

29
  • RENATO PASTI
  • AS MEMÓRIAS AUTOBIOGRÁFICAS DAS FUNDADORAS DA AQH E A (RE)CONTRUÇÃO DO DISCURSO DE AQUILOMBAMENTO

  • Orientador : GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GEAN PAULO GONÇALVES SANTANA
  • GILSON BRANDAO DE OLIVEIRA JUNIOR
  • VALDIR NUNES DOS SANTOS
  • Data: 05/12/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho tem por objetivo analisar como as memórias coletivas, presentes nas narrativas autobiográficas das (os) fundadoras (es) da AQH (Associação Quilombola de Helvécia), erigiram o discurso/ação de aquilombamento. O tema de pesquisa volta-se às memórias narrativas e busca compreender como a família, a tradição, o trabalho, as redes de sociabilidade e a identidade constituem maneiras de educação informal que têm contribuído para o protagonismo das lutas pela certificação de Helvécia como comunidade remanescente quilombola. Nesse caminho interpretativo as biografias são fundamentais, pois elas incorporam elementos do contexto histórico, ou seja, marcas do processo político, econômico, social e identitário, além dos modos de vida e resistência significativos para compreender a mobilização da comunidade contra os danos causados pelo avanço da indústria de celulose. Metodologicamente, a pesquisa está pautada em análises de fontes escritas e orais, a partir das quais procuramos perceber as correspondências entre as biografias e o processo de aquilombamento. As memórias também têm função pedagógica, portanto, (re)constroem vínculos afetivos, conferem significados coletivos a ações aparentemente individuais, sensibilizam e fortalecem as lutas por direitos. Nesse sentido, a escolha da criação de um site como produto pedagógico é duplamente proveitosa. Por um lado, atende a demanda pelo fornecimento de material pedagógico para a utilização em espaços educacionais formais, não-formais e informais, propiciando a valorização das identidades negras, das lutas campesinas e das expressões culturais da história local. Por outro, cumpre o papel de comunicação nas relações entre os moradores distrito de Helvécia e a Associação Quilombola de Helvécia, tendo em vista a mobilização permanente baseada na reconstrução das identidades coletivas dos aquilombados.


  • Mostrar Abstract
  • This paper aims to analyze how the collective memories, present in the autobiographical narratives of the founders of AQH (Helvecia´s Quilombola Association), created the speech / action of the process to become a quilombo. The research theme turns to narrative memories and seeks to understand how family, tradition, work, social networks and identity are forms of informal education that have contributed to the protagonism of struggles for the certification of Helvécia as a remnant quilombola community. In this interpretative path biographies are fundamental, as they incorporate elements of the historical context, that is, marks of the political, economic, social and identity process, as well as significant ways of life and resistance to understand the mobilization of the community against the damage caused by the advance of the pulp industry. Methodologically, the research is based on analyzes of written and oral sources, from which we seek to understand the correspondences between biographies and the process to become a quilombo. Memories also have a pedagogical function, therefore (re) building affective bonds, conferring collective meanings on apparently individual actions, sensitizing and strengthening struggles for rights. In this sense, the choice of creating a website as a pedagogical product is doubly beneficial. On the one hand, it meets the demand for the provision of pedagogical material for use in formal, non-formal and informal educational spaces, promoting the appreciation of black identities, peasant struggles and cultural expressions of local history. On the other hand, it fulfills the role of communication in the relations between the Helvécia district residents and the Helvécia´s Quilombola Association, in view of the permanent mobilization based on the reconstruction of the collective identities of the quilombo people.
30
  • FATIMA SANTANA SANTOS
  • Leia-me Negra: Itinerâncias formativas no CMEI Dr. Djalma Ramos

  • Orientador : CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • CLAUDIA MIRANDA
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • GUILHERME FOSCOLO DE MOURA GOMES
  • Paulo de Andrade Fonseca
  • Data: 07/12/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • O objetivo deste trabalho é recobrir com narrativas teórico-críticas algumas das itinerâncias formativas construídas, de 2015 a 2018, no Centro Municipal de Educação Infantil Dr. Djalma Ramos, em Lauro de Freitas/BA. Este trabalho visa elaborar e debater, de forma epistemologicamente afrocentrada, narrativas docentes e escrita de si, auto/biografias de formação, que possam contribuir para uma educação antirracista para crianças pequenas. Portanto, na primeira parte, trata-se de um relato de formação descritivo e interpretativo, com traços do método etnográfico em educação, que coloca em evidência experiências vividas pela autora, durante sua prática profissional como coordenadora pedagógica, em uma instituição escolar de ensino público. Na segunda parte, o diálogo de vozes proposto se destina a entretecer reflexões e propostas educacionais, ao descrever e analisar práticas curriculares e projetos pedagógicos escolares. Por fim, almeja destacar, formular e sistematizar princípios metodológicos para uma educação antirracista para crianças pequenas. Tais princípios foram identificados na materialidade das experiências pedagógicas do coletivo de professoras atuantes no CMEI Dr. Djalma Ramos. A base teórico-metodológica deste trabalho se fez, principalmente, com (ANZALDÚA, 2000; CAVALEIRO, 2001; 2017; MACEDO, 2013; 2015; JOSSO, 2004; RIBEIRO, 2017; HOOKS, 2005, 2006; ABRAMOWICZ, RODRIGUES, CONSENTINO, 2009; EVARISTO, 2007; JESUS, 2016).


  • Mostrar Abstract
  • El objetivo de este trabajo es cubrir con narraciones teórico-críticas algunos de los itinerarios formativos construidos, de 2015 a 2018, en el Centro Municipal de Educación Infantil Dr. Djalma Ramos, en Lauro de Freitas / BA. El objetivo de este artículo es elaborar y debatir, de manera epistemológicamente centrada, narraciones didácticas y autoescritura, auto-formación/ biografías, que pueden contribuir a una educación antirracista para los niños pequeños. Por lo tanto, en la primera parte, se trata de un informe de formación descriptiva e interpretativa, con rastros del método etnográfico en educación, que destaca las experiencias vividas por la autora, durante su práctica profesional como coordinadora pedagógica, en una institución educativa pública. . En la segunda parte, el diálogo de voces propuesto pretende entretener reflexiones y propuestas educativas mediante la descripción y el análisis de prácticas curriculares y proyectos pedagógicos escolares. Finalmente, su objetivo es resaltar, formular y sistematizar principios metodológicos para la educación antirracial para niños pequeños. Estos principios se identificaron en la materialidad de las experiencias pedagógicas del colectivo de docentes que trabajan en CMEI Dr. Djalma Ramos. La base teórica y metodológica de este trabajo se realizó principalmente con (ANZALDÚA, 2000; KNIGHT, 2001; 2017; MACEDO, 2013; 2015; JOSSO, 2004; RIBEIRO, 2017; HOOKS, 2005, 2006; ABRAMOWICZ, RODRIGUES, CONSENTINO, 2009; EVARISTO, 2007; JESÚS, 2016).

31
  • MARIA DOMINGAS MATEUS DE JESUS
  • Caminhos Abertos à  Descolonização de Saberes: Proposta para  uma Educação Quilombista  na Rede Municipal de Itabuna

  • Orientador : CELIA REGINA DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CELIA REGINA DA SILVA
  • CYNTHIA DE CASSIA SANTOS BARRA
  • RACHEL DE OLIVEIRA
  • DANIELA GALDINO
  • Data: 09/12/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • Trabalho final de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnicorraciais da Universidade Federal do Sul da Bahia (PPGER/UFSB), a pesquisa-ação  aborda  a ausência da Educação para as relações étnicorraciais no currículo escolar  da rede municipal de Itabuna, frente  as alterações na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) com as  Leis 10.639\2003 e 11.645\2008 que fundamentam a   Resolução  CME Nº 87/2014, a qual estabelece as Diretrizes Municipais à Educação das Relações Étnicorraciais  no município. O trabalho apresenta Memorial Descritivo com as minhas experiências como mulher negra na diáspora africana.  Analisa os reflexos do colonialismo no sistema educacional atual. Aponta caminhos para uma Educação Antirracista a partir das referências negras nacionais, em consonância com as referencias locais, a partir de guia de orientação ao trabalho de professores que atuam nas series iniciais do Ensino fundamental,  enfatizando a discussão entre Gênero, Raça e Educação e reafirmando  a pedagogia  quilombista.  Sustentam teoricamente essa pesquisa, Gonzalez (1982,1984), Evaristo (2017), Costa e Grosfoguel (2016), Freire ( 1970), Oliveira e Candal  (2010), Hooks (2013) , Fanon (1983), Gomes (2017), Munanga (2005, 2015), Oliveira (2005), Bento e Carone (2002), Nascimento (1980), Ratts (2006  ), Silva (2011) e, Kilomba ( 2010).


  • Mostrar Abstract
  • Final master's work of the Graduate Program in Teaching and Ethnicorracial Relations of the Federal University of Southern Bahia (PPGER / UFSB), the action research addresses the absence of Education for ethnic-racial relations in the Itabuna municipal school curriculum front the alterations in the Law of Guidelines and Bases of the National Education (LDB) with the Laws 10,639 \ 2003 and 11,645 \ 2008 that bases the CME Resolution No. 87/2014, which establishes the Municipal Guidelines for the Education of the Ethnicorracial Relations in the municipality. The work presents a descriptive memorial with my experiences as a black woman, teacher and activist of the Black Movement; The following analyzes the reflections of colonialism on the current educational system. Points out ways for an Anti-Racist Education from the national black references in line with the local references, from a guide to the teacher's work in the early grades of elementary school, emphasizing the discussion between Gender, Race and Education reaffirming the quilombista pedagogy. It theoretically supports this research, Gonzalez (1982,1984), Evaristo (2017), Costa e Grosfoguel (2016), Freire ( 1970), Oliveira e Candal  (2010), Hooks (2013) , Fanon (1983), Gomes (2017), Munanga (2005, 2015), Oliveira (2005), Bento e Carone (2002), Nascimento (1980), Ratts (2006  ), Silva (2011) e, Kilomba ( 2010).

32
  • ANTONIO CARLOS DOS SANTOS GONÇALVES
  • Contribuições de Cheikh Anta Diop para a historiografia da ciência e para a filosofia africana: Proposta de manual complementar ao livro didáticao de Filosofia para professores do 1º ao 4º ano do Ensino Médio

  • Orientador : FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BAS'LLELE MALOMALO
  • FLÁVIO GONÇALVES DOS SANTOS
  • FRANCISMARY ALVES DA SILVA
  • LAILA BRICHTA
  • RENATO NOGUERA
  • Data: 11/12/2019
  • Visualizar Dissertação/Tese  
  • Mostrar Resumo
  • A construção de um manual complementar ao livro didático de filosofia, para professores do 1º ao 4º ano do Ensino Médio surgiu da necessidade de abordarmos a Filosofia Africana como estratégia para refletirmos sobre o racismo no ensino das relações étnico-raciais no IFBA de Eunápolis. O racismo é um tema presente na ementa da disciplina de Filosofia discutida nos quatro anos do ensino médio\técnico. O livro didático não aborda tal temática e, os professores da disciplina do instituto se esforçam para buscarem textos complementares para o cumprimento da ementa. Muito embora não tenhamos trabalhado com textos de filósofos africanos em nossa formação, nos esforçamos para apresentar tal literatura, colocando-nos três problemas: 1 – Escolher um livro didático que aborde a Filosofia Africana; 2 – Incorporar na ementa dos cursos do IFBA Eunápolis bibliografia de filósofos africanos o que, implica em elaborar um manual didático complementar e; 3 – Ministrar curso sobre Filosofia Africana para os futuros professores, os licenciandos da UESC. Ao longo dos anos 2018 e 2019 executamos o projeto-intervenção em ambiente formal de ensino-aprendizagem, respondendo aos problemas aqui levantados e, chegamos à conclusão de que, as contribuições dos filósofos africanos são silenciadas e, em especial a de Cheikh Anta Diop, pela polêmica e reconhecida abordagem da historiografia da ciência e da filosofia. Adotamos a metodologia de Intervenção Direta proposta por Élie Bajard, por esta se adequar tanto a formação de professores quanto a construção da escrita, aliada ao método afroperspectivista proposto por Renato Noguera, que propõe uma releitura da historiografia da ciência e filosofia a partir dos africanos. Apresentamos a memória da proposta de construção do manual complementar dividido em quatro capítulos, com sugestões de atividades, questões reflexivas, vídeos e textos para leitura.


  • Mostrar Abstract
  • La construction d'un manuel supplémentaire au manuel de philosophie destiné aux enseignants des classes de lycée découle de la nécessité de considérer la philosophie africaine comme une stratégie de réflexion sur le racisme dans l'enseignement des relations entre ethnies et races à l'IFBA d'Eunapolis. Le racisme est un thème présent dans le menu de la discipline en philosophie abordé au cours des quatre années du lycée. Le manuel ne traite pas d'un tel thème et les enseignants de la discipline de l'institut s'efforcent de rechercher des textes complémentaires pour se conformer au menu. Bien que nous n'ayons pas travaillé avec des textes de philosophes africains, nous efforçons de présenter une telle littérature, posant trois problèmes: 1 - Choisir un manuel qui aborde la philosophie africaine; 2 - Incorporer dans la liste de cours IFBA Eunápolis des philosophes africains, ce qui implique l’élaboration d’un manuel didactique complémentaire et; 3 - Donner un cours de philosophie africaine aux futurs étudiants de premier cycle de l’UESC. Au cours des années 2018 et 2019, nous avons mené le projet d’intervention dans un véritable environnement d’enseignement et d’apprentissage formel aux problèmes soulevés ici. Nous sommes parvenus à la conclusion que les contributions des philosophes africains étaient réduites au silence, notamment celle de Cheikh Anta Diop, par l'approche controversée et reconnue de l'historiographie des sciences et de la philosophie. Nous avons adopté la méthodologie d'Intervention directe proposée par Élie Bajard car elle convient à la fois à la formation des enseignants et à la construction de l'écriture, alliée à la méthode afroperspectiviste proposée par Renato Noguera qui propose une relecture de l'historiographie de la science et de la philosophie africaines. Nous présentons la mémoire de la proposition de construire le manuel complémentaire divisé en quatre chapitres, avec des suggestions d'activités, des quest